Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Remédios Homeopáticos

Amigos e amigas.
A não ser para a morte, eu penso que para tudo na vida, há solução.
A coisa mais fácil que existe é adoecer. Qualquer descuido e PIMBA! Lá vamos nós, precisando de um remédio.
A indústria farmacêutica (alopatia) é um "POBREMA": pródiga em criar medicamentos que curam de um lado e ferram do outro. Além disto, quando um remédio é deveras eficaz, ele "desaparece" por um tempo e "retorna" com outra roupagem, outra denominação, outra dosagem. SEMPRE MENOS EFICAZ! E vão desde pomada para espinhas até medicação contra o câncer.
Eu poderia "descer a lenha" nessa indústria, mas seria inócuo, pois minha intenção neste momento é mostrar a alternativa que todos devem conhecer: a HOMEOPATIA.
Seguem abaixo alguns princípios ativos usados por ela e para que servem. Vocês verão que são tantas afecções, enfermidades e distúrbios que ela se compromete a curar ou aliviar (alguns, até difíceis de acreditar) que nos é lícito perguntar: "Se ela for realmente capaz de resolver ou auxiliar nisso tudo, POR QUE NÃO É CONSTANTEMENTE DIVULGADO?!"
Postarei "homeopaticamente" porque são centenas. Vale a pena!
FAB29


Os principais remédios homeopáticos

Aceticum acidum
Profunda anemia com sintomas hidrópicos (retenção anormal de líquido), dificuldade na respiração, vômitos, grande transpiração, inapetência, urina pálida e abundante, sensação alternada de calor. Olheiras profundas e escuras. Grande sensibilidade ao frio, violenta dor no estômago seguida de suores frios na fronte. Sede violenta, insaciável, acompanhada de fraqueza e emagrecimento. Inspiração seguida de tosse.
Aconitum napelus
A angústia mental, a ansiedade, a agitação e o medo da morte são muito característicos. Doentes jovens e sangüíneos (que têm aumento da massa sanguínea), de vida sedentária, mãos quentes e pés frios, com agravação à tarde e à noite. Dores insuportáveis, alternadas ou associadas com entorpecimento e formigamento. Dores de ouvido. Sensação de peso doloroso por trás do esterno. Enfarte. Irregularidade menstrual produzida por medo; mulheres sanguíneas. O primeiro remédio em todas as moléstias agudas precedidas de arrepios e febre.
Actea racemosa
Usado para combater o aborto em mulheres reumáticas; facilita o parto quando tomado alguns dias antes. De modo geral, os principais sintomas que indicam esse remédio são: agitação e dor, com sensação de abrir ou de fechar, no cérebro ou na cabeça. Útil em todas as formas de alteração menstrual, lumbago, reumatismo, torcicolo. Indicado para pessoas que falam em demasia, desconfiadas, que sofrem de dor de cabeça ligada à menstruação. Um dos sinais mais típicos é a constante alternância entre problemas de ordem física e psicomentais ou afetivos.
Aesculus hippocastanum
Especialmente eficaz no tratamento de hemorróidas. Prisão de ventre. Sensação de inchaço no reto; a dor se agrava quando a pessoa anda ou se inclina. Moléstias do fígado associadas às hemorróidas, com dor, mas sem hemorragia.
Agaricus muscaria
Sobressaltos e contrações involuntárias das pálpebras e de vários músculos. Nevralgia facial (como se agulhas de gelo picassem o nervo doente), língua trêmula (prejudicando a fala). Pestanejar nervoso. Perda de sangue pelas fossas nasais. Coceira nervosa no nariz, vermelhidão com comichão ardente dos ouvidos, pés e mãos como se estivessem queimados por geada. Frieira que coçam e ardem demais e erupções da pele. Excitação sexual cerebral, com impotência física.
Agnus castus
Apatia e impotência sexual, em especial dos homens, senilidade precoce nos moços por abusos sexuais, impotência provocada por gonorréias repetidas, neurastenia sexual, idéia de morte próxima. Um remédio importante para torcedura e mau jeito. Falta de leite nas mulheres recém-paridas.
Allium cepa
Coriza com lacrimejamento brando e contínuo, dor de cabeça, opressão na raiz do nariz, espirros, laringite catarral e tosse espasmódica (o doente evita tossir e leva a mão à garganta, parecendo que a tosse vai despedaçá-lo). Dores nevrálgicas como um "fio", nevrite traumática crônica depois de amputação, paralisia facial à esquerda e nevrites pós-operatórias. Eficaz nas feridas dos pés causadas pelo atrito dos sapatos. Poderoso remédio nas cólicas flatulentas das crianças. Agravação à tarde e ao ar quente, melhora ao ar livre e fresco. Cólicas com gases.
Allium sativum
Gripe com ou sem febre, manifestando-se por ataque intenso das vias respiratórias com dor e vermelhidão dos olhos que lacrimejam, corrimento nasal abundante, dores opressivas na raiz do nariz, espirros, tosse, rouquidão, paladar e olfato perdidos. Perturbações devido ao abuso da alimentação e dispepsia (dificuldade de digerir) com fermentação, bronquite crônica com profusa e difícil expectoração mucosa e hálito fétido. Hemoptise (expectoração sanguinolenta), tuberculose pulmonar, dilatação dos brônquios com expectoração fétida e gangrena pulmonar.
Aloë socotrina
Maus efeitos da vida sedentária. Congestão venosa dos órgãos da bacia. Perda de firmeza no esfíncter, hemorróidas com muco, diarréia matutina e flatulenta, precedida de grande ruído intestinal. Fezes mucosas ou gelatinosas precedidas de cólicas que continuam durante a evacuação e cessam logo após. Reto dolorido depois da evacuação, queda do reto nas crianças, incontinência de fezes, mesmo quando estas são bem constituídas. Agravação pela manhã. Piora também com hábitos sedentários, tempo seco e quente, depois de comer ou beber, de pé ou andando. Melhora ao ar livre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário