Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


quinta-feira, 31 de maio de 2012

O mundo Calvínico 12

Amigos e amigas.
Mais uma sequência de Calvin e Família saindo de férias. Vejam como você vai se identificar com algumas situações vividas por eles.
Também algumas trivialidades.
FAB29


terça-feira, 29 de maio de 2012

COLTAN e a escravidão.

Amigos e amigas.
COLTAN é uma junção de duas siglas: COLombita e TANtalita. É um mineral crucial para a indústria tecnológica. Usado para celulares, GPS, satélites, TV de plasma, notebooks, MP3, MP4, foguetes espaciais, mísseis, câmeras fotográficas, etc. O continente africano é o maior depósito desse mineral, sendo o Congo o principal produtor.

Lembram de Serra Pelada, a supermina de ouro brasileira dos anos 80, no Pará, onde as condições de vida e trabalho eram escravas? Se bem que nunca soube de uma mina onde as condições eram decentes...! Nessas minas de COLTAN, no Congo, a crueldade é semelhante, mas se torna ainda mais rascante: além da mão-de-obra escrava e infantil, desnutrição, doenças como AIDS, etc, a destruição da flora e fauna locais é brutal! Há dados que atestam: 80% dos elefantes e 90% dos gorilas da região já foram mortos ou capturados; grandes bosques já viraram lodaçais.

E, como sempre acontece, toda essa destruição desmedida e covarde é ocultada pela Grande Mídia, desdenhada pelas grandes indústrias tecnológicas e 'aceita' com a cumplicidade dos governos e da ONU. Percebem que não é novidade nenhuma?! O mesmo ocorre com qualquer produto em qualquer lugar do planeta quando é de interesse de grandes corporações, como o mineral nióbio (super útil para as indústrias de  petróleo e quase exclusividade do solo brasileiro), que é extraído naquelas 'condições' relatadas acima e 'vendido' a preços abaixo do custo.

Megacorporações como a Nike são acusadas de se utilizarem de mão-de-obra infantil em suas fábricas na Ásia, principalmente. O carvão talvez seja o que mais arrebanha pessoas em condições escravagistas, visto que é extraído e/ou produzido (à custa da destruição de extensas áreas florestais) no mundo todo. A indústria alimentícia não foge à regra: só os arrozais na Ásia são um oceano de tudo isso já descrito. Qualquer linha de montagem é a mesma coisa: imensas máquinas controladas por autômatos humanóides que mal tem tempo para se coçar (Quem não se lembra de Chaplin em "Tempos Modernos"?). E muito bem sabemos que, atrelada à escravidão, está a fome. Ao mesmo tempo que toneladas de alimentos são jogadas fora diariamente no mundo, 1 em cada 7 habitantes do planeta é constantemente assombrado pela fome (portanto, UM BILHÃO DE PESSOAS!!) E milhares (crianças, em especial) morrem, TAMBÉM DIARIAMENTE, dessa desgraça!

Assim é como a humanidade se mantém: a famosa e excrescente Pirâmide Social. Eu a enxergo dividida em três partes distintas: a sua gigantesca base, formada pelos miseráveis, analfabetos e perdidos, ultrapassa a metade (+ ou - 4 bilhões e crescendo assustadoramente); a classe média, daqueles que minimamente se aguentam, se sustentam, até os 'bem de vida', que estão folgadamente estruturados, abrange uns 95% do resto da pirâmide (+ ou - 2,9 bilhões). O topo é formado por, talvez, uns 150 milhões de 'SUPERMULTIMEGAULTRAHIPERMILIONÁRIOS', os 'Donos da Carne Seca', os 'Bam-Bam-Bans", o 'Poder das Sombras', os 'Grandes Corruptores'. Estes que fazem deste mundo seu playground e tudo o mais.

Para que se mantenham nesse topo, a escravização da humanidade é absolutamente necessária. E ela passa pela negação de acesso à informação, cultura e cognição. Quem, em sã consciência e formado em alguma especialidade, se sujeitaria a ser trabalhador braçal, servente, lixeiro, faxineiro e tantas outras funções deste nível massacrante para sustentar quem quer que seja, além de si mesmo e sua família? E se o fizesse, iria se valorizar ao máximo, jamais aceitando nenhum tipo de humilhação. A consciência gerada pelo conhecimento, aliada à experiência, provaria, sem nenhuma margem a duvidas, que PODER CENTRAL É UM CÂNCER! E ninguém mais aceitaria eleição, de vereador a presidente; nem sequer se aventaria a monarquia; ditadores, então,... coitados!!

Sabem que tipo de governo se sobressairia? Um que esses 'Superpilantras' execram e fazem a maior das campanhas contra: a ANARQUIA. Essa campanha é tão eficiente que a esmagadora maioria das pessoas tem nojo dessa palavra. Várias até se benzem! E "Anarquia" apenas significa "sem governo", ou seja, cada um cuida da sua vida, sem precisar pagar impostos, sem depender da boa vontade dos outros, sem comodismo. Cada localidade teria LÍDERES, que só os seriam por total e absoluto MERECIMENTO. Mais ou menos como o leão precisa manter sua posição de líder do bando mostrando-se o mais capaz, na sociedade humana, os líderes seriam como ocorre nas comunidades indígenas, em que todos respeitam a opinião do cacique, o mais sábio e capacitado deles, que sempre visa o bem geral. Desse jeito, dificilmente, atravessadores, usurários e parasitas se dariam bem como acontece hoje.

 Entre tantas coisas boas, seria um ADEUS À ESCRAVIDÃO! Quantos de vocês crêem que isso vingará? Eu estou na torcida!

 FAB29

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Não é incrível?!

Amigos e amigas.
Só pra variar, vejo, leio, ouço notícias incríveis. Vai daí, esta cabeça cheia de dúvidas, inconformismo e desejo de melhorias fica ponderando, questionando e rosnando: "Será que essa zona de guerra mundial não vai terminar? Quantos precisarão ser sacrificados para a coisa começar a funcionar, entrar nos eixos?!" Incrível como coisas que são (ou deveriam ser) simples de se resolver se transformam em quimeras e batalhas campais. A total ausência de bem querer e vontade política, somada ao comodismo das massas e a décadas de abusos, desvios e desleixos, leva nossas vidas a situações dantescas, dignas das mais obscuras eras da humanidade.

Pequeno exemplo: há poucos dias, ocorreu mais uma greve relâmpago em São Paulo (coisa que acontece a todo momento em qualquer cidade grande do mundo). Os metroviários paralisaram suas atividades pela manhã, só retornando no meio da tarde. Com isso, os ônibus mais que superlotaram, evidentemente não sendo suficientes para a avalanche de pessoas que apareceu. Para compensar, a prefeitura suspendeu o rodízio de carros nesse dia e, assim, o trânsito entupiu devido ao dobro de automóveis em suas vias. Congestionamento recorde: 220 km. Os motoristas levavam mais que o dobro do tempo para chegar aonde precisavam. A maioria do povo perdeu a manhã de serviço. Protestos mil. Revolta geral!

Daí, veio o governador Geraldo Alckmin demonstrar sua "revolta" pela atitude inconseqüente e inconstitucional dos metroviários. Afinal, transporte urbano é serviço essencial e não pode haver paralisação total. É preciso que um percentual permaneça ativo para não haver caos semelhante ao que se viu. O ex-ministro Almir Pazzianotto corroborou a "revolta" do governador. Ou seja, a MESMA LADAINHA de todos os políticos de qualquer país, qualquer forma de governo e qualquer nível econômico. Se há muito tempo já houvesse diálogos pautados na justiça, honestidade e boa vontade, tudo seria evitado. Simples assim!

Só que a injustiça é uma constante quando se trata da relação político/povo. Você sabia que muitos funcionários públicos federais de função comum (secretário, assessor, ascensorista,...) tem salários superiores a professores da rede pública com mestrado, a comandantes e especialistas das Forças Armadas, a profissionais de alto padrão de hospitais públicos? Que o SUS paga R$ 70,00 a um médico por uma cirurgia? Que a maior parte das escolas do Brasil não tem energia elétrica, ou água encanada, ou espaço coberto para lazer, ou a logística mínima para funcionar adequadamente e por aí vai?

Mas voltando ao ponto: devo concordar com o governador e o ex-ministro quanto à ponderação na hora de se exigir reajustes dignos e melhorias nas condições trabalhistas. Mas a situação em que o trabalhador vive, a quê ele tem de se submeter, as condições cada vez mais restritas de acesso a tudo aquilo que a Constituição lhe garante vêm se acumulando há décadas, fato que massacra a razão, oblitera o raciocínio e VERDADEIRAMENTE revolta! Eles e suas famílias vivem em constante tensão e carências, com pouquíssimo acesso a lazer e benefícios, imersos numa espiral de violência, cada vez mais presos em seus próprios lares (que nem próprios são).

É muito fácil e tranqüilo para os políticos dizerem que tal coisa é um abuso; outra coisa é inconstitucional; outra, ainda mais errada, etc e etc. Afinal, com tantas benesses (subsídios altíssimos e variados, ajudas de custo pra quase tudo, verba de gabinete, apartamento, imunidade,...) e pouco trabalho DE FATO (negociar e legislar em causa própria não conta!), tantas e tais mazelas mal os atingem. Com esse desprezo e insensibilidade patentes que eles dedicam às necessidades prementes daqueles que os elegeram, a politicalha está colocando um prego atrás do outro em seu caixão.

Parece incrível, mas democracia é isso em todo lugar (uns mais, outros menos). O encastelamento dos políticos (isolados, cercados e protegidos) em locais quase inacessíveis ao povão, mostra e prova por A+Becedalho que não se deve haver um poder central que açambarca todos os (imensos, eternos e escorchantes) impostos, retira "sua parte" e determina os rumos de nossas vidas. O correto é cada cidade ou, no máximo, região ter sua autodeterminação: decidir cada passo e atitude de acordo com as necessidades locais, interagindo com as mais próximas; quais as leis que precisam ser criadas para beneficiar a todos; o que produzir, o que plantar, o que construir, etc.

E não venham querer me mostrar os EUA e europa como exemplos onde a democracia funciona. No máximo, são um pouco menos ruins. Além do quê, as condições de vida de boa parte do povo de lá só é um bocado mais alto que as daqui porque grande parte da opulência do hemisfério norte é mantida pela miserabilidade dos 3º e 4° mundos, sugados em seus recursos naturais e sua força de trabalho, sendo podados  e restringidos em sua evolução e progresso.

Não lhes parece incrível que tanta desgraça à nossa frente, à nossa porta, permeando nossa vida, não nos faça despertar, dar um BASTA e nos unir para melhorarmos? Que raio de apatia, medo, comodismo ou qualquer nulidade desse desnível se arraigou na alma, mente e coração do povo para ele ser tão passivo assim? Que estado de miséria em todos os sentidos se abateu sobre nós, solapando as chances de nos reerguermos?... Santo Deus!! Universalmente pensar, raciocinar, racionalizar,...! E localmente (se tanto!), agir. Triste sina!...
FAB29

terça-feira, 22 de maio de 2012

Sem vergonhice!

Amigos e amigas.

Há algum tempo, fui comprar um medicamento chamado Venocur Triplex para a mãe da minha namorada. Serve para a circulação e tem uma eficiência comprovada. Ou TINHA! Sim, porque procurei em todas as farmácias da cidade e em TODAS, a mesma história: faz um bom tempo que não está vindo. Apesar de ser constantemente pedido, as indústrias pararam de fabricá-lo ou o estão segurando para 'incrementar' o preço. Ou pior: para mudar sensivelmente a fórmula, tornado-o menos eficiente e, com isso, forçando o consumidor a tomar mais doses. Resumindo: gastando mais!

Quando adolescente, sofria (como praticamente todos sofreram) com espinhas. Eram localizadas no lado esquerdo do queixo e vinham de três a cinco por vez, uma juntinha da outra, formando uma inflamação enorme. Usei um monte de pomadas, líquidos, pós, todos com média eficiência. Até que uma amiga de faculdade, Helena, me confidenciou que tinha possivelmente o último exemplar de uma pomada chamada São Sebastião. Ela colocou um pouco num plástico para mim. Usei-a e fiquei pasmo! Em poucos dias, as espinhas sumiram e aquela região nunca mais inflamou! Posteriormente, tentei encontrá-la mas, conforme minha amiga disse, não se vendia mais dela, nem nada parecido.

Esses dois exemplos são para mostrar a sem vergonhice dos "Donos da Carne Seca". Sempre que uma coisa se mostra eficaz, que resolve o problema para o qual foi criada, acontece isso: o produto é retirado do mercado para não mais voltar ou retorna "com nova fórmula" (eufemismo para "mais fraquinho" ou "quase inútil"). Com isto, fico com cada vez mais certeza de que pelo menos  80 % da humanidade serve de cobaia para os Grandes Corruptores, além, lógico, de mão-de-obra barata (ou escrava), pagadora de impostos, prostituta, adoradora, bajuladora, capacho, etc.

Além dos remédios, a alimentação também é testada em nós. Arroz com parafina, carne anabolizada, mil tipos de corantes, acidulantes, espessantes, conservantes e outros 'antes', vegetais bombardeados  com agrotóxicos, nunca nos esquecendo dos TRANSGÊNICOS! Boa parte dos cereais (principalmente o milho) que consumimos é transgênico. Só neste tópico, há margem para um livro inteiro de denúncias, casos tenebrosos, contestações, etc. Espero algum dia poder falar com mais abrangência e embasamento sobre isso.

Por enquanto, quero demonstrar minha aversão a essa prática sórdida que nos maniata, cega, trava e conduz como gado. Parece ser terminantemente proibido ao povo boa saúde, residência, paz, liberdade, instrução,... Tudo aquilo que funciona (após ser testado no povinho, é claro) fica reservado aos 'chefões' e seus comparsas. À turba, à plebe, à ralé (aqueles 80% da humanidade, lembram?), os restos do banquete, do butim, da festa. Ela que se contente, se acotovele, se estapeie nos lixões da 'high society' para chafurdar suas mágoas, anseios e frustrações.

E nada mudará enquanto o povinho aceitar passivamente o que a politicalha impõe em suas mentes entorpecidas: "Vote em mim e pode deixar comigo!" Ou seja, "podem esperar que eu vou lutar por vocês! Fiquem tranquilos!" E o povinho fica como "Pedro Pedreiro": esperando, esperando, esperando, esperando o sol,... E, em pouco tempo, se decepciona, se deplora, se revolta e, sem qualquer aviso e por qualquer coisa banal, expurga o que pode  e o que não pode numa raiva cega sobre tudo e todos que nada tem a ver com seu padecer. Refiro-me às pessoas do seu convívio e ao patrimônio público (lixeiras, bancos de praça, árvores, etc).

Apesar de totalmente decepcionado com a democracia (como já demonstrei em outros artigos), vendo que ela é o baluarte de todo tipo de iníquo, vivo batendo na tecla para todos com quem converso: conheça a fundo sobre a política da sua cidade, principalmente! Ao menos os vereadores e prefeito podem ser constantemente cobrados 'in loco' e ao vivo pela população. Ao votar, esteja consciente desta atitude e NÃO PARE POR AQUI! A cobrança tem de ser DIÁRIA! Pare de ser passivo e comodista! Estou farto de ser passado pra trás e me decepcionar! E você?!

FAB29

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Cara-de-Pau ou o quê?!?

Amigos e amigas.
A notícia abaixo saiu na Folha Online de 17/07/2009. Há muito tempo eu queria tê-la, visto que a considero uma das maiores patacoadas da História da humanidade.
Ei-la! Alguém se lembra? 

"Nasa apagou fitas originais da ida à Lua"

"As fitas originais com as imagens da Apollo-11, primeira missão tripulada à Lua, perderam-se para sempre, afirmou a Nasa na quinta-feira (16).
Em entrevista coletiva marcada para divulgar uma versão restaurada de imagens feitas a partir de uma transmissão televisiva, em 20 de julho de 1969, a agência espacial reconheceu que as fitas que registraram diretamente a alunissagem foram apagadas sem querer para que fossem reutilizadas. 
Ontem, no aniversário de 40 anos da partida de Michael Collins, Edwin "Buzz" Aldrin e Neil Armstrong para a Lua, a Nasa apresentou apenas alguns trechos da restauração. O trabalho completo será divulgado somente em setembro.
Mesmo com melhorias, as imagens de segunda mão ainda têm manchas e com chuviscos. O trabalho está sendo feito em parceria com uma empresa de restauração de Hollywood. Uma pequena amostra dos vídeos pode ser vista no site da Nasa (www.nasa.gov).
Esta foi a primeira vez que a agência espacial americana admitiu que não tem mais como recuperar as fitas originais. Em 2006, a Nasa reconhecera que havia perdido o material, mas afirmava ainda ter esperança de recuperá-lo.
Foi só agora, em 2009, que Richard Nafzger, engenheiro da Nasa, descobriu onde elas foram parar: estavam em um estoque de 200 mil fitas que foram apagadas e reutilizadas nos anos 1970 e 1980 para economizar dinheiro. 
Essas fitas foram utilizadas para gravar missões posteriores ou até para registrar dados eletrônicos de satélites (telemetria). Ou seja, as imagens que impressionaram o mundo inteiro podem ter sido substituídas por código binário.
Segundo Nafzger, havia pouco interesse sobre as fitas na época porque o objetivo maior do governo dos EUA para efeito de propaganda era a transmissão ao vivo. 
As cópias dos vídeos sobre as quais a nova restauração foi feita foram tiradas dos arquivos da rede de TV CBS e do acervo da própria Nasa: alguém havia apontado uma filmadora para as telas que exibiam as transmissões originais e guardado algumas das fitas.(...)
Nafzger diz que ainda podem existir outras cópias perdidas das transmissões originais de 1969 e que ele pretende continuar procurando."

Do que destaquei (sublinhado), digo:

1- Que nível de incompetência a senhora "Dona NASA" possui para perder os registros de sua maior realização? Ainda mais às portas de mostrar ao mundo uma versão restaurada e com muitos trechos inéditos que não foram transmitidos ao vivo?
2- Dizer, "constrangida", que errou inocentemente ao apagar as fitas é uma cuspida na nossa face (pra não dizer nada obsceno)! Será que, nos filmes melhorados tecnicamente, as incongruências e pilantragens de que muito se fala dessa pretensa "viagem à lua" se tornariam tão patentes que seria impossível negá-las? Daí, eles preferiram "tirar o deles da reta"?
3- Eles vão tentar enfiar-nos goela abaixo uma "versão pirata remasterizada", bem ao estilo de muitos vídeos "piratations". Daí, será muito fácil dizer que as "aparentes situações inexplicáveis" que aparecessem seriam por culpa da péssima condição do novo "orijinau"!
4- Mas o ápice do escárnio é dizer que precisavam "ECONOMIZAR"!! Quanto custariam 200 mil fitas novas num período de duas décadas para uma agência cujo orçamento está na casa dos bilhões anuais?!? Quantos lanches e cafezinhos foram pagos aos funcionários com essa "sensacional economia"?!

Volto a bater na tecla: VIAGEM À LUA??! O ESCAMBAU!! Simplesmente por ser 99% improvável de ser executada HOJE EM DIA!! 
 
Os três extremos da lua combinados (falta de pressão atmosférica, supertemperaturas positivas ou negativas e absurda radiação solar) impedem que qualquer ser humano se exponha a eles. Mesmo por quê ainda não inventaram uma roupa que os suporte!

E, só pra cutucar, tente racionalizar assim: a lua está  girando ao redor da Terra a uma distância média de 384.000 km e a Terra gira como um pião. Logo, é impossível a viagem ser em linha reta. Além de uma precisão universal para não errar o alvo, a NASA afirma que ela foi executada em 4 dias na ida e outros 4 na volta. Então, foram 96 horas por vez. Dividindo a distância Terra/Lua por 96, obtemos uma MÉDIA de 4.000 km/h!! 

E, para coroar, a cereja do bolo: a "madame" NASA fez tudo isso SEIS VEZES, entre julho de 1969 e dezembro de 1972!!

Vejam só!! Para quem se mostrou abaixo do patético a ponto de perder documentos importantíssimos de maneira tão grotesca, acertar seis vezes (HÁ 40 ANOS!) algo que é quase inimaginável com a tecnologia moderna não pode ser verdade!

Pelo menos, este cético (pra dizer o mínimo) não conseguirá nunca aceitar.
FAB29

Talmud de Jmmanuel 19

Amigos e amigas.
Finalizando o capítulo 16 (14, de Mateus), vemos a história de Jmmanuel quando andou sobre as águas.
Novamente, o que salta aos olhos é a quantidade de texto onde Jmmanuel abrange a Criação, o Conhecimento e o fato de Deus não ser onipotente. Tudo que não tem nas Escrituras oficiais.
Crer ou não é total livre arbítrio, mas que instiga nossa curiosidade, sem dúvidas!
FAB29


Caminhando sobre o Mar
TJ 16:27 E logo após isso, Jmmanuel orientou os seus discípulos a entrarem no barco e atravessarem rumo à cidade a frente dele enquanto ele dispensava as pessoas.
Mat. 14:22 Logo em seguida obrigou os seus discípulos a entrar no barco, e passar adiante dele para o outro lado, enquanto ele despedia as multidões.

TJ 16:28 Após ter mandado as pessoas irem embora, ele subiu um pequeno morro de modo a descansar e refazer as suas forças exauridas. E ali permaneceu só durante a noite.
Mat. 14:23 Tendo-as despedido, subiu ao monte para orar à parte. Ao anoitecer, estava ali sozinho.

TJ 16:29 O barco dos discípulos estava àquela hora no meio do mar e sendo exposto ao perigo das ondas, pois o vento estava contra eles e a tempestade estava sobre eles.
Mat. 14:24 Entrementes, o barco já estava a muitos estádios da terra, açoitado pelas ondas; porque o vento era contrário.

TJ 16:30 Contudo, na quarta hora de vigília, durante a noite, Jmmanuel aproximou-se deles, caminhando sobre as águas do mar.
Mat. 14:25 À quarta vigília da noite, foi Jesus ter com eles, andando sobre o mar.

TJ 16:31 Quando os seus discípulos o viram caminhando sobre a água, ficaram aterrorizados e disseram: Ele é um fantasma! E gritaram de medo.
Mat. 14:26 Os discípulos, porém, ao vê-lo andando sobre o mar, assustaram-se e disseram: É um fantasma. E gritaram de medo.

TJ 16:32 Mas logo Jmmanuel chegando perto, falou à eles, dizendo: Acalmai-vos, sou eu. Não tenhais medo.
Mat. 14:27 Jesus, porém, imediatamente lhes falou, dizendo: Tende ânimo; sou eu; não temais.

TJ 16:33 Mas Pedro perguntou: Mestre, és tu?
Mat. 14:8 Respondeu-lhe Pedro: Senhor! se és tu, manda-me ir ter contigo sobre as águas.

TJ 16:34 Em verdade, sou eu. Disse Jmmanuel.
TJ 16:35 Mas Pedro respondeu-o e disse: Mestre, se és tu, então deixa-me chegar até ti sobre a água.
TJ 16:36 E Jmmanuel disse: Venhas aqui até mim e não tenhas medo.
Mat. 14:29 Disse-lhe ele: Vem. Pedro, descendo do barco, e andando sobre as águas, foi ao encontro de Jesus.

TJ 16:37 Entendas e saibas que a água te carrega, e ela te carregará.
TJ 16:38 Não tenhas dúvida de teu conhecimento e capacidade, e a água será uma base firme.
TJ 16:39 E Pedro saiu para fora do barco, caminhou sobre a água e aproximou-se de Jmmanuel.
TJ 16:40 Mas um forte trovão rompeu-se em meio a tempestade uivante, ele se assustou e começou a afundar, gritando: Jmmanuel, socorrei-me!
Mat. 14:30 Mas, sentindo o vento, teve medo; e, começando a submergir, clamou: Senhor, salva-me.

TJ 16:41 Jmmanuel rapidamente foi até ele, estendeu a sua mão e agarrou-o, dizendo: Oh, tu de pouco conhecimento, por que temeste e por que duvidaste em teu temor?
Mat. 14:31 Imediatamente estendeu Jesus a mão, segurou-o, e disse-lhe: Homem de pouca fé, por que duvidaste?

TJ 16:42 O poder de teu conhecimento te dá a capacidade, assim como tu o testemunhaste.
TJ 16:43 Confiastes em minhas palavras antes que viesse o trovão, mas então ficastes com medo e começastes a duvidar, e o poder do conhecimento te deixou e tua capacidade desapareceu.
TJ 16:44 Jamais duvides do poder de teu espírito, que faz parte da própria Criação e, portanto, não conhece limites de poder.
TJ 16:45 Vês, havia um pequenino pássaro que circulava por grandes alturas e cantava, regozijando-se da vida, quando uma forte lufada de vento veio e o fez oscilar. Ele então de repente duvidou de seu poder de voar, mergulhou rumo ao chão e foi morto.
TJ 16:46 Portanto, jamais duvides do poder de teu espírito e jamais duvides de teu conhecimento e capacidade quando a lógica te provar a lei da Criação em verdade e retidão.
TJ 16:47 E eles entraram no barco, e Jmmanuel mandou parar a tempestade. Ela parou, e cessaram os ventos.
Mat. 14:32 E logo que subiram para o barco, o vento cessou.

TJ 16:48 Aqueles que estavam no barco maravilharam-se e disseram: Tu és verdadeiramente um mestre do espírito e alguém que conhece as leis da Criação.
Mat. 14:33 Então os que estavam no barco adoraram-no, dizendo: Verdadeiramente tu és Filho de Deus.

TJ 16:49 Ninguém como tu nasceu entre nós, e nenhum profeta conhecido por nós possuía tal poder.
TJ 16:50 Mas Jmmanuel respondeu-lhes: Eu vos digo que há mestres de maiores poderes espirituais que os meus, e eles são os nossos distantes ancestrais de Petale.*
(*Petale: O mais alto nível de desenvolvimento espiritual que uma forma de puro espírito pode alcançar antes de finalmente fundir-se com a Criação e tornar-se um com ela.)
TJ 16:51 E grandes também são aqueles, que vieram das profundezas do espaço, e o maior dentre eles é deus, e ele é o regente espiritual das três linhagens humanas.
TJ 16:52 Contudo, acima dele está a Criação, cujas leis ele segue e respeita fielmente; portanto, ele não é onipotente, como só a Criação pode ser.
TJ 16:53 Portanto, há também limites impostos à ele, que se permite ser chamado de deus, e que está acima de imperadores e reis, como diz a Palavra.
TJ 16:54 Mas os humanos são ignorantes e imaturos, então acreditam que deus é a Criação e servem uma doutrina errônea, pois foram falsificadas pelos distorcedores das escrituras.
TJ 16:55 Portanto, as pessoas acreditam em deus, elas não sabem a respeito da realidade da Criação, mas deus é humano assim como nós somos.
TJ 16:56 Mas a diferença é que em sua consciência e conhecimento, e, em sabedoria, lógica, e amor, ele é milhares de vezes superior a vós e é ainda superior a todas as pessoas da Terra.
TJ 16:57 Mas ele não é a Criação, que é infinita e sem forma.
TJ 16:58 Mas deus é também uma das criaturas da Criação, que, de acordo com a ilógica opinião humana, não tem princípio nem fim.
TJ 16:59 E eles atravessaram o mar e chegaram às praias de Genazaré.
Mat. 14:34 Ora, terminada a travessia, chegaram à terra em Genezaré.

TJ 16:60 Quando o povo daquela região soube dele, eles avisaram toda a terra e lhe trouxeram todos os que estavam doentes.
Mat. 14:35 Quando os homens daquele lugar o reconheceram, mandaram por toda aquela circunvizinhança, e trouxeram-lhe todos os enfermos;

TJ 16:61 Então lhe pediram se pudessem tocar-lhe as bordas de suas vestes, para que pudessem ser curados.
Mat. 14:36 e rogaram-lhe que apenas os deixasse tocar a orla do seu manto; e todos os que a tocaram ficaram curados.

TJ 16:62 E assim aconteceu, aqueles que lhe tocaram as bordas de suas vestes ficaram curados.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

A que ponto chegaremos?!

Amigos e amigas.

Tanto se fala dos horrores da 2ª Guerra Mundial. De fato, não conheço nada mais horrível, criminoso e desumano do que uma guerra. Ela é ápice da loucura e degradação humana. Seu único objetivo é o lucro. É lógico que você pergunte estupefato: "QUE LUCRO?!" Realmente, onde poderia haver lucro em tanta morte, sofrimento e destruição? Nefastamente simples:

Qualquer guerra só acontece quando um lado quer dominar o outro, tomando posse de tudo que o derrotado tiver. Na historiografia das guerras, já ocorreu uma por um balde, entre as cidades italianas de Modena e Bolonha. Durou 12 anos e Modena "venceu"! Mas as maiores são por causa de território, petróleo, escravos, ouro, etc. Mais "modernamente", os fomentadores da guerra são apátridas, não defendem nenhum povo, ideal ou bandeira. Visam apenas e tão somente o lucro e a dominância mundiais.

Eles "investem" nos dois lados, criam intrigas, mal estar, desunião, desconfianças e ficam de camarote, esperando qual lado sobrevive. Em seguida, propõem AOS DOIS LADOS ajuda na reconstrução de suas vidas.  E ambos os lados, arrasados, se sujeitam aos ditames desses Grandes Corruptores. Baita negócio, não?!?

Mas meu artigo quer se referir às desumanidades de hoje, aludindo às insistentes lembranças dos horrores da 2ª Guerra. Quem se informa só um pouco já percebe que os horrores de hoje são inacreditáveis. Ouso dizer que já superam os da 2ª Guerra. A imensidão de iniquidades aterroriza: milhões de assassinatos, pedofilia, sequestros, tráficos, perversões, magia negra, suicídios, conflitos sangrentos, usura, misérias, desempregos, corrupções de todos os tipos,... Tudo isso e mais EM QUALQUER LUGAR DO MUNDO! Aposto que a maior parte desses desesperos permeia sua vida, a espreitando, à espera de uma oportunidade, um vacilo seu para afetá-la.

Hoje mesmo, ouvi mais uma vez sobre a superlotação de um presídio, onde sua capacidade foi superada em mais de 100%! Logo, grassa por lá todo tipo de desgraças: doenças, abusos, massacres, desnutrição, tráfico, violência para todo desgosto. Por si só, a assistência nos hospitais públicos do SUS já é o desastre que todos conhecemos, sentimos na pele, até! Calculem nesses presídios!

É público e notório o que é dito sobre os campos de concentração da 2ª Guerra, que vários classificam como "Campos de Extermínio". O complexo Auschwitz/Birkenau é o mais conhecido e o mais famoso sobrevivente deste campo é o Nobel da Paz de 1986, Elie Wiesel. Em seu livro "A noite", de 1958, ele relata várias situações nesse campo. A esmagadora maioria delas é absolutamente comum a QUALQUER PRESÍDIO DO MUNDO ATUAL, inclusive que eles tinham de TRABALHAR para o esforço de guerra alemão, produzindo centenas de coisas. Conta que, muitas vezes, chegavam a ficar muitos dias sem ter NADA PRA FAZER. Por isso, dormiam o dia inteiro. E havia ASSISTÊNCIA MÉDICA em Auschwitz para os prisioneiros. O próprio Wiesel, judeu, foi operado em JANEIRO DE 45,  finzinho da guerra, poucos dias antes da invasão do exército russo que fechou o campo.

Ora bolas!! Se até no dito "mais terrível campo de extermínio da História" havia um mínimo de humanismo, por que a humanidade suporta, até aceita tanta sordidez permeando sua vida? A liberdade que nos delegam é hipócrita! Que raio de "liberdade" é essa que nos controla como gado? Que nos confina em um "olho-de-furacão"? Que nos enche de dúvidas, medos, limites? Que nos aliena com brilhos fugazes, promessas fugidias, esperanças surreais? Que os Grandes Corruptores usam para sedar todo raciocínio, abafar toda revolta, podar toda evolução? A que ponto teremos de chegar para o povinho acordar e iniciar sua cura? A guerra para sobreviver dignamente é mais que diuturna. Qualquer hesitação é prato cheio aos parasitas.

O sofrimento tem uma função importantíssima: ensinar perseverança.  Sempre que passamos por um, as sequelas nos fortalecem em todos os sentidos, principalmente o mental. Mas quem vive tentando manter o passado vivo é, na melhor das hipóteses, um triste ser humano.  Infinitamente pior se o usa para lucrar. Passado é aprendizado. Se for bom, tentamos melhorá-lo no presente; se não, evitamos cometer os erros que nos levaram a vivê-lo.

Creio que vai demorar muito para que paremos de ver, ler e ouvir sobre esse assunto (2ª Guerra e, por extensão, nazismo, holocausto, etc). Afinal, a palavra mágica manda: LUCRO!

FAB29

quinta-feira, 10 de maio de 2012

"Democrassia Brazileira"

Amigos e amigas.

Esse eterno assunto (política) precisa constantemente de um chacoalhão (ou de um pé na bunda). O comodismo do povinho é prato cheio para os parasitas que se locupletam com subsídios, negociatas, lobbys, esquemas, superfaturamentos, desvios em geral, etc, e que grassam pelos bastidores políticos. Enquanto o povinho pensar que sua única função política é votar (aproveitando o período para "faturar algum") e depois ficar esperando que os políticos trabalhem pra ele, todo esse nefasto estado de coisas vai se manter e, certamente, piorar.

Eu já declarei que a democracia afundou de vez no meu conceito na 1ª eleição de George W. Bush, em 2000. Na 'maior das democracias' (EUA), a fraude é patente, institucionalizada: quem elege os presidentes norte americanos desde sempre é o colégio eleitoral, não o povo. Nesse ano de 2000, Al Gore recebeu mais de 500 mil votos a mais que Bush. MEIO MILHÃO DE VOTOS!! No entanto, quem assumiu?!

A democracia tornou-se um porto seguro para todo tipo de iníquos: ladrões,  traficantes, estelionatários, sonegadores,... Alem de um paraíso para quem só quer aparecer ou conseguir outros intentos: 'artistas', 'ex-atletas', 'religiosos', etc. Valendo-se de uma 'libertinagem' de expressão e contando com uma justiça cheia de falhas, recursos e incongruências (cortesias dos Grandes Corruptores), esse monte de tipinhos inúteis que infesta nossa política não só escapa da maioria das acusações como consegue se reeleger ou se manter grudado em alguma teta (Ministério, Secretaria,...).

Que Brasil tão democrático é este onde a lei NOS OBRIGA a votar e  a nos alistar nas Forças Armadas? Pra ser sincero, é até "justo": como ainda não conseguiram 'zumbizar' completamente as massas a ponto delas obedecerem sem pestanejar, torna-se imprescindível que elas (sem nenhuma consciência dos fatos) mantenha a súcia nos comandos da nação e a defenda sem questionar.


Raul Seixas cantou em "É fim do mês": "Já consultei e acreditei no velho papo daquele psiquiatra que te ensina como é que você vive alegremente acomodado, conformado de pagar tudo calado, ser bancário, empregado, sem jamais se aborrecer."


Não passa um dia em que não batamos de frente com alguma porcaria, safadeza, ofensa, deboche, escárnio e qualquer coisa deste desnível perpetrado pelos nossos políticos. O que está "em cartaz" é o caso "Cachoeira", mas lembram do Edmar "Castelinho" Moreira, do DEM-MG, com seu castelo de mais de 20 milhões? Ele foi absolvido por "insuficiência de provas" e se tornou diretor vice-presidente da Minas Gerais Participações S.A. (MGI), empresa de economia mista vinculada à Secretaria de Estado da Fazenda em abril de 2011. Quantos de vocês já não ouviram falar ou presenciaram pessoas sendo presas por roubarem margarina, carne, pão ou qualquer gênero alimentício por puro desespero de ver seus filhos com fome? Estes ficam até meses na prisão!


Tente não ficar parado, ser omisso, cúmplice ou aproveitador nas eleições municipais que estão às nossas portas. Lá virão os mesmos seres garantir tudo aquilo que você espera que eles digam. Espero que, se eles soltarem uma cestinha básica, um milheirinho de tijolos, um botijãozinho de gás, umas 'marmitex' ou qualquer tapioca ou mariola, dar uma festinha regada a pastel de vento, coxinha com varizes, "cocrete" e  tubaína Funada para descer, seguida de um comício básico, você não engrosse a massa  subnutrida (física e mentalmente) que vai abrir seu sorriso cheio de sombras e lutar para 'o hómi' chegar lá.


Espero estar o mais errado possível quando acredito que nada vai mudar em curto espaço de tempo. E, às vezes, parece que raciocinar é uma maldição...!


FAB29

quarta-feira, 9 de maio de 2012

A Teoria da Adaptação

Amigos e amigas.
Uma das maiores "santidades" da Ciência é a Teoria da Evolução, de Darwin. A quase incondicional aceitação dela me causa estranheza há muito tempo. Alguns de seus defensores chegam ao fanatismo de dizer que quem não crê nela não passa de um ignorante, alienado, estúpido, insano, etc.


Richard Dawkins - Evolucionista xiita
Após quase dois séculos de estudos, debates, considerações, pesquisas, análises, reconsiderações, defesas, contradições,... Eis que... NADA EVOLUIU! A teoria de Darwin continua chafurdando num atoleiro de dúvidas e impossibilidades que a fazem transitar do divino ao patético. Um dos fundamentalistas defensores atuais de Darwin é Richard Dawkins. Este alardeia que seu livro "O maior espetáculo da Terra" preenche todas as lacunas que impedem a aceitação da Evolução. Pura falácia! Pontos cruciais não são esclarecidos: os "elos perdidos"; as transições entre uma espécie primitiva e sua sucessora; o motivo de tantos animais (baleia, tubarão, celacanto, crocodilo, barata, escorpião, etc) existirem há tantos milhões de anos praticamente sem evolução alguma; apenas o ser humano ser racional;...

E o próprio Darwin admitiu: “Estou consciente de que me encontro num atoleiro sem a menor esperança de saída. Não posso crer que o mundo, tal como o vemos, seja resultado do acaso; e, no entanto, não posso considerar cada coisa separada como desígnio divino.

Engels, numa carta a Marx (outro fã incondicional de Darwin), escreveu: O Darwin que estou lendo agora é magnífico. A religião não estava destruída em algumas partes, e agora isso acaba de acontecer”

Curiosidades pouco ou nada divulgadas: Darwin abandonou sua faculdade de Teologia para se 'dedicar' ao sibaritismo. Segundo dois de seus biógrafos, Adrian Desmond e James Moore: “Obcecado consigo mesmo e cheio de autopiedade, Darwin estava nas últimas. (…) Ele ria e afastava suas mágoas com uma turba de companheiros de bebida. (…) Herbert e Whitley estavam ‘dando algumas festas muito alegres’, com até sessenta homens em cada bebedeira. Eles fumavam, contavam piadas, jogavam e desfrutavam de lubricidade abundante. Nas manhãs que se seguiam, Darwin punha-se sóbrio de novo, lendo ‘Declínio e Queda do Império Romano’, de Gibbon, o tônico perfeito para um ordenado excessivamente indulgente consigo mesmo. Isso tornou-se um hábito regular. (…) Eram duas da manhã e tudo estava negro como piche antes que ele rastejasse de volta para a faculdade, violando o toque de recolher. O banimento, sabia, estava agora por um triz."

"Não é o mais forte da espécie que sobrevive,
nem o mais inteligente, mas aquele
mais sensível às mudanças".
Mas para isso, é necessário
força e inteligência.
Além de quê, ele era presidente do “Clube dos Glutões”. Semanalmente, Darwin e seus amigos se reuniam para comer “carnes bizarras”, “uma ave ou animal raro que um deles houvesse caçado e que fosse desconhecido ao paladar humano”.

Darwin era um mundo de dissabores. Padecia de um mal-estar constante: tinha insônia, dores de cabeça, taquicardia, zumbidos nos ouvidos, espasmos, falta de coordenação motora, vômitos freqüentes, calafrios, tremores e convulsões musculares; além disso, sentia fraqueza, vertigens e tonturas, e era acometido de ataques violentos de náusea, forte ansiedade e crises de choro histérico. Apresentava ainda manchas negras ao redor dos olhos e sofria crises de depressão profunda. Tais sintomas colocavam Darwin de cama às vezes por meses a fio e ele se desesperava por perder em função deles, segundo ele próprio dizia, quatro quintos de seu tempo. Aquele que foi unanimemente proclamado um dos mais notáveis pensadores de todos os tempos não conseguia trabalhar mais que duas ou três horas por dia e estava completamente debilitado no final de sua vida. Vivia isolado em sua casa; tinha fobia social.

Adapte-se ou adeus!
Eu penso que a Teoria da Evolução deveria ser chamada de "Teoria da Adaptação". Darwin não descobriu nada além da capacidade de adaptação das espécies às condições em que vivem. Beija-flores com um bico curvo para poderem se alimentar do néctar de flores com o bojo curvado; mariposas brancas que se tornaram escuras por causa da poluição industrial que enegrecia a neve em que se camuflavam; diversos animais cujos olhos perderam a função ao passarem a morar em cavernas, desenvolvendo de sobremaneira outro sentido (tato, audição ou olfato); e por aí vai.

É totalmente impossível que, de uma "sopa química primordial" lá no início da Terra (onde teria 'brotado' a primeira célula orgânica) surgisse ao acaso e em tão pouco tempo (pro universo, alguns bilhões de anos são poucos dias), uma variedade incontável de seres incrivelmente complexos como os que temos hoje em dia, munidos de células super especializadas para visão, audição, movimento, tato,...! Só a "Explosão Cambriana" (em que, num curto espaço de tempo na escala geológica, estimado em 5 milhões de anos, surgiram praticamente todos os filos animais conhecidos, inclusive os precursores dos vertebrados, além de outros que a ciência não consegue classificar, todos estes organismos marinhos) é um tiro no peito da teoria de Darwin. Some-se às milhões de incongruências, inconclusividades e desconhecimentos para nos vermos num labirinto de Creta com vários Minotauros babando e assombrando o túmulo do "Pai da Evolução".

Neste link, mais uma cutucada na Evolução. Até penso que Darwin, assim como Copérnico, tiveram belos insights, mas cada vez mais a realidade dos fatos mostra que eles falharam na base.
FAB29

terça-feira, 8 de maio de 2012

Mestre Ezra

Amigos e amigas.
Pouquíssimo se conhece sobre Ezra Pound, possivelmente o maior poeta norte americano do século XX.

O principal motivo é sua aversão incondicional à usura, o cerne da corrupção da humanidade. Com isto, o status quo, que gira em torno dela, não permite fácil acesso à sua obra e biografia. Por seu posicionamento inabalável, foi injustamente condenado à prisão por mais de década, torturado e proibido de muitas coisas, sendo constantemente vigiado pelo establishment.

Tão grande era sua capacidade e sua inteligência que vários escritores, que  foram revelados e até patrocinados por Pound e que receberam o Nobel de Literatura, dedicaram o prêmio a ele ou disseram que era ele que deveria recebê-lo. Entre eles, T. S. Eliot e Ernest Hemingway.

Abaixo, um pequeno exemplo de sua verve. O poema "Com usura" mistura leveza, universalidade e contundência. Pode-se ver que o 'Poder das Sombras' tinha motivos para temê-lo.
Boa leitura.
FAB29

Com Usura  (Ezra Pound)

Com usura, nenhum homem tem casa de boa pedra
blocos lisos e certos
que o desenho possa cobrir;
com usura,
nenhum homem tem um paraíso
pintado na parede de sua igreja
harpes et luthes
ou onde a virgem receba a mensagem
e um halo se irradie do entalhe;
com usura,
ninguém vê Gonzaga, seus herdeiros e concubinas
nenhum quadro é feito para durar e viver conosco,
mas para vender, vender depressa;
com usura, pecado contra a natureza,
teu pão é mais e mais feito de panos podres
teu pão é um papel seco,
sem trigo do monte, sem farinha pura.
Com usura, o traço se torna espesso;
com usura, não há clara demarcação
e ninguém acha lugar para sua casa.
Quem lavra a pedra é afastado da pedra.
O tecelão é afastado do tear.
COM USURA,
a lã não chega ao mercado,
a ovelha não dá lucro com a usura.
A usura é uma praga!
A usura
embota a agulha nos dedos da donzela,
tolhe a perícia da fiandeira.
Pietro Lombardo não veio da usura.
Duccio não veio da usura,
nem Pier della Francesca, nem Zuan Bellini veio;
nem usura pintou La Callunia.
Angelico não veio da usura; Ambrogio Praedis não veio,
Nenhuma igreja de pedra lavrada, com a inscrição:
Adamo me fecit.
Nenhuma St. Trophime
Nenhuma Saint Hilaire.
A usura enferruja o cinzel,
Enferruja a arte e o artesão,
Rói o fio no tear.
Mulher alguma aprende a urdir o ouro em sua trama;
A usura é um câncer no azul; o carmesim não é bordado,
A esmeralda não encontra um Memling.
A usura mata a criança no ventre,
Detém o galanteio do moço.
Ela trouxe paralisia ao leito, jaz
entre noivo e noiva
CONTRA NATURAM
Putas para Elêusis,
cadáveres no banquete
a comando da usura.

segunda-feira, 7 de maio de 2012

É coisa demais!...

Amigos e amigas.
Como cantou Belchior: "Mas ando mesmo descontente. Desesperadamente, eu grito em português."
É tanto descaminho, falsidade, sordidez, tergiversação, etc, que são patrocinados pelo Poder Oculto para manter o povinho na obscuridade, na alienação, na desesperança, que quase me desanima.

O farsante e o criador
Vejam exemplos:
- Na história, milhares de injustiças, sem-vergonhices e esbulhos. Trabalhadores, cientistas, artistas, políticos, inventores e tantos profissionais de alta estirpe e dignidade que são solapados pela sanha obscena daqueles que querem escrever a História segundo seus ditames e interesses. O rádio foi inventado por Nicola Tesla, não por Marconi; o telefone, por Antonio Meucci, não por Graham Bell; a Teoria da Relatividade, foi desenvolvida por Poincarè, não por Einstein. E por aí vai...!

- Na Política, a necrose é muito mais profunda. Grandes estadistas são, no mínimo, falseados em sua biografia para esconder suas idéias e ideais contra a grande corrupção da humanidade. Mas como são pessoas de moral  elevada, 'precisam' ser executadas. Os casos mais notórios são Lincoln e Kennedy. Por outro lado, corruptos, fantoches, vendidos, incompetentes, até assassinos, são alçados a grandes beneméritos, tendo seus pequenos feitos transformados em obras magníficas; obras de outros são delegadas a eles para 'enriquecer'  sua história; e, principalmente, sua podridão é reduzida ao mínimo possível ou oculta a todo custo.

- Nas Ciências, temos fraudes como a ida do homem à lua, Marx e Darwin, e falhas, como a Teoria Heliocêntrica de Copérnico e a que afirma que as Grandes Pirâmides de Gizé foram construídas pelo povo egípcio. De Marx, Darwin e das Pirâmides, pretendo falar com um pouco mais de profundidade mais à frente. Sobre Copérnico e o homem na lua, eu já opinei aqui mesmo no Palavra Livre. Veja neste link e neste outro e veja porquê acredito que a Terra NÃO GIRA em torno do sol e o homem NUNCA PISOU na lua.

"Combustível de avião?
Esta é ótima!"
- Nas atualidades, saltam aos olhos uma infinidade de pilantragens: o 11 de setembro, executado pelo "Poder Sombrio" (não me refiro à Al Qaeda, nem a Bin Laden) para legitimar todo tipo de assalto, invasão e crimes que o "Império das Sombras" precisa perpetrar para fazer valer sua vontade (vide todas essas invasões à guisa de 'combate ao terrorismo': Afeganistão, Iraque, Líbia,...); o "aquecimento global", onde dizem que até PUM DE VACA é culpado. Esmiuçarei mais tarde; a nefasta "gripe suína", que não serviu para nada além de enriquecer as supercorporações farmacêuticas, principalmente a do sr. Donald Rumsfeld, proprietário do inútil "Tamiflu"; a 'imorrível' 2ª Guerra Mundial com o dito assassinato de 6 milhões de judeus nas mais variadas e terríveis formas. Vivo falando deste assunto aqui no blog.

Enfim, é coisa demais! Só esses tópicos já dão margem para desalentar qualquer um. Os defensores de tanta nulidade, que protegem seus donos corruptores a todo custo, são tantos e tão bem remunerados que nutro poucas esperanças de que este estado de coisas se altere sensivelmente. Não quero dizer que já perdi as esperanças. A despeito desses aspones, vou opinar, cutucar, protestar, execrar, denunciar e tudo o que for necessário e possível para manter a minha sanidade e a de quem amo, respeito e quero bem.

Guerra é uma excrescência! Mas esta, vale a pena!
FAB29

sexta-feira, 4 de maio de 2012

O mundo Calvínico 11

Amigos e amigas.
Neste 'retorno' do Calvin, pequenas trivialidades infantis.
FAB29





quinta-feira, 3 de maio de 2012

Qual é o valor?

Qual é o valor da honestidade? Esta, que deveria permear cada atitude humana em prol do progresso e do bem estar, desaparece quando entra em cena a ganância, a sanha por dominância e poder. Ouso afirmar que ninguém fica rico honestamente, mesmo sem nunca ter cometido uma falcatrua. Isto porque a corrupção está entronizada nas política e economia mundiais que regem nossas vidas. Seja por ignorância, omissão ou impotência, todos nós somos conspurcados em algum nível pela imoralidade desses seres malsãos. Quanto maior o progresso financeiro, tanto maior é  o  contato com o dinheiro sujo da corrupção generalizada: drogas, estelionatos, pornografia,...

Qual é o valor da justiça? Esta, que deveria zelar pela lisura dos atos humanos, distribuindo culpas e inocências bem ao estilo "A César o que é de César", muitas vezes se vê superlotada, distorcida, vilipendiada e até intimidada pelo poder do capital e desses Grandes Corruptores. Nesse "Quem pode mais, chora menos", os menos abastados superlotam as penitenciárias (vários, injustamente), enquanto a maior das raridades é ver um dos "grandes" pagando por seus crimes. O corporativismo grassa sem o menor constrangimento nas altas rodas.

Qual é o valor da paz? Esta, que é sinônimo de harmonia e equilíbrio,  não serve para os usurários. Ela não gera os lucros que eles almejam, ou seja, estratosféricos. Assim como um lago estagnado ou um céu todo azul, a paz não necessita de loucuras e atitudes extremas e urgentes. Os "defensores da guerra" (lembram do Obama a defendendo ao receber o Prêmio Nobel da Paz?) dizem que "a paz cria mofo na humanidade, atrasando em muito a sua evolução. A guerra sacode a poeira, tira o povinho do marasmo e injeta sangue novo à vida". Talvez para substituir o que verteu dos milhões de mortos...


Perceberam que os três tópicos são inseparáveis? Se você é honesto, jamais cometerá injustiças. Assim, sempre viverá em paz com seus semelhantes. Eu os chamo de "Tripé de Humanidade" porque a prática deles cria uma confiança, respeito e bem querer tão poderosos que tudo o que houver de bom brotará dali.


Eu sempre serei um defensor intransigente desses três pilares. Tudo que eu acreditar ser uma nódoa sequer que manche seus brilhos e transparência, eu contestarei, independente de qualquer vendido ou coisa pior que venha me condenar. Como disse o maior poeta norte americado do século 20, Ezra Pound: "Aquele que não está disposto a morrer por sua opinião, ou sua opinião, ou ele próprio não vale nada!"

FAB29