Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Que democracia?!

“Onde está a honestidade?”

Não é impressionante que o autor da frase acima seja Noel Rosa? É o título de uma canção sua, da década de 1930, que será eternamente atual (talvez, cada vez mais). Este preâmbulo é para começar a mostrar minha (mais uma!) indignação pelo abusivo, sórdido, ofensivo, desonesto e cancerígeno “auto-aumento” de mais de 60% que os “digníssimos e preclaros” deputados decretaram aos próprios salários.

Cada vez mais, os termos “república”, “democracia” e “eleição” me causam todo o tipo de sentimento nefasto. No papel, é o que há de mais correto, justo e progressista em matéria de política. Na prática, EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO, mostra-se sinônimo de fraude, hipocrisia, conchavos, corporativismo, covardia, corrupção total, geral e irrestrita, tudo (mas, TUDO MESMO!!) que podemos ver em quaisquer ditaduras das mais dantescas. Só tem uma diferença cabal: nas ditaduras, quase nada precisa ser oculto. Os chefões mandam e ponto final. O resto, que se cale ou morra! Nas repúblicas, reinam a maquiagem, a fachada, as cortinas de fumaça, o eufemismo, a imagem de que somos livres, a tergiversação, o palavrório árido e vazio, as digressões,...! Resumindo, a PURA FALSIDADE!!

Há pouco, a câmara federal aprovou, numa rapidíssima votação, o supra citado “super reajuste” dos próprios vencimentos, numa inacreditável desfaçatez, num escárnio digno dos seres mais vis que se possa imaginar! E vêm a público dizer que seus salários estavam NECESSITANDO de um reajuste. Não nego a importância da função, mas pelo “tanto que trabalham”, eu afirmo que os atuais R$ 16 mil (mais de 30 SALÁRIOS MÍNIMOS!!) SÃO MAIS QUE SUFICIENTES E JUSTOS!! Isso sem nos esquecermos dos auxílios (moradia, telefone, jornais e revistas, transporte, etc) que tornam seus salários mais líquidos ainda!

E não venham me dizer que isso acontece mais no Brasil, que o país ainda está se formando politicamente, que a prática leva à perfeição, blá blá, blá, ladainhas,...! Alguém se lembra do que aconteceu no atual “paradigma da democracia” chamado EUA, nas eleições presidenciais de 2000? O democrata Al Gore venceu com mais de meio milhão de votos à frente de George Bush. Democracia não é o poder exercido pela vontade do povo? Que o seu voto é a maior das armas, que determina tudo? Que é a palavra final, etc e etc?!? Só que na “grande democracia norte americana”, os delegados do colégio eleitoral tem mais poder, o verdadeiro poder de decisão. Valendo-se dessa prerrogativa (com o auxílio da “justiça”), decidiram homologar a eleição de Bush, SEM A APROVAÇÃO POPULAR!! Essa foi a pá de cal no mínimo de crédito que eu ainda tinha nesse casuísmo chamado “república”.

Em tempo: vocês sabem o que é Anarquia? A maioria dirá: desordem, bagunça, “zona”. Realmente, em qualquer dicionário, essas são as primeiras acepções. Porém, o verdadeiro significado é este: 5 - Filos polít Sistema político e social em que o indivíduo se desenvolveria livremente, segundo seus dotes naturais, pelo que a sociedade poderia dispensar o governo.

Percebeu por que esse termo é massacrado, distorcido e vilipendiado pelos “Grandes Corruptores”? Imagine se cada um tivesse a real liberdade de se desenvolver sem depender do jugo, do controle, do comando de um governo central. Cada cidade seria capaz de se auto-gerir, se desenvolver e evoluir dentro de seus parâmetros, sem ter de esperar a boa vontade, a benevolência, a lembrança dos “grandes”. Resumindo: INDEPENDÊNCIA!!

Mas, esqueçam! Isso é proibido para o gado humano!...

FAB29

Nenhum comentário:

Postar um comentário