Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Quanta "justissa"!

Amigos e amigas.
Assisti certa vez no canal BAND NEWS uma reportagem onde gerentes de hotéis em Ouro Preto, Minas Gerais, entraram na justiça contra as repúblicas por estas fazerem promoções "desleais" em épocas chaves como o carnaval e, com isto, reduzirem seus lucros. Um gerente disse que a sua taxa de ocupação chega a cair para 40% por conta dessas promoções e se diz que a rede hoteleira deixa de ganhar cerca de R$ 1 milhão de reais.

E eu pergunto: E DAÍ?! Desde quando república é fora da lei?! Desde quando a disputa por clientes através de promoções é crime?! Desde quando o "Quem pode mais, chora menos" virou caso de justiça?! Se fosse assim, ouvi dizer há muito tempo que existia no Rio de Janeiro um guaraná criado por um microempresário em uma pequenina fábrica "fundo-de-quintal" que fazia um sucesso tão grande que, naquela região, ele concorria "pau a pau" com a Coca-Cola. O que esta fez? Comprou a marca e extinguiu sua produção. Ela cometeu algum crime? Pra mim, não! Acho que é, sim, uma covardia, uma deslealdade, uma sem vergonhice, etc, por parte da gigante, mas é o "Quem pode mais, chora menos" em plena ação! Já ouvi dizer que o "Vick Vaporub" faz a mesma coisa para manter sua supremacia. Se for verdade, fazer o quê? Seria possível criminalizar tal ato? Pode ser interessante, mas acho dificílimo.

Mas voltando ao caso inicial, essas repúblicas precisam demais desse dinheiro que essas épocas especiais geram porque é com ele que elas conseguem reformar suas dependências que, nessa região de Minas, são patrimônios históricos e precisam constante e urgentemente de preservação. Algumas já conseguiram inclusive arrumar seus telhados, encanamento e pintar suas fachadas. Mas muitas delas precisam de bem mais para outras melhorias (fiação, geladeira, azulejos, etc). E isso tudo me enoja por dois motivos:

1º- Quem devia arcar com a preservação do patrimônio histórico de um país é o governo. E, neste ponto, o brasileiro é asquerosamente omisso, na melhor das hipóteses;

2º- Se a rede hoteleira vencer a queda de braço, mais uma vez o povo sairá perdendo pois será impedido da livre escolha por melhores preços e condições, sendo obrigado a se submeter ao cartel de hotéis.

E além do mais, aquele "um milhão de reais" que dizem que a rede hoteleira está DEIXANDO DE GANHAR está, por acaso, indo para as repúblicas? Duvido! Se for a metade, será muito. Afinal, se elas cobrassem o mesmo preço, não teriam nenhuma chance contra os hotéis. E novamente, pergunto, mesmo se ganhassem um milhão: E DAÍ?! O mais justo seria a rede hoteleira entrar na concorrência oferecendo preços melhores, facilidades e opções de alimentação, entretenimento, etc. Mas por que o "elefante" se rebaixaria à "formiga"?

Finalizando: mais uma faceta injusta da "justissa" prestes a se mostrar. E isso acontece em TODO O MUNDO quando se trata de uma disputa desse nível, onde o lado mais fraco sempre é obrigado a "se reduzir à sua insignificância". Só me resta torcer para que a JUSTIÇA prevaleça.
FAB29

4 comentários:

  1. Desculpe companheiro Fabiano por postar algo divergente ao seu Post, mas eu creio que o fato merece sewr repercutido.

    Como seria bom se tivéssemos BRASILEIROS com essa ATITUDE mostrada pelo MELHOR JOGADOR DO MUNDO eleito pela FIFA, mas a MÍDIA sionista impediu que tais IMAGENS chegassem ao conhecimento do GRANDE PÚBLICO, mas o fato ocorreu há quase um ano atrás, ou seja, em 25 de março durante a partida entre Portugal X Israel válida pelas Eliminatórias da Copa no Brasil em 2014, o fato é que o CR 7 se recusou a trocar de camisa com o jogador de número 2 da seleção israelense e disse em ALTO e BOM TOM:-

    -“HÁ UMA BANDEIRA DE Israel BORDADA AI, NÃO QUERO LEVAR “ISSO” PARA MINHA CASA, NÃO TROCO MINHA CAMISA COM ASSASSINOS!”

    Esse fato não foi mencionado pelos jornais controlados pelos sionistas, bem como também não repercutiram a noticia FANTÁSTICA também proporcionada pelo CR7 quando ele ofertou “DIGRATIS” HUM MILHÃO E QUATROCENTOS MIL EUROS para entidades de educação na Palestina vítimas de BOMBARDEIOS proporcionados pelo “bondoso” povo que se diz “eleito” e residem como INVASORES no solo SAGRADO da PALESTINA.

    A cada dia que passa eu fico mais FÃ desse FANTÁSTICO jogador de futebol.

    http://www.youtube.com/watch?v=COc-g_m81Sk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já abri exceções (até "essessões") a outros; posso fazer mais uma.

      Essas duas notícias, eu já conhecia (via Fada do Bosque) e falei a mesma coisa que você sobre o gajo.

      Imagine se a tropa de aspones não caiu de pau dizendo que era tudo mentira, que já havia sido desmentido, etc. Tadinhos.
      Abraço.

      Excluir
    2. Uau, vou postar isso.. Grande abraço, caro guerreiro Ragi.

      E vou torcer pra Portugal nesta Copa rs

      http://www.youtube.com/watch?v=vdY5IG1qf0M

      "Eu não trocaria minha camisa com assassinos"
      Terça-feira 23 abril, 2013 - 11:24
      Esta frase respondeu astro do futebol, Cristiano Ronaldo, um adversário durante o jogo entre sexta-feira às 2014 equipes de qualificação de Israel e Portugal.
      No final da reunião, um jogador israelense tirou a camisa e pediu que a mudança de Ronaldo para a sua, este último recusou, explicando que ele não poderia usar uma camisa com a bandeira do Estado de Israel.
      No vestiário quando os repórteres perguntaram por que ele havia se recusado a taxas de camisas, Cristiano Ronaldo disse exatamente: "Eu não trocaria minha camisa com assassinos."
      No ano passado, Cristiano leiloado a bota de ouro para ajudar as vítimas do bombardeio israelense.
      (De Patria Grande)http://www.canalhabana.icrt.cu/node/2815

      Abraços

      Excluir
    3. Pra finalizar o tópico, os aspones juram que é tudo mentira, já devidamente desmentida por todos, inclusive pelo jogador.
      Eles se recusam a aceitar tamanha derrota.

      Excluir