Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


sábado, 1 de março de 2014

Confissão

Amigos e amigas.
O texto abaixo é a primeira parte de mais uma daquelas situações que mostram com clara evidência que "há algo de podre no reino do Holocausto". Seu autor se baseia numa entrevista do Dr. Franciszek Piper, do Museu de Auschwitz a David Cole. Leiam o texto e confiram no vídeo:
FAB29


Diretor do Museu de Auschwitz  revela
a fraude das 'câmara de gás' 
Por Samuel P. Foner
The Spotlight
Volume XIX, Número 2
Em uma entrevista gravada dramática e sem precedentes, Dr. Franciszek Piper, curador sênior e diretor dos arquivos do Museu Estatal de Auschwitz admitiu diante das câmeras que o "Krema 1", a alegada "câmara de gás homicida" mostrada para centenas de milhares de turistas todos os anos no campo principal de Auschwitz, foi, de fato, fabricado depois da guerra pela União Soviética, aparentemente sob as ordens diretas de Josef Stalin.
O que Piper disse - efetivamente e para a câmera - é que o explosivo Relatório Leuchter de 1988 estava correto: não ocorreram gaseamentos nos edifícios designados como "câmaras de gás homicidas" em Auschwitz.
Com esta admissão por ninguém menos que o respeitado chefe do Museu Estatal de Auschwitz, um dos "fatos" mais sagrados da história foi destruído. Essa "câmara de gás" é o principal "fato" histórico em que grande parte das políticas nacionais e estrangeiras de todas as nações ocidentais desde a Segunda Guerra Mundial se baseiam.
É a base para os mais de US$ 100 bilhões em ajuda externa que os Estados Unidos tem derramado no estado de Israel desde a sua criação, em 1948 - equivalente a 16.500 dólares para cada homem, mulher e criança no Estado judeu e mais os bilhões pagos pela Alemanha em 'reparações' - para não mencionar a construção dos sistemas nacionais de telefonia, elétrico e ferroviário de Israel... todos 'presentes' do povo alemão. É a base para US$ 10 bilhões em "empréstimo" (leia-se "presente") feito a Israel para assentar seus imigrantes nos territórios ocupados... enquanto os americanos dormem nas ruas e as empresas estão falindo às milhares. (Nota - A partir de 2004, nem um único "empréstimo" de dinheiro dos impostos dos EUA feito ao estado de Israel por Washington nunca foi pago.)
Alemanha está a pagar "reparações" - os Estados Unidos estão fazendo grandes contribuições - para expiar os "gaseamentos em Auschwitz" e em outros lugares. Se as 'câmaras de gás homicidas" foram criações do pós-guerra dos soviéticos, em que ninguém foi gaseado independentemente de raça, credo, cor ou país de origem nacional, em seguida, esses' reparações' eram desnecessárias e foram baseadas em fraudes.
A fita de vídeo em que o Dr. Piper faz suas revelações foi feita em meados de 1992 por um jovem investigador judeu, David Cole, e segue 12 anos de intensa investigação por dezenas de historiadores, jornalistas e cientistas que tentaram chegar ao fundo do que realmente aconteceu em Auschwitz.
Como a maioria dos norte-americanos, desde a sua juventude, Cole tinha sido instruído no "fato irrefutável" que gaseamentos homicidas em massa haviam ocorrido em Auschwitz. O número de pessoas executadas - também declarado irrefutável - foi de 4,1 milhões. Depois, veio o Relatório Leuchter, em 1988, que foi seguido com uma "reavaliação" oficial do total de óbitos em Auschwitz (abaixando para 1,1 milhão). Como historiador iniciante - e um judeu - Cole ficou intrigado.
Anterior a 1992, qualquer um que duvidou publicamente ou questionou a cifra oficial de 4,1 milhões de mortes por "gaseamento" em Auschwitz foi rotulado de skinhead, neo-nazi, anti-semita, no mínimo. Silenciosamente, por causa de descobertas revisionistas, o número oficial foi reduzido para 1,1 milhões. Nenhuma menção foi feita aos 3 milhões de desaparecidos.
A entrevista gravada por Cole prova que as pessoas que dirigem o Museu Estatal de Auschwitz tem feito uma prática de fabricar "provas" de gaseamentos homicidas. Tenha em mente que, ao longo dos anos, milhões de turistas foram informados de que o 'Krema 1' está em seu estado original, enquanto as autoridades sabiam que o 'estado original' é uma mentira.
As ramificações políticas, religiosas, financeiras e históricas desta prova de não existência de câmaras de gás homicidas em Auschwitz não podem ser medidas. Juntamente com o Relatório Leuchter, a entrevista de Cole com o Dr. Piper em vídeo prova que o que os governos ocidentais têm ensinado sobre a câmara de gás de Auschwitz desde a Segunda Guerra Mundial é uma mentira. Isso prova que o que televangelistas como Jerry Falwell e Pat Robertson dizem aos seus rebanhos simplesmente não é verdade.
Ninguém, independentemente de raça, credo, cor ou país de origem nacional foi gaseado até a morte em qualquer edifício assim designado em Auschwitz. E sem 'câmaras de gás homicidas' em Auschwitz, onde está o raciocínio para o tratamento especial do Estado de Israel?

Nota - Isto foi extraído do original do artigo de Samuel P. Foner. 
Fonte: http://www.rense.com/general53/aauz.htm

20 comentários:

  1. http://www.nizkor.org/ftp.cgi/people/c/cole.david/ftp.py?people/c/cole.david//press/piper.letter.1093

    Você é muito fraquinho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Projeto Nizkor... que maravilha!...

      Você queria que o grande Dr. Piper escrevesse o quê? A mesma turma que o "convocou" para essa declaração conseguiu uma declaração de Cole renegando todas as suas pesquisas (após uma singela 'carta de convencimento' e outras táticas , é lógico.)

      Sou fraquinho, mas contra ninguém, fica fácil.

      Excluir
    2. Você queria o Rense? O Codoh? Eu não me importo se você acredita ou não. Serve para os gatos pingados daqui poderem ler.

      Excluir
    3. Eu apenas gostaria de um mínimo de integridade de um "doutor" que fala tantas coisas sobre algo que seria sua obrigação saber de cor e depois escreve que não foi bem assim o que ele quis dizer e blá-blá-blá. Daí, vem os 'ninguéns' da vida defendê-lo.

      Sempre afirmo que vocês fazem muito bem em permanecer anônimos.

      Excluir
    4. Um local onde se posta esse tipo de matéria, não é úm local sério.

      Excluir
    5. O que um 'sério' como você faz por aqui?

      Excluir
  2. Como funcionam as coisas quando são sérias e justas.

    Muitas pessoas alegam (testemunham) terem vistos seres estranhos como sereias, chupa-cabras, alienígenas e discos voadores. Estes testemunhos tornam os fatosr por eles narrados reais, inquestionáveis e inegáveis ? Quando as coisas funcionam de forma séria e justa, não.

    O testemunho de alguém não é prova, é acusação ou no máximo, evidência. Até um cadáver encontrado é uma evidência e não uma prova. Prova é algo inegável, irrefutável.

    Se eu afirmo que vi um ser estranho (chupa-cabra, sereia, alien), sou eu que devo fornecer a prova da existência do que testemunhei. O ônus da prova é de quem afirma, quando as coisas funcionam de forma séria e justa.

    Se alguém afirma que 6 milhões morreram no holocausto desta ou daquela forma, o ônus da prova cabe a este alguém, ... quando as coisas funcionam de forma séria e justa.

    Cadê as provas ?

    Cobalto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí, Cobalto. Provas sobre a postagem do Fab.

      Excluir
    2. Perfeito , anônimo das 12:03 . Se alguém afirma que 6 milhões morreram no holocausto desta ou daquela forma, o ônus da prova cabe a este alguém, ... quando as coisas funcionam de forma séria e justa.

      Cadê as provas ?

      O que vc não entendeu que não é o FAB29 que deve dar as provas do holocausto. Pena que não dá pra desenhar pra vc aqui.

      Cobalto

      Excluir
    3. Não afirmei nada. Se vc acha que não morreram 6 milhões, o ônus da prova é teu.

      Excluir
    4. Senhores.
      Este jogo de empurra é enfadonho.

      Se as testemunhas do holocausto e seus historiadores oficiais não são capazes de apresentar provas forenses, cabais de tudo o que é contestado, que cada um respeite a opinião alheia e o resto do mundo que tome um partido.

      Creio que a maioria simplesmente deletaria de suas vidas. Coisa que os sionistas mais temem. Daí, tanta campanha para revisar os testemunhos sempre que possível e impedir os revisionistas.

      Excluir
  3. http://bloguedofirehead.blogspot.com.br/2013/01/as-diferencas-entre-o-nazismo-e-o.html

    Confias em Comunistas?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tanto quanto em sionistas e capitalistas.

      Excluir

    2. Este blog é sionista. Uma armadilha para pegar trouxas. E trouxas não faltam.

      Eles sabem que o povo está de saco cheio com a esquerda, que é algo que não funciona, não agrada, um fracasso. Afinal, foi criado por quem ? Quem ?

      Então investem na direita (pseudo-direita, se formos olhar com atenção, as duas ideologias apoiam Israel).
      Sempre apostam em todos os cavalos da corrida, assim controlam a situação e a oposição. Independente de quem vença a eleição, eles sempre vencerão. Assim controlam o povo, a política, o futuro, os resultados. Ou seja, nada muda. Ou se muda, é pra pior.

      E sobre o artigo em questão, o dono escreveu (ou seria trollou ?) : "Nazismo significa Nacional-Socialismo. Mais palavras para quê? O comunismo é internacional-socialismo e o nazismo é nacional-socialismo. Duas ideologias irmãs", o tal "mais palavras" indicam que o nazismo é local, e o comunismo é imperialista (internacional). "Só" isso. Mas tem mais coisas "iguais".

      O nazismo manteve a propriedade privada e o livre-mercado, não fez qualquer tentativa de coletivização como o "igualzinho" comunismo.

      O nazismo e o comunismo são tão iguais, mas tão iguais que no regime soviético, toda empresa virou estatal, enquanto no nazismo floresceram a IG Farben, BMW, Wolkswagen, GE entre muitas outras de forma privada.

      Uma frase de Hitler: "Os nacionais-socialistas são os maiores inimigos de Moscou, a única verdadeira muralha, na Europa, contra o bolchevismo! Respeitamos, respeitaremos sempre a propriedade particular e todos os esforços individuais." Gentil ou judeu comunista algum jamais diria isso, só se fosse como mentira.

      Resumindo em breves palavras : o nazismo é aristocrático, é meritocrático. Enquanto o comunismo é ditadura judaica. Como vemos, são "iguaizinhos".

      Falam assim de comparar nazismo com comunismo, para que as pessoas não irem ou se interessarem pela direita nazista, e considerar apenas como direita (marionetizada) que os sionistas pregam e pegam os trouxas.

      Outra estupidez do sujeito dono do blog : "Against Totalitarianism", ser contra o totalitarismo é ser totalitarista. Ve-se que são um bando de estúpidos.

      Cobalto

      Excluir
  4. nazismo = comunismo

    http://veja.abril.com.br/blog/rodrigo-constantino/historia/uma-moeda-de-presente-para-os-socialistas-que-chamam-a-direita-de-nazista/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. comunismo = democracia = capitalismo = sionismo = maçonaria = satanismo = desumanidade.

      O economista Rodrigo não entende nem da área dele, e vai falar em política, geopolítica, ideologia ?

      Veja a mijada que ele leva :
      http://www.youtube.com/watch?v=RyXSekYXiW4

      Cobalto

      Excluir
    2. Estava esquecendo. O Constantino não sabia nem que se tratava de um broche comemorativo, e não uma "moeda". Foi feito pelo governo democrático (liderado pelo social-democrata Karl Renner) que sucedeu o império desmembrado após a Primeira Guerra.

      Cobalto

      Excluir
  5. Emilie Schindler

    http://www.telegraph.co.uk/news/obituaries/1358768/Emilie-Schindler.html


    Alex

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achado de ouro, caro Alex.
      Muito grato.

      Excluir
  6. Obrigado caro Fab 29,
    Muita tramoia por detrás desses hollywoodianos.Pura ficção!

    Alex

    ResponderExcluir