Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


sexta-feira, 30 de março de 2012

Isso já tá me enchendo!...

Amigos e amigas.
Cada vez mais certas coisinhas chegam a me exasperar. Vejam a notícia abaixo:

Túmulo de pais de Hitler é tirado para evitar celebração neo-nazi na Áustria

Dona do sepulcro consentiu na retirada, disse prefeito de Leonding.
Local foi palco de celebrações neonazistas nos últimos anos.

"O túmulo dos pais do líder nacional-socialista Adolf Hitler foi removido de um cemitério austríaco nesta semana, para evitar que ele se tornasse ponto de "celebrações neonazistas" no aniversário do ditador alemão.
A dona do túmulo na cidade de Leonding seria uma mulher não identificada, que, segundo a imprensa austríaca, seria uma parente distante de Alois, pai de Hitler.
Ela própria pediu que o túmulo fosse retirado, segundo Walter Brunner, prefeito da cidade.
"O local não era visitado constantemente, mas havia alguma coisa uma vez ou outra, a última vez no último outono (primavera no Brasil)", disse, referindo-se a "ações de radicais".
O túmulo dos pais de Adolf Hitler, na cidade austríaca de Leonding, em foto de 2002 (Foto: Reuters)O Túmulo dos pais de Adolf Hitler, na cidade austríaca de Leonding, em foto de 2002 (Foto: Reuters)
Um jornal austríaco disse, na época, que alguém decorou a tumba com símbolos nazistas. Um incidente semelhante ocorreu em 2009, no aniversário de 120 anos do nascimento de Hitler.
Hitler nasceu em 20 de abril de 1889."

Como se não houvesse coisas mil vezes mais prementes a serem noticiadas, conhecidas, realizadas, resolvidas,...!
Exemplos?! Fome, violência, corrupção, desemprego,...! É pouco pra você?! Estas e muitas mais nos acompanham diuturnamente, como fantasmas assombrando nossos passos, nossas ações, tolhendo nossa liberdade, paz e esperança de viver bem.
São muito raros os dias em que eu leio alguma coisa na "Grande Mídia" que não aluda a Hitler ou ao Nacional-Socialismo. Essa fixação em "manter viva" a aura da 2ª Guerra e sua figura mais emblemática chega a ser odiosa! Pode-se imaginar quantos estão lucrando com isso?
Segundo o intelectual judeu Norman Finkelstein, isso se chama "A Indústria do Holocausto". O que se diz sobre a maneira sistemática com que o 3º Reich eliminava os judeus pode-se inverter para os judeus sionistas que sistematicamente  se locupletam com essa "indústria". Frisei "sionistas" porque eu tenho para mim que os "judeus de alma", que são fidelíssimos à sua cultura, fé e religiosidade ancestrais, se enojam com essa prática sórdida, hipócrita, aviltante.
E tenho toda a torcida para que um dia o POVINHO comece a dar toda a prioridade ao correto funcionamento de sua vida cotidiana (sua casa, seu bairro, transporte, escola, postos de saúde,...) ao invés de idiotices como a acima, BBBs, 'nojelas', Paparazzo,...! Quero dizer, que ele se conscientize que SUA VIDA passa pela VIDA POLÍTICA. Se ele continuar acreditando que sua única função neste assunto é votar e deixar tudo nas mãos dos eleitos, esperando,  recostados em seu comodismo, que eles "trabalhem em prol da sociedade que os elegeu", estamos perdidos!!
Cada um de nós, que esteja consciente desses fatos e necessidades, faça o favor de não se calar quando vir que pode ser de mais valia à educação social de alguém. Principalmente de crianças e adolescentes!
FAB29

terça-feira, 27 de março de 2012

Não fala de Chico!

Amigos e amigas.
O título é uma referência a uma canção de Chico Buarque ("Não fala de Maria"). Com ele, quero chamar atenção à estupidez, mesquinharia, hipocrisia, maledicência e sordidez de tantas correntes que visam achincalhar e solapar a inteligência cultural brasileira.
São "N" exemplos, mas vou me ater a dois, referentes justamente a Chico Buarque.
Há uns 10 anos, creio eu, a Folha de São Paulo publicou o resultado de uma enquete que revelou quais as melhores músicas da história da MPB. Dezenas de jornalistas, críticos e artistas foram convidados a votar nessa eleição.
A campeã foi "Águas de março", de Tom Jobim, seguida de "Construção", do Chico. É óbvio que todo e qualquer resultado dá margem à contestação e desagrada a este e àquele. O que me pegou foi uma declaração do Erasmo Carlos, que afirmou que "Construção" não merecia figurar na lista porque "é uma bela letra, mas tem uma melodia muito fraca".  Além de quê, muitos a taxam de "muito chata". Detalhe: ele, Erasmo, foi um dos votantes da enquete e, na sua lista, figurava uma música dele próprio. Quanta modéstia!...
Eis o que penso da referida canção: imaginem a construção de uma casa. Ela tem três etapas (como na música). A primeira é suas fundações e o erguimento de suas paredes ("Tijolo com tijolo num desenho lógico") e telhado. É sempre a mesmíssima coisa, extremamente enfadonha, repetitiva, monocórdica, metódica. Percebam que Chico demonstrou exatamente tudo isso na melodia da primeira parte. (Não que eu a ache tudo isso. Eu adoro a música! É apenas uma análise pura e simples.)
Na segunda parte, a construção se refina: há a colocação de massa corrida, azulejos, portas, pisos, janelas, conjunto de louças, encanamento, fiação,...  que exigem muita precisão e zelo. E a segunda parte da canção também é mais elaborada, com a entrada de uma orquestração, de outras vozes auxiliando Chico e a alteração da última palavra de cada verso, enriquecendo ainda mais o sentido da letra (por exemplo, trocou "Seus olhos embotados de cimento e LÁGRIMA" para "TRÁFEGO").
E qual é a terceira parte de uma construção? O toque final? A pintura. E, em geral, no lado de fora, se acrescentam floreiras, cimentados, pedras ou outras milongas. E, na música, há suas "milongas": Chico e o MPB4 se intercalam nos vocais de cada verso e finalizam com um trecho de "Deus lhe pague".
Notaram que a música "CONSTRUÇÃO" é exatamente uma CONSTRUÇÃO? Coisa de gênio!

O segundo exemplo se refere à mais recente canção do Chico: "Querido Diário". Eis a estrofe que gerou tanta polêmica e exacerbações:

"HOJE, PENSEI EM TER RELIGIÃO.
DE ALGUMA OVELHA, TALVEZ, FAZER SACRIFÍCIO;
POR UMA ESTÁTUA, TER ADORAÇÃO.
AMAR UMA MULHER SEM ORIFÍCIO"

Entre tanta porcaria que falaram, um belíssimo imbecil classificou o último verso como "O PIOR VERSO DA MPB DE TODOS OS TEMPOS!". Confesso que, quando escutei a música pela primeira vez, levei um choque nesse verso (Óbvia intenção do autor). Mas não estamos falando de um coió (Luan Santana, Latino, Restart,...) que faz qualquer coisa para aparecer. O rapaz é, para mim, o maior ícone da MPB de todos os tempos. Isso sempre me fará analisar suas palavras, por mais que me causem espécie, com toda a atenção. Meu irmão classifica Chico como "um cara que causa cosquinhas no cérebro".
Após reler a estrofe duas vezes e ponderar, não consegui resistir a um "FILHO DA MÃE!!" Isto porque  acredito ter compreendido a intenção do moço. Cheguei à seguinte conclusão (Claro que posso estar quadradamente enganado, mas é bastante possível que não!): Nós só estamos vivos por causa de nossos orifícios. Através deles, respiramos, comemos, cheiramos, ouvimos, enxergamos, excretamos, suamos, transamos, nascemos. Essa simples ponderação buarquiana é uma ode à vida!
Analisemos cada verso:
No primeiro, ele demonstra que nunca seguiu nenhuma religião e cogita começar a fazê-lo. Daí, começa a ponderar as possibilidades. No segundo verso, alude ao judaísmo, com seus holocaustos. No terceiro, ao cristianismo, que louva imagens. De repente, no quarto verso, pára e comenta uma conclusão que lhe assaltou a mente.
E é um comentário que QUALQUER PESSOA NORMAL faria! Eu mesmo nunca fiquei à vontade  louvando e reverenciando uma estátua sacra quando ainda frequentava missas. Isto porque eu tenho toda a fé nas pessoas, na vida, na natureza, na Criação. ENERGIA VIVA!! Chico também! Ao proferir o útimo verso, ele apenas exprimiu que essa adoração a uma coisa inanimada iria contra tudo o que ele sempre pensara e fizera. Viver é uma eterna troca de idéias, sentimentos, fluidos, entre seres VIVOS. O simbolismo de transferir sua fé para coisas frias, sem reação, e nelas, cultivá-la, não lhe atrai.
Conclusão: como é possível viver numa sociedade tão medíocre (pra dizer o máximo!) que relega tantas capacidades monumentais como Chico à ralé cultural? Essa mesma sociedade que faz vistas grossas a tanta incultura e vilipêndios à arte em geral? Que se esbalda com tanto funk, axé, "sertanojo" e tantas 'expressões artísticas' que priorizam o inútil, o banal, a "bagaceira"? O que tem de vermes, baratas e parasitas à espreita, esperando qualquer oportunidade para sair à luz e "se dar bem" não é brincadeira! E nada como aproveitar um "deslize" (que ELES acreditam assim ser) de um gigante para ter seus segundinhos de fama!...
Daí, reforço o título: NÃO FALEM DE CHICO! É crime de lesa-arte reduzí-lo à insignificância que os "Prostituidores do Mundo" constantemente impõem à vida, impedindo-nos de evoluir mental, emocional e espiritualmente! Minha mãe sempre me ensinou assim: "Meu filho, se você não tiver nada de bom, útil ou producente para dizer, fique quieto!".
Mas, para nossa infelicidade, os "Prostituidores" jamais permitirão essa bênção. Por isso, cabe a cada um de nós desenvolver um filtro que bloqueie e retenha tanto lixo que a Grande Mídia vomita diuturnamente sobre nossos orifícios!
FAB29

sexta-feira, 23 de março de 2012

A tragédia em Oslo

Amigos e amigas.
Todos se lembram do trágico atentado promovido por um lunático na Noruega ano passado. Muito se perguntou sobre as motivações e relações do psicopata. Que ele era fundamentalista islâmico, cristão, terrorista da Al Qaeda, etc.
Na reportagem abaixo, é mostrada uma relação que eu até agora ignorava: ELE ERA MAÇOM!
Leiam-na e tirem suas conclusões.
FAB29

"Repercutem com intensidade os trágicos episódios do atentado duplo com carro-bomba em Oslo e dos ataques a tiros na ilha de Utoya, ações terroristas coordenadas que provocaram quase 100 mortos, constituindo-se na maior tragédia vivida pela Noruega desde a II Guerra Mundial.
Anders Behring Breivik

Na divulgação do acontecimento e seus desdobramentos, o sistema midiático internacional, recorrendo mais uma vez às tradicionais técnicas de distorções de informações – manipulando como de costume a opinião do cidadão comum e atentando contra a inteligência do observador mais atento -, insiste em apresentar o autor do massacre como um representante dos movimentos “nacionalistas” e da “extrema direita européia”, “um cristão fanático”.

Não obstante os esforços dos conhecidos formadores da “opinião pública mundial” em ludibriar os povos em benefício dos escusos objetivos da plutocracia que os mantém – explorando fatos de menor interesse e ocultando dados realmente esclarecedores -, fontes virtuais independentes trouxeram à tona subsídios que lançam luz e comprovam a existência e atuação de organizações extremistas a serviço da chamada Nova Ordem Mundial. Naturalmente, tais notícias dificilmente serão transmitidas pelos grandes veículos de comunicação atuais, devido ao papel fundamental que representam nas estruturas e mecanismos de domínio e poder do Governo Mundial.

Para um melhor entendimento das verdadeiras conexões e intenções do atirador Anders Behring Breivik é preciso antes uma breve análise da política externa norueguesa para o Oriente Médio neste último semestre:

Em janeiro de 2011, o ministro norueguês dos Negócios Estrangeiros, Jonas Gahr Stoere, declarou que seu país tomaria a dianteira no reconhecimento de um Estado Palestino, num momento em que as instituições palestinas estavam sendo irrevogavelmente estabelecidas.
Em março, o Partido Socialista de Esquerda (Sosialistisk Venstreparti), de Kristin Halvorsen, atual Ministra da Educação e Formação no governo de Jens Stoltenberg, primeiro-ministro da Noruega e presidente do Partido Trabalhista, planejou votar uma medida defendendo uma ação militar contra Israel, caso o Estado Judeu decidisse efetuar um ataque ao governo do Partido Hamas, na Faixa de Gaza.

Dias antes dos atentados, o mesmo Jonas Gahr Stoere visitou a ilha de Utoya, aonde presenciou no acampamento da Juventude do Partido Trabalhista uma manifestação pedindo o boicote do governo norueguês ao Estado de Israel… (vide foto abaixo)


Nas vésperas das explosões em Oslo, noticiou-se que a polícia da capital norueguesa realizou exercícios antibomba, provavelmente por ter sido alertada sobre a ameaça de grupos contrários à política do governo.
Por quais razões informações tão relevantes para a investigação do caso não são levadas ao conhecimento público?

Consumados os ataques, percebendo a inviabilidade de atribuir aos grupos fundamentalistas islâmicos a autoria do cruel morticínio – como usualmente faz -, as principais organizações midiáticas internacionais trataram logo de imputar ao “extremismo de direita”, aos “nacionalismos” e ao “radicalismo cristão” a responsabilidade pelo desastre.

Duas são as finalidades desta manobra maquiavélica: primeira, desviar o foco da atenção pública para uma informação crucial que realmente contribua para a compreensão das causas reais dos ataques, qual seja, a do notório descontentamento do movimento sionista internacional para com as últimas posições do atual governo norueguês quanto à Questão Palestina e suas intenções de retaliação; a segunda, galvanizar o repúdio geral à nefanda ação e canalizá-lo contra as autênticas organizações nacionalistas e espiritualistas européias que, cientes do perigo representado pelo sionismo, lutam heroicamente contra a imposição do tirânico Governo Mundial e pelo soerguimento espiritual, moral, social, econômico e cultural do Velho Mundo.

Em sua venal campanha de desinformação, visando ainda encobrir elementos que desnudem a verdadeira ideologia de Anders Behring Breivik, suas secretas relações e conexões, a grande imprensa mundial tentou apresentá-lo como um desequilibrado cuja insanidade levou-a a agir sozinho. O argumento, porém, foi desmentido posteriormente pelas próprias declarações do atirador após sua prisão, nas quais garantiu gozar de plenas faculdades mentais, além de informar sobre a existência de outras células militantes de sua rede terrorista.

Inegavelmente, as investidas em duas localidades distintas – Oslo e a ilha de Utoya -, o problema logístico para o empreendimento de um ataque de tal envergadura e as elevadas perdas humanas mostram de forma inabalável que Breivik não está sozinho e pertence a uma organização experimentada em ações militares daquela natureza.

Emilie Bersaas, 19 anos, testemunha ocular dos eventos em Utoya, disse que “os tiros vinham das mais diversas direções”, depoimento confirmado por várias outras testemunhas e sobreviventes do massacre.
Mas a quais organizações estaria ligado Breivik?
Anders Behring Breivik e seus parâmentos de Mestre Maçom.
Foto publicada pelo próprio atirador no manifesto
“2083- Uma Declaração Européia de Independência “.


O terrorista de Oslo e Utoya era Mestre Maçom da Loja Pilares de Oslo. No manifesto intitulado “2083 – Uma Declaração Européia de Independência” – postado nos meios virtuais e a ele atribuído – são feitas 11 citações aos termos “Maçom”, “Maçons” ou “Maçonaria”, encontrando-se um endereço de uma loja online de artigos maçônicos.

A foto de Breivik trajando seus paramentos de Mestre Maçom foi inserida por ele próprio em seu Manifesto que circula na rede mundial e logo abafada sua divulgação pela mídia internacional.

Após a repercussão mundial da tragédia, o Grão-Mestre da Maçonaria Norueguesa veio a público repudiar o episódio, lamentar os mortos e comunicar a exclusão de Breivik da Ordem… Certamente o comunicado pretendia desassociar as idéias políticas do atirador às de seus irmãos de Loja e o mesmo parece ter bastado para que órgãos midiáticos, governo e as próprias autoridades públicas norueguesas colocassem uma pá de cal em torno do assunto! Contudo, utilizando-se de dois pesos e duas medidas, em sua manhosa campanha de engano público, a mesma imprensa que não faz questão nenhuma de mencionar as relações de Breivik com a Maçonaria, não mede sacrifícios em fabricar uma suposta relação entre o fanatismo sanguinário do atirador e os movimentos nacionalistas e cristãos.

Como membro de uma ordem secreta e internacional, cuja doutrina é incompatível com os Evangelhos e, portanto, condenada desde o século XVIII por bulas e encíclicas papais e mesmo por líderes protestantes; como adepto de uma seita que constitui um poder paralelo dentro dos Estados e cuja história nos três últimos séculos notabilizou-se pela conspiração contra os interesses de diversos governos e povos; portanto, como seguidor de uma organização antinacional e anticristã, Anders Behring Breivik jamais poderia ser qualificado como “nacionalista” e “cristão” autêntico."

Fonte: http://inacreditavel.com.br/wp/o-atirador-noruegues-e-suas-verdadeiras-conexoes/

Talmud de Jmmanuel 17

Amigos e amigas.
Concluindo o capítulo 15 do Talmud, Jmmanuel reafirma que seus verdadeiros ensinamentos serão, um dia, finalmente revelados. O evangelho de Mateus só alude a pequenas partes deste final.
FAB29

Em Nazaré
TJ 15:66 E aconteceu que após Jmmanuel ter terminado estas parábolas, ele retirou-se dali.
Mat. 13:53 E Jesus, tendo concluído estas parábolas, se retirou dali.

TJ 15:67 Chegando em sua cidade de Nazaré, ele ensinou na sinagoga. As pessoas ficavam assustadas, e diziam: De onde vem à ele tal sabedoria e feitos?
Mat. 13:54 E, chegando à sua terra, ensinava o povo na sinagoga, de modo que este se maravilhava e dizia: Donde lhe vem esta sabedoria, e estes poderes milagrosos?

TJ 15:68 Ele não é o filho de José, o carpinteiro, cuja esposa engravidou-se de um anjo guardião?
Mat. 13:5 Não é este o filho do carpinteiro? e não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos Tiago, José, Simão, e Judas?

TJ 15:69 Sua mãe não se chama Maria?
TJ 15:70 Não são os seus irmãos Judas, e José, e Simão, e Tiago?
TJ 15:71 E suas irmãs, não estão elas conosco?
Mat. 13:56 E não estão entre nós todas as suas irmãs? Donde lhe vem, pois, tudo isto?

TJ 15:72 De onde lhe vem toda esta sabedoria e o poder de seus feitos?
TJ 15:73 Então, se ofenderam com ele e  ameaçaram entrega-lo aos tribunais.
Mat. 13:57 E escandalizavam-se dele. Jesus, porém, lhes disse: Um profeta não fica sem honra senão na sua terra e na sua própria casa.

TJ 15:74 Mas Jmmanuel falou: Em lugar nenhum um profeta é mais menosprezado do que em seu próprio país e em sua própria casa. Isso se provará ser verdadeiro para todo o sempre, já que a humanidade tem pouco conhecimento e é escravizada pelos enganosos ensinamentos dos escribas e dos distorcedores das escrituras.
Mat. 13:58 E não fez ali muitos milagres, por causa da incredulidade deles.

TJ 15:75 E se tornará verdade em duas vezes mil anos, quando os humanos se tornarem sábios e pensadores, e quando os meus verdadeiros ensinamentos forem revelados de novo.
TJ 15:76 O novo profeta daquele futuro distante não possuirá a força e o poder sobre o mal e a doença.
TJ 15:77 Mas sua sabedoria irá ultrapassar a minha, e suas revelações a respeito de meus verdadeiros ensinamentos irão abalar as fundações de toda a Terra, pois em seu tempo o mundo será inundado por meus ensinamentos, falsificados pelos distorcedores das escrituras, e viverão sob falsos cultos religiosos que trazem a morte.
TJ 15:78 Será nos tempos quando guerras do espaço começarem a ameaçar, e muitos deuses novos tentarão reinar sobre a Terra.
TJ 15:79 Em verdade, em verdade, eu vos digo: o novo profeta será perseguido não apenas por pessoas falsas, como acontecerá comigo, mas também por todo o mundo e por muitos cultos religiosos errôneos, que gerarão muitos falsos profetas.
TJ 15:80 E ainda, antes do final de duas vezes mil anos um novo profeta irá revelar os meus ensinamentos não falsificados para pequenos grupos, assim como eu ensino sabedoria e conhecimento e a leis do espírito e da Criação à pequenos grupos de discípulos e amigos de confiança.
TJ 15:81 Contudo, sua senda será muito difícil e cheia de obstáculos, porque ele dará inicio a sua missão num país amante da paz, no Norte, que, contudo, será dominado por um austero e falso culto baseado nas distorções de meus ensinamentos.
TJ 15:82 Assim eu profetizo, e assim será.
TJ 15:83 E ali ele não demonstra grandes sinais de seu poder, e nem propaga sua grande sabedoria por causa do desprezo deles pela verdade.

quinta-feira, 22 de março de 2012

Poemas a mais...

Amigos e amigas.
Só pra uma pequena pausa, quero apresentar-lhes alguns poemas que escrevi há poucos dias.
De vez em quando, bate uma inspiração, associada a uma vontade de me expressar com mais suavidade e organização. Daí, saem coisinhas de que gosto.
Espero que lhes agradem.
FAB29


SILÊNCIO

O silêncio que deseja meu coração
Nada tem a ver com distância ou ausência.
É apenas um tempo preu tomar ciência;
Apenas poucos minutos de reflexão

O silêncio é a antítese da paixão;
É o melhor companheiro da consciência.
Permite-nos sentir e encontrar a essência
De tudo o que permeia a nossa percepção.

Para muitos, o silêncio é uma prisão,
Um labirinto que nos conduz à demência.
Escutá-lo pode ser uma penitência
Ou a forma mais pura de religião.

Mas não há silêncio mais ensurdecedor
Que o da solidão da perda de um grande amor.


PARA MIM,...

Não se compra a amizade.
Não se afronta a felicidade.
Não se planta a ternura.
Não se desdenha o carinho.
Não se acalenta a mágoa.

Não se ignora a preocupação.
Não se pede a gratidão.
Não se pune a esperança.
Não se molda o sorriso.
Não se sufoca o desejo.

Não se abandona a alegria.
Não se perdoa a covardia.
Não se perverte a inocência.
Não se cultiva o ódio.
Não se inventa o prazer.

Não se esconde o perdão.
Não se releva a corrupção.
Não se abraça a inveja.
Não se desengana a fé.
Não se engana a vida.

Não se execra a ignorância.
Não se lamenta a distância.
Não se falseia o abraço.
Não se oferece o beijo.
Não se ostenta a beleza.

Não se fere a sanidade
Não se pranteia a saudade.
Não se implora o olhar
Não se arrefece a paixão.
E, principalmente, não se elogia o amor.


HAI-CAIS SAZONAIS

A rosa nasceu
Quando o inverno começou
Em meu coração.

Quero o meu amar
Encontrando o seu querer.
É primaveril!...

As horas estão
Como as folhas outonais:
Esvaindo-se...!

Eu contemplo a luz
Do sorriso do verão
Em meu renascer.

Meu sonho de amor...
Meu outono que ora vem...
Minha vida em vão?

Escuto o trovão
Pelas noites invernais...
Sinto o teu calor...

Sons primaveris
Brotam, brilhando no ar!
Lindo de se ouvir!...

Meu sonho pensou
Que podia ser real!...


Sonho de verão...!


MINHA MENTE

Minha mente é um castelo medieval
Em cujas sombras, espreitam imensas feras.
Nos calabouços, mantenho minhas quimeras
Babando fel, rancores e ódio abissal.

Mas há muito espaço à pureza angelical
E para o amor que exala das almas sinceras.
Vindo das montanhas, o odor das primaveras
A areja, trazido pela brisa outonal.

Faço da minha mente um farol perenal
Mostrando caminhos para as futuras eras.
Nunca penses que ela se prestará às meras
Nulidades que há neste mundo irracional.

Caro incauto, te pergunto: O que quererás?
Meu sorriso de guerra ou meu canto de paz?


REALEJO

As manhãs de calmaria me embriagam de alegria
com seu singelo bafejo.
Eu aproveito o ensejo e degusto a melodia
me embevecendo em seu beijo.

Meu coração se trespassa de Dor, de Amor e de Graça
num inaudito desejo
e tudo aquilo que almejo, antes que o tempo o desfaça,
é desvendar o seu pejo.

No limiar da ternura, eu encontro toda cura
e, em sua luz, me protejo.
Em seu olhar, um gracejo traz a risada mais pura
de um êxtase benfazejo.

Num impossível instante, os delírios de um amante
são tão somente um solfejo
soprando de um realejo em um horizonte distante
onde se ama de sobejo.