Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Vamos a Belzec?

Amigos e amigas.
Diz a História que o "campo de extermínio" de Belzec funcionou por menos de 300 dias. Se contarmos o fato dele ter ficado pelo menos um mês parado para reformas, cai para pouco mais de 250 dias. Se considerarmos que houve meio milhão de mortos, temos uma média perto de 2000 mortes diárias por gaseamento com monóxido de carbono de motor diesel.

Causa-me espécie saber que nos primeiros "meses de matança", foram utilizadas câmaras de gás em um edifício de madeira. Um prodígio ou um absurdo, já que num de alvenaria é uma tarefa dificílima? O fato é que a história de Belzec me parece até mais descabida que as de Auschwitz e Treblinka por se ter supostamente cometido um enorme genocídio em tão pouco tempo usando gás de motor diesel, que tem menos eficiência letal que a fumaça de gasolina, que já é de ação lenta.

Mas confiram e julguem por si mesmos.

"Belzec esteve em operação de 17 de março de 1942 até o fim de dezembro de 1942. (...) Acredita-se que entre 430.000 e 500.000 judeus foram exterminados em Belzec, junto com um número desconhecido de poloneses e ciganos. (...) Três câmaras de gás de Belzec começaram a operar oficialmente em 17 de março de 1942. (...) Os mecanismos de câmaras de gás eram problemáticos e, geralmente, apenas um ou dois estavam trabalhando em um determinado momento, causando um atraso. (...) Ele [o comandante] logo percebeu que as três câmaras de gás originais eram insuficientes para completar a tarefa. (...) Um novo complexo com seis câmaras de gás de concreto, cada uma medindo 4 × 5 ou 8 metros, foi erguido e as câmaras de gás de madeira foram desmontadas. A nova unidade poderia lidar com mais de 1.000 vítimas de uma vez. (...) O historiador Eugeniusz Szrojt, em seu estudo de 1947,  estimou o número de pessoas assassinadas em Bełżec em 600.000. Raul Hilberg tinha uma cifra de 550.000.  Yitzak Arad aceitou 600.000 como mínimo. Józef Marszałek calculou 500.000. O historiador britânico Robin O'Neal uma vez deu uma estimativa de cerca de 800.000. Os historiadores alemães Dieter Pohl e Peter Witte deram estimativa de 480.000 a 540.000. Michael Tregenza declarou que teria sido possível ter-se enterrado até um milhão de vítimas no local." 
Telegrama Höfle dizendo ter havido 434,508 judeus assassinados em Belzec.

"Inicialmente, havia três câmaras de gás de monóxido de carbono, utilizando-se um edifício de madeira. Elas foram mais tarde substituídas por seis câmaras de gás em um edifício de tijolo e concreto. O centro de extermínio de Belzec começou a operar em 17 de marco de 1942 e terminou as operações em dezembro de 1942. O número estimado de mortes é 500-600 mil, principalmente judeus. (...) Na primeira fase de suas operações, entre março e maio de 1942, Belzec tinha três câmaras de gás em uma barraca de madeira com uma parede dupla cheia de areia. (...) O gás monóxido de carbono era canalizado a partir de um motor diesel montado do lado de fora. Uma vez que as câmaras de gás eram preenchidas e as portas, fechadas, o processo de matança levava até 30 minutos. (...)  Demorava até três horas para "preparar" uma parte de um transporte. [Ou seja, com esse tempo entre uma "sessão de gaseamento" e outra, realizavam-se, no máximo, 8 sessões por dia.]
Em meados de maio, os transportes pararam enquanto o sistema era aperfeiçoado. Em meados de junho, começou a construção de um edifício de concreto e tijolo abrigando seis câmaras de gás, cada uma de 13 por 16 pés [4 x 4,8m x 6 = 115m²]. Isso permitiu que a SS matasse até 1.200 judeus de cada vez. [ou seja, 10 pessoas por m²!] (...) Estima-se cerca de 600 mil judeus foram mortos em Belzec." [Aqui, temos no mínimo um mês de "folga" no dito genocídio].
(http://www.jewishgen.org/forgottencamps/camps/belzeceng.html)


"Havia quatro celas primitivas de extermínio. Gás monóxido de carbono dos motores diesel era bombeado para matar as vítimas. Um oficial da SS atingido pela consciência, Kurt Gerstein, [cujas 'istórias' hiperbólicas já foram detonadas. Um exemplo: ele afirmou que eram "700 – 800 pessoas em 25 metros quadrados e 45 metros cúbicos!"] deixou uma rara descrição das condições em Belzec. (...) O centro de extermínio de Belzec começou a operar 17 de março de 1942 e terminou as operações de dezembro de 1942. Estima-se que cerca de 600.000 judeus foram assassinados em Belzec e, provavelmente, dezenas de milhares de ciganos. (...) Sob o gramado em que os visitantes pisam hoje repousam os restos retorcidos de incontáveis ​​milhares de judeus. [Esses "restos retorcidos" não foram cremados e esmagados? Daí, as tradições judaicas impedem de serem exumados, certo? Então, ficaremos para sempre reféns da palavra dos 'sobreviventes'?]
http://auschwitz.dk/belzec.htm


Belzec tinha "três lados medindo 275 metros; o quarto, no lado sul, medindo 265 metros. (...) Acampamento II, a área de extermínio, incluía as câmaras de gás e grandes fossos retangulares. Os fossos tinham um tamanho médio de 20 x 30 x 6 m de profundidade. (...) Com um sinal do ajudante Scharfuhrer, o motor de gaseamento foi acionado e depois de aproximadamente 20 minutos, uma inspeção pelo olho mágico da porta da câmara confirmou que todos dentro não estavam mais vivos e o motor pôde ser desligado.(...)  e até o final de março de 1942, mais de 18.000 judeus do gueto de Lublin foram enterrados nas covas de Belzec.(...) No mês de agosto de 1942, no auge de um verão muito quente, cerca de 130.000 judeus, principalmente dos distritos de Galiza e Cracóvia, foram assassinados em Belzec. Durante o mês seguinte, cerca de 90.000 judeus foram deportados para o campo de extermínio. (...) O último transporte de reassentados para Belzec chegou em 11 de dezembro de 1942 e isso acelerou o trabalho de queima dos cadáveres, que tinha começado em novembro de 1942. (...) Trabalhadores judeus da chamada "Brigada da Morte" [que desenterraram os corpos] montaram piras, queimaram os corpos e re-enterraram os restos mortais em valas comuns. [???] (...) As grelhas (piras) foram construídas com seções de bitola padrão de linha férrea em cima de grandes plintos de concreto. [Então, não eram em fossos crematórios?] (...) Os cadáveres foram carregados às grelhas e embebidos em óleo pesado; em seguida, atearam fogo e, durante meses, toda a área esteve sob um manto pesado de fumaça negra oleosa. Os habitantes locais raspavam a gordura humana de suas janelas. As tentativas de destruir todas as provas foram assistidas pelo uso de uma máquina de esmagamento de ossos trazida do acampamento de trabalho Janowska, em Lvov, que foi operada por um homem chamado Szpilke. (...) Em 30 de junho de 1943, um transporte dos últimos judeus de Belzec chegou sob a supervisão de SS-Unterscharführer Paul Groth, a ser liquidado. Assim que foram descarregados, os prisioneiros judeus começaram a correr em todas as direções e foram baleados aleatoriamente por todo o acampamento. [Não podiam ter feito isso bem antes, dentro do trem, etc?] (...) Cerca de cinqüenta judeus escaparam do campo de extermínio de Belzec. Apenas um punhado sobreviveu à guerra e apenas Rudolf Reder, Chaim Hirszman, e o rabino Israel Schapiro, de Lvov, foram capazes de fornecer testemunho ocular sobre o acampamento. [Resumindo: depois de tudo isso, provas forenses,...]

http://www.deathcamps.org/belzec/maps.html

Vimos acima duas datas: que o último comboio de judeus chegou a Belzec em 11/12/42 e em 30/06/43. É um desencontro imenso de informações, seja em quantidade de mortos, a chegada de comboios, a forma de cremação, a época de finalização do campo,... E tudo o que descrevem não levam em consideração as intempéries (chuva e neve) que dificultariam ou até impediriam as ações, principalmente as de cremação. E completando, Michael Berenbaum, ex-diretor do Instituto de Pesquisa do Holocausto dos Estados Unidos, disse: "A matança continuou em Belzec por menos de 10 meses. Entre dezembro de 1942 e a primavera de 1943, as valas comuns foram abertas e os corpos das vítimas foram exumados e cremados." (http://global.britannica.com/EBchecked/topic/60236/BelzecEntão, o campo não fechou em dezembro de 1942?

São mais dúvidas e contestações minhas que compartilho com vocês. Pelo jeito, visto que tudo o que postei acima, apesar das disparidades, é oficial e vigente, nada vai ser revisto. Passivos, comodistas e coniventes (além de outros piores) que continuem acreditando. E continuo repelindo o impossível.
FAB29

Lista maçonica

Amigos e amigas.
A lista abaixo é um resumo dos mais importantes maçons da História. Simples curiosidade para comprovar a influência maçônica na humanidade.
Atentem para qual é a maior lista.
FAB29

Presidentes:
* Abraham Lincoln * Andrew Jackson * Barack Obama * Benito Juárez * Campos Sales *Delfim Moreira * Deodoro da Fonseca * Franklin D. Roosevelt * George Bush * George C. Wallace * George Washington * Gerald Ford * Harry S. Truman * Hugo Chaves * Hermes da Fonseca * James A. Garfield * Jânio da Silva Quadros * João Batista Figueiredo * Jimmy Carter * John A. MacDonald * John J. C. Abbott * José de San Martín * Mario Soares * Mackenzie Bowell * Nilo Peçanha * Prudente de Morais * Robert L. Borden * R. B. Bennett * Salvador Allende * Simon Bolivar * Theodore Roosevelt * Venceslau Brás * Warren G. Harding * Washington Luís * William Howard Taft * William Mckinley 

Reis
* Eduardo VII, do Reino Unido * Eduardo VIII, do Reino Unido * Frederico II, da Prússia * Jorge VI, do Reino Unido * Jorge IV, do Reino Unido * Leopoldo I, da Bélgica * Pedro I, do Brasil

Políticos
* Adhemar de Barros * Albuquerque Lins * Alvaro Dias * Alceu de Deus Collares * Altino Arantes * Antonio Palocci * Antônio Duarte Nogueira * Azeredo Coutinho * Barão de Itamaracá * Baleia Rossi  * Barão do Rio Branco * Benjamin Constant * Benjamin Franklin
* Bento Gonçalves * Beto Richa * Bernardino de Campos * Carlos Gomes * Cláudio Pinto do Nascimento * Conde de Lages * David G. Burnett * Dimas Ramalho * Deodoro da Fonseca * Diogo Antônio Feijó * Duque de Caxias * Esperidião Amin Elou Filho * Eusébio de Queirós * Evaristo da Veiga * Floriano Peixoto * Francis Bacon * Francisco Dornelles * Francisco Glicério * Frei Caneca * Giuseppe Garibaldi * Henry Wallace * Hipólito da Costa * James Buchanan * James Knox Polk * James Monroe * João Caetano * Joaquim Gonçalves Ledo * Joaquim José da Silva Xavier * Joaquim Nabuco * Joel R. Poinsett * John G. Diefenbaker * John Hancock * José Bonifácio de Andrada e Silva * José Roberto Arruda * José Castellani * José Clemente Pereira * José do Patrocínio * Joseph Brant * José Serra * Luiz Antônio Fleury Filho * Manoel de Nóbrega * Mão Santa * Mário Covas * Marquês de Abrantes * Marquês de Lafayette * Marquês de Sapucaí * Michel Temer * Mirabeau B. Lamar * Mozarildo Cavalcanti * Nereu Ramos * Newton Cardoso * Nilso Inácio Alves * Nilo Peçanha * Pinheiro Machado * Orestes Quércia * Osmar Dias * Roberto Jefferson * Raúl Castro * Rui Barbosa * Roberto Requião * Saldanha Marinho * Sam Houston * Sam Nunn * Senador Vergueiro * Severino Cavalcanti * Silvio Berlusconi * Silva Jardim * Tarso Fernando Herz Genro * Teófilo Otoni * Ubaldino do Amaral * Visconde do Rio Branco * Winston Churchill * William Woo 

Líderes Espirituais
* Alan Kardec (Espiritismo) * Brigham Young (Sucessor de Joseph Smith á frente da Igreja Mormon) * Frei Caneca (patriota e revolucionário) * Harvey Spencer Lewis (Fundador da Ordem Rosacruz AMORC) * Jacob Boehme * Jacques de Molay (Grão-Mestre) * James Anderson (autor das Constituições e Ministro Presbiteriano) * José de Souza Marques (educador, político, advogado e pastor batista) * Joseph Smith (Precursor do Mormonismo) * Louis Claude de Saint-Martin (Fundador do Martinismo) * Martin Luther King Jr (Nobel da Paz e Pastor da Igreja Batista) * Martinez de Pasqually (Fundador do Martinismo) * Serge Raynaud de la Ferrière (Fundador da Grande Fraternidade Universal) * Swami Vivekananda (Líder Hinduísta - Yoga, Reforma Hindú)

Artistas
Atores
* Arthur Godfrey  Bob Hope * Casanova * Charles "Tom Thumb" Stratton * Clark Gable * Danny Thomas * Douglas Fairbanks * Elmo Lincoln * Ernest Borgnine * Gene Autry * George M. Cohan * Harold Lloyd * Irving Berlin * John Wayne * José Wilker * Milton Gonçalves * Oliver Hardy * Oscarito * Palhaço Arrelia * Palhaço Carequinha * Palhaço Charles * Palhaço Xuxu * Peter Sellers * Raul Solnado * Red Skelton * Roy Clark * Roy Rogers * Tom Mix * W.C. Fields * Will Rogers

Compositores, músicos e intérpretes
* Bob Nelson * Carlos Gomes * Duke Ellington * Emanuel Schikaneder * Fábio Júnior * Howlin' Wolf * Jean Sibelius * Johann Sebastian Bach * John Philip de Sousa * John Stafford Smith * Luiz Vieira * Louis Armstrong * Ludwig van Beethoven * Luiz Gonzaga * Mel Tillis * Nat King Cole * Paul Whitman * Ranchinho * Roberto de Carvalho * Tonico * William "Count" Bassie * Wolfgang Amadeus Mozart

Pensadores e Escritores e Jornalistas
* Adriano Camargo Monteiro * Albert Pike * Aldenor Benevides * Aleksander Pushkin * Alexandre Herculano * Antero de Quental * Antonio Guimarães de Oliveira * Cagliostro * Camilo Castelo Branco * Carl Gustav Jung * Carlo Collodi * Edward Gibbon * Eliphas Levi * Emmanuel Kant * Fernando Pessoa * Fernando Gabeira * Francis Bacon * Jean Baptiste de Willermoz * Jean-Jacques Rousseau * Jorge Nascimento * José do Patrocínio * Johathan Swift * Lewis Wallace * Louis Claude de Saint-Martin * Luís Vaz de Camões * Machado de Assis * Marcelo Del Debbio * Mark Twain * Max Heindel * Montesquieu * Nicolau Flamel * Papus * Paracelso * Pitágoras * Platão * Olavo de Carvalho * Oscar Wilde * Ralph Waldo Emerson * Roberto Marinho * Robert Burns * Robert Morris * Rudyard Kipling * Samuel L. Clemens * Sir Arthur Conan Doyle * Sigmund Freud * Tagore * Victor Hugo * Voltaire * Walter Scott * William Blake * William Shakespeare * Zé Rodrix

Astronautas
* Edwin E. Aldrin * John H. Glenn * Neil Armstrong * Virgil Grissom

Militares
* Alfred Von Tirpitz * Audie Murphy * Eddie Rickenbacker * Ernesto Geisel * Golbery do Couto e Silva * James Doolittle * John Joseph Pershing * José de San Martín (Libertador da Argentina, Chile e Peru) * Duque de Caxias * Napoleão Bonaparte * Omar N. Bradley * Douglas MacArthur * Dwight Eisenhower * Henry "Hap" Arnold * Simon Bolivar * Deodoro da Fonseca * Floriano Peixoto

Empresários
* Andre Citroen (fabricante de automóveis) * Charles C. Hilton (cadeia de hotelaria Hilton) * Cláudio Pinto do Nascimento (Diversos segmentos) * Darryl F. Zanuck (fundador da 20th Century Productions) * Eberhard Faber (fundador da Eberhard Faber Pencil Company, Neumarkt (Alto Palatinado), Alemanha * Henry Ford (pioneiro na produção de automóveis em massa) * Irineu Evangelista de Souza (Barão e Visconde de Mauá) * Jack Warner (da Warner Brothers Fame) * John W. Teets (Presidente da Dial Corp.) * King C. Gillett (Gillett Razor Co.) * Lawrence Bell (Bell Aircraft Corp.) * Lloyd Balfour (joalharia) * Louis B. Mayer (fundador da Metro-Goldwyn-Mayer) * Melvin Jones (um dos fundadores da Lions International) * Paul Harris (fundador do Rotary Club) * Robert E. B. Baylor (fundador da Universidade Baylor) * Uziel Carneiro Santos (Diversos Segmentos) * William H. Dow (Dow Chemical Co.) * Sir Thomas Lipton (fundador da Lipton Tea Company)

Cientistas
* Albert Michelson * Benjamin Franklin * Berzelius * Charles King * Charles Richet * Crawford Long * Francis Bacon * Frederic Hopkins * Galileu Galilei * Isaac Newton * Isaac Peral * Jaume Ferrán i Clua * Joseph Guillotin * Juan de la Cierva * Leonardo da Vinci * Louis Orlando * Ronald Appleton * Ronald Morrish * Samuel Hahnemann * Sir Alexander Fleming * Thomas Edison * Wilhem Oswald

Outros
* Américo Vespúcio * Charles Lindberg * Prince Hall  * Visconde de Jequitinhonha