Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Pureza perdida

“O poder corrompe. O poder absoluto corrompe absolutamente.”
“Quanto mais alto o cargo, maior o rombo.”

Amigos e amigas.
As eleições municipais se aproximam e a ‘festa da democracia’ já começou. Todos os interessados em ficar ou entrar na vida política já arregaçam as mangas e saem em busca de convencer, seduzir e conseguir seus votinhos.

Política é um negócio muito sério que foi grotescamente banalizado por uma horda de aproveitadores e “ixpertos” que usam a ‘filosofia’ do “SE ELES PODEM, EU TAMBÉM QUERO”! O interesse público é o último quesito na agenda dessa tropa. Mas, nas eleições, é exatamente o contrário, naquele velho estilo: “Precisou, passa lá!” ou “Pode contar comigo!” E, eleição após eleição, o POVINHO (no mau sentido) se deixa levar com outra ‘filosofia’ imbecil: “Ah, fazer o quê?! É assim mesmo!”

Nas eleições, a propaganda faz tudo para ‘purificar’ seu candidato, por mais apodrecido que ele esteja (E o POVINHO adora um photoshop). Já os iniciantes (que, de certa maneira, são ‘puros’ no assunto) ‘engordam’ seus olhos para todas as mordomias que poderão conseguir se entrarem. Mas quem consegue entrar num chiqueiro sem se sujar? Por mais cuidado que tenha, é inevitável precisar de um bom banho ao sair.

Assim sendo, mesmo que se tenha as melhores intenções, não se pode evitar ser atingido por uma leva de porcarias que já há séculos se cultua na política: empreguismo, assistencialismo, corporativismo, conchavos, lobbys, ‘toma-lá-dá-cá', etc. Pensem nisto: os políticos mais próximos de nós são os vereadores e o prefeito. Quantas vezes você ouviu dizer (ou sentiu na pele) da dificuldade para encontrar algum deles para conversar? Quantas vezes você não ficou de “saco cheio” com o assédio dos candidatos em época de eleição para, depois, quase ter de caçá-los após se elegerem? E o pior de todos: quantos de vocês já conversaram (por Face, Zap-Zap, etc) com o deputado ou senador em quem votaram? Se é que se lembram em quem votaram...!

O uso dos cargos políticos para “se dar bem” (e fazer seus amigos se darem bem) é uma das práticas mais nojentas do ser humano porque, para fazerem isso, os políticos precisam tirar de algum lugar. E é sempre do mesmo: das verbas que vêm dos impostos e encargos que o povo paga esperando o retorno em projetos e benefícios sociais (escola, hospital, habitação, empregos,...). Ao desviarem essas verbas, esses seres nefastos condenam a população à miséria em todos os sentidos. São pessoas que, a meu ver, não merecem nada além de prisão. Em tempo: eu não considero TODO POLÍTICO corrupto. Mas, infelizmente, a maioria o é.

Eu me sinto traído pela democracia! Já me deu provas de que é facilmente enganada, alterada e conduzida para outros caminhos. Mesmo assim, peço a você, leitor: escute as palavras do poeta que disse: “Nunca deixe se levar por falsos líderes. Todos eles se intitulam “Porta-vozes da razão”! Pouco importa o seu tráfico de influências, pois os compromissos assumidos, quase sempre, ganham outra dimensão. O importante é você ver o grande líder que existe dentro de você. Meu amigo, meu compadre, meu irmão! Escreva sua história pelas suas próprias mãos!”

Voto consciente é OBRIGAÇÃO! Aprenda isto!
FAB29

Nenhum comentário:

Postar um comentário