Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Cartuns avulsos II

Amigos e amigas.
Outros da série publicada em 95.
Sempre me agradou muito a ingenuidade, a graça (nos dois sentidos) e, lógico, o inesperado de um cartum. Nessa fase, eu primava pelos dois primeiros e me debatia (até me frustrava) no terceiro. Poucas vezes me satisfiz com ele.
Mas tudo evolui com dedicação. Vale pelo registro de uma época de minha formação.
FAB29

Nenhum comentário:

Postar um comentário