Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


sexta-feira, 12 de julho de 2013

Chefe Seattle.

Amigos e amigas.
Seguindo na esteira do discurso atribuído ao embaixador mexicano Guaicaipuro Cuatemoc (descendente indígena), lembrei-me da conhecidíssima carta do Índio Chefe Seattle ao presidente estadunidense quando este, tentando mostrar-se um estadista, deu uma oferta de compra das terras do oeste.
Contra tudo o que acreditava, Chefe Seattle demonstrou boa fé, apesar de ter assistido tantas iniquidades e delinquências perpetradas pelos forasteiros invasores.
Atualmente, em escala maior e tão sórdida quanto aquela época, os imperialistas prosseguem na sua sanha de dominação e espoliação do mundo.
Quem dera as palavras desse sábio ecoasse em cada mente e tivesse o retorno que merece. Leiam (ou releiam), que vale demais cada palavra. Entre colchetes, inseri meus comentários.
FAB29


A Carta do Índio Chefe Seattle
"Manifesto da Terra-Mãe", de 1854:

Como é que se pode comprar ou vender o céu, o calor da terra? 

Essa idéia nos parece estranha. Se não possuímos o frescor do ar e o brilho da água, como é possível comprá-los? Cada pedaço desta terra é sagrado para o meu povo. Cada ramo brilhante de um pinheiro, cada punhado de areia das praias, a penumbra na floresta densa, cada clareira e inseto a zumbir são sagrados na memória e experiência do meu povo. A seiva que percorre o corpo das árvores carrega consigo as lembranças do homem vermelho. Os mortos do homem branco esquecem sua terra de origem quando vão caminhar entre as estrelas.

Nossos mortos jamais esquecem esta bela terra, pois ela é a mãe do homem vermelho. Somos parte da terra e ela faz parte de nós. As flores perfumadas são nossas irmãs; o cervo, o cavalo, a grande águia, são nossos irmãos. Os picos rochosos, os sucos úmidos nas campinas, o calor do corpo do potro, e o homem - todos pertencem a mesma família.

[Esse amor à vida e absoluto respeito à Criação são ensinados a todo momento pelos índios aos seus filhos. Já na 'selva de pedra e metal', o individualismo é a tônica. Eu tento sempre atilar minha sensibilidade, atentando às pequenas coisas e ser grato por cada uma delas. Porém, como disse Chico Buarque: "Mas eis que chega a Roda-Viva..." Mas, não desisto.]

Portanto, quando o Grande Chefe em Washington manda dizer que deseja comprar nossa terra, pede muito de nós. O Grande Chefe diz que nos reservará um lugar onde possamos viver satisfeitos. Ele será nosso pai e nós seremos seus filhos. Portanto, nós vamos considerar sua oferta de comprar nossa terra.

Mas isso não será fácil. Esta terra é sagrada para nós. Essa água brilhante que escorre nos riachos e rios não é apenas água, mas o sangue de nossos antepassados. Se lhes vendermos a terra, vocês devem lembrar-se de que ela é sagrada, e devem ensinar as suas crianças que ela é sagrada e que cada reflexo nas águas límpidas dos lagos fala de acontecimentos e lembranças da vida do meu povo.

O murmúrio das águas é a voz dos meus ancestrais. Os rios são nossos irmãos, saciam nossa sede. Os rios carregam nossas canoas e alimentam nossas crianças. Se lhes vendermos nossa terra, vocês devem lembrar e ensinar a seus filhos que os rios são nossos irmãos, e seus também. E, portanto,vocês devem dar aos rios a bondade que dedicariam a qualquer irmão.

[Como bem sabemos, o "Grande Chefe em Washington" não pagou nada, fechou os olhos à dizimação de uma infinidade de índios e confinou-os em terras áridas, pouco produtivas. Apesar da ideia ser inconcebível, Chefe Seattle cogitou aceitá-la e só pediu em troca o mesmo respeito e bem querer que tinham por ela. As ganância e perversidade dos imperialistas (como sempre) tomaram a frente e os acontecimentos não foram os que vemos nos filmecos de Hollywood.]

Sabemos que o homem branco não compreende nossos costumes. Uma porção de terra, para ele, tem o mesmo significado que qualquer outra, pois é um forasteiro que vem a noite e extrai da terra aquilo que necessita. A terra não é sua irmã, mas sua inimiga e, quando ele a conquista, prossegue seu caminho. Deixa pra trás os túmulos de seus antepassados e não se incomoda. Rapta da terra aquilo que seria de seus filhos e não se importa. A sepultura de seu pai e os direitos de seus filhos são esquecidos. Trata sua mãe, a terra, e seu irmão, o céu, como coisas que possam ser compradas, saqueadas, vendidas como carneiros ou enfeites coloridos. Seu apetite devorará a terra, deixando somente um deserto.

Eu não sei, nossos costumes são diferentes dos seus. A visão de suas cidades fere os olhos do homem vermelho. Talvez seja porque o homem vermelho é um selvagem e não compreenda. Não há um lugar quieto nas cidades do homem branco. Nenhum lugar onde se possa ouvir o desabrochar de folhas, a primavera ou o bater das asas de um inseto. Mas talvez seja porque eu sou um selvagem e não compreendo. O ruído parece somente insultar os ouvidos.

[Chefe Seattle acerta em cheio ao classificar o forasteiro de 'estuprador', sem precisar usar o termo. Este é o sórdido e alucinado "costume" do imperialista: O homem procura um rumo pro seu universo. Vasculha, atordoado, a imensidão. E enquanto seus olhos buscam compreender o infinito, seus pés esmagam a flor, longe da visão.]

E o que resta da vida se um homem não pode ouvir um choro solitário de uma ave ou o debate dos sapos ao redor de uma lagoa à noite? Eu sou um homem vermelho e não compreendo. O índio prefere o suave murmúrio do vento encrespando a face do lago e o próprio vento, limpo por uma chuva diurna ou perfumado pelos pinheiros.

O ar é precioso para o homem vermelho, pois todas as coisas compartilham o mesmo sopro - o animal, a árvore, o homem, todos compartilham o mesmo sopro. Parece que o homem branco não sente o ar que respira. Como um homem agonizante há vários dias, é insensível ao mau cheiro. Mas se vendermos nossa terra ao homem branco, ele deve lembrar que o ar é precioso para nós, que o ar compartilha seu espírito com toda vida que mantém. O vento que deu a nosso avô seu primeiro inspirar também recebeu seu último suspiro. Se lhes vendermos nossa terra, vocês devem mantê-la intacta e sagrada, como um lugar onde até mesmo o homem branco possa ir saborear o vento açucarado pelas flores dos prados.

[Novamente, Chefe Seattle acerta ao acreditar que o homem branco é um zumbi, insensível à suavidade da Terra-Mãe. Tentando passar essa percepção, ele frisa a incapacidade do forasteiro de acariciar a Criação, não sendo receptivo às suas minúcias. E a melhor solução seria ensinar tais respeito, carinho e sensibilidade às crianças, que elas levariam adiante, progredindo sem destruir.]

Portanto, vamos meditar sobre sua oferta de comprar nossa terra. Se decidirmos aceitar, imporei uma condição: o homem branco deve tratar os animais desta terra como seus irmãos. Sou um selvagem e não compreendo qualquer outra forma de agir. Vi um milhar de búfalos apodrecendo na planície, abandonados pelo homem branco que os alvejou de um trem ao passar. Eu sou um selvagem e não compreendo como é que o fumegante cavalo de ferro pode ser mais importante que o búfalo, que sacrificamos somente para permanecer vivos.

O que é o homem sem os animais? Se todos os animais se fossem, o homem morreria de uma grande solidão de espírito. Pois o que ocorre com os animais, breve acontece com o homem. Há uma ligação em tudo.

Vocês devem ensinar às suas crianças que o solo a seus pés é a cinza de nossos avós. Para que respeitem a terra, digam a seus filhos que ela foi enriquecida com as vidas de nosso povo. Ensinem às suas crianças o que ensinamos às nossas: que a terra é nossa mãe. Tudo que acontecer à terra, acontecerá aos seus filhos da terra. Se os homens cospem no solo, estão cuspindo em si mesmos.

[A simplicidade "selvagem" do Chefe é de condoer. Toda a sua sapiência não podia crer que alguém pudesse desonrar a palavra dada. Para ele e qualquer um que coloca a moral em primeiro plano, a hipocrisia é pior que todo tipo de doença e não tem cura. Após tantas cenas dantescas que presenciou e que fariam a grande maioria não confiar em promessas, o Chefe só pôde se apegar à sua experiência que, tristemente, não funcionava para o "mundo civilizado". O preço pago por essa 'inexperiência' está registrado a ferro, fogo e sangue na História.]

Isto sabemos: a terra não pertence ao homem; o homem pertence a terra.

Isto sabemos: todas as coisas estão ligadas, como o sangue que une uma família. Há uma ligação em tudo. O que ocorrer com a terra recairá sobre os filhos da terra. O homem não tramou o tecido da vida; ele é simplesmente um de seus fios. Tudo o que fizer ao tecido, fará a si mesmo.

Mas quando de sua desaparição, vocês brilharão intensamente, iluminados pela força do Deus que os trouxe a esta terra e por alguma razão especial lhes deu o domínio sobre a terra e sobre o homem vermelho. Este destino é um mistério para nós, pois não compreendemos que todos os búfalos sejam exterminados, os cavalos bravios sejam todos domados, os recantos secretos da floresta densa impregnados do cheiro de muitos homens e a visão dos morros obstruída por fios que falam.

Onde está o arvoredo? Desapareceu. 
Onde está a águia? Desapareceu.

É o final da vida e o início da sobrevivência.

[Neste final, ele mostra sua rendição, vendo que tudo estava consumado. Não adiantaria resistir, visto que o homem branco tomaria as terras de qualquer maneira. E seu vaticínio foi tão contundente quanto real: maculando o tecido da vida, o homem cairá vítima, também. Desgraçadamente, os 'Grandes Corruptores', fazendo jus ao seu parasitismo, não se importam.]

36 comentários:

  1. Cada hora você demonstra apego aos comunistas, Chico Boarque é um deles .Lembremos a peça roda Viva em 68

    [Esse amor à vida e absoluto respeito à Criação são ensinados a todo momento pelos índios aos seus filhos. Já na 'selva de pedra e metal', o individualismo é a tônica. Eu tento sempre atilar minha sensibilidade, atentando às pequenas coisas e ser grato por cada uma delas. Porém, como disse Chico Buarque: "Mas eis que chega a Roda-Viva..." Mas, não desisto.]

    Terra Mother - SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Repetirei: não me faz nenhuma diferença quem falou, o que ele é, sua raça, credo, etnia, opção sexual, etc. Se o que foi dito é justo, verdadeiro e honesto, vale e ponto final.

      Você é do time que só entende o que lhe convém. Seus preconceitos e congêneres não terão eco aqui.

      Excluir
  2. Esta carta é um conto: http://charlatanes.blogspot.com.br/2010/02/el-cuento-de-la-carta-del-jefe-seattle.html

    . Sua lenda como um guerreiro e líder forjado na guerra não contra os brancos, mas contra outras tribos indígenas, como Chemakum e S'Klallam.

    Terra Mother - SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dizem também que Aleijadinho nunca existiu. Também é verdade?
      Sua iconoclastia inclui o Bezerro de Ouro?

      Excluir
    2. Quanto o Aleijadinho leia: O Aleijadinho e o Aeroplano Guiomar Grammont, autora do livro.

      Terra Mother - SP

      Excluir
    3. Eu tenho a resenha dele.
      Então, inclua nos "inexistentes", Abraão, Moisés e José (aquele que "esteve" no Egito). Se quiser, até Jesus.

      Excluir
  3. Estou livre do cristianismo,quem deveria responder é você.Não perco tempo com religião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Estou livre do cristianismo"?!?
      Maneira "jenial" de tergiversar.

      Excluir
  4. Vocês englobam a religião á tudo e eu que tergiverso.Fui bem claro e quem incluiu a maldita religião foi você.Bezerro de ouro/ Não faço questão de saber.Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PUTZ!! Desculpe-me!
      É que o 'Bezerro de Ouro' é judaico.
      Não sabia da sua ignorância do fato.

      Excluir
  5. Judaico-cristã

    Terra Mother - SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Torá é só e 'apenasmente' judaica.

      Excluir
    2. ERRADO a sagrada TORAH nada mais é que o antigo testamento, seguido por judeus, cristãos e muçulmanos........

      Excluir
    3. "a sagrada TORAH" verdadeira é bem mais do que é apresentado na Bíblia.

      Excluir
  6. Torá outra porcaria.religião do medo.Tentam colocar medo nas pessoas.Idiota de quem acredita.
    Terra Mother - SP

    ResponderExcluir
  7. "O Cristianismo é uma invenção de cérebros doentes." (Adolf Hitler)

    Terra Mother - SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até que concordo, também.

      Excluir
    2. Não concordo, as mentes doentes são daqueles que deturpam os ensinamentos genuinos do cristianismo, judaismo e islamismo...............agora falar em mente doente e citar o psicopata do adolfinho em que nada do que disse se aproveita e presta, para mim cheira a piada

      Excluir
    3. Convenhamos, não são poucos os que deturpam o sentido dos textos religiosos judaicos, cristãos, islâmicos, hindus, etc, em proveito próprio.
      "Psicopata" pela propaganda sionista. Afinal, Churchill, Roosevelt, Stalin, Eisenhower, Chamberlain, etc não eram nada diferentes dele.

      Excluir
    4. Fabiano, concordo q o cristianismo tem seus defeitos e que o vaticano já está totalmente corrompido, mas ainda é o curral mais seguro para manter o "gado" longe do matadouro. Quando a situação tá muito ruim temos que ficar com o menos pior.
      Força total ao cristianismo e boicote a jornada mundial 2013, que usa símbolos maçônicos e que até Folia com Cristo pretende fazer.

      Excluir
    5. Guimarães Rosa disse algo assim: "Religião é o melhor remédio para não endoidecer". Se utilizada sem fanatismo, concordo 100%.

      Quando escrevi "até que concordo" com a frase de Hitler, me referi aos dogmáticos que impõem um monte de sandices como regras a serem obrigatoriamente seguidas pelos adeptos de determinada religião. Eles são os dementes.

      Dê uma lida nesta minha opinião e opine:
      http://fab29-palavralivre.blogspot.com.br/2011/10/campanha-infame.html

      Excluir
    6. será q esta frase é mesmo de Hitler?

      Excluir
    7. Teríamos de procurar em várias fontes e confrontá-las.
      Independentemente disso, penso que ela tem um quê de verdade e abrange todas as religiões oficiais e seitas mundo afora.

      Excluir
  8. Que bom ! Pelo menos temos pontos de vista em comum.

    Terra Mother - SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero crer que concordamos em muita coisa.
      É só darmos tempo ao tempo e debatermos nossas ideias e opiniões.

      Excluir
  9. Eu gosto de saber sobre indíos,procure a saber dos CHACHAPOYAS " Indios Brancos."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, essas civilizações pré-colombianas são interessantíssimas.
      Vou incluir os Chachapoyas nos meus estudos e dar uma revisada nas outras civilizações.
      Grato pela dica.

      Excluir
  10. Esta carta só alimenta mais o racismo contra os brancos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, mas como disse o Mestre Maior: "Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus". Não aceito que alguém faça uma coisa errada e prejudique uma pessoa sequer sem ser punido.
      Logo, pessoas de qualquer raça, etnia, credo, nacionalidade, etc, precisam ser reveladas e identificadas em suas iniquidades, sem distinção ou perseguição.
      Porém, racismo é estigmatização. Sou mais contra, ainda!

      Excluir
  11. A BEM DA VERDADE.

    Seguindo a torá (O LIVRECO) aqueles que se dizem “OS ELEITOS”, não proferem o nome deus em sua totalidade, suprimem uma das letras e para se referirem a ele o nomeiam como d’us, eu pergunto:-

    - Qual a diferença nisso?

    Ora, nenhuma, como se pronuncia essa escrita?

    Ora pois, o sentido é igual somente está escrito de forma IRREGULAR, aliás, como tudo na vida desse cara que se diz “ELEITO” é IRREGULAR a começar pelo jeito com que esse cara se apresenta, que antes de tudo diz:-

    Sou judeu...

    Quando assim se professa já começa MENTINDO, pois isso não quer dizer NADA.

    - Não é RAÇA, não é NACIONALIDADE, não é NATURALIDADE, duvido até que seja RELIGIÃO.

    Me digam seguidores da SEITA não está FORMATADA pelo mosaísmo?

    Caso fosse RELIGIÃO isso teria que proceder de algo CONCRETO, mas essa SEITA está baseada em uma FÁBULA originada de um CONTO ou LENDA que poderemos constatar na ESTÓRIA de SARGÃO I X MOISÉS...

    Isso é muito pouco para se BASEAR uma RELIGIÃO, estariam mais para MENTIRAS que serão comprovadas e desestabilizarão dois ESTADOS um com quase DOIS MIL ANOS, mas que por um TRATADO, sua INDEPENDÊNCIA se deu em 1929 e outro que foi constituído 1947 por uma CANETADA, canetada essa ARBITRÁRIA e empunhada por um brasileiro Oswaldo Aranha, que por assim proceder recebeu o privilégio de ser enterrado na TERRA que ajudou a ROUBAR do valoroso povo PALESTINO que na REALIDADE são os verdadeiros DONOS do LUGAR.

    Diria algum seguidor da SEITA judaica:-


    Essas palavras só poderiam vir de algum RACISTA, ou ANTI semita ou qualquer coisa que o valha, mas novamente eu pergunto como poderia ser RACISTA se não estamos falando de RAÇA?

    Como poderia ser ANTI semita se o semita é descendente de SEM, mas esse personagem é filho de um SER FICTÍCIO, sendo o pai dele é um ser fictício o filho é também FICTÍCIO, dessa forma esse personagem não existe, não existindo o semita também não existe o ANTI semita.

    Isto posto não se pode ATRIBUIR adjetivos para quem fala contra judeus, pois eles não são nem uma COISA e nem OUTRA, apenas se FINGEM de VÍTIMAS.

    Um PERNIL de PORCO ASSADO para quem provar que estou ERRADO, aviso aos SIMPATIZANTES da SEITA judaica a CASA ESTÁ CAINDO...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Ragi.
      Também creio que essa casa de fábulas está sendo muito abalada, principalmente graças à internet. Porque se dependêssemos da "grande mídia", a NOSSA casa já teria caído há muito tempo.

      Porém, conheço muitas pessoas de boa capacidade (inclusive um alemão muito culto) que aceita a "culpa da Alemanha por tudo o que Hitler fez". Ele pondera que a Alemanha ainda é dirigida por políticos muito ligados à 2ª guerra e que seu país tem uma dívida com os EUA (de gratidão, até), visto que foram eles que injetaram uma soma enorme para reerguer a Alemanha.

      Por isto e algumas "cositas más", teremos de nos munir de muita paciência, gana e perseverança para contribuirmos numa limpeza da História.
      Abraço.

      Excluir
    2. Quanta ignorância, deve ter copiado estes ensinamentos do mesmo lugar que falou que STALIN é judeu

      Na TORÁ sagrada o nome de D'us esta escrito com todas as letras, SEM FALTAR NENHUMA...........................porém como não se deve USAR O NOME DE D'US EM VÃO os sábios instituiram que em cartas, artigos, textos e coisa e tal o nome de D'us seja escrito sem uma letra..............................porém incapacitado o quando vc. abrir um rolo da TORÁH notará que não falta qualquer letra

      passar bem

      Excluir
  12. Continuo AFIRMANDO que tudo o que está nesse LIVRECO é FANTASIA, quanto ao stalin cabe dizer que:- "QUANDO O FILHO É BONITO TODO MUNDO É PAI", não queira tirar o stalin da RETA era um grandíssimo S.O.B. e isso já BASTA para qualificá-lo como sendo um ELEITO.

    Como dito anteriormente UM PERNIL ASSADO para quem provar o contrário:- torá = LIVRECO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. minha mãe me ensinou a não discutir e a não contrariar qualquer incapaz...............abraços de mais um ELEITO

      Excluir