Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


terça-feira, 10 de julho de 2012

Criptojudeus

Marlon Brando reclamou no show Larry King Live no dia 5 de abril de 1996 que "Hollywood é dirigida por judeus - é dos judeus!". Ele adicionou que os judeus haviam caluniado todos os outros grupos raciais, "mas são sempre tão cuidadosos em que nunca haja qualquer imagem negativa do judeu".
Por isso, Marlon Brando foi rotulado "anti-semita" e forçado a pedir desculpas aos judeus que controlam o Centro Simon Wiesenthal do Holocausto em Los Angeles.

A revista norte-americana Moment Magazine tem como subtítulo "A Revista Judaica para os Anos 90". Sua edição de agosto de 1996 carrega a aterradora manchete "Judeus Dirigem Hollywood - E Daí?" O autor é o judeu Michael Medved que afirma:"Não faz senso algum tentar negar a realidade do poder judaico e proeminência na cultura popular. Qualquer lista dos mais influentes executivos de produção em qualquer um dos maiores estúdios de cinema irá produzir uma grande maioria de reconhecíveis nomes judaicos."

O artigo então descreve como o judeu Michael Eisner, o chefe dos estúdios Walt Disney, somente emprega "bem pagos magnatas judeus" como produtores como Jeffrey Katzenberg, Michael Ovitz, Joe Roth (ex-chefe da 20th Century Fox). Medved enfatiza neste ponto que, "a famosa organização Disney, que foi fundada por Walt Disney, um gentio do Meio-Oeste que alegadamente mantinha atitudes anti-semíticas, agora tem pessoal judaico em virtualmente todas as suas posições poderosas".

Medved continua: "Homens e mulheres de background judaico dispõem de uma vastamente desproporcional - se não dominam - influência em Hollywood". Ele adiciona que mesmo estúdios que foram comprados pela japonesa Sony e pelo judeu australiano Rupert Murdoch ainda tinham que contratar "um tíme yiddish de líderes industriais de longo tempo em suas posições mais poderosas. Quando Mitsushita tomou conta da MCA-Universal, eles não fizeram nada para ameaçar a inquestionada autoridade do legendário trio de administração - e totalmente judaico - de Lew Wassermann, Sid Scheinberg e Tom Pollack".

Medved escreve ainda que a maioria dos magnatas dos filmes eram graduados de cólegios da Ivy League, "onde judeus são vastamente super-representados - bem como eles são em Hollywood". Ele diz que nepotismo representa um papel exemplificado com a Samuel Goldwyn Pictures ser dirigida por filho do fundador Samuel Goldwyn e a terceira geração, Tony Goldwyn, está esperando para tomar conta. Ele adiciona: "Esta tendência dinástica no entretenimento americano é certamente um fator da continuada proeminência do papel judaico."
Medved diz que pesquisas demonstram que os norte-americanos acreditam que os judeus perfazem 10% da população quando são somente 2,4%.

A principal reclamação de Marlon Brando era de que os judeus são sempre retratados como carinhosos, amorosos, humorosos, e fazedores do bem. Medved escreve que "escritores judeus e diretores empregam inquestionavelmente descrições aduladoras dos judeus para as audiências reagirem com simpatia e afeição".

Os personagens judaicos se tornaram lugar-comum na televisão dos EUA, como exemplificado por shows como "The Nany", apresentando a judia do Brooklyn Fran Drescher, "Northern Exposure" apresentado o Dr. Joel Fleishman, "Seinfeld" está repleto de temas judaicos, diz Medved. "Quiz Show" tem o judeu Rob Morrow como o advogado, "Mad About You" tem Paul Reiser como produtor do filme, "Friends" retrata David Schwimmer como o doutor. Outros programas de TV apresentando óbvios judeus em situações aduladoras incluem "Love and War", "Thirtysomething", "LA Law", "Home Front", , "Supernatural", "The Good Wife", "House" e "Brooklyn Bridge".

Medved escreve que ressentimento contra Hollywood tem crescido: "Pesquisa após pesquisa, feitas nos últimos 10 anos, demonstram que o público acredita que esta indústria está mais firmemente associada com judeus do que qualquer outro negócio no mundo. É quase universalmente vista como a força destrutiva com a qual a nossa sociedade deveria ser preocupar".

Medved diz que filmes anti-cristãos como "The Last Temptation of Christ" (A Última Tentação de Cristo), de Lew Wasserman, "dá apoio tático ao que a maioria dos americanos considera a influência danificadora da indústria do entretenimento".
Medved acaba com esta afirmação, que deveria ser um aviso a todos os não-judeus:

"O peso combinado de tantos judeus em um dos negócios mais lucrativos e numa das indústrias mais importantes da América dá aos judeus de Hollywood uma grande parcela de poder político. Eles são uma grande fonte de dinheiro para os candidatos democratas. O patriarca informal dessa indústria, o presidente do conselho da MCA Lew Wasserman tem um tremendo poder de dar bofetadas na política estadual e nacional. Assim também Barbara Streisand, Norman Lear e outros."



Segue abaixo uma comprovação da predominância judaica em Hollywood: uma lista de judeus que alteraram seus nomes (por isto, chamados de 'criptojudeus').

SHOW BUSINESS 
Natalie Portman (atriz).......Natalie Hershlag

Joey Adams (comediante)...Joseph Abramowitz

Eddie Albert (ator)..............Eddie Heimberger
Woody Allen (diretor).........Allen Konigsberg

Fred Astaire (ator).............Frederick Austerlitz

Lauren Bacall (atriz)..........Joan Perske

Jack Benny (comediante)....Benjamin Kubelsky
Milton Berle (comediante)...Milton Berlinger
Ernest Borgnine (ator)........Effron Borgnine
George Burns (ator)..........Nathan Birnbaum
Joan Blondell (atriz)...........Rosebud Blustein
Mel Brooks (diretor)..........Melvin Kaminsky
Joey Bishop (ator)............Joey Abraham Gottlieb
Charles Bronson (ator)..... Charles Buchinsky
Cyd Charisse (atriz)..........Tula Finklea
Tony Curtis (ator)............Bernie Schwartz (filha: Jamie Lee Curtis - atriz)
Joan Crawford (atriz)........Lucille Le Sueur
Dyan Cannon (atriz)......... Samile Friesen
Kirk Douglas (ator)...........Issur Danielovitch (ou  Isadore Demsky) (filho: Michael Douglas - ator)
Bob Dylan (cantor)............Robert Allen Zimmerman
Rodney Dangerfield (comediante)....Jacob Cohen
Douglas Fairbanks, Jr. (ator)..... Douglas Ullman
Joel Grey (ator)...............Joel Katz (filha: Jennifer Grey - atriz)
Elliott Gould (ator)............Elliott Goldstein
Zsa Zsa Gabor (atriz)........Sara Gabor
John Garfield (ator)..........Jacob Garfinkle
Judy Garland (atriz)..........Frances Gumm
Paulette Goddard (atriz)....Paulette Levy
Eydie Gorme (cantora)......Edith Gormezano
Cary Grant (ator).............Larry Archibald Leach
Lorne Greene (ator).........Lyon Himan "Chaim" Green
Judy Holliday (atriz).........Judith Tuvin
Leslie Howard (ator)...........Leslie Stainer
Buddy Hackett (comediante)...Leonard Hacker
Jill St. John (atriz)................Jill Arlyn Oppenheim
Danny Kaye (ator)..............David Kominsky
Alan King (comediante).......Irwin Allan Kniberg

Stan Lee (escritor/produtor)....Stanley Martin Lieber

Larry King (apresentador)...Lawrence Harvey Zeiger 
Tina Louise (atriz).............Tina Josivovna Chernova Blacker
Dorothy Lamour (atriz)......Mary Leta Dorothy Slaton Kaumeyer
Michael Landon (ator)........Eugene Maurice Orowitz
Steve Lawrence (cantor)...Sidney Leibowitz
Hal Linden (ator)...............Hal Lipshitz
Jerry Lewis (ator).............Joseph Levitch
Karl Malden (ator).............Maiden Sekulovitch
Ethel Merman (cantora).....Ethel Agnes Zimmerman
Jan Murray (comediante)...Murray Janofsky
Walter Matthau (ator)........Walter Matasschanskayasky
Lilli Palmer (atriz)..............Lilli Mary Peiser
Jan Peerce (cantor)..........Jacob Pincus Perelmuth
Roberta Peters (cantora)...Roberta Petermann
Eleanor Parker (atriz).......Ellen Friedlob
Joan Rlvers (atriz)............Joan Alexandra Molinsky Sanger Rosenberg

Tony Randall (ator)..........Sidney Rosenberg

Edward G. Robinson (ator)...Emanuel Goldenberg
Dinah Shore (cantora).......Fanny Rose
Shelley Winters (atriz).......Shirley Schrift
Gene Wilder (ator)...........Jerome Silberman
Lee J. Cobb (ator)............Leo Jacoby
Ted Danson (ator)............Edward Bridge Danson III
Eddie Fisher (cantor)........Edwin Jack Fisher
Little Richard (cantor) .......Richard Wayne Penniman 
Monty Hall (produtor/ator)...Monte Halperin
Jack Klugman (ator).........Jacob Joachim Klugman
Ken Olin (ator).................Kenneth Edward Olin
Ron Perlman (ator)..........Ronald Francis Perlman 
Jane Seymour (atriz).......Joyce Penelope Wilhelmina Frankenberg
Winona Ryder (atriz)........Winona Laura Horowitz
Bea Arthur (atriz)............Bernice Frankel
Gene Barry (ator)............Eugene Klass

Alguns políticos também:
Nicolas Sarkozy (Aaron Mallah)
Angela Merkel (Angela Dorothea Kasner ou Rebbekah Kasner Jentsch)
Hillary Clinton (Hillary Rodomski)
Henry Kissinger (Avraham Ben Elazar)


JUDEUS QUE MANTIVERAM SEUS NOMES 

Steven Spielberg (diretor)
Barbara Streisand (atriz/cantora) 
Richard Benjamin (ator)
Ed Asner (ator)
Adam Sandler (ator)
Kevin Costner (ator)
Joan Collins (atriz)
Richard Dreyfuss (ator)
Peter Falk (ator)
Harrison Ford (ator)
Richard Gere (ator)
Sharon Gless (atriz)
Steven Segall (ator)
George Segal (ator)
Dustin Hoffman (ator)
Lisa Edelstein (atriz)
Peter Jacobson (ator)
Sammy Davis Jr. (cantor/ator)
Bob Marley (cantor)
Amy Irving (atriz)
Leonard Nimoy (ator)
William Shatner (ator)
Peter Strauss (ator)
Rod Steiger (ator)
Barbara Walters (apresentadora)
Debra Winger (atriz)
Bruce Willis (ator)
Daniel Radcliffe (ator)
Sarah Jessica Parker (atriz)

Além de centenas de produtores executivos e donos de estúdios de cinema como David Shore, Katie Jacobs, Aaron Spelling, Leonard Goldberg, Samuel Goldwyn , Marcus Loew e Louis B. Mayer.

CONVERTIDOS
Madonna, Demi Moore e Ashton Kutcher, David e Victoria Beckham, Bill Clinton e Chelsea Clinton,...

33 comentários:

  1. Steven segall???Richard Gere???Kevin Costner????Harrison Ford???Sarkozy??? angela Merkel???Família Clinton????Buce Willis???.......cansei.........."Judeus Dirigem Hollywood - E Daí?" ..............eu diria questão de competência........não é para qualquer artista plástico............adorei a postagem, APESAR DOS ERROS GRITANTES.........REALMENTE SOMOS FODA DE BONS.

    ResponderExcluir
  2. Especificar os "ERROS GRITANTES", nem pensar, né?
    E a questão dessa predominância é sordidez! Exatamente como disse o Brando. Eles achincalham, envenenam e apodrecem tudo e todos, salvaguardando os seus. Essa é a "competência" que você idolatra, além da usura.
    E depois você vem reclamar que um monte de gente os vê com maus olhos. "Sem razão nenhuma!!"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poste os não judeus de Hollywood e terá uma lista de dezenas de páginas. E daí? Qual o problema? Você sabe o significado de competência? Que tal uma lista de médicos? Cientistas? Fisicos? Quimicos? O que mais você quer?
      PS: Existem listas de judeus FDP também. E daí?

      Excluir
    2. "E daí", anônimo, duas coisinhas:

      1ª- A maneira que isso acontece! Faz parte da filosofia sionista a dominação pelo capital, pela mídia e pela política para não permitir rivalidades, questionamentos e divisão de poder. O que Brando disse foi isso e repito outra vez: os judeus dominam hollywood (e a mídia) para moldar tudo favoravelmente a eles, denegrindo os outros. E isto é sórdido!

      2ª- Apesar disso tudo, eles dizem (como você) que não tem nada a ver! Que toda essa reclamação é inveja, preconceito, etc! Que tudo não passa de calúnias, difamação, que eles são como qualquer outro (mas não agem como tais),...! Que tudo é questão de competência, nada mais! Resumindo: TUDO NORMAL!!

      Eu diria isto, também, se não fosse, principalmente, essa eterna vitimização auto imposta de muitos judeus (Graças a Deus, não são a maioria!). Que eles são perseguidos e mal quistos desde antes de Nabucodonosor, é fato! E o são em TODOS OS POVOS em TODOS OS LUGARES onde se instalaram! E a grande pergunta: POR QUE?! Todos os povos são culpados, preconceituosos, invejosos, etc, e os judeus são os corretos da História?!

      Eu só torço para que todo esse estado de miserabilidade moral e espiritual que assola a humanidade seja extirpado. E que TODOS OS DIGNOS, HONESTOS E JUSTOS, independente de religião, raça, nacionalidade, etc, perseverem!

      Excluir
    3. Os erros gritantes é que as pessoas por mim citadas como exemplo NÃO SÃO JUDIAS..............PALHAÇO

      Excluir
    4. Judeus convertidos ou não-praticantes não contam?!
      Então, exclua-se! Seus donos já o fizeram, tratando-o como bucha de canhão, capacho, papel higiênico,...

      Excluir
  3. Atores

    Abrahão Farc (Abram Jacob Szafarc) - ator e diretor
    Beyla Genauer - atriz e escritora
    Bel Kutner - atriz
    Bernardo Jablonski - ator, diretor e crítico teatral
    Betty Gofman - atriz
    Bruce Gomlevsky - ator
    Cacá Rosset - ator e diretor
    Caco Ciocler - ator
    Carlo Mossy (Moisés Abrão Goldszal) - ator e cineasta
    Clarice Niskier - atriz
    Cláudia Ohana - atriz
    Dan Stulbach - ator
    Débora Bloch - atriz
    Deborah Evelyn (Deborah Sochaczewski Evelyn) - atriz
    Deborah Olivieri (Débora Ida Szafran) - atriz
    Dina Sfat (Dina Kutner) - atriz
    Eliana Guttman - atriz
    Elias Gleiser (Elicz Gleiser) - ator
    Etty Fraser - atriz
    Eva Todor - atriz
    Eva Wilma (Eva Wilma Riefle Buckup) - atriz
    Felipe Levy (Philipe Levy) - ator
    Felipe Wagner - ator
    Fernando Reski - ator e apresentador de TV
    Gilbert (Abraham Gilbert Stein) - ator, cantor e radialista
    Giovanna Gold (Giovanna Goldsarb Padilha Sodré) - atriz
    Guilherme Weber - ator
    Ida Gomes (Ida Szafran Gomes) - atriz
    Isaac Bardavid - ator e dublador profissional
    Jaime Barcelos - ator
    Jaime Leibovitch - ator
    Jonas Bloch - ator
    Jorge Cherques - ator
    Jorge Mautner - cantor, compositor e escritor
    José Lewgoy - ator
    Laila Zaid - atriz
    Leina Krespi (Leina Perelman da Matta) - atriz
    Luciano Szafir - ator
    Marcelo Szpketor - ator
    Marcos Mion (Marcos Chaib Mion) - ator e apresentador de TV
    Marcos Wainberg - ator
    Mário Schoemberger - ator
    Michel Bercovitch - ator, diretor e produtor
    Michel Melamed - ator e apresentador de TV
    Miriam Mehler - atriz
    Natalia Thimberg - atriz
    Odilon Wagner - ator
    Renata Sorrah (Renata Leonardo Pereira Sochaczewski) - atriz
    Riva Nimitz - atriz
    Rosane Gofman - atriz
    Soraya Ravenle (Soraya Jarlicht) - atriz e cantora
    Sura Berditchevsky (Sílvia Berditchevsky) - atriz, diretora e professora de teatro
    Suzana Faini ( Myriam Suzana Faini) - atriz e bailarina
    Tereza Rachel (Teresinha Brandwain de La Sierra) - atriz
    Viviane Pasmanter - atriz
    Ziembinski (Zbigniew Marian Ziembinski) - ator

    Humoristas

    Berta Loran (Basza Ajs) - atriz e humorista
    Beto Silva (Roberto Adler) - humorista do Casseta & Planeta
    Bussunda (Cláudio Bessermann Viana) - humorista e redator do Casseta & Planeta
    Fabio Rabin - humorista de stand-up
    Juca Chaves (Jurandyr Czaczkes) - compositor e humorista
    Marcos Plonka - ator e humorista

    Dramaturgos

    Gilberto Braga (Gilberto Tumscitz Braga) - autor de novelas

    Cineastas

    Arnaldo Jabor - cineasta e jornalista
    Carlo Mossy (Moisés Abrão Goldszal) - ator e cineasta
    Cao Hamburger - cineasta e roteirista
    Sylvio Back - cineasta
    Jom Tob Azulay - cineasta, escritor e ex-diplomata

    Diretores de TV e Teatro

    Amora Mautner
    Felipe Hirsch
    Iacov Hillel
    Maurício Sherman
    Sura Berditchevsky (Sílvia Berditchevsky)
    Tiago Worcman

    Apresentadores de TV

    Boris Casoy
    Daniel Azulay
    Didi Wagner (Adriana Golombek Wagner)
    Fernando Reski
    Luciano Huck
    Luisa Melll (Marina Zatz de Camargo)
    Márcia Peltier
    Marcos Mion (Marcos Chaib Mion)
    Michel Melamed
    Pedro Bial (Pedro Bialski)
    Roberto Justus
    Serginho Groissman
    Sandra Annenberg
    Sílvio Santos (nome artístico de Senor Abravanel)

    E daí???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faltou o Willian Bonner, mas nada a ver com o post, que é baseado no livro do judeu Medved, que se jacta da supremacia judaica em hollywood desde sempre!
      Não pretendo me estender aos outros países, premiações e ocupações. Não valeria a pena. O exemplo do post é demonstrar que os "coitadinhos", "eternas vítimas", judeus não existem. Como vocês sempre dizem, "somos iguais a todos, com os mesmos defeitos e qualidades". Então, podem ser tratados como tratam os outros! E por terem tanta supremacia política, midiática e financeira, eles têm enorme culpa da miserabilidade em todos os sentidos que grassa pelo mundo!

      Vai perguntar "E daí"?! Não duvido!...

      Excluir
    2. Willian Bonner é judeu????.............rsrsrssr............cara vai virar palhaço de circo.............

      Excluir
    3. É só procurar, caro "fuçador-só-do-que-lhe-interessa", vulgo Geni!
      Eu não devia, mas vou lhe ajudar com este exemplo:
      http://culturahebraica.blogspot.com.br/2009/10/lista-de-judeus-de-destaque-no-brasil.html

      Excluir
    4. Atualizando, já que o link acima foi desfeito:
      http://culturahebraica.blogspot.com.br/2009/10/lista-de-judeus-de-destaque-no-brasil-2.html

      Excluir
  4. Já te falei, esta postagem me pareceu que vc. quis justificar tua incopetência e de ser alguém obsucro..............sonhando em ser reconhecido...............vai tentando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "incopetência" (DE NOVO?!) e "obsucro"?!?
      Com o devido respeito que você não "mereçe": Vai te catar com seu apedeutismo ortográfico!!
      E ainda quer ensinar moral?!?

      Excluir
    2. Geni/ricardão/arthur/sionista/jacob, está por aqui, ahahah
      SUL

      Excluir
    3. Um "auto-mènage-a-trois" esquizofrênico?!
      Dantesco...!

      Excluir
  5. Prezado Fab29,
    Tenho a certeza que você não entendeu minha postagem. O seu discurso é cópia da marginalidade revisionista, mais claramente conhecida como negacionista.
    Os judeus não são "pobres coitados". Essa titulação vem de sites profissionais financiados pela Antiga Ordem Mundial que, felizmente foi derrotada na II GM. O nazismo. Para mim, os grande perdedores da guerra foram as minorias perseguidas e massacradas em praticamente toda Europa. Em nada era uma questão germânica.
    Consegues, assim, dirigir seus raios para caírem, todos, sempre, no mesmo lugar. Obriga os judeus a se odiarem na mesma medida em que os odeia, igualando-os aqueles que os odiaram até o genocídio, escondendo nossa simpatia por estes, aos quais nos igualamos lá no fundo de nós mesmos, disfarçando o que somos sob a máscara do "bom-mocismo". Que cômodo, isso! O seu ódio passa a agir de forma independente dentro das vítimas. E enquanto queimavam os judeus no fogo lento dessa fobia refinada, sutilmente destacada de nós, você passa por progressista, por humanitário, por pacifista. Como a canalha! Como o esperto! Se ontem queimávam os judeus nas fogueiras da Inquisição e nos crematórios de Auschwitz, hoje só precisa-se dizer que eles são os novos nazistas.
    Volto a perguntar: E daí?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr. Anônimo.
      "Marginal" é aquele que não assume sua opinião, sequer seu nome. Eu e os revisionistas assumimos ambos! Não nos escondemos atrás da cortina virtual da internet.
      Muitos judeus SIONISTAS E TALMUDISTAS (bem claro!) "investem" na vitimização da etnia judaica para auferir tudo (bons olhos, aura de bondade, intocabilidade e, principalmente, lucros). Vide o holocausto. Você crê piamente nele. Conteste, então, isto:
      http://fab29-palavralivre.blogspot.com.br/2012/06/ben-abraham-x-cruz-vermelha.html
      Vou repetir: ninguém nega que os judeus são mal quistos há milênios em TODOS OS POVOS em TODOS OS LUGARES onde se instalaram! A pergunta?! Todos os povos estão errados, são preconceituosos, invejosos, intolerantes, etc?! Os judeus não fazem nada pra merecer?!
      Eu tenho dezenas de conhecidos judeus que são ótimas pessoas. Nos respeitamos, ajudamos e queremos bem. Eu não odeio nem quem merece: os sórdidos, os hipócritas, os corruptores! Eu SOLENEMENTE os desprezo!
      E nesse rol de desprezos, incluí há algum tempo qualquer pessoa que se "auto-vitimiza".

      Excluir
    2. Nota-se que você não nutre ódio. É falta de conhecimento (vulgarmente conhecida como IGNORÂNCIA).
      Vamos lá: Sou anônimo sim. E daí?
      E quem é FAB29?
      Não sou louco de colocar meu nome nas mãos de bandidos.
      E pelo jeito, você não tem culhões de colocar o teu.

      Excluir
    3. Lado DIREITO da página!
      Tem uma foto e uma frase: QUEM SOU EU!

      Exatamente por não ser um centésimo do que você e seu par (o Geni) me acusam, eu tenho este blog. Se me acusa de "ignorância", mostre as fontes onde você bebe seus conhecimentos para eu poder ter outras opiniões.

      Mas, como já disse, EU TENHO OPINIÃO E NÃO ME ESCONDO, não me importando em agradar ninguém! Basta eu acreditar que o que li ou escutei é justo e verdadeiro! Se não for, prove-me e eu me retrato com todas as letras!

      Em tempo: se tiver COLHÕES, acesse a página que sugeri no comentário anterior e opine. E inclua este:

      http://fab29-palavralivre.blogspot.com.br/2012/04/video-defamation_13.html

      Excluir
    4. Já tinha "clicado" em "quem é você". Continuas sendo um ilustre desconhecido. Nem a foto sei se é verdadeira. Mas, esquece! Até pelo fato de na próxima limpeza de disco, você desaparecerá de meu PC e não te acharei mais.
      Aprendi a não tentar convencer ninguém. O trabalho de convencer é uma falta de respeito, é uma tentativa de colonização do outro. Esse é um exercício que não é fácil e estamos sempre querendo que o outro seja à nossa imagem e semelhança, idealizando-o, querendo convencê-lo do que pensamos. Amar é aceitar as diferenças, superar as dificuldades, acertar os desacertos sem preocupação com quem está certo ou errado, com quem tem razão. Não importa quem está certo ou quem tem razão. Importa que sejamos felizes!
      Mas existem os exgeros. Negar um acontecimento histórico recente, continua sendo ignorância.
      E como professor (não precisa me provar) deveria saber o que significa "fonte de pesquisa".
      Até um dia, Fab29.

      Excluir
    5. Realmente muito estranho!...
      Para quem escreve palavras tão bem ponderadas, você é um tanto alienado e crente em coisas que MERECEM ser contestadas.
      Por exemplo, o dito holocausto (baseado nas 'câmaras de gás movidas a zyklon-B') é o maior exemplo de falcatrua imposta pelo status quo. Se as 'câmaras de gás' não estivessem no contexto, dificilmente eu o contestaria. Mas elas são IMPOSSÍVEIS, do jeito que os 'sobreviventes' afirmam!
      Realmente muito me estranha você acreditar nelas!...

      Do seu comentário, só discordo deste trecho:
      "acertar os desacertos sem preocupação com quem está certo ou errado, com quem tem razão. Não importa quem está certo ou quem tem razão. Importa que sejamos felizes!"
      Lamento, colega. Para sermos felizes, importa 100% quem está certo e tem razão. E quem estiver errado, precisa descer do seu orgulho (ou coisa pior) e adequar-se ao que é do bem comum. Quem me provar onde minhas crenças estão erradas, eu me retrato e mudo de opinião! Por isso foi que eu lhe pedi para ler ou assistir os links que lhe propus acima e opinar. Você o fez ou imitou o Geni, desprezando-os?

      Alguns detalhes:
      - Eu também não quero convencer ninguém. Apenas ser livre para não aceitar passivamente imposições;
      - Eu tanto respeito as opiniões que aceito seres como o Geni por aqui. Basta ele não apelar demais;
      - Só porque minhas 'fontes de pesquisa' não são do seu agrado elas são tudo de ruim e errado?
      - A foto é minha, sim, e tem um ano.
      - Eu continuo um 'ilustre desconhecido'; você é inefável.

      Excluir
    6. Esse anônimo deve ser um judeu, já que só defende a sua raça judaica racista que se acha superior e ainda "povo eleito" po Deus? Não fala nada sobre os 90 milhões de mortos no Gulag e Sibéria assassinados pelos assassinos comunistas judeus Lênin, Trotsky, Kaganovich, Yagoda, Frenkel, Beria, Ana Pauker e outros carrascos comunistas judeus e seu comunismo judeu do judeu Kissel Mordekay, que se batizou de "Karl Marx"!

      Excluir
    7. Ele é um sionista de aluguel, caro Zé.
      Daqueles que mal conseguem fazer "ó" com o fiofó.

      Excluir
  6. Francamente. Isso lá é "fonte"?

    http://www.radioislam.org/islam/portugues/textes/hollyjud.htm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1º- É fonte, sim!
      2º- Não me vali dela.
      3º- Montei o post com informações de meia dúzia de fontes, além de coisas que há tempos já tinha lido ou escutado.

      Excluir
    2. Frank Weltner ou Ahmed Rami? Qual seu verdadeiro nome?
      Quem vitimiza os judeus são os negacionistas e se para você, papagaio, judeus são malquistos (é junto que se escreve, professor) certamente você sabe a resposta. Não darei aulas aqui. Outra coisa, colhões e culhões tem significados diferentes, mesmo se tratando das "bolas". Escreví com "u" e está correto.

      Excluir
    3. Realmente muito estranho - 2, a missão!
      Eu escrevo um tanto de coisas, proponho outras, pondero outras mais,... e você, tal qual o Geni, se apega a nada para dizer nada, afirmar nada e concluir nada.
      Mas finalizemos: você não é MALQUISTO por mim por não ter "CULHÕES" para provar que estou errado.
      E, definitivamente, é melhor você limpar seu computador da minha presença.
      Seja feliz.

      Excluir
  7. ӏ alwats spent my half an hour to reaԁ this weblog�s articles evеry dаy along with a mug oof coffеe.


    Reviеw myу hοmepage - android app

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thank you, my friend. Glad to know it.
      Welcome.

      Excluir
  8. Bom dia senhor Fabiano,

    encontrei esse post datado 10 de julho de 2012, a meu ver, atualíssimo. Percebe-se que a praga se alvoroça mesmo, quando levemente cutucada. Parecem um amontoado de pulgas, que em contado de inseticida, se agitam.

    Abraços

    Clovis Eichler

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Se alvoroça" é eufemismo da sua parte.
      Abraços.

      Excluir
  9. FAB29, estou com você! Vai pra frente rapaz e viva a verdade! Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre bom saber que não se está só.
      Abraço.

      Excluir