Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

"Efeito estufa" está com estafa.

Amigos e amigas.
Neste ano, creio que ouvi falar sobre "efeito estufa" et caterva duas vezes. O assunto cansou ou coisa pior? Após longos anos de tudo o que foi tipo de notícias, avisos, convenções, protocolos, anúncios, em todas as mídias, assinados e financiados por todos os governos e um monte de ditos renomados especialistas, eis que tudo o que temos sobre o aquecimento global, efeito estufa, buraco na camada de ozônio e correlatos se resume a... GLÚTEN! Praticamente nada se aproveita!

Aqueles especialistas contrários a toda essa patacoada (como o professor do Departamento de Geografia da USP, o nobre Ricardo Augusto Felício) já haviam explicado que nosso planeta é extremamente sofisticado e se ajusta à sua própria necessidade, mostrando estar tão vivo quanto nós. Vejam o rio Tietê: nasce puro e cristalino, passa pela cidade de São Paulo, é poluído com centenas de tipos de lixos e, após vários quilômetros, já está recuperado.

Fato: se o ser humano desequilibra uma região do planeta, esta fica sem condições de abrigar a vida e é "engolfada" para se recuperar, da mesma maneira que um machucado no nosso corpo é recuperado para o sistema não se contaminar e colapsar. Com o clima, é exatamente assim, também. Todo aquele papo de CFC, CO², pum de vaca, etc, que diziam afetar a estabilidade climática da Terra, gerando os transtornos já citados não passa de falcatruas para gerar dividendos a grupos específicos.

O supracitado professor Felício disse como o ozônio se forma: "O ultravioleta categoria C, por propriedades da molécula, age sobre o O2Ele reage e gera o ozônio. Ele é transitório. Quando não tem energia, não forma. Sem sol, não tem camada de ozônio. É um ciclismo rápido. Quando não tem luz, não tem ozônio." É de uma simplicidade até ofensiva ao nosso discernimento! Uma verdade tão patente como esta e uma cambada de nefastos a esconde criminosamente. Leiam a entrevista completa do professor Felício aqui:
Vivem falando que o aquecimento global está degelando a Antártida. Vejam neste link bem recente:

Nos últimos anos, vemos ondas de frio, neve e gelo em muitos locais da Terra. Confiram algumas notícias deste ano:

"No domingo, Moscovo teve a sua noite mais fria do inverno, com 23 graus negativos, enquanto nas regiões próximas da capital russa as temperaturas rondaram os 28 graus negativosEsta tem sido a onda de frio mais prolongada que a Rússia enfrentou num mês de dezembro nos últimos 75 anosAs temperaturas mais baixas, inferiores a 50 graus negativos, foram registradas no extremo oriente do país."

"Uma devastadora tempestade de inverno que congelou parte dos Estados Unidos no fim de semana se manteve firme nesta segunda-feira, quando baixas temperaturas, neve e gelo se espalharam pela costa leste do país (...) temperaturas perigosamente frias e ventos gelados deveriam continuar na parte oeste dos EUA, de acordo com a meteorologia, com temperaturas de 10 a 30 graus abaixo de zero das Montanhas Rochosas aos Grandes Lagos e ao Vale do Mississippi.(...)  A temperatura em Jordan, no Estado de Montana, caiu para 41 graus negativos no sábado, a mais baixa registrada no país durante a tempestade."

"Uma massa polar que se espalha pelo cone sul provocou uma das mais intensas ondas de frio da última década, que deixou nesta quarta-feira pelo menos cinco mortos e milhares de desabrigados em Paraguai, Bolívia e Peru. A massa de ar frio provocou a morte de pelo menos duas pessoas no Paraguai por hipotermia devido a temperaturas que caíram aos -2°C na região sul. Em Assunção, os termômetros chegaram a marcar -1°C."

Eis neste link fotos sobre a onda de frio na Europa em 2013:
http://oglobo.globo.com/mundo/onda-de-frio-mata-centenas-na-europa-3870674

Homem corre apesar da nevasca em Illinois, nos Estados Unidos, que tem onda recorde de frio em todo país
 Forte nevasca em Illinois, EUA - Dezembro/2013
Neve no Brasil 23.7 20h45 (Foto: Debora Duffeck/VcnoG1)
Neve no Brasil - Julho 2013
Onda de frio na Rússia já causou 135 mortos
Paisagem na Rússia - Dezembro/2013
Ano passado, não foi diferente. Vejam só:

"Com o Danúbio completamente congelado ao longo de 11 quilômetros, dezenas de milhares de pessoas ficaram isoladas, sendo que boa parte não conseguia nem sair de casa, enquanto o registro de mortes supera 600 devido ao frio que ainda assolava a Europa neste sábado. (...) Para ilustrar a força desta onda de frio, o Danúbio estava totalmente congelado nas imediações do porto de Silistra, no noroeste da Bulgária, pela primeira vez em 25 anos, já que o último registro de uma situação como esta ocorreu no inverno de 1984-1985. Confiram:
Homem anda com seus cachorros em trecho congelado do rio Danúbio neste sábado (11), em Nagymaros, na Hungria (Foto: Laszlo Balogh / Reuters)
Rio Danúbio congelado - Fevereiro/2012
(...) Mortos por hipotermia: Ucrânia - 135; Romênia - 65; Polônia - 82; Rússia - 46; Lituânia - 24; Rep. Tcheca - 25 (mínimo); Itália - mais de 45; Hungria - 16. (...) A onda de frio atingiu até o norte da África, onde 46 morreram na Argélia em uma semana."
http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/02/europa-registra-mais-de-600-mortes-causadas-pelo-frio-danubio-congelado.html

Para finalizar, uma dúvida para a qual não encontro resposta. Vamos considerar que o "suposto buraco na inexistente camada de ozônio" de fato exista e seja causado pelo irrisório e inofensivo CFC (além do pum de vaca): afirma-se que ele se localiza sobre a Antártida. Como isso é possível, se é o hemisfério norte que usa CFC milhares de vezes mais que o sul?

Sou da mesma opinião dos contestadores do climagate: é tudo pilantragem! Não sou a favor de usar e abusar da natureza sem protegê-la, preservá-la. Muito ao contrário! Só sou avesso a esses vagabundos que se locupletam causando pânico e histeria. Essa história de "efeito estufa" já perdeu seu fôlego há muito tempo.