Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


terça-feira, 21 de agosto de 2012

Israel Shahak - 4ª parte


Amigos e amigas.
O que mais me causou espécie nesta quarta parte que apresento do livro do professor Shahak é o fato das crianças judias serem doutrinadas a esse rancor, repulsa e desprezo que o Talmude delega aos não-judeus.
Daí, vem a recíproca do lado islâmico, que professa os mesmos sentimentos aos talmudistas. E esse estado de coisas nefastas prossegue sem uma solução visível.
Deplorável.
FAB29

"Qual era a resposta Judaica — ou melhor a rabínica? A mais simples era a antiga arma do suborno e puxar cordelinhos. Em muitos países Europeus, durante a maior parte do tempo, tudo podia ser arranjado com um suborno. O Editio Princeps do Código completo da Lei Talmúdica, a Mishneh Torah de Maimonides — repleta não só de muitos preceitos ofensivos para com todos os Gentios, mas também com ataques explícitos ao Cristianismo e a Jesus (depois de cujo nome o autor junta piedosamente 'Possa o nome dos malvados perecer") — foi publicado integralmente em Roma no ano de 1480 sob Sixto IV, um papa politicamente muito ativo que tinha uma necessidade constante e urgente de dinheiro." Pág. 38

"Conforme foi explicado anteriormente, as passagens talmúdicas dirigidas contra o Cristianismo ou contra os não-Judeus tiveram de sair ou de ser modificados — a pressão era muito forte. Eis o que foi feito: algumas das passagens mais ofensivas foram retiradas totalmente de todas as edições impressas na Europa depois de meados do século XVI. Em todas as outras passagens, as expressões 'Gentio', 'não-Judeu', 'estrangeiro' (goy, eino yehudi, nokhn) — que aparecem em todos os manuscritos e edições mais antigos, bem como as edições publicadas em países Islâmicos — foram substituídas por termos tais como 'idólatra', 'pagão' ou mesmo 'Cananeu' ou 'Samaritano', termos que podiam ser explicados facilmente, mas que um leitor Judaico podia reconhecer como eufemismos para as expressões antigas (...) Durante certos períodos, a censura da Rússia Czarista tornava-se mais rigorosa e, vendo os eufemismos supracitados como o que eram, também os proibiam. Sendo assim as autoridades rabínicas os substituíram pelos termos 'Árabe' ou 'Muçulmano' (em Hebraico, Yishmaeli — o que significa ambos) ou ocasionalmente 'Egípcio', calculando corretamente que as autoridades Czaristas não iriam objetar a esse tipo de insulto (...) Depois da conquista Britânica da Índia, alguns rabinos usaram o subterfúgio de proclamar que qualquer expressão depreciativa particularmente ultrajante era dirigida unicamente contra os Indianos. Ocasionalmente, os aborígenes da Austrália foram também usados como bodes expiatórios." Pág. 40

"(Hoje em dia)... as crianças Judaicas são ensinadas efetivamente — passagens tais como a que determina que cada Judeu, sempre que passar ao pé de um cemitério, profira uma bênção se o cemitério for Judaico, mas que amaldiçoe as mães dos mortos, se for não-Judaico (...) É um fato que deve ser recordado, não menos pelos próprios Judeus, que a nossa sociedade totalitária empregou durante séculos usos bárbaros e desumanos para envenenar as mentes dos seus membros, e ainda o está a fazer. (Estes usos desumanos não podem ser explicados facilmente como uma mera reação ao anti-semitismo ou à perseguição dos Judeus; são barbaridades gratuitas dirigidas contra cada um e todos os seres humanos. Um Judeu piedoso que chegue pela primeira vez à Austrália, por exemplo, e se por acaso passar perto de um cemitério de Aborígenes, tem a obrigação de — como um ato de adoração a 'Deus' — amaldiçoar as mães dos mortos ali enterrados.)" Pág. 41

15 comentários:

  1. De novo, Ludy?

    http://verdadehistorica.wordpress.com/2009/01/04/auschwitz-o-waterloo-dos-insanos/

    ResponderExcluir
  2. "De novo", o quê, Moratori?!
    Nesse link, tem muitas perguntas, dúvidas e informações que ajudam a detonar as "câmaras de gás" nazistas. E daí? Vai encará-las?
    Até parece!...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Moratori? Você é uma gracinha...
      Encaro sim! Desde que você faça o mesmo.
      Vai responder as banalidades que te perguntei anteriormente?

      Excluir
    2. Caro 'desinfeliz', sua hipocrisia é emética!
      Você não quer nada com nada vezes nada!
      Você desanca os revisionistas, tachando-os de todos os adjetivos mais deletérios. E a quase totalidade deles é composta de pesquisadores e historiadores de alto nível, mas que, pra sua conivente opinião, não passam de embusteiros.
      Eles questionam, demonstram, cobram, explicam, tudo aquilo que você "afirma" querer saber. Mas lhe interessa?!? NÃÃÃÃÃOOO!!!
      Tudo o que lhe cabe é atrapalhar de todos os modos possíveis! Se quisesse resolver alguma coisa, já teria detonado em seu blog os 'revinegacionistas' com as 'verdades sionistas' que você se arvora deter em seu 'conhecimento'.
      Eu continuarei na minha, contestando, não apenas seus donos, mas tudo o que aparecer de errado ou enganoso.
      E você, servindo de capacho, escudo, bucha de canhão,...

      Excluir
    3. Primeiramente, se acalme. Nada de desespero.
      Desde o início queria trocar idéias sérias contigo. Você nunca foi objetivo e não será.
      Que "revisionistas" são pesquisadores e historiadores? Todos tem o mesmo discurso: Nazismo!

      Excluir
    4. Sem nervosismo, nem desespero. Só gastura. Estou dispensando!
      "Idéias sérias"?! Travestido de Hitler?! Reitero: você É divertido! Não fosse a sordidez,...!
      Sionistas do seu time é que tacham os revisionistas com todas as pechas. Repito: Quase a totalidade deles é de historiadores ou pesquisadores de alto nível (moral, principalmente).
      Cite aqui quem não seja ou publique no seu blog, caro dissimulado!
      Contestarei com todo o prazer.

      Excluir
    5. Não são historiadores e nem sérios. Cite nomes. Pelo menos sua opinião.
      PS: Não tenho blog e não sou sionista.

      Excluir
    6. Os revinegacionistas “esquecem-se” da natureza mortífera do nazismo, na paz e na guerra. O nazismo não foi metido na guerra: provocou-a. Os campos de concentração nazis não foram campos de trabalho, mas campos esclavagistas. O eugenismo baseado na superioridade da “raça” ariana (olha quem fala em racismo) um conceito alegadamente escorado na ciência positivista e, portanto, na “ignorância cientificista” e determinou a deportação em massa de milhões de pessoas que desapareceram. Se essas pessoas que desapareceram em Auschwitz-Birkenau e noutras dezenas de campos, foram gazeadas ou não, é totalmente irrelevante.

      Excluir
    7. "PS: Não tenho blog e não sou sionista."

      Não é sionista, mas sua 2ª mensagem é um epítome do sionismo: culpa Hitler por tudo e senta no próprio rabo para esconder sua própria, verdadeira e imensa culpa. E você os defende, mesmo com tantas mentiras grotescas (capitaneadas pelas "câmaras de gás"). Quanta sinceridade!

      Você afirma não ter blog por não ter e nem ser nada relevante? Não tem nada pra dizer, nada pra fazer, nada pra nada? E quer respostas? Quer opinião? Quer provas? Quanta sinceridade - 2!

      PS- "Se essas pessoas que desapareceram em Auschwitz-Birkenau e noutras dezenas de campos, foram gazeadas ou não, é totalmente irrelevante."
      Frase hipócrita, conivente e 100% sionista. Digna da sua indignidade.

      Excluir
  3. Bom dia Fabiano, o tal “DEVO e não PAGO” lhe LEMBRA sobre a NATUREZA MORTIFERA do Nacional Socialismo que o sionismo insiste em QUALIFICAR como nazismo, mas vejamos o que diz o ESTATUTO de 25 PARÁGRAFOS que compõem a ORIGEM do PARTIDO e diz o seguinte em seu Par. 18:- Nós exigimos que uma guerra dura seja travada contra aqueles que trabalham para o prejuízo do BEM-ESTAR COMUM, e especifica quem deve ser tratado como tal:-

    “Traidores, usurários, aproveitadores, etc., serão punidos com morte, independente de credo ou raça”.

    Isso se aplica na CONSTITUIÇÃO de todos os OUTROS 229 PAÍSES, caso estiverem em GUERRA, inclusive na Constituição do Brasil em seu parágrafo XIX artigo 84.

    O madruga também insinua que o Nacional Socialismo provocou a guerra, mas vejamos o que diz o Estatuto do Partido em seu parágrafo 2º e 3º:- Nós exigimos que o povo alemão tenha direitos iguais àqueles de outras nações; e que os Tratados de Versalhes e St. Germain sejam abolidos/ Nós exigimos terra e território para a manutenção do nosso povo e o assentamento de nossa população excedente.

    O TRATADO DE VERSÁLHES E SAINT GERMAIN tirava ou “ROUBAVAM” da Alemanha TERRAS com povos GERMÂNICOS instalados e trabalhando, portanto não havia INVASÃO somente a RETOMADA DA POSSE instituída por um “TRATADO ESCRAVAGISTA e ESCORCHANTE” proporcionado pelos franceses e ingleses com a aquiescência estadunidense.

    Em quais campos era tido como de EXTERMÍNIO senão por provas sionistas, pois durante a 2ª MEIA GUERRA MUNDIAL nem uma palavra do Orgão HUMANITÁRIO RED CROSS insinua se tratar de ASSASSINATOS EM MASSA.

    O que é ESCLAVAGISTAS?

    Será isso:- “Esclavagismo é um tipo de relação ECOLÓGICA entre seres vivos onde um ser vivo se aproveita das atividades, do trabalho ou de produtos produzidos por outros seres vivos”.

    Ex.:- humanos e abelhas, formigas e pulgões, esquilos e pica-paus, fragatas e gaivotas...

    O “DEVO e não PAGO” insinua sobre EUGENIA, mas vejamo o que se diz sobre o Brasil nos idos de 1918:-

    “O Brasil foi o primeiro país da América do sul a ter um movimento eugênico organizado. A sociedade eugênica de São Paulo foi criada em 1918. O movimento eugênico no Brasil foi bastante heterogêneo, trabalhando com a saúde pública e com a saúde psiquiátrica. Uma parte, que pode ser chamada de ingênua ou menos radical do movimento eugenista no nosso país, se dedicou a áreas como saneamento e higiene, sendo esses esforços sempre aplicados em relação ao movimento racial”.


    Ou:-

    “Poucos sabem que a eugenia o desejo de criar uma sociedade em que todos seriam belos, fortes e inteligentes foi, por muito tempo, promovida ativamente pelo governo dos Estados Unidos. Ela era tremendamente popular na virada do século XX, antes mesmo da eclosão da Segunda Guerra e da Solução Final proposta por Hitler. Os presidentes Theodore Roosevelt e Calvin Coolidge bem como, do outro lado do Atlântico, o naturalista Charles Darwin e o “PSEUDO inventor” do telefone, Alexander Graham Bell eram entusiastas da idéia de dar uma mãozinha para um suposto aprimoramento humano”.

    É “OLHA QUEM FALA EM RACISMO!”

    Continua...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Ragi, bom dia.
      Sobre eugenia, eu falei mais ou menos isso a outro conivente em outro post. Pergunta se adiantou alguma coisa?!
      Qualquer coisa comum a todos (boa ou ruim), se tiver o carimbo "Hitler", vira o oposto do que é ou o triplo do que vale (pra menos, claro!)
      É dureza!...

      Excluir
  4. Continuação...


    No mesmo parágrafo o “DEVO e não PAGO” diz que essa EUGENIA determinou a DEPORTAÇÃO EM MASSA DE MILHÕES DE PESSOAS QUE DESAPARECERAM.

    Se foram DEPORTADAS isso não significa que foram EXTERMINADAS, ou estarei enganado com o ENTENDIMENTO da palavra DEPORTADA.

    DEPORTAÇÃO:- ato de expulsar, banir um grupo de pessoas de seu território ou de seu país.

    EXTERMINAR: matar, destruir, eliminar, abolir, abrogar, anular, derrogar, extinguir, proscrever revogar, suprimir, aniquilar, abater, achatar, ceifar, demolir, derribar, esmagar, fulminar, humilhar, prostrar, rebaixar, arruinar, arrasar, assolar, carcomer, convulsas, danar, decair, ETC... Ufa...

    Bom nesse quesito o DEVO e não PAGO” diz que pouco importa se foram “DEPORTADAS”, por que EXTERMINADAS por GAZEAMENTO com uma temperatura beirando o “ZERO ABSOLUTO” seria IMPOSSIVEL, pois se foram CREMADAS a quantidade de CARVÃO COQUE para o ato é IRRISÓRIO para a o “NÚMERO DE PRESUNTOS QUE FORAM DEFUMADOS” de 2.209,7 toneladas que se fossem somente utilizados para esse intuito teriamos um total de 65 mil CREMAÇÕES, mas o ‘ENSABOADO” persoangem esquece que o CARVÃO também era utilizado para aquecer as lareiras dos SOLDADOS E OFICIAIS do CAMPO senão os caras MORRIAM CONGELADOS.

    Outra coisa caro “DEVO e não PAGO”, NÃO DAVA PARA sepultar OS PRESUNTOS, visto que o local era um PÂNTANO, entendeu ou será preciso DESENHAR...

    Desconhecer o que tenta DEBATER que é IRRELEVANTE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só vou reproduzir o que escrevi mais acima pro conivente sobre esta frase:
      "Se essas pessoas que desapareceram em Auschwitz-Birkenau e noutras dezenas de campos, foram gazeadas ou não, é totalmente irrelevante."(??????)

      Frase hipócrita, conivente e 100% sionista. Digna da sua indignidade.

      Isso porque ele se autoafirma "não-sionista"...

      Excluir
  5. Respostas
    1. Excluí só aquelas "removidas pelo autor", que deve ser você.
      Eu deveria deixá-las. Afinal, são as que melhor conteúdo tinham, quero dizer, estavam VAZIAS!

      Excluir