Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Talmud de Jmmanuel 12

Amigos e amigas.
Este capítulo é exclusivo do Talmud. O título já antecipa o quanto é polêmico.
Os versículos 6 ao 8 e o 11 são particularmente espinhosos.
Os versículos 26 ao 28 soarão estranhíssimos ao pensamento atual.
Mas, essencialmente, o capítulo 12 mexe com as estruturas. Respire fundo!
FAB29


Capítulo 12
A respeito do Casamento e da Coabitação
TJ 12:1 E aconteceu que Jmmanuel começou a falar das leis do casamento e tópicos relacionados; e ele disse:

TJ 12:2 A vós, foi dado o mandamento: Não cometereis adultério.

TJ 12:3 Apesar disso, as pessoas cometem adultério e fornicação, violando, assim, as leis da natureza.

TJ 12:4 Está escrito, contudo: Qualquer um que comete adultério e fornicação deve ser punido porque aquele que falha não é digno da vida e de suas leis; então, deve ser castrado ou esterilizado.

TJ 12:5 Se o homem ou a mulher solteiros se deitam um com outro, em desgraça e sem amar um ao outro, eles também devem ser punidos, pois os que assim falham não são dignos da vida e suas leis. Assim, devem ser castrados ou esterilizados.

TJ 12:6 E se dois homens se deitam um com o outro, então, eles devem ser punidos, pois os que assim falham não são dignos da vida e suas leis e se comportam hereticamente; assim ,devem ser também castrados, expulsos e banidos diante das pessoas.

TJ 12:7 Se, contudo, duas mulheres se deitam uma com a outra, elas não devem ser punidas, porque elas não violam a vida e as suas leis, já que não são inseminadoras, mas geradoras.

TJ 12:8 Quando inseminador e inseminador se juntam, a vida é desconsagrada e destruída. Mas se concebedora e concebedora se juntam, não há desconsagração, nem destruição, e nem procriação.

TJ 12:9 Em verdade, eu vos digo: não há animais abaixo dos céus que se comportem como a humanidade e violam as leis da Criação e da natureza. Não sois vós muito mais do que os animais?

TJ 12:10 Não se encontra nenhum animal sob os céus o qual coabita com outro macho, mas as fêmeas são encontradas juntas com fêmeas, porque animais macho e fêmea seguem as leis da natureza.

TJ 12:11 Qualquer um que se entregue em fornicação por causa de pagamento ou prazer deve ser castrado ou esterilizado, expulso e banido diante das pessoas.

TJ 12:12 Qualquer um que abusar sexualmente de uma criança é indigno da vida e suas leis e deve portanto ser punido pela castração ou esterilização e ser privado da liberdade através de confinamento e isolação por toda a vida.

TJ 12:13 Qualquer um que se entregue em incesto é indigno da vida e suas leis e deve, portanto, ser punido pela castração ou esterilização e ser privado da liberdade através do confinamento e isolamento por toda a vida.

TJ 12:14 Qualquer um que tenha relações sexuais com um animal é indigno da vida e suas leis, deve ser castrado ou esterilizado e ser expulso e banido diante das pessoas.

TJ 12:15 Qualquer um que se case com um homem ou uma mulher divorciados é culpado e deve ser castrado ou esterilizado, porque ele ou ela são indignos da vida e as suas leis. Ambos devem ser expulsos e banidos diante das pessoas.

TJ 12:16 Aquele que gera uma criança sem estar casado com a mulher e a deixa solteira é indigno da vida e suas leis e deve, portanto, ser punido pela castração e perder a sua liberdade.

TJ 12:17 Qualquer um que estuprar uma mulher ou um homem é indigno da vida e as suas leis e deve, portanto, ser punido com a castração ou esterilização e ser privado da liberdade através do confinamento e do isolamento.

TJ 12:18 Qualquer um que cometa violência contra o corpo de outra pessoa, a vida ou saúde mental é indigno da vida e suas leis e deve, portanto, ser punido com a perda da liberdade através do confinamento e do isolamento por toda a vida.

TJ 12:19 Em verdade, em verdade, eu vos digo: estas leis são razoáveis e foram estabelecidas pela natureza e elas devem ser obedecidas, ou os humanos irão trazer a morte para si mesmos em grandes massas.

TJ 12:20 Esta Terra pode nutrir e suportar quinhentos milhões de pessoas de todas as populações humanas. Mas se estas leis não forem seguidas, em duas vezes mil anos haverá dez vezes quinhentos milhões de pessoas e a Terra não mais será capaz de suportá-las.

TJ 12:21 Fomes, catástrofes, guerras por todo o mundo e epidemias regerão a Terra; os humanos da Terra matarão uns aos outros e poucos sobreviverão.

TJ 12:22 Em verdade, eu vos digo: haverá choro e ranger de dentes quando tanto sangue humano encharcar as areias da Terra, que novas formas de vida surgirão daí, trazendo o horror final para a humanidade.

TJ 12:23 Mas neste dia, foi permitido a vós receber todas as boas coisas e vos foram dadas as leis sob as quais deveis viver.

TJ 12:24 E vós deveis aderir-vos às leis adicionais, de modo que tereis prosperidade na Terra e paz dentre vossas famílias.

TJ 12:25 Livrai-vos de impor a antiga lei que sujeita a mulher ao homem, já que ela é uma pessoa como o homem, com direitos e obrigações iguais.

TJ 12:26 Mas quando um homem casa-se com uma mulher, ele deve pagar ao administrador fiel depositário de suas posses um preço como seguro, para que então ela não sofra pela falta de necessidades.

TJ 12:27 O preço deverá ser calculado por meio do qual cem peças de prata serão necessárias para cada ano da idade da mulher, se sua saúde não lhe falta. Assim, ela será medida conforme os seus conhecimentos, habilidades e vigor.

TJ 12:28 O preço não deverá ser considerado como o de uma compra, mas como um seguro para a mulher. Assim, ela não sofrerá de necessidades.

TJ 12:29 Os laços de matrimônio entre homem e mulher devem ser permitidos somente se ambos forem mentalmente competentes e capazes de conduzir um casamento de acordo com as leis.

TJ 12:30 Um acordo de casamento entre homem e mulher deverá ser concluído somente quando o preço para a mulher for pago.

TJ 12:31 Se, conforme o acordo pré-arranjado, nenhum preço for pago, aplica-se a lei que o homem deve prover de todas as necessidades da esposa.

TJ 12:32 A infertilidade de uma esposa não é causa para o divórcio, nem de qualquer julgamento ou ação.

TJ 12:33 As únicas razões para o divórcio, sem ser o adultério, são a destruição ou pôr em perigo a consciência material, o corpo ou a vida de um membro da própria família.

TJ 12:34 Uma pessoa que é culpada por um divórcio deverá ser castrada ou esterilizada, expulsa e banida diante das pessoas, porque ele ou ela é indigno da vida e suas leis.

TJ 12:35 Se tudo for feito e seguido desta maneira, justiça e paz advirão para toda a humanidade e a vida será preservada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário