Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


quinta-feira, 10 de maio de 2012

"Democrassia Brazileira"

Amigos e amigas.

Esse eterno assunto (política) precisa constantemente de um chacoalhão (ou de um pé na bunda). O comodismo do povinho é prato cheio para os parasitas que se locupletam com subsídios, negociatas, lobbys, esquemas, superfaturamentos, desvios em geral, etc, e que grassam pelos bastidores políticos. Enquanto o povinho pensar que sua única função política é votar (aproveitando o período para "faturar algum") e depois ficar esperando que os políticos trabalhem pra ele, todo esse nefasto estado de coisas vai se manter e, certamente, piorar.

Eu já declarei que a democracia afundou de vez no meu conceito na 1ª eleição de George W. Bush, em 2000. Na 'maior das democracias' (EUA), a fraude é patente, institucionalizada: quem elege os presidentes norte americanos desde sempre é o colégio eleitoral, não o povo. Nesse ano de 2000, Al Gore recebeu mais de 500 mil votos a mais que Bush. MEIO MILHÃO DE VOTOS!! No entanto, quem assumiu?!

A democracia tornou-se um porto seguro para todo tipo de iníquos: ladrões,  traficantes, estelionatários, sonegadores,... Alem de um paraíso para quem só quer aparecer ou conseguir outros intentos: 'artistas', 'ex-atletas', 'religiosos', etc. Valendo-se de uma 'libertinagem' de expressão e contando com uma justiça cheia de falhas, recursos e incongruências (cortesias dos Grandes Corruptores), esse monte de tipinhos inúteis que infesta nossa política não só escapa da maioria das acusações como consegue se reeleger ou se manter grudado em alguma teta (Ministério, Secretaria,...).

Que Brasil tão democrático é este onde a lei NOS OBRIGA a votar e  a nos alistar nas Forças Armadas? Pra ser sincero, é até "justo": como ainda não conseguiram 'zumbizar' completamente as massas a ponto delas obedecerem sem pestanejar, torna-se imprescindível que elas (sem nenhuma consciência dos fatos) mantenha a súcia nos comandos da nação e a defenda sem questionar.


Raul Seixas cantou em "É fim do mês": "Já consultei e acreditei no velho papo daquele psiquiatra que te ensina como é que você vive alegremente acomodado, conformado de pagar tudo calado, ser bancário, empregado, sem jamais se aborrecer."


Não passa um dia em que não batamos de frente com alguma porcaria, safadeza, ofensa, deboche, escárnio e qualquer coisa deste desnível perpetrado pelos nossos políticos. O que está "em cartaz" é o caso "Cachoeira", mas lembram do Edmar "Castelinho" Moreira, do DEM-MG, com seu castelo de mais de 20 milhões? Ele foi absolvido por "insuficiência de provas" e se tornou diretor vice-presidente da Minas Gerais Participações S.A. (MGI), empresa de economia mista vinculada à Secretaria de Estado da Fazenda em abril de 2011. Quantos de vocês já não ouviram falar ou presenciaram pessoas sendo presas por roubarem margarina, carne, pão ou qualquer gênero alimentício por puro desespero de ver seus filhos com fome? Estes ficam até meses na prisão!


Tente não ficar parado, ser omisso, cúmplice ou aproveitador nas eleições municipais que estão às nossas portas. Lá virão os mesmos seres garantir tudo aquilo que você espera que eles digam. Espero que, se eles soltarem uma cestinha básica, um milheirinho de tijolos, um botijãozinho de gás, umas 'marmitex' ou qualquer tapioca ou mariola, dar uma festinha regada a pastel de vento, coxinha com varizes, "cocrete" e  tubaína Funada para descer, seguida de um comício básico, você não engrosse a massa  subnutrida (física e mentalmente) que vai abrir seu sorriso cheio de sombras e lutar para 'o hómi' chegar lá.


Espero estar o mais errado possível quando acredito que nada vai mudar em curto espaço de tempo. E, às vezes, parece que raciocinar é uma maldição...!


FAB29

2 comentários:

  1. O notório a cegueira do povo. Esperam que os políticos façam o que nem eles, o povo eleitor, fazem !
    Santa paciência e ingenuidade.
    Um povo que precisa de encarregado ou chefe de setor nas empresas pra ver se o funcionário trabalha acha q o políticos farão proezas altruísticas depois de eleitos, é duma incoerência e sem-noção só no Brasil mesmo.

    "O eleitor não é leitor", frase dita por um jornalista num programa que debatia a cobertura ( sugestino não ?) da mídia numa eleição no Brasil. Guardei esta frase comigo pela realidade incontestável dela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é a democracia imposta ao mundo: baseada na completa alienação e ignorância das massas de manobra.
      Alguns países de primeiro mundo em menor escala, mas sem exceções.
      Abraço.

      Excluir