Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Owens e Louis.


Amigos e amigas.
A foto ao lado é, para mim, a mais emblemática da História da Olimpíada de Berlim de 1936: a expressão de altivez, orgulho e honra do alemão Lutz Long logo atrás do mito Jesse Owens, ao receber sua medalha de prata que valeu ouro (Afinal, ele fora derrotado por um dos invencíveis da História).

O que pouco (ou nada) é mostrado é o "Antes das provas", quando Owens e Long se mostravam inseparáveis, relaxados, sorridentes, posando alegres para as fotos como esta abaixo e também que o alemão ensinou o estadunidense a saltar durante a competição, fator determinante para sua derrota, mas que não o abalou (a história oficial agora quer afirmar que Long era contra o regime de Hitler). Owens declarou: "Você pode derreter todas as medalhas e troféus que possuo e isto não seria um revestimento suficiente para a amizade de 24 quilates que eu sentia por Lutz Long naquele momento.

Inquebrantável amizade
Também não é mostrado o "Após as provas". Pela primeira vez, vi um vídeo no especial do "Sportv Repórter" sobre o centenário de nascimento de Owens (“Rompendo barreiras”, se não me engano) mostrando os dois descendo do pódio acima abraçados e sorridentes. Assim como omitem a adoração do povo "racista" alemão ao mito negro. Também não falam que o governo alemão proporcionou a ele e outros atletas estadunidenses uma apresentação na cidade de Colônia. Muito menos dizem que foi o presidente da delegação estadunidense que suspendeu o "rebelde" Owens, proibindo-o de competir, deixando-o ao "Deus-dará" nos EUA. Só é propalado constantemente que ele é considerado "a maior afronta esportiva da História" ao fazer Hitler abandonar o estádio olímpico furioso por um "ser inferior" ter derrotado seus "super homens arianos".

Daí, aparece aquela "testemunha chata e inoportuna" para sacanear a "istorinha" montada com tanto zelo. O repórter chamado Siegfried Mischner afirmou que Owens carregava em sua carteira uma foto de Hitler cumprimentando-o, fato que fora registrado por vários colegas repórteres. Quando lhe mostrou a fotografia, Owens teria lhe dito: "Este foi um dos meus momentos mais bonitos." Mas a história "ofalsial" despreza olimpicamente (trocadilho proposital) isso.

Owens repetiu várias vezes a Mischner que não fora esnobado por Hitler. Pelo presidente Roosevelt, sim e várias vezes. E disse mais tarde que ele foi tratado melhor na Alemanha do que na América, onde os negros enfrentavam segregação, humilhações e real desprezo. Demorou décadas para ele poder lucrar um pouco com sua imagem.

"Owens estava decepcionado", disse Mischner. "Ele balançava a cabeça em desaprovação. A imprensa era muito obediente. Todos os meus colegas estão mortos, Owens está morto. Eu pensei que esta era a última chance de fazer a coisa certa. Mas não tenho nenhuma ideia de onde a foto está ou mesmo se ela existe ainda."

Louis e seu grande amigo Schmeling
Paralela a essa história, existe outra muito semelhante: a do estadunidense Joe Louis contra o alemão Max Schmeling na mesma década de 30. Louis, o "Bombardeiro Negro", era o campeão invicto de boxe dos pesados e foi desafiado por Schmeling, o "Ulano do Reno". Louis foi "amassado" a luta inteira, mas só nocauteado no 12º round. Dois anos depois, recuperou o título de forma contundente, nocauteando Schmeling no 1º round. As propagandas estadunidenses fizeram com Louis o mesmo que fizeram com Owens: "um herói, dito 'de raça inferior', que humilhou a 'crença de superioridade ariana' de Hitler", etc, tentando propagandear que, na "América Livre", a segregação era mito e que qualquer pessoa de qualquer raça ou nível social podia vencer na vida.

Mas, na prática, o racismo na América suplantou tudo e outro ícone negro do esporte foi massacrado pelo preconceito e desprezo em seu dia a dia (também sofreram isso o índio Jim Thorpe e Muhammad Ali), passando seus últimos 30 anos de vida em condições precárias. Seu melhor e fiel amigo foi justamente... Schmeling, que lhe enviou dinheiro sempre que possível e que pagou seu funeral. Novamente, os ditos "racistas" demonstrando respeito, consideração e amizade a "raças inferiores". Já na "Terra das Liberdades",...!
FAB29

"Joe Louis e eu fomos os primeiros ícones do moderno esporte nacional que eram negros.
Mas nenhum de nós poderia fazer publicidade nacional porque o sul não compraria.
Este era o estigma social sob o qual vivíamos."

Em tempo: quem encontrar este fantástico livro, sinta-se um privilegiado:
As histórias que o status quo não quer que se conte.

65 comentários:

  1. "Uma versão dos fatos se contada insistentemente, acabará por ser tomada por verade "
    ( rabino Heichhorn ) Goebbels nem era nascido.

    Quadro de Medalhas, onde mostra a lavada que a Alemanha nazi deu naquelas olimpíadas.

    http://www.terra.com.br/istoe-temp/olimpiadas/jogos/medalhas_paises7.htm

    http://britocappa.blogspot.com.br/2011/03/jesse-owens-o-atleta-negro-que-humilhou.html

    Abraços, Cobalto

    ResponderExcluir
  2. Mas Querido FAB, já viu alguém mais mentiroso e ardiloso que os próprios judeus?

    Por causa deles a Alemanha perdeu a Soberania e por causa deles os EUA estão na mesma situação, ou quase. É através do engano e da mentira que vão derrubando as Nações onde parasitam!

    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, querida Fada.
      Não é à toa que "A propaganda é a alma (e a arma) do negócio".
      Apesar de "do mundo, nada se leva", "a felicidade não se compra."
      O problema é que "a felicidade é uma arma quente".
      Beijos.

      Excluir
    2. Até o Apostolo Paulo fala sobre isso em Tito 1:14 "Não dando ouvidos às FÁBULAS judaicas, nem aos mandamentos de homens que se desviam da verdade"

      SOBRE A ESTRELA DE DAVI
      http://averdadeestampada.blogspot.com.br/2011/05/o-significado-da-estrela-de-davi.html

      Cobalto

      Excluir
  3. Fada,
    Não entendi suas colocações, mas já que se referiu a judeus, e voltando ao tema, faço reverencias aos atletas alemães Eric Seelig e Daniel Prenn. Apenas para exemplificar.
    VSF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro VSP

      Pois o FAB entendeu.
      A máquina de propaganda e formatação cerebral dos povos ocidentais está nas mãos deles. Até este meio que de início... e até ao fim, foi criado para a guerra, a internet.

      Excluir
    2. Orra meu, tu não aprende mesmo, antes de se ILUDIREM na SEITA, essas CABRAS eram ALEMÃES, a judewia não participa dos jogos OLIMPICOS.

      Excluir
  4. Maldita mídia sionista!
    Aqui esta outra fonte:
    http://www.tomatobubble.com/hitler_jesseowens.html

    Jesse Owens e Adolf Hitler: A história REAL!

    Roger - BH

    ResponderExcluir
  5. Boa noite Fabiano

    Owens, disse que sempre foi bem tratado e respeitado na Alemanha por tudo e por todos, bem diferente do racismo que existia na America naquela época.Brancos e Negros nao caminhavam na mesma calçada nos E.U.
    Pena que a mídia mentirosa judaica não publica nada a respeito.

    EDUARDO-SP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pena, não, amigo; é obrigação.
      Eles não podem permitir que um só fio do tecido podre com que eles cobrem a História da humanidade seja puxado, sob o risco de toda a podridão se desfazer e a indignação mundial aflorar.
      Tenho de convir: no tenebroso lugar deles, eu faria o mesmo.

      Excluir
    2. A mídia tá nem ai, vão perder seus patrocínios pra que ?
      --
      http://misteriosdomundo.com/berlim-1936-a-verdade-sobre-hitler-vs-owens

      Tem vários.
      abraços, c
      Cobalto

      Excluir
  6. Não, Eduardo,
    O racismo no EUA ainda existe e muito intenso. Vide David Duke e a KKK.
    VSF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas David Duke execra negros, asiáticos e índios? Não sabia.

      E a KKK não é essencialmente segregacionista? Tantos povos também são, inclusive o judeu.

      Excluir
    2. Fab29
      Você vai gostar deste link.

      http://gothamist.com/2012/06/21/former_kkk_grand_wizard_david_duke.php

      VSF

      Excluir
    3. Não Fab29, a KKK tem atuação como entidade religiosa (protestante) e a supremacia branca. É centralizadora de várias organizações xenófobas e o grupo mais forte é o White Pride.
      Tutti Buona Gente!
      VSF

      Excluir
    4. Certo, mas entidades religiosas supremacistas e "centralizadoras de várias organizações xenófobas" não são exclusividade da KKK.

      A nação judaica não esconde que prefere a segregação e não aceita ser assimilada. E literalmente guerreia por isto. Absoluto direito dela, excetuando as covardias contra inocentes.

      Quanto ao link, alguma novidade que não ocorra o tempo todo em todas as democracias?

      Excluir
    5. VSF,
      Note a ignorância destes membros do STORMFRONT BRASIL
      http://www.stormfront.org/forum/t728701-89/
      Eles argumentam sobre lábios volumosos são resultados de miscigenação ou aplicação de botox.
      Eles conhecem a filha de mussolini?
      http://www.nanopress.it/politica/2013/08/05/mussolini-con-la-t-shirt-anti-giudici-c-hann-scassat-o-cazz_P14680485.html
      Botox
      Que eu saiba é para esticar e não preencher,inflar,etc
      Sem o teste de ancestralidade é impossível saber sua etnia,por tanto eles são racistas burros.

      Excluir
    6. Fab29,
      Você deve ter confundido com as mais de 50 nações muçulmanas.
      VSF

      Excluir
    7. VSF, a KKK é uma organização semita, sabia não ?!

      O único país no mundo a fazer comércio com a África do Sul, sob regime do apartheid era Israel, sabia não ?!

      Cobalto

      Excluir
    8. Não confundi, VS.
      Fiz referência ampla, geral e irrestrita.
      Cite um dos que citei que se salva.

      Excluir
    9. Quanto ao link do preclaro anônimo, é apenas uma das milhões de bobagens que se acha grassando pelo mundo.

      Quantas asnices podemos facilmente encontrar nos blogs e sítios holocáusticos? A estupidez (natural ou não) é geral.

      Excluir
    10. Cobalto,
      A KKK não era organização judaica.
      O boicote a produtos são específicos. Ex: Alimentos não podem sofrer boicote.
      Poderíamos voltar ao assunto?
      Grato,
      VSF

      Excluir
    11. Informe-se melhor, VSF
      A KKK é e tem/teve vários diretores judeus. Só porque a Rede Globo não diz, não quer dizer que seja mentira.

      O boicote era geral e Israel vendia armas pra Àfrica do Sul.

      Foi vc que falou sobre KKK, etc. Estou apenas ensinando/esclarecendo coisas que desconheces.

      Grato, Cobalto

      Excluir
    12. Gostaria de deixar aqui, sei que não é o assunto deste tópico, mas para pesquisa e análises de quem é intelectualmente desinibido, os links abaixo :

      Mostra a ligãção que a KKK tem, mas que ninguém mostra, ou por parcialidade ou por preguiça

      http://www.controversia.com.br/blog/klu-klux-klan-cavaleiros-das-trevas/

      http://www.datehookup.com/Thread-1127322.htm

      http://laconics.forumotion.com/t968-nathan-bedford-forrest

      http://judicial-inc-archive.blogspot.com.br/2010/07/jews-in-kkk.html

      http://firstlightforum.wordpress.com/2011/06/20/wandering-jews-conspire-to-set-white-christian-europeans-against-each-other-in-the-us-civil-war/

      http://www.whale.to/b/dopeinc.html

      -------------------------------------------------------
      Israel ataca Sudão

      http://noticias.terra.com.br/mundo/oriente-medio/sudao-acusa-israel-de-ter-bombardeado-fabrica-militar-em-cartum,6638c5b93235b310VgnCLD200000bbcceb0aRCRD.html

      http://www.publico.pt/mundo/noticia/irael-acusa-o-sudao-de-terrorismo-depois-de-ser-responsabilizada-por-ataque-1568733
      ---------------------------------------------------------
      Israel e a parceia com África do Sul do apartheid ( tem mais, estudando, deixando a preguiça, se encontram as coisas )
      http://redecastorphoto.blogspot.com.br/2010/06/estados-parias-nao-escolhem-aliados.html

      Cobalto

      Excluir
    13. Cobalto,
      Você poderia citar, só para exemplificar, meia dúzia de judeus que são ou foram diretores (suas palavras) na KKK?
      E, não existe boicote geral. O boicote é pontual e aprovado pela ONU. Quem vendeu armas para a África do Sul, foram a URSS, Tchecoeslovaquia, Hungria, Bulgária e China, entre outros.

      Excluir
    14. KKK, caro VSF (?!), tem origem semita como demonstram os links acima. Seu fundador é um diretor/liderança. Agora pedir uma relação de judeus diretores/lideranças nela, é trollação sua, pois é notória sua sinuca. E também não tenho acesso ás atas desta organização. Caso conheças alguém, divulgue as atas da KKK e veremos juntos. Sugiro a leitura do livro " Os Últimos 100 Dias ", John Toland, Edit Nova Fronteira - rj. Ali, em certa parte, narra um encontro/jantar entre o judeu Roosevelt e outro judeu ( não recordo o nome ), então o diretor/lídersupremo/presidente da KKK. OK ? Boa leitura.
      -
      NO link acima tbm mostra q Israel intentou vender armas de destruição em massa ( nucleares no caso ) pro regime apartheid. E sonegam isso na mídia fazedora-de-bobos, pois com sabemos (apesar de muitos não crerem) esta na mão do mosaísmo, não divulgam pq causa constrangimento a estes mosaístas. Caso seu ceticismo infundado persistir, poderá por boa vontade própria, fazer sua pesquisa e verificar o engodo que defendes.
      -
      Caso, missivista fosse interessado na verdade e não apenas papagaiar a mídia, veria os links acima e se resignaria em confessar que precisa rever opiniões.

      Abraços, Cobalto

      Excluir
  7. Fabiano:

    Sempre que ocorre uma olimpíada esta velha e deturpada história é lembrada.

    Em 2016 será a mesma coisa, considerando a overdose de politicamente correto que existe nesta terra brasilis.

    É interessante que quando se fala em leis raciais normalmente se lembra e se malha sobre as Leis de Nuremberg (1935).

    Um pouco menos, mas também lembradas e malhadas são as leis do apartheid sul-africano (1948).

    Por aqui poucos devem saber que as leis de Jim Crow (1880), que vigoraram nos EUA até os anos 60, sob as quais Jessé Owens vivia; que também são malhadas moralmente e que foram parcialmente inspiradas nas....... leis do Antigo Testamento (500 AC), elaboradas pelo sacerdote Esdras que à época realizou um grandes expurgo no seu povo, expulsando judeus mestiços ou que fossem casados com mulheres estrangeiras.

    Talvez elas sejam as mais antigas leis raciais escritas no mundo. E que séculos mais tarde serviriam de base para as leis do estado sionista (1953), onde vige a proibição de casamentos mistos. Mas estas últimas não são sequer mencionadas ou discutidas nos meios acadêmico-midiáticos oficiais.

    Um peso, duas medidas.

    Deixo claro que não tenho nada contra a uma religião, estado ou nação criarem leis que julguem corretas para preservar a identidade dos seus respectivos povos ou fiéis.

    Só não aceito duplicidade de tratamento em relação a elas.

    Augusto Landini.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sou contra nem o segregacionismo, Landini.

      Essa imposição do politicamente correto de que ninguém pode impedir a miscigenação me causa espécie. Os japoneses, os judeus, os árabes, os nórdicos, todos aqueles povos que preferirem não se misturar merecem todo o meu respeito.

      Óbvio que os que preferirem se miscigenar merecem o mesmo respeito e devem ser livres para suas escolhas. Que sejam felizes.

      Mas o imperialismo sórdido só permite a liberdade vigiada.

      Excluir
    2. Sobre esta questão de miscigenação, acho que cabe cada povo escolher se desseja ou não. Cabe a cada indivíduo decidir isso. Podería-se invocar a tal autodeterminação dos povos. Se Israel quer ser racista ( apesar de não ser bonito ), poderia. Mas, o mesmo princípio seria permitido aos outros povos/nações sem censura. Até porque certas coisas não se consegue, ou não se deveriam conseguir, mediante leis/polícia. Mas por diálogos, estudos imparciais, sem lavagem cerebral ( politicamente correto ), etc.

      Excluir
    3. Fab29,
      Toda segregação é criminosa. E mais uma vez, podemosvoltar ao tema?
      VSF

      Excluir
    4. Então, pra finalizar:
      Se você pensa isso da segregação (eu não), você é contra seu povo.

      Minha opinião está no post. Opine à vontade sobre ela.

      Excluir
    5. Fab29,
      Você está sendo simplista e panfletário. Seria o mesmo que eu escrever que você era a favor do Apartheid (ex: de segregação racial) na África do do Sul.
      Poste algo sobre segregação que tenha mais de 10 linhas e podemos debater, mas por enquanto, poderíamos retomar a inicial? Caso não queira, afinal o blog é teu, basta me avisar.
      VSF

      Excluir
    6. Fab29,
      Outra coisa que esqueci.
      Palavras tuas:¨
      "Os japoneses, os judeus, os árabes, os nórdicos..."
      Não dá para entender esta mistura de nacionalidade com etnia e religião. Achar que judeu seria um estrangeiro como, alguns nacionalistas acham é um equivoco do tamanho do mundo.
      Sou tão brasileiro, tão latino-americano e terráqueo como você.
      VSF

      Excluir
    7. Tenho um post no forno sobre o tema onde (creio) opino mais completamente. Digo que segregação é uma faceta do livre arbítrio.

      Ao invés de debate, que tal opinião, que foi o que eu pedi logo ali atrás? Eu sempre dou a minha no post. Cadê a sua?

      Excluir
    8. E a "outra coisa":
      Você só entende o que lhe convém. Os que citei segregam igualmente e eu não os condeno nem uma vírgula.

      "Não existe judeu alemão, judeu francês ou judeu inglês, mas, sim. judeu que mora na Alemanha, judeu que mora na França e judeu que mora na Inglaterra." Simon Wiesenthal.

      Mais segregacionismo que isto é difícil. Você o condena? Eu não.

      Excluir
    9. Meus comentários foram feitos, inclusive fora do tema.
      VSF

      Excluir
    10. Revendo todos os comentários deste post, você foi o primeiro a dizer que o Cobalto fugiu do tema quando afirmou que a KKK (que você citou primeiro) é semita.

      Porém, um pouco antes, um 'corajoso' anônimo citou e postou links do Stormfront e de um blog estrangeiro. Meio torto, mas não desconsiderei.

      Em seguida, aceitei links do Cobalto apenas para recrudescer o papo e servir para alguém que se interessasse.

      Enfim, procuro ser bem flexível e democrático (apesar de não aprovar a democracia que grassa no mundo). O post fala sobre preconceito e segregação. E nenhum comentário seu expôs de fato sua opinião sobre os dois.

      Finalizo, repetindo: não sou contra a segregação, não repudio os povos que citei por segregarem e sou avesso a qualquer covardia feita por qualquer um. Você já disse que "Toda segregação é criminosa." Então, Wiesenthal e os povos que citei o são?

      Excluir
    11. Essa é a opinião de Simon Wiesenthal. Não a minha.
      VSF

      Excluir
    12. E eu é que sou "simplista e panfletário"?
      Sua "opinião" sobre segregação se mantém?

      Excluir
    13. Se mantém. E, não sei se ele falou isso. E se falou, em que contexto?
      Pode me passar algum link?
      Desde já agradeço.
      VSF

      Excluir
    14. Voltei.
      Paramos nos links, certo?
      VSF

      Excluir
    15. "Tsegregação é criminosa. E mais uma vez, podemosvoltar ao tema?
      VSF "

      Então o missivista VSF acusa Israel de crime de segregação ? Finalmente entendeu alguma coisa. Tá progredindo , garoto.

      Cobalto

      Excluir
  8. http://britocappa.blogspot.com.br/2010/09/grande-farsa-do-holocausto-judaico.html

    Cobalto

    ResponderExcluir
  9. Fabiano:

    Um esclarecimento adicional sobre as leis de Jim Crow:

    Elas foram inspiradas parcialmente nas leis do AT em função da cultura protestante dos EUA. Pois como é bem sabido os EUA são um país de base protestante e o protestantismo foi e ainda é bastante influenciado pelo AT.

    No mais é lembrar a grande hipocrisia americana de condenar a Alemanha NS por racismo, quando as sua leis tinham o mesmo espírito das leis de Nuremberg.

    Quanto à citação atribuída a Wiesenthal, me parece que a autoria correta é de Theodor Herzl, um dos pais do movimento sionista em um discurso no congresso de Basileia (1897), lembrando aos seus congêneres a respeito da unidade do povo judeu. Sem este apelo à unidade o projeto sionista teria sido impossível.

    Augusto Landini.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Landini.
      Outra hipocrisia foi a que o ex-sionista Benjamin Freedman revelou: os judeus, à época da 1ª Guerra, apoiavam a Alemanha. Como viram a possibilidade de negociar com os ingleses a Palestina, viraram a casaca e a Alemanha, que sempre os acolheu e tratou muito bem, se transformou em um antro de demônios.

      Já a citação, parece que a deletaram da biografia do Wiesenthal. Convenhamos: depois de uma vida de mãos dadas com a mentira, essa tentativa de aliviar a barra do desinfeliz é tosca. Já leu isto?
      http://fab29-palavralivre.blogspot.com.br/2013/07/simon-fraude-wiesenthal.html

      Abraço.

      Excluir
    2. Não faço a menor ideia como contestar, depois do Roosevelt judeu e passando pelo judaísmo da KKK até chegar a citação de Simon Wiesenthal
      VSF

      Excluir
    3. Se é assim, faça como nós: opine baseado em seus conhecimentos e crenças.

      Excluir
    4. Ok,
      Roosevelt não era judeu, judaísmo na KKK não existiu e Simon Wiesenthal não fez a afirmação acima.
      VSF

      Excluir
    5. "Outra hipocrisia foi a que o ex-sionista Benjamin Freedman revelou: os judeus, à época da 1ª Guerra, apoiavam a Alemanha..."

      Esta ideia de "traição" é propaganda. Judeus fazem parte de uma nação, e dentro da mesma existem, por exemplo, alemães que apoiam ou não. Não interessa se são judeus, cristãos ou luteranos. É simplório colocar a culpa nos outros. A Alemanha perdeu a guerra pois não tinham a menor condição de enfrentar os ingleses e franceses somados ao reforço dos americanos. A região, conhecida como Palestina, era na época controlada pelos Otomanos.
      VSF

      Excluir
    6. Logo, Benjamin Freedman não passou de um leviano ao falar todas aquelas "baboseiras", certo?
      Você e os historiadores imparciais pró status quo é que tem toda a razão.
      Legal.

      Excluir
    7. Fab29,
      Já expliquei acima e não sei se esse tal Benjamin falou ou não isso. E se falou? Problema dele. Ou ele tinha procuração dos judeus pelo mundo? Que coisa mais fora da realidade.
      VSF

      Excluir
    8. Você aceita e defende as insanidades impossíveis de milhares de "sobreviventes do holocausto". Isto é "dentro" da realidade?
      "Jeniau"!

      Excluir
    9. É claro que sim! Você não?
      VSF

      Excluir
    10. E quais seriam essas "insanidades"?
      VSF

      Excluir
    11. É claro que não.

      Devo listar as impossibilidades do holocausto que seus ídolos relataram de novo? Aquelas para as quais seus donos não tem resposta e você despreza?

      Não é necessário.

      Excluir
    12. Não desprezo. Só não sou adepto de teorias de conspiração.
      VSF

      Excluir
    13. O impossível NUNCA será 'teoria da conspiração'.
      Se não fosse impossível, seus donos já teriam esmagado o revisionismo.

      Excluir
    14. KKK foi fundada por judeus e maçons ( q são controlados pelos mesmos ).
      Roosevelt vem de família judia emigrada da Holanda : van Roosenvelt ou coisa parecida. Sem falar em mister Baruch ( o presidente invisível dos EUA ).
      Ref. Wiesenthal e Freedman, quando alguém pisa na bola ou já não convence mais , pois foi desmascarado, escondem o sujeito , e nem se dão a moral, a honradez de repudiar as mentiras com mesmo peso e tempo de qdo elas eram espalhadas por toda imprensa com toda badalação. Ficam escondidinhos e fica por isso mesmo.

      Cobalto

      Excluir
    15. A aberração do "revisionismo", que é pregado como religião, já nasceu esmagado. Problemas no "parto". Existem ainda raríssimos e microscópicos seres não resistentes desta espécime, que se alimentam de microblogs, condenados e sem cura a viver (não muito) a margem da sociedade. É só uma questão de tempo.
      VSF

      Excluir
    16. Cobalto,

      http://br.dir.groups.yahoo.com/group/Holocausto-Doc/message/3353

      Wikipédia:
      Quanto a Benjamin Freedman, não entendo sua importância mas, ele era simplesmente contra dois movimentos políticos: Sionismo e Comunismo.

      Benjamin Harrison Freedman, (Nova Iorque, 4 de outubro de 1890 – Maio de 1984) foi um empresário judeu americano radicado em Nova Iorque. Freedman ficou conhecido por sua oratória e como escritor, do que se valia a mostrar sua visão política antissionista e anticomunista. Era um judeu asquenaze e converteu-se ao cristianismo.

      Excluir
    17. Abri seu link
      http://br.dir.groups.yahoo.com/group/Holocausto-Doc/message/3353

      "tiveram um filho, Nicolau, que casou com a judia Heyltje J. Kunst.

      Heyltje era filha de Jan Kunst e enteada de Jaquemijne Slecht, batizada em Woerden em 25 de Julho de 1645:

      http://freepages.genealogy.rootsweb.com/~mlbgen/Slecht_Holland.html
      3. JAQUEMIJNE (JACOMIJNTJE) CORNELISDOCHTER SLECHT, baptised
      in Woerden July 25, 1645, married 1st Wildwijck April 29, 1663 JAN KUNST,
      from Alkmaar, an carpenter, son of Barent Kunst" Não prova que não são judeus.

      "
      Seu filho, Jacbo, fiel à fé judaica,

      Isso é mentira, pura e simples. Jacobus Roosevelt foi fundador da Igreja Holandesa Protestante Reformada em Nova York " Sim, pelo fato de ter fundado uma igreja isso é prova de não ser judeu ? Fala sério. Ademais, é notório o ódio contra a fé católica, por isso incentivam aberturas de igrejas pra enfraquecer o catolicismo. Até é uma obviedade um judeu abrir uma igreja anticatólica.

      Como pode-se ver, tem origem judia. Pois o post não comprova o contrário e é notório , qdo migram, mudar o nome. Pq mudam tanto de nome ? O que desejam esconder ?

      E sobre o presidente invisível dos EUA , mister Baruch ? E de toda o escumalho "não-americano" de conselheiros, secretários etc q o cercava ?

      Foi aqui q postei q Israel atacou o Sudão ?: Ninguem contesta ?
      Que o judaísmo não é primeira religião monoteísta ? Ninguem contesta ?
      E como poste, a KKk tbm é das 12 tribos.
      Cobalto.

      Excluir
  10. KKK foi fundada por judeus e maçons ( q são controlados pelos mesmos ).

    SIM OS CRIMES NEGROS NAQUELE SUL DEVASTADO ERAM JUDEUS COM BLACKFACE O NEGRO CO-AUTOR COM O JUDEU NO CASO MARY PAGAN ERA JUDEU COM BLACKFACE TAMBEM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quase tudo o que for "revolucionário" na História foi criado pela judiaria/maçonaria.

      Afinal, é assim que se prevalece.

      Excluir