Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

"Nem morto!"

Amigos e amigas.
O assunto que ora inicio é 'educação em casa'. O título do post é a resposta dos grandes corruptores.
Direito vetado pelos parasitas
Eu não poderia esperar resposta diferente. Afinal, educação é a base do sucesso, do progresso, da liberdade, da independência, do desenvolvimento, da supremacia, etc. Coisas terminantemente proibidas ao povinho. Um ignorante só atinge tudo isso se tiver muita sorte; ou se for esperto o suficiente para encontrar um espaço nas tantas brechas da estrutura social e se firmar nele; ou ainda se se aproveitar de uma ausência, incapacidade ou deficiência que a sociedade demonstrar e se aproveitar silenciosamente dela; ou mesmo se utilizar de expedientes escusos (sordidez, impiedade, hipocrisia, truculência, etc) para se impor.

Mesmo assim, se ele atingir um status, uma posição de destaque, um nível de vida muito bom, a primeira coisa que ele fará para os filhos será... EDUCAÇÃO. Seus filhos não passarão o que ele precisou se submeter para chegar aonde chegou e precisarão se capacitar para não apenas levarem adiante o império que o pai erigiu, mas aumentá-lo, diversificá-lo, torná-lo o mais abrangente possível para consolidar-se na História. Aprenderão conscientemente a ser chefes.

Os grandes corruptores, cônscios da magnitude do poder da educação, vêm há décadas fazendo do ensino público o menos eficiente possível através da desvirtuação. A escola parou há muito tempo de ensinar Moral e Civismo; não incentiva a interpretação, análise, crítica, debate, contestação; deixou de oferecer segurança, solidez, abrangência, espírito competitivo, socialização. Eles pervertem o ensino, envilecem as Artes, prostituem o entretenimento, impedem a segregação e a individualidade, impondo a miscigenação e o individualismo, além de incentivar a malícia, a inveja, a desconfiança, os vícios, a lascívia,...
Nossa vida inteira
Um povo bem educado nunca se sujeita à escravidão e uma educação caseira tem muitos mais prós do que contras: o ambiente é 100% favorável nos quesitos liberdade, compreensão, segurança, tranquilidade, conforto, confiança. Material escolar, livros didáticos, lições, exercícios, reforço, cobrança, recreio,... Tudo pode se ter ou fazer dentro de casa. A criança aprende desde o início a ser responsável dentro dos padrões daqueles que a geraram e têm seu pátrio poder; daqueles que não medirão esforços para que ela tenha a melhor preparação possível; que moldarão suas mente e emoção solidamente, conscientes do que e quanto os filhos precisarão para não ser atropelados pela concorrência.

Os opositores dirão que a criança cresceria sem contato social, sem a prática da autodefesa, dos conhecimentos, dos desafios, do "levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima", etc. Cresceria dentro de uma "bolha". E que a maioria dos pais não tem preparação didática para ensinar. De fato, isso tudo pode ocorrer em menor ou maior nível, dependendo da mentalidade dos pais. Porém, bastaria que eles saíssem mais com os filhos (parque, cinema, museu, feiras livres, etc) para que estes não perdessem vida social, aproveitando o ensejo para pôr em prática alguns ensinamentos (matemática, ciências, geografia,...) que cercam nosso cotidiano. E nada impede que haja contatos com outras famílias amigas cujos filhos também recebam educação caseira. Desta maneira, poderiam formar grupos restritos para trocar ideias e experiências, exercitar as matérias e o contato social.

Além de tudo, há os detalhes que nunca seriam todas as famílias que iriam aderir a esse tipo de educação (aliás, seria a minoria) e também que essa prática aliviaria a superlotação das salas de aula, abrindo espaço aos mais carentes, proporcionando melhor atenção e ensino a eles, gerando economia ao Estado e facilitando a organização da máquina administrativa.

Eu me abstive de citar as mazelas específicas do atual modelo de ensino público por já serem notórias e beirarem o descalabro. Então, finalizo dizendo-me totalmente a favor da educação caseira e que não conclamo todos a aderirem a ela. O que é obrigatório é o livre arbítrio, não sendo honesto obrigar os pais a seguirem uma cartilha que até a banda Pink Floyd, no final dos anos 70, denunciou:

"We don't need no education!
We dont need no thought control!
No dark sarcasm in the classroom!
Teachers, leave them kids alone!
Hey! Teachers! Leave them kids alone!
All in all it's just another brick in the wall
All in all you're just another brick in the wall"

Portanto, urge que todos nós batalhemos sem descanso por nossas individualidades sem precisarmos nos enclausurar numa ostra, sem que nos releguem a uma vida de zumbi, sem que nos parasitem, sem perdermos contato com tudo de bom e necessário que existe e, principalmente, sem que nossas crianças sejam vítimas da maledicência dos grandes corruptores. Nosso legado de consciência, respeito, amor, bem querer, dignidade, etc, precisa ser plantado e constantemente regado na juventude desde os verdes anos. Desta maneira, o Império das Sombras tremerá e, se perseverarmos, será demolido.

FAB29

9 comentários:

  1. Isso de educar as crianças em casa feita pelos próprios pais e irmãos + velhos, cresce no mundo e nem um pio da imprensa sionista...rs

    Quem não pode fazer isso, deveria ao menos, fazer as 'correções' em casa.

    Veja este vídeo. É demoradinho, mas estarrecedor

    https://www.youtube.com/watch?v=BKWc0sUOvVM

    Cobalto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente, meu amigo, essas "correções em casa" pouco surtem efeito, visto que há a TV, a internet e o cansaço dos pais. Por mais que estes se dediquem, a tarefa quixotesca/titânica está fadada ao mínimo.

      Não significa que não valha a pena; é lógico que vale!

      Excluir
    2. Mas é melhor que nada. E é obrigação dos pais a educação da sua prole.

      Abraços.

      Cobalto

      Excluir
  2. Caros amigos, muito pode ser feito, mesmo que em pequenas doses, não somente os pais, mas os tios também devem estar comprometidos com a causa, todos que puderem ajudar devem exercer esse direito.

    O incentivo para a BOA LEITURA sempre foi determinante aqui em minha casa.

    Tenho um sobrinho em idade escolar e a ajuda na EDUCAÇÃO dele é feita por todos em minha casa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um bom exemplo que sempre pratiquei com quem me pedisse.

      É extremamente recompensador.

      Excluir
  3. Eu tenho um cunhado que tinha a quarta serie ,fez provão,passou para o primeiro grau,na sequencia passou para o segundo grau.Com a cota racial e ajuda de custo da minha irmã ele entrou na faculdade (administração de empresas).Diz ser pastor palestrante.O português do cara é péssimo.Ex.: Pobrema,Brog,carquer,etc Não sei que tipo de educação é essa.prefiro ser analfabeto.Ele diz ter bagagem por esta cursando faculdade.Não trabalha a 11 anos e vive sendo sustentado pela minha irmã.

    Leandro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lamento muito pela sua irmã, mas ninguém conseguiu ainda demovê-la dessa... missão inglória?
      Que Deus a mantenha sadia.

      Excluir
    2. Esses dias estava lendo um artigo sobre divórcio. Talvez publique algo.

      Um abraço, Cobalto

      Excluir
  4. Lamento também.Que Deus o tire dos nossos caminhos.

    Leandro

    ResponderExcluir