Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


sexta-feira, 18 de maio de 2012

Cara-de-Pau ou o quê?!?

Amigos e amigas.
A notícia abaixo saiu na Folha Online de 17/07/2009. Há muito tempo eu queria tê-la, visto que a considero uma das maiores patacoadas da História da humanidade.
Ei-la! Alguém se lembra? 

"Nasa apagou fitas originais da ida à Lua"

"As fitas originais com as imagens da Apollo-11, primeira missão tripulada à Lua, perderam-se para sempre, afirmou a Nasa na quinta-feira (16).
Em entrevista coletiva marcada para divulgar uma versão restaurada de imagens feitas a partir de uma transmissão televisiva, em 20 de julho de 1969, a agência espacial reconheceu que as fitas que registraram diretamente a alunissagem foram apagadas sem querer para que fossem reutilizadas. 
Ontem, no aniversário de 40 anos da partida de Michael Collins, Edwin "Buzz" Aldrin e Neil Armstrong para a Lua, a Nasa apresentou apenas alguns trechos da restauração. O trabalho completo será divulgado somente em setembro.
Mesmo com melhorias, as imagens de segunda mão ainda têm manchas e com chuviscos. O trabalho está sendo feito em parceria com uma empresa de restauração de Hollywood. Uma pequena amostra dos vídeos pode ser vista no site da Nasa (www.nasa.gov).
Esta foi a primeira vez que a agência espacial americana admitiu que não tem mais como recuperar as fitas originais. Em 2006, a Nasa reconhecera que havia perdido o material, mas afirmava ainda ter esperança de recuperá-lo.
Foi só agora, em 2009, que Richard Nafzger, engenheiro da Nasa, descobriu onde elas foram parar: estavam em um estoque de 200 mil fitas que foram apagadas e reutilizadas nos anos 1970 e 1980 para economizar dinheiro. 
Essas fitas foram utilizadas para gravar missões posteriores ou até para registrar dados eletrônicos de satélites (telemetria). Ou seja, as imagens que impressionaram o mundo inteiro podem ter sido substituídas por código binário.
Segundo Nafzger, havia pouco interesse sobre as fitas na época porque o objetivo maior do governo dos EUA para efeito de propaganda era a transmissão ao vivo. 
As cópias dos vídeos sobre as quais a nova restauração foi feita foram tiradas dos arquivos da rede de TV CBS e do acervo da própria Nasa: alguém havia apontado uma filmadora para as telas que exibiam as transmissões originais e guardado algumas das fitas.(...)
Nafzger diz que ainda podem existir outras cópias perdidas das transmissões originais de 1969 e que ele pretende continuar procurando."

Do que destaquei (sublinhado), digo:

1- Que nível de incompetência a senhora "Dona NASA" possui para perder os registros de sua maior realização? Ainda mais às portas de mostrar ao mundo uma versão restaurada e com muitos trechos inéditos que não foram transmitidos ao vivo?
2- Dizer, "constrangida", que errou inocentemente ao apagar as fitas é uma cuspida na nossa face (pra não dizer nada obsceno)! Será que, nos filmes melhorados tecnicamente, as incongruências e pilantragens de que muito se fala dessa pretensa "viagem à lua" se tornariam tão patentes que seria impossível negá-las? Daí, eles preferiram "tirar o deles da reta"?
3- Eles vão tentar enfiar-nos goela abaixo uma "versão pirata remasterizada", bem ao estilo de muitos vídeos "piratations". Daí, será muito fácil dizer que as "aparentes situações inexplicáveis" que aparecessem seriam por culpa da péssima condição do novo "orijinau"!
4- Mas o ápice do escárnio é dizer que precisavam "ECONOMIZAR"!! Quanto custariam 200 mil fitas novas num período de duas décadas para uma agência cujo orçamento está na casa dos bilhões anuais?!? Quantos lanches e cafezinhos foram pagos aos funcionários com essa "sensacional economia"?!

Volto a bater na tecla: VIAGEM À LUA??! O ESCAMBAU!! Simplesmente por ser 99% improvável de ser executada HOJE EM DIA!! 
 
Os três extremos da lua combinados (falta de pressão atmosférica, supertemperaturas positivas ou negativas e absurda radiação solar) impedem que qualquer ser humano se exponha a eles. Mesmo por quê ainda não inventaram uma roupa que os suporte!

E, só pra cutucar, tente racionalizar assim: a lua está  girando ao redor da Terra a uma distância média de 384.000 km e a Terra gira como um pião. Logo, é impossível a viagem ser em linha reta. Além de uma precisão universal para não errar o alvo, a NASA afirma que ela foi executada em 4 dias na ida e outros 4 na volta. Então, foram 96 horas por vez. Dividindo a distância Terra/Lua por 96, obtemos uma MÉDIA de 4.000 km/h!! 

E, para coroar, a cereja do bolo: a "madame" NASA fez tudo isso SEIS VEZES, entre julho de 1969 e dezembro de 1972!!

Vejam só!! Para quem se mostrou abaixo do patético a ponto de perder documentos importantíssimos de maneira tão grotesca, acertar seis vezes (HÁ 40 ANOS!) algo que é quase inimaginável com a tecnologia moderna não pode ser verdade!

Pelo menos, este cético (pra dizer o mínimo) não conseguirá nunca aceitar.
FAB29

2 comentários:

  1. Acredito que os americanos foram à lua sim. Há provas irrefutáveis disso documentadas em todo mundo. A razão para a desconfiança é que o resto do mundo anda ainda de carroça. Mesmo assim, não tem nada de tão misterioso em ir à lua. Afinal, aquela joça em que os astronautas foram era um balde pressurizado, cheio de papel alumínio por todos os lados. Uma porcaria. Porém atendeu às exigências e cumpriu seu papel. Mas só conseguiram isso, graças à inteligência alemã. Os americanos são bons mesmo é em copiar e patentear inventos dos outros. Neste caso, Ave Von Braun!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é que, para cada "prova irrefutável" da viagem à lua, há duas evidências constrangedoras (para a NASA) ou improváveis.
      Uma das tantas dúvidas e questões é que há a filmagem de Neil Armstrong pisando "pela primeira vez" na lua enquanto diz a notória frase: "Apenas um pequeno passo...". Detalhe: FILMADA DE FORA DO MÓDULO ESPACIAL! Pergunta? QUEM FILMOU?!
      Em várias filmagens, a bandeirinha americana mais do que tremula; ela RODOPIA no mastro! Que ventania era aquela?!
      E por aí vai.
      Existe um blog onde um engenheiro procura esclarecer pergunta por pergunta. Até a Superinteressante se arvorou em "responder" a essas dúvidas, como se vê aqui:
      http://super.abril.com.br/tecnologia/viagem-homem-lua-foi-farsa-464642.shtml

      Cada qual creia no que quiser.
      Eu reitero minha opinião: é virtualmente impossível o ser humano ir à lua HOJE EM DIA! Naquela época, era TOTALMENTE impossível!

      Excluir