Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


segunda-feira, 18 de junho de 2012

Mais uma revolta!

Amigos e amigas.
Descaso e manipulação são a essência deste meu post. Sei que pode estar sendo cansativo, mas segurar a revolta faz mal pra gente. Mais uma (em duas partes) da politicalha brasileira.

Começa pelos congressistas, que tencionam 'reajustar' a sua verba de gabinete de R$ 60 mil para R$ 75 mil. A explicação é que, com essa verba, eles contratam seus servidores de confiança (sem concurso público e cuja grande parte nunca está no congresso!) para poderem trabalhar com maior tranquilidade. E já que "seus salários não têm reajuste há quase cinco anos", segundo o deputado Marco Maia (PT-RS), presidente da câmara federal, torna-se necessário esse reajuste. (Mau) Exemplo: assessor de gabinete recebe R$ 8.040,00 (sem as gratificações, seria R$ 4.020,00. Quer dizer: ele recebe DOIS SALÁRIOS!). Subsídio de deputado federal e senador: R$ 26.700,00. Aqueles que não moram num apartamento funcional recebem 'auxílio-moradia' de R$ 3 mil! Afora outros 'auxílios' (gasolina, jornais e revistas, etc).

Para completar, há uma realmente bela campanha de solidariedade da Action Aid de apadrinhar uma criança com R$ 42,00 por mês. Se quiser, veja detalhes neste link:

Sua dúvida, quero crer: O QUE UMA COISA TEM A VER COM A OUTRA? É assim: novamente, a população é chamada para "fazer a sua parte", "não ser insensível", "abandonar seu comodismo", etc. Corretíssimo até a página seis (de dez). Nas últimas quatro, reverbera a questão: E ESSES GOVERNOS?! Cheios de cabides de emprego, maracutaias, desvios de verbas, vazamentos,...? A sanha tributária pantagruélica desses governos pode ser vista neste link:

Pra quê esses políticos existem? Com essa arrecadação de impostos, é mais do que simples resolver o problema da miséria encruada neste país! A Action Aid afirma que aqueles R$ 42,00 mensais FAZEM A DIFERENÇA! Então, vejam este cálculo simples:

Vamos arredondar pra R$ 50,00 mensais. Os R$ 15 mil a mais que os 'nobres' congressistas pleiteiam para sua verba de gabinete poderiam ajudar 300 crianças mensalmente. Como são 81 senadores e 513 deputados federais, se apenas esse reajuste fosse revertido para auxiliar as crianças carentes, 178.200 crianças já teriam uma vida menos sofrida. Pergunto: quem é prioridade? Pra mim, SEMPRE as crianças!

Agora, imaginem se a METADE dos atuais 'auxílios' que eles recebem além do salário fosse revertida para essa campanha? Somando subsídio e auxílios, um senador recebe R$ 120 mil por mês e um deputado federal, R$ 100 mil. (Só pra lembrar: a Organização Transparência Brasil calculou que CADA senador custa R$ 11.545,00 por minuto ou R$ 33 milhões por ano!!). E nesses últimos 30 anos, quanto a miserabilidade deste país se acentuou? Problemas sérios de falta de empregos, moradia, saúde, educação, a violência e as drogas grassando, o abandono e desamparo infantil, etc. Tudo que estamos cansados de saber e, pior, sentir na pele!

É asqueroso ver que tantos 'meio-inúteis' recebem tanto enquanto milhões de inocentes e potenciais trabalhadores úteis padecem sob um enorme risco de não chegarem a ter uma boa chance de se realizar ou de se tornarem nocivos pelo desespero de sobreviver (ou desvirtuados pelos iníquos do mundo). A campanha da Action Aid é uma maravilha que todos os belos inúteis aproveitam para, sordidamente, usar como desvio de atenção das suas 'ixpertezas'. Enquanto o povão, manipulado como sempre pela 'caixa de Pandora' chamada televisão, se enternece com essa calamidade pública que a Action Aid se propõe a ajudar a minimizar e se mobiliza nesse sentido, os 'belos e formosos' congressistas prosseguem em sua nulidade com relação às necessidades daqueles que os mantêm lá, legislando e trabalhando quase exclusivamente em causa própria.

É fato notório e antigo que os grandes corruptores financiam as iniquidades do mundo (principalmente guerras) para exasperar a humanidade e deixá-la constantemente perdida. Essas campanhas, por mais justas e necessárias, são um prato-cheio para eles serem temporariamente deixados de lado. Por isso, reitero: se puder, auxilie a Action Aid nessa linda campanha, mas mantenha sua revolta contra esses 'ixpertalhões' ligada e pronta para detoná-los.


Afinal, as eleições estão às portas, não é?!...


FAB29


Atualização (Fonte: Estadão, 27 Junho de 2012): BRASÍLIA - A três meses das eleições municipais, o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), concedeu aumento de 30% na verba de gabinete destinada ao pagamento dos salários dos funcionários contratados pelos deputados sem concurso público. A verba será reajustada dos atuais R$ 60 mil para R$ 78 mil por mês a partir de 1º de julho. A Câmara ainda calcula qual será o impacto na folha de pagamento da Casa. Além dos R$ 18 mil a mais na verba de gabinete dos 513 deputados, o reajuste tem impacto nos gastos com férias e encargos trabalhistas. A presidente Dilma Rousseff, no entanto, liberou créditos de R$ 150 milhões para bancar o reajuste até o final do ano.

Um comentário: