Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Natal: Nascimento de quem?!

Amigos e amigas.
Recebi por email mais uma versão da origem da "Arvore de Natal". Achei interessante e resolvi compartilhar com vocês.
Continuo com o espírito plenamente aberto à vida, ao amor e ao bem querer que a data preconiza, independente da história abaixo ser correta.
Feliz Natal com toda a saúde em todos os sentidos!
FAB29
Sabe-se bastante de muitos documentos antigos que falam que Nimrod se afastou de Deus. O homem que começou a grande apostasia profana e bem organizada, que tem dominado o mundo até hoje. Nimrod era tão perverso que se diz que casou-se com sua mãe, cujo nome era Semíramis.
Depois de sua morte prematura, sua mãe-esposa propagou a doutrina maligna da sobrevivência de Nimrod como um ente espiritual. Ela alegava que um grande pinheiro havia crescido da noite para o dia, de um pedaço de árvore morta, que simbolizava o desabrochar da morte de Nimrod para uma nova vida.
Todo ano, no dia de seu aniversário de nascimento, ela alegava que Nimrod visitava a árvore "sempre viva" e deixava presentes nela.

O dia de aniversário de Nimrod era 25 de dezembro. Esta é a verdadeira origem da "Árvore de Natal"!

Nenhum comentário:

Postar um comentário