Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


sábado, 20 de maio de 2017

Perdeu a utilidade,...

Amigos e amigas.
Durante a campanha, Trump era "fã do WikiLeaks desde criancinha". As dezenas de denúncias contra Hillary através dele foram um tiro certeiro contra o brutal investimento financeiro e midiático dado a ela.
Mas, eis que, uma vez entronizado, o (sionista?) Trump mudou de idéia e passou a ver a mais polêmica plataforma virtual do mundo como um problema. Tanto que a prisão de Julian Assange virou uma "uma "prioridade" para os EUA". Na verdade, afirma-se que Assange é um problema para "outros" de sua administração.
Vejam abaixo uma carta assinada por Noam Chomsky e Edward Snowden pedindo tal perseguição injusta tenha fim imediato, pela honra da Constituição dos EUA, que garante a total liberdade de expressão. Pelo menos, deveria ser assim para honrar a instituição "Democracia".
FAB29

Snowden e Chomsky


Carta Aberta ao Presidente Trump:


Caro Presidente Trump,



Somos jornalistas, ativistas e cidadãos dos Estados Unidos e do mundo que se preocupam com a liberdade de imprensa e estamos escrevendo para você em resposta à última ameaça de acusação contra o WikiLeaks por seu trabalho jornalístico. Pedimos que você encerre imediatamente a investigação do Grande Juri sobre o WikiLeaks, e descarte qualquer acusação contra Julian Assange e outros funcionários do Wikileaks que o Departamento de Justiça esteja planejando.



Esta ameaça ao WikiLeaks agrava uma guerra de longa duração de atrito contra a grande virtude dos Estados Unidos - a liberdade de expressão. A administração Obama processou mais whistleblowers do que todos os presidentes combinados e abriu uma investigação ao Grande Júri sobre o WikiLeaks sem precedente. Agora parece que os EUA estão se preparando para dar o próximo passo - processar editores que fornecem a "moeda" da liberdade de expressão, parafraseando Thomas Jefferson. É relatado que as acusações, incluindo conspiração, roubo de propriedade do governo e violação da Lei de Espionagem estão sendo considerados contra membros do WikiLeaks, e que julgar o Editor do WikiLeaks, Julian Assange, é agora uma prioridade do Departamento de Justiça.



Comprometer o trabalho do WikiLeaks - o qual é a publicação de informações protegidas pela Primeira Emenda - é uma ameaça para todo o jornalismo livre. Se o DOJ for capaz de condenar um editor por seu trabalho jornalístico, todo o jornalismo livre pode ser criminalizado.



Pedimos a você como Presidente dos Estados Unidos para fechar a investigação do Grande Júri sobre o WikiLeaks e descartar quaisquer acusações planejadas contra qualquer membro do WikiLeaks. Ele foi uma imprensa livre e robusta que forneceu-lhe uma plataforma para a candidatura à presidência. Defender uma imprensa verdadeiramente livre exige liberdade do medo e favor e do apoio de jornalistas e cidadãos em todos os lugares; o tipo de ameaça agora enfrentando pelo WikiLeaks - e todos os editores e jornalistas - é um passo para a escuridão.



segunda-feira, 15 de maio de 2017

Triste Brasil

Amigos e amigas.
Segue abaixo uma lista de motivos que levaram um estadunidense que morou no Brasil por 3 anos casado com uma brasileira a "odiar viver no Brasil".
Ponderando-se friamente, dou-lhe muita razão e concordo com a maior parte de suas afirmações (mas, em hipótese nenhuma, não generalizo).
É claro que em países mais civilizados como o dele, os europeus e alguns outros, onde as culturas de sociedade e civilidade são mais arraigadas, ensinadas e levadas a cabo diuturnamente, é bem melhor de se viver, mas não relevemos as iniquidades que há por lá que assustam até eles próprios.
Porém, a intenção deste post é compartilhar as ponderações do gringo e abrir o assunto à opinião de quem quiser emiti-la. As minhas estão entre colchetes.
FAB29

Resultado de imagem para falta de respeito no brasil
Resumo do que, em geral, se pensa do Brasil
  • Os brasileiros não têm consideração com as pessoas fora do seu círculo de amizades e muitas vezes são simplesmente rudes. Por exemplo, um vizinho que toca música alta durante toda a noite. E mesmo que você vá pedir-lhe educadamente para abaixar o volume, ele diz-lhe para você “ir se fud**!!”. E educação básica? Um simples “Desculpe-me! “, quando alguém esbarra com tudo em você na rua simplesmente não existe. [Acontece muito em todos os níveis sociais]
  • Os brasileiros são agressivos e oportunistas e, geralmente, à custa de outras pessoas. É como um “instinto de sobrevivência” em alta velocidade, o tempo todo. O melhor exemplo é o transporte público. Se eles vêem uma maneira de passar por você e furar a fila, eles o farão, mesmo que isso signifique quase matá-lo, e mesmo se eles não estiverem com pressa. Então, por que eles fazem isso? É só porque eles podem, porque eles vêem a oportunidade, por que eles querem ganhar vantagem em tudo. Eles sentem que precisam sempre de tomar tudo o que podem, sempre que possível, independentemente de quem é prejudicado como resultado. [O lendário e nefasto 'jeitinho brasileiro como cartão de visita]
  • Os brasileiros não têm respeito por seu ambiente. Eles despejam grandes cargas de lixo em qualquer lugar e em todos os lugares, e o lixo é inacreditável. As ruas são muito sujas. Os recursos naturais abundantes, como são, estão sendo desperdiçados em uma velocidade surpreendente, com pouco ou nenhum recurso. [É uma batalha que travo diariamente e execro cada vez que vejo o "povinho" (não confundir com 'povo', do qual faço orgulhosamente parte) fazê-lo]
  • Brasileiros toleram uma quantidade incrível de corrupção nos negócios e governo. Enquanto todos os governos têm funcionários corruptos, é mais comum e desenfreado no Brasil do que na maioria dos outros países, e ainda assim a população continua a reeleger as mesmas pessoas. [Comodismo, alienação, ignorância, conformismo, preguiça mental,... bombas-relógio muito bem cevadas o tempo todo no organismo social da humanidade]
  • As mulheres brasileiras são excessivamente obcecadas com seus corpos e são muito críticas (e competitivas com) as outras. [A foto inicial do post resume bem]
  • Os brasileiros, principalmente os homens, são altamente propensos a casos extraconjugais. A menos que o homem nunca saia de casa, as chances de que ele tenha uma amante são enormes. [Vagabundos assim com tanta oferta e facilidades como há por aqui, não é de se espantar]
  • Os brasileiros são muito expressivos de suas opiniões negativas a respeito de outras pessoas, com total desrespeito sobre a possibilidade de ferir os sentimentos de alguém. ["Donos da verdade" são os mais perniciosos que existem]
  • Brasileiros, especialmente as pessoas que realizam serviços, são geralmente malandras, preguiçosas e quase sempre atrasadas. [O certo é iniciar a frase com "Tem muitos...]
  • Os brasileiros têm um sistema de classes muito proeminente. Os ricos têm um senso de direito que está além do imaginável. Eles acham que as regras não se aplicam a eles, que eles estão acima do sistema, e são muito arrogantes e insensíveis, especialmente com o próximo. [Todos se acham "Mãe Maria", a única que teve o 'Rei na barriga']
  • Brasileiros constantemente interrompem o outro para poder falar. Tentar ter uma conversa é como uma competição para ser ouvido, uma competição de gritos. [Frente à encruada incapacidade de argumentar racionalmente, a inteligência e o respeito se dissipam]
  • A polícia brasileira é essencialmente inexistente quando se trata de fazer cumprir as leis para proteger a população, como fazer cumprir as leis de trânsito, encontrar e prender os ladrões, etc. Existem Leis, mas ninguém as aplica, o sistema judicial é uma piada e não há normalmente nenhum recurso para o cidadão que é roubado, enganado ou prejudicado. As pessoas vivem com medo e constroem muros em torno de suas casas ou pagam taxas elevadas para viver em comunidades fechadas. [Polícia e cidadão são tolhidos constantemente pela associação "podre mídia/judiciário", que limita a primeira e aprisiona o segundo]
  • Os brasileiros fazem tudo inconveniente e difícil. Nada é simplificado ou concebido com a conveniência do cliente em mente, e os brasileiros têm uma alta tolerância para níveis surpreendentes de burocracia desnecessária e redundante. [Para quê simplificar, se complicar facilita a vida dos parasitas?]
  • Brasileiros pagam impostos altos e taxas de importação que fazem tudo, especialmente produtos para o lar, eletrônicos e carros, incrivelmente caros. E para os empresários, seguindo as regras e pagando todos os seus impostos faz com que seja quase impossível de ser rentável. Como resultado, a corrupção e subornos em empresas e governo são comuns. [Esse "vira-latismo" pode ser sintetizado na frase popular: "Ah, mas Deus tá vendo! Ele sabe o que faz! É só ter fé, né!"]
  • Está quente como o inferno durante nove meses do ano, e ar condicionado nas casas não existe aqui, porque as casas não são construídas para ser hermeticamente isoladas ou incluir dutos de ar. [Outra faceta do "vira-latismo" tupiniquim, que se submete à cultura de países frios]
  • Eletricidade e serviços de internet são absurdamente caros e ruins. [TUDO é absurdamente caro. A sanha criminosa de impostos cobrados, aliada à corrupção sistêmica, garante isso]

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Trump sionista

Amigos e amigas.
Seguem trechos de discursos ou declarações de Donald Trump aos sionistas mundiais, fazendo mil mesuras, louvores e promessas. Retirei e traduzi daqui.
FAB29

Imagem relacionada
O TEMPO DIRÁ.

Discurso de Trump ao AIPAC, website Time , 21 de março de 2016
Eu falo com vocês hoje [21 de março de 2016] como um defensor de toda a vida e verdadeiro amigo de Israel. [...]
Na primavera de 2004, no auge da violência na Faixa de Gaza, fui o grande marechal do '40º Salute to Israel Parade', o maior encontro individual de apoio ao Estado judeu.
Foi uma época muito perigosa para Israel e, francamente, para quem apoiasse Israel. Muitas pessoas rejeitaram essa honra. Eu não. Eu assumi o risco e estou feliz com que eu fiz.
Vim aqui para falar-lhes sobre o meu ponto de vista sobre o futuro das relações americanas com o nosso aliado estratégico, a nossa amizade inquebrável e o nosso irmão cultural, a única democracia no Médio Oriente, o Estado de Israel [...]
Quando eu for presidente, acreditem em mim, vetarei qualquer tentativa da ONU de impor sua vontade ao Estado judeu. Será vetado 100 por cento [...]
Quando eu me tornar presidente, os dias de tratar Israel como um cidadão de segunda classe terminará no primeiro dia [...]
Moveremos a embaixada americana para a eterna capital do povo judeu, Jerusalém. E nós enviaremos um sinal claro de que não há luz do dia entre a América e o nosso aliado mais confiável, o estado de Israel.
Os palestinos devem chegar à mesa sabendo que o vínculo entre os Estados Unidos e Israel é absolutamente, totalmente inquebrável. Eles devem fazer isso.

E eles devem chegar à mesa dispostos a aceitar que Israel é um Estado judeu e que vai existir para sempre como um Estado judeu.
Eu amo as pessoas nesta sala. Eu amo Israel. Eu amo Israel. Estive com Israel há tanto tempo em termos de eu recebi algumas das minhas maiores honras de Israel, meu pai antes de mim, incrível. Minha filha, Ivanka, está prestes a ter um lindo bebê judeu.

 “Questionado sobre o anti-semitismo, Trump promete 'muito amor'; ”Times of Israel , 16 de fevereiro de 2017
"Tanto quanto as pessoas, o povo judeu - tantos amigos, uma filha que está aqui agora, um genro e três lindos netos", disse ele [...]
O presidente continuou: "Eu acho que vocês verão muitas diferenças nos Estados Unidos da América nos próximos três, quatro ou oito anos. Acho que muitas coisas boas estão acontecendo e vocês verão muito amor."

"Trump disse [ser] um apelo para derrotar nova resolução anti-Israel da UNESCO" Times of Israel, 24 de abril de 2017
O governo Trump teria ordenado aos embaixadores dos EUA nos Estados membros da UNESCO que iniciassem reuniões com os ministérios estrangeiros dos países de acolhimento em uma tentativa de derrotar uma resolução anti-Israel que será debatida na organização cultural da ONU na próxima semana.

"'Vamos enfrentar o anti-semitismo', Trump jura no evento do Holocausto [sob a cúpula do Capitólio dos EUA]" - Times of Israel, 25 de abril de 2017
WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, denunciou o anti-semitismo na terça-feira, dizendo que os negadores do Holocausto são "cúmplices desse horrível mal" e promete usar seu escritório para "enfrentar o anti-semitismo".
Em um discurso dentro da rotunda ornamentada do Capitólio dos Estados Unidos na comemoração anual do Dia da Memória do Museu Memorial do Holocausto dos EUA, Trump pareceu responder às preocupações expressas pelos líderes judeus nos primeiros meses de sua administração que ele estava relutante em combater o anti-semitismo de cabeça erguida.
"Esta é a minha promessa para vocês: vamos enfrentar o anti-semitismo", disse Trump. "Eliminaremos os preconceitos, condenaremos o ódio, daremos testemunho e agiremos. Como presidente dos Estados Unidos, sempre estarei com o povo judeu - e sempre estarei com nosso grande amigo e parceiro, o Estado de Israel ".
O memorial deste ano foi o primeiro desde a morte do ano passado de Elie Wiesel, e Trump prestou homenagem ao renomado escritor e sobrevivente do Holocausto, dizendo que as lições de sua vida guiariam suas decisões para evitar atrocidades como o Holocausto.
"Acredito no famoso argumento de Elie de que 'para os mortos e os vivos devemos testemunhar'", disse ele. "É por isso que estamos aqui hoje, para dar testemunho. Para se certificar de que a humanidade nunca, nunca esqueça que os nazistas massacraram seis milhões de judeus. Dois em cada três judeus na Europa foram assassinados no genocídio".
O presidente também criticou negadores do Holocausto, em termos mais estritos do que ele usou no passado.
"Aqueles que negam o Holocausto são cúmplices desse horrível mal. E nós nunca estaremos em silêncio - nós simplesmente não - nunca mais ficaremos em silêncio diante do mal de novo", disse ele, uma estátua de Abraham Lincoln se erguendo sobre ele.
A negação do Holocausto, acrescentou Trump, é "apenas uma das muitas formas de perigoso anti-semitismo que continua em todo o mundo".
Ele fechou o discurso dizendo: "Hoje choramos, lembramo-nos, oramos, e prometemos - nunca mais".
O evento foi organizado pela primeira vez em 1979 [sob Jimmy Carter]. No ano seguinte, o Congresso estabeleceu a Semana Anual da Recordação como a comemoração oficial da nação da Shoah.

Adendo: por esta coletiva, a coisa parece favas contadas:
http://xatoo.blogspot.com.br/2017/02/a-unica-democracia-do-medio-oriente.html

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Filtro cancerígeno

Amigos e amigas.
As mil e uma artimanhas tácitas e sórdidas dos supremacistas para degradar sua humanidade hospedeira e mantê-la sob seu jugo parecem infinitas. Abaixo, mais um duro exemplo de omissões e algaravias desmistificadas sobre a "necessidade" de se usar filtro solar.
Adaptei daqui.
FAB29

Resultado de imagem para filtro solar câncer
Confie na Mãe Terra
Uma série de pesquisas tem mostrado que a relação "Sol/melanoma" não é tão óbvia assim. Na verdade ela pode ser até mesmo inversa. Uma das últimas pesquisas que trataram desse assunto é nacional.

Uma pesquisadora, a drª. Sarita Martins, estudou indivíduos de uma colônia de pescadores do Recife. Trata-se de uma população em constante e inequívoco contato com a luz solar, numa região em que a incidência solar é farta. Suas conclusões nos levam a um curioso resultado: o sol não apenas NÃO INDUZ ao câncer de pele, como também parece incrementar uma PROTEÇÃO contra esse câncer.

Isso, porém, não parece ser surpreendente para o mundo científico, pelo menos a parcela menos sujeita ao conhecimento médio convencional, que se acostumou a ouvir e obedecer a dogmas como se fosse fruto de ciência honesta e de qualidade.

Um exemplo é o dr. A. Bernard Ackerman, dermatologista, uma das maiores autoridades em câncer de pele. É chefe de um dos mais importantes centros de pesquisa e tratamento em dermatologia, tendo mais de 100.000 atendimentos já realizados, e publicado mais de 600 artigos de pesquisa, além de inúmeros prêmios de distinção, incluindo o de personalidade do ano pela American Academy of Dermatology.

Pois bem, o dr. Ackerman é enfático em contradizer alguns dos pontos mais dogmáticos e geralmente aceitos pelos médicos e público em geral:
1) Não há ligação entre luz solar e melanoma;
2) Não acredita que as queimaduras solares necessariamente causem câncer de pele;
3) Não acredita que o protetor solar possa proteger a pele contra o câncer de pele, especialmente o melanoma.

O problema dos filtros solares
Por outro lado, não faltam artigos publicados que apontam para sérias questões ligadas a problemas, alguns realmente graves, em relação ao uso de filtros solares.

Uma informação importante diz respeito a um aspecto que o consumidor brasileiro precisa tomar conhecimento: uma das substâncias químicas mais utilizadas como filtro solar está PROIBIDA NA EUROPA. Trata-se do 4-MBC (4-Metilbenzilideno Cânfora), (também conhecida com os nomes de Eusolex 6300 (lab. Merck), Parsol 5000 (Givaudan-Roure) e Neo Heliopan (Galena)).

Vários estudos apontam para o fato dessa substância se comportar como mais um elemento do heterogêneo grupo de componentes químicos denominados de DISRUPTORES HORMONAIS, com ação potencial ação estrogênica. [...]

Também uma influência negativa na tireóide, podendo afetar os níveis do TSH (hormônio da hipófise que estimula a tireóide) e nas taxas dos próprios hormônios tireóideos: T4 e T3, induzindo a um quadro de hipotireoidismo. [...]

Um aspecto muito importante diz respeito à bioacumulação, um processo já conhecido dos ambientalistas, onde um produto químico que foi lançado no meio ambiente, ao invés de simplesmente ser degradado, acaba por entrar na cadeia alimentar e participar da composição corporal de inúmeros seres vivos sem perder suas propriedades de interferir em seus sistemas endócrinos, reprodutivos e imunológicos. (Um exemplo clássico de poluente que se acumula no meio ambiente é o desastroso agrotóxico DDT). [...] Outra substância muito comum nos protetores solares é o Octyl methoxycinnamate (OMC), um produto que funciona como filtro ultra-violeta, de uso muito difundido, teve reconhecida ação tóxica celular, principalmente quando... exposto à luz solar! [...]

Curiosamente, à medida que os filtros solares foram se tornando mais populares, MAIS AUMENTARAM TODAS AS TAXAS DE CÂNCER DE PELE. Outro problema específico do bloqueador solar é a eventual perda da formação de quantia necessária de vitamina D, aspecto que certamente influencia negativamente na saúde do organismo.  Além disso, a absorção de outros tipos de componentes das fórmulas, como o titânio, por exemplo, desses produtos também podem trazer danos à saúde.

Aspectos discutíveis

Em um artigo interessante do dr. Ralph Moss, esse autor coloca uma observação que precisa ser levada em conta. Numa espécie de mea culpa, ele lembra que boa parte das pesquisas que constituem os principais subsídios, que dá amplo suporte ao dogma sol/melanoma, é obtida a partir do SCF (Skin Center Foundation), uma instituição de plena influência sobre os dermatologistas, mas pesadamente patrocinada pela indústria dos protetores solares. Essa indústria ganhava em torno de 18 milhões de dólares em 1972 e passou a lucrar meio bilhão de dólares atualmente. [...]

Nas questões que dizem respeito direto a natureza do melanoma, um dos mais incongruentes, em relação à exposição a luz solar, reporta a uma emblemática questão: de um modo geral, quanto mais longe da linha do equador, maiores são os índices de melanoma. [...]

Outro aspecto que jamais pode ser esquecido é o fato de muitas lesões de melanoma acontecerem em partes que praticamente NUNCA SÃO EXPOSTAS À LUZ SOLAR, ou o são de forma muito escassa, como axilas, espaço entre os dedos, mucosas, e outros locais ainda mais distantes dos raios solares. Para essa ocorrência, muitos especialistas tentam argumentar que o sol fragilizaria o sistema imunológico da pele a favor do melanoma, uma explicação que "cairia" bem, mas muito, muito difícil de ser universalmente aceita, visto que o sol é habitualmente um poderoso revigorador imunológico em geral.

Problemas com o bloqueio do sol

A falta de vitamina D é um problema de conseqüências sérias. O pesquisador William Grant relata que existe de forma marcante uma relação inversa entre o câncer em geral e a exposição à radiação ultravioleta.

A vitamina D precisa de radiação UVB (ultravioleta B) para sua síntese. A relação inversa é mais marcante com câncer dos seguintes órgãos: mama, cólon e ovário. Ou seja, para proteger esses órgãos, TOME MAIS SOL! O uso de protetor solar DIMINUI A CAPACIDADE DE SÍNTESE DE VITAMINA D. Se sabe que a vitamina D está envolvida com a formação dos ossos e com o controle das taxas de cálcio e fósforo.

Mas além de PREVENIR O CÂNCER, a vitamina D pode estar associada à proteção contra: diabetes, doença cardíaca, artrite, infertilidade e ovários policísticos, transtornos imunológicos, obesidade, síndrome X (conjunto de transtornos metabólicos e endócrinos) e problemas neuropsíquicos como fadiga, depressão e transtornos emocionais sazonais.

As melhores fontes de vitamina D, especificamente a vitamina D3, são o sol e o óleo de fígado de bacalhau (ATENÇÃO: a tradicional Emulsão Scott ®, teve sua fórmula modificada em função dos magníficos tempos modernos, tem ÓLEO DE SOJA na sua composição atual e JAMAIS deve ser consumida!).

A vitamina D2, é artificial e não deve ser consumida como suplemento de vitamina D. Não podemos esquecer que a ingestão de vitamina D de fontes alimentares de qualidade vai se tornando mais importante à medida que envelhecemos, pois a idade reduz a habilidade de criá-la pela ação do sol sobre a pele. (Não esquecer que a vitamina D funciona em conjunto com a vitamina A, razão pela qual o óleo de fígado de bacalhau é insuperável em qualidade de suplemento alimentar.)

Questões alimentares

Mas afinal de contas, se o sol não é o maior vilão do câncer de pele, existiria algum aspecto que as pessoas poderiam cuidar para prevenir essa enfermidade? A resposta parece estar na alimentação. O câncer de pele, no final de contas, parece ser a expressão de um problema interno, algo não tão original: as doenças degenerativas geralmente são de origem interna do organismo. Muitos pesquisadores apontam para a questão dos lipídios alimentares. [...]

Outros estudos mostram que não apenas o melanoma, mas os outros tipos de câncer de pele também são negativamente influenciados pelo excesso de lipídios alimentares tipo ômega-6. [...]

Esses lipídios também se acumulam na pele e se transformam em agentes cancerígenos. Ou seja, substâncias como o ácido linolêico e ácido araquidônico, corriqueiros óleos poliinsaturados alimentares, são consideradas quimio-promotores do câncer de pele.

E como se relacionar com o sol?

Não parece haver relatos de enfermidades graves ligadas à luz solar ao longo da história da humanidade, mas certamente não faltam relatos de DOENÇAS LIGADAS À FALTA DE SOL. Atualmente, a luz solar é afetada por problemas criados pelo próprio homem. [...]

De qualquer forma a melhor proteção para as desagradáveis queimaduras solares é a exposição continua em horários adequados, geralmente antes das 10 horas e após as 16 horas. Mas deve-se ficar claro que a melhor faixa horária para produção de vitamina D pelo organismo é, de fato, entre as 10 e as 14 horas, quando o angulo do Sol com a Terra é mais próximo de 90°. [...] Por incrível que pareça a própria velhice que a pele parece apresentar pela exposição solar é um fator de proteção ao câncer de pele. [...] Quem defende manter o homem longe do sol pode estar advogando a favor da enfermidade e da agravação do sofrimento humano.

domingo, 30 de abril de 2017

O atoleiro darwiniano

Amigos e amigas.
Uma das maiores "santidades" da Ciência moderna é a Teoria da Evolução, de Darwin. A quase incondicional aceitação dela pelo meio científico e docente me causa estranheza há muito tempo. Alguns de seus defensores chegam ao fanatismo de dizer que quem não crê nela não passa de um ignorante, alienado, estúpido, insano, etc.


Richard Dawkins - Evolucionista xiita
Após quase dois séculos de estudos, debates, considerações, pesquisas, análises, reconsiderações, defesas, contradições,... Eis que... NADA EVOLUIU! A teoria de Darwin continua chafurdando num atoleiro de dúvidas e impossibilidades que a fazem transitar do quase divino ao patético. Um dos fundamentalistas defensores atuais de Darwin é Richard Dawkins. Este alardeia que seu livro "O maior espetáculo da Terra" preenche todas as lacunas que impedem a aceitação da Evolução. Pura falácia! Pontos cruciais não são esclarecidos: os "elos perdidos"; as transições entre uma espécie primitiva e sua sucessora; o motivo de tantos animais (baleia, tubarão, celacanto, crocodilo, barata, escorpião, etc) existirem há tantos milhões de anos praticamente sem evolução alguma; apenas o ser humano ser racional;...

E o próprio Darwin admitiu: “Estou consciente de que me encontro num atoleiro sem a menor esperança de saída. Não posso crer que o mundo, tal como o vemos, seja resultado do acaso; e, no entanto, não posso considerar cada coisa separada como desígnio divino.

Engels, numa carta a Marx (outro fã incondicional de Darwin), escreveu: 
O Darwin que estou lendo agora é magnífico. A religião não estava destruída em algumas partes, e agora isso acaba de acontecer”

Curiosidades pouco ou nada divulgadas: Darwin abandonou sua faculdade de Teologia para se 'dedicar' ao sibaritismo. Segundo dois de seus biógrafos, Adrian Desmond e James Moore:
“Obcecado consigo mesmo e cheio de autopiedade, Darwin estava nas últimas. (…) Ele ria e afastava suas mágoas com uma turba de companheiros de bebida. (…) Herbert e Whitley estavam ‘dando algumas festas muito alegres’, com até sessenta homens em cada bebedeira. Eles fumavam, contavam piadas, jogavam e desfrutavam de lubricidade abundante. Nas manhãs que se seguiam, Darwin punha-se sóbrio de novo, lendo ‘Declínio e Queda do Império Romano’, de Gibbon, o tônico perfeito para um ordenado excessivamente indulgente consigo mesmo. Isso tornou-se um hábito regular. (…) Eram duas da manhã e tudo estava negro como piche antes que ele rastejasse de volta para a faculdade, violando o toque de recolher. O banimento, sabia, estava agora por um triz."


"Não é o mais forte da espécie que sobrevive,
nem o mais inteligente, mas aquele
mais sensível às mudanças".
Mas para isso, é necessário
força e inteligência.
Além de quê, ele era presidente do “Clube dos Glutões”. Semanalmente, Darwin e seus amigos se reuniam para comer “carnes bizarras”, “uma ave ou animal raro que um deles houvesse caçado e que fosse desconhecido ao paladar humano”.

Darwin era um mundo de dissabores. Padecia de um mal-estar constante: tinha insônia, dores de cabeça, taquicardia, zumbidos nos ouvidos, espasmos, falta de coordenação motora, vômitos freqüentes, calafrios, tremores e convulsões musculares; além disso, sentia fraqueza, vertigens e tonturas, e era acometido de ataques violentos de náusea, forte ansiedade e crises de choro histérico. Apresentava ainda manchas negras ao redor dos olhos e sofria crises de depressão profunda.

Tais sintomas colocavam Darwin de cama às vezes por meses a fio e ele se desesperava por perder em função deles, segundo ele próprio dizia, quatro quintos de seu tempo. Aquele que foi unanimemente proclamado um dos mais notáveis pensadores de todos os tempos não conseguia trabalhar mais que duas ou três horas por dia e estava completamente debilitado no final de sua vida. Vivia isolado em sua casa; tinha fobia social.

Adapte-se ou adeus!
Eu penso que a Teoria da Evolução deveria ser chamada de "Teoria da Adaptação". Darwin não descobriu nada além da capacidade de adaptação das espécies às condições em que vivem. Beija-flores com um bico curvo para poderem se alimentar do néctar de flores com o bojo curvado; mariposas brancas que se tornaram escuras por causa da poluição industrial que enegrecia a neve em que se camuflavam; diversos animais cujos olhos perderam a função ao passarem a morar em cavernas, desenvolvendo de sobremaneira outro sentido (tato, audição ou olfato); e por aí vai.

É-me totalmente impossível que, de uma "sopa química primordial" lá no início da Terra (onde teria 'brotado' a primeira célula orgânica) surgisse ao acaso e em tão pouco tempo (pro universo, alguns bilhões de anos são poucos dias), uma variedade incontável de seres incrivelmente complexos como os que temos hoje em dia, munidos de células super especializadas para visão, audição, movimento, tato,...! Só a "Explosão Cambriana" (em que, num curto espaço de tempo na escala geológica, estimado em 5 milhões de anos, surgiram praticamente todos os filos animais conhecidos, inclusive os precursores dos vertebrados, além de outros que a ciência não consegue classificar, todos estes organismos marinhos) é um tiro no peito da teoria de Darwin. Some-se às milhões de incongruências, inconclusividades e desconhecimentos para nos vermos num labirinto de Creta com vários Minotauros babando e assombrando o túmulo do "Pai da Evolução".

Neste link, mais uma cutucada na Evolução. Até penso que Darwin, assim como Copérnico, tiveram belos insights, mas cada vez mais a realidade dos fatos mostra que eles falharam na base.
FAB29

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Só os cristãos?

Amigos e amigas.
No curto vídeo abaixo, vemos um claro e justo resumo da pedofilia e outros abusos de menores, coisas que são atribuídas a todo instante a padres e outros clérigos cristãos.
Em seguida, para exemplificar, uma leva de exemplos só de uma outra religião, mostrando que o diabo é bem mais feio do que se pinta.
FAB29




Caso de Shlomo Aviner (Rosh Yeshiva, Ateret Cohanim Yeshiva, Rabino de Beit El, Israel) 

Caso do rabino Lewis Brenner (condenado por abuso sexual de crianças), acusações de sodomia, abuso sexual e ameaças ao bem-estar de uma criança, concordaram em se declarar culpados de uma acusação de sodomia no terceiro grau, Em troca de uma sentença de cinco anos de liberdade condicional.) 

Caso do Rabino Ephraim Bryks (acusações sobre o comportamento sexual inapropriado com as crianças começaram a surgir na década de 1980. Rabi Bryks é atualmente um membro do Vaad Harabonim de Queens. O Vaad é um comitê rabínico que toma decisões importantes dentro de uma comunidade ortodoxa. 

Caso do rabino Shlomo Carlebach (acusado de vários casos de abuso sexual de menores e agressão sexual de mulheres jovens) 

Caso Rabino Perry Ian Cohen - Montreal e Toronto Canadá (Acusado de abuso sexual de um jovem de dezessete anos. Despedido por impropriedade sexual com fiéis) 

Caso do Rabino Yitzchak Cohen (Acusado de assediar sexualmente os alunos da Universidade Bar-Ilan) 

Caso do rabino Ephraim Goldberg - Boca Raton, Flordia (declarou-se culpado de um delito menor de exposição de órgãos sexuais em um banheiro em Palm Beach Mall.) 

Caso do rabino / cantor Sidney Goldenberg (condenado por ter molestado crianças. As primeiras queixas ocorreram em 1971. Ele foi finalmente condenado em 1997.) 

Caso de Cantor Joel Gordon (Condenado por ter mantido uma casa de prostituição e envolvimento em um anel de prostituição.) 

Caso de Rabi Israel Gruenwald (acusado de molestar um jovem de 15 anos em um vôo de avião de 1995 da Austrália para Los Angeles) A ​​acusação contra ele foi descartada depois de concordar em realizar 500 horas de serviço comunitário e procurar aconselhamento). 

Caso do Estado de Israel vs. Ofensor Sexual (Condenado por estupro repetido e molestamento forçado de seu graddaughter.) 

Caso de Yehudah Friedlander - Assistente do rabino (acusado de molestar um rapaz de 15 anos em um vôo de avião 1995 da Austrália para LA. Friedlander foi assistente do rabino-chefe de uma congregação hassídica húngara no Brooklyn, conhecida como Pupas) 

Caso do rabino em Hillel Torah, Chicago, IL (Um professor na escola de Chicago foi acusado de abuso sexual de crianças. Seu nome não foi liberado. A escola fez tudo corretamente na tentativa de manter as crianças seguras uma vez que as acusações foram feitas. 

Caso do rabino Solomon Hafner (acusado de abusar sexualmente de um menino com deficiência mental) 

Caso de Rabi (Alan J.) Shneur Horowitz (Condenado e condenado a 10 - 20 anos de prisão por sodomizar um paciente psiquiátrico de nove anos. Supostamente, ele levou uma série de crianças da Califórnia para Israel. Em Nova York, Alan J. Horowitz é um rabino ortodoxo, magna cum laude, MD, Ph.D. Um graduado da Universidade Duke, e foi um escritor de NAMBLA (North American Man / Boy Love Association). 

Caso de Jacob Frank e do Movimento Frankista (acusado de práticas de tipo cultual e ofensas sexuais) 

Caso do rabino Israel Kestenbaum (acusado de pornografia infantil na internet) 

Caso do rabino Robert Kirschner (acusado de sexualmente ter explorado ou assediado três congregados e um empregado da sinagoga) 

Caso do Rabino Ze'ev Kopolevitch (Condenado por molestar alunos em Rosh Yeshiva, Netiv Meir Yeshiva High School) 

Caso do rabino Baruch Lanner (condenado - abuso de crianças.) 

Caso do rabino Jerrold Martin Levy (condenado por duas acusações de solicitação de sexo através da Internet e duas acusações de pornografia infantil, foi condenado a seis anos de prisão) 

Caso do rabino Pinchas Lew (acusado de se expor a uma mulher.) 

Caso do rabino / psicólogo Mordecai Magencey (perdeu sua licença para praticar no Estado de Missouri por causa de sua má conduta sexual com seus pacientes.) 

Caso do rabino Richard Marcovitz (condenado por atos indecentes ou lascivos com uma criança) 

Caso do rabino Juda Mintz (condenado - pornografia infantil na internet

Rabi Yona Metzger (acusado de má conduta sexual com quatro homens) 

Caso do rabino Avrohom Mondrowitz (acusado de dois casos de abuso sexual com meninos em uma escola de educação especial em Nova York) 

Caso do rabino Michael Ozair (acusado de abuso sexual de uma menina de 14 anos de idade) 

Caso de Cantor Stanley Rosenfeld (Condenado de molestar um garoto de 12 anos de idade - ele era seu tutor) 

Caso do rabino Charles Shalman (acusado de má conduta sexual em relação aos membros femininos da congregação) 

Caso de Cantor Robert Shapiro (acusado de três casos de estupro e quatro acusações de agressão indecente e de uma mulher com deficiência mental) 

Caso de Cantor Michael Segelstein (acusado de tentativa de estupro, Chabad - Las Vegas, Nevada)

Caso do rabino Ze'ev Sultanovitch (acusado de molestar sexualmente um número de estudantes adultos no Merkaz Harav Yeshiva) 

Caso de Rabi Melvin Teitelbaum (acusado de três casos de crimes sexuais contra dois meninos menores de 14 anos e um de assalto com intenção de cometer estupro contra a mãe de um garoto. As acusações foram descartadas por falta de evidências) 

Caso do rabino Isadore Trachtman (acusado de práticas do tipo cultual e ofensas sexuais) 

Caso do rabino Hirsch Travis (rabino em Monsey, acusado de posar como um médico do Brooklyn especializado em problemas de infertilidade e alegadamente abusando sexualmente e agredindo um paciente.) 

Caso do Rabino Matis Weinberg (acusado de práticas de tipo cultual e ofensas sexuais) 

Caso do Rabino Yaakov Weiner (Acusado de ter molestado menino em Camp Mogen Avraham, Nova Iorque)

Caso de Cantor Phillip Wittlin (condenado por molestar duas meninas) 

Caso do Rabino Mordechai Yomtov (Condenado por abuso sexual e cometer atos obscenos contra três meninos) 

Caso do rabino Sheldon Zimmerman (Por ter violado diretrizes sobre "ética sexual e limites sexuais",) 

Caso do Rabino Max Zucker (Acusado por três mulheres de as tocar indevidamente) 

Caso de Arie Adler e Marisa Rimland, NY (Arie Adler foi acusada de molestar sua filha.) Marisa Rimland assassinou sua filha, e depois cometeu suicídio). 

Caso de Simcha Adler - Ohel Conselheiro, NY (Alegadas acusações de sodomia, abuso sexual e duas acusações de pôr em perigo o bem-estar de uma criança; até tentativa de sodomia). 

Caso de Eugene Loub Aronin - Conselheiro Escolar, TX (Condenado em 1984 de agressão sexual de um menino de 10 anos) 

Caso de B'Nai Torah Congegation - Hillel Comunidade Day School zelador, Boca Raton, FL (acusado de abuso de crianças) 

Caso de Chaim Ciment (acusado e acusado de abuso sexual de primeiro grau, após alegações foram feitas que ele acariciou uma menina de 17 anos em um elevador). 

Caso de James A. Cohen - Líder do Grupo de Jovens Judeus (Molestador de crianças condenado, condenado a 9 anos por agressão de 4 meninos) 

Caso de Larry Cohen - treinador de futebol, Lake Oswego, OR (acusado de molestar dois indivíduos.) 

Caso de Lawrence Cohen - Professor da Escola, NJ (Condenado a 10 anos de prisão federal por transmitir pornografia infantil através do seu computador de casa). 

Caso de Phillip "Eli" Cohen, Londres, Inglaterra (acusado de 13 casos de agressão indecente de um menino e quatro ofensas de assalto indecente a uma menina) 

Caso de Stuart Cooperman, MD - pediatra, Merrick, Nova York (acusado de molestar seis pacientes femininas). 

Caso da família de Delaware (pai acusado de abuso de criança) 

Caso de Mordechai (Morton) Ehrman - Grupo de jogo de Simcha, Brooklyn, NY (acusado de molestar dezenas de estudantes). 

Caso de Hbrandon Lee Flagner (Condenado pelo seqüestro e assassinato agravado de Tiffany Jennifer Papesh, uma menina de 8 anos de idade. Flagner também alegou ter molestado centenas de meninas durante sua vida. Enquanto na prisão, Flagner se converteu ao judaísmo por um rabino Chasidic .) 

Caso de Arnold e Jesse Friedman (Ofensor sexual condenado) 

Caso de Richard "Steve" Goldberg (Supostamente engajar-se em atos sexuais com várias meninas menores de 10 anos na Califórnia. Ele está na lista dos 10 fugitivos mais procurados do FBI) 

Caso de Ross Goldstein (Condenação de sodomia no primeiro grau (três acusações) e uso de uma criança em um desempenho sexual. Ele foi condenado a quatro termos indeterminados concorrentes de 2 a 6 anos de prisão. Veja também: Caso de Arnold e Jesse Friedman ) 

Caso de vários criminosos sexuais infantis em Har Nof, Jerusalém, Israel (Descreve vários casos de supostos criminosos sexuais infantis na cidade charedi de Har Nof) 

Caso de David B. Harrington - Diretor da Escola / Big Brother, Rockville, MD (Delinquente sexual condenado, casos dos anos 60 e 80) 

Caso de Estado vs. Israel. Um criminoso sexual (condenado - religioso israelense de 68 anos se declarou culpado de abuso repetido de sua neta, foi condenado a 19 anos de prisão). 

Caso de Eric Hindin - voluntário judaico do big brother, Newton, miliampère (Condenado de 35 contagens do estupro da criança. Foi sentenciado a 20-22 anos na prisão). 

Caso do juiz Ronald Kline, CA (Acusado de possuir pornografia infantil e ter supostamente molestado um menino de bairro há 25 anos). 

Caso do açougueiro Kosher em Chicago (acusado de molestar crianças por mais de 30 anos) 

Caso de Cantor Howard Nevison (acusado de molestar seu sobrinho) 

Caso de Lawrence Nevison - (Condenado de molestar seu sobrinho. Ele é o irmão de Cantor Howard Nevison) 

Caso de Stuart Nevison - (Condenado de molestar seu primo. Ele também é o irmão de Cantor Howard Nevison) 

O Caso dos Estudantes de Yeshiva Ner Israel na década de 1950 (Alunos acusados ​​de sexualmente molestar um aluno mais jovem) 

Caso da Sociedade de Nova York para a Casa de Surdos (acusado de tratar pacientes com deficiência como animais, espancado, drogado e roubado de seus cheques de governo). 

Caso de Ozzie Orbach, MD (acusado de molestar sua filha) 

Caso do JCC Parque de Rogers, Chicago Illinois (Este foi o primeiro caso de suposto molestamento em massa registrada em Illinois para envolver acusações de abuso sexual por um grupo de adultos, consiste em 246 alegações de que membros do pessoal abusado crianças matriculadas no centro, de acordo com o Departamento de Crianças e Serviços à Família de Illinois). 

Caso de Jonathan Rosenthal - Liason da Polícia Comunitária, Londres, Inglaterra (Acusado de agressão sexual de algumas crianças, depois que um júri usou o antigo direito de direito comum, decidir que as provas não eram suficientemente fortes). 

Caso de Adam Theodore Rubin - Professor, Coach e Coordenador de Escoteiras (Acusado de usar um computador para solicitar sexo com um menor, posse de uma substância perigosa controlada e posse de parafernália de drogas). 

Caso de Georges Schteinberg - Professor, Rio de Janeiro, Brasil (Acusado de posse de pornografia infantil). 

Caso de Aryeh Scher - vice-cônsul israelense, no Rio de Janeiro, no Brasil (acusado de posse de pornografia infantil). 

Caso de David Schwartz - conselheiro de acampamento, Culver City, CA (condenado e condenado a um ano em tratamento residencial e cinco anos de liberdade condicional por molestar um garoto de 4 anos sob seus cuidados no acampamento de verão). 

Caso de Jerrold Schwartz - Chefe-Escoteiro, NY (Condenado e sentenciado a 8 anos na prisão por contagens múltiplas de sodomia de seu aluno anterior). 

Caso de Irwin Silverman - conselheiro principal do secretário de interior dos EUA 1933-53 (acusado de molestar sua filha Sue William Silverman.) 

Caso de Paul Slifer - Professor (Acusado de agressão sexual de vários alunos, representando um médico.) 

Caso de Ari Sorkin - Sinagoga Youth Worker, Elkins Park, PA (acusado de molestar uma menina de 16 anos de idade) 

Caso do Dr. Saul e Judith Wasserman (acusado de molestar sua filha) 

Caso de David Douglas Webber - Mashgiach (Supervisor de Kashrut), Canadá (Condenado e sentenciado a seis anos por possuir pornografia infantil e molestar sete meninos nos últimos oito anos).