Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


quarta-feira, 12 de março de 2014

Exortações

Amigos e amigas.
São tantas e tamanhas exortações que existem à supremacia, exclusivismo, primazia e bem mais do povo judeu ao longo da História, emitidas por grandes expoentes desse povo, que chego a desanimar quanto à esperança de tudo se reverter e haver uma uniformização. Quero dizer, mais humildade, simplicidade, bem querer, respeito, liberdade, etc, entre todos os seres humanos independente de raça, credo, nacionalidade,...

Há também conclamações a guerras ou situações que só deveriam dizer respeito a eles, mas as coisas são generalizadas e a humanidade sofre com isto. Vejam abaixo três exemplos disso, já publicados em vários sítios. Eu procurei ler os originais e traduzi-los para ter uma outra interpretação dos textos, talvez com algum detalhe a mais.

Entristeço em saber que, apesar do homem em essência ser uma obra realmente divina, a humanidade peca pelo seu comodismo e simplesmente aceita as diretrizes, o cabresto e a mortalha vindas de qualquer um que demonstre um mínimo de iniciativa, determinação e pulso firme e o siga sem questionar.
FAB29

Adolphe Crémieux

O manifesto editado pelo judeu Isaac Adolphe Crémieux, da fundada Alliance Israélite Universelle, para a união dos judeus de todos os países, no ano de 1860, em Paris, tinha o seguinte conteúdo:
"A União que queremos basear não será francesa, inglesa, irlandesa ou alemã, mas uma União judaica universal. Outros povos e raças são divididos em nacionalidades; nós mesmos não temos cidadãos, mas exclusivamente correligionários. Sob nenhuma circunstância, um judeu se torna amigo de um cristão ou de um muçulmano antes de acontecer que a Luz da fé judaica, a única religião da razão, brilhe sobre o mundo.
Espalhados entre as nações que, desde tempos imemoriais, eram hostis aos nossos direitos e nossos interesses, nós queremos estar em primeiro lugar e ficarmos judeus firmes. Nossa nacionalidade é a religião de nossos pais e nós não reconhecemos nenhuma outra nacionalidade. Vivemos em países estrangeiros, e não podemos nos preocupar em mudar as ambições dos países completamente alienígenas para nós, enquanto nossos problemas morais e materiais estão ameaçados de extinção.
O ensino judaico deve cobrir toda a terra. Israelitas! Em algum lugar a que o destino levá-los, como vocês estão espalhados por toda a terra, vocês devem sempre olhar para si como parte do povo eleito. Se vocês perceberem que a fé de seus pais é seu único patriotismo; se vocês reconhecerem que, apesar das nacionalidades que vocês adotaram, vocês permanecem sempre e em toda parte a formar uma única nação; se vocês acreditam que o Judaísmo é a única verdade religiosa e política; se vocês estão convencidos disso, israelitas do Universo, então venham, ouçam a nossa chamada e envie-nos a sua adesão! Nossa causa é grande e santa, e seu sucesso é garantido!
Catolicismo, nosso inimigo em todos os momentos, está no pó, mortalmente ferido na cabeça. Israel atualmente se expande pelo globo e estende as graves profecias de nossos livros sagrados, que serão finalmente realizadas. O tempo está próximo e Jerusalém será a casa de oração para todas as nações e todos os povos, onde a bandeira do Deus único de Israel será implantada e içada nas praias mais distantes.
Ofereçam cada oportunidade. Nosso poder é imenso! Aprendam a adaptar esse poder para a nossa causa. O que você teme? O dia não está muito distante, quando todas as riquezas, todos os tesouros da terra passarão a ser propriedade dos filhos de Israel."(Fonte: http://www.propagandes.info/product_info.php/le-manifeste-de-cremieux-par-renelouis-berclaz-p-2006) 
Na ocasião da escolha de Adolphe Crémieux para presidente da Alliance no ano de 1861, apareceu nos Archives Israélites 1861, Nº. 25, pág. 514 até 520, um artigo com a seguinte passagem:
"Surgirá um novo tempo messiânico, a Jerusalém de uma nova ordem, santa fundação entre Oriente e Ocidente, que deve substituir o duplo império dos papas e imperadoresEu não escondo; até anos, eu nunca escondi o meu pensamento de que esta obra era única. Ela mal começou seu trabalho e a influência da Aliança Israelita Universal já é sentida lá foraEla não está restrita apenas à nossa adoração; quer penetrar em todas as religiões, uma vez que penetrou em todos os países. Nacionalidades devem desaparecer, a religião deve ser removida.
Israel não deve desaparecer, porque esta pequena nação foi escolhida por Deus. Em todos os países, precisamos dos judeus isolados em relação às autoridades na primeira notícia de um ataque, que pode ficar como um só homem. Quer nossas vozes sejam ouvidas em escritórios dos ministros, os ouvidos dos príncipes, venha o que vier. Então, se fizermos uso de leis de força incompatíveis com o progresso do tempo, então vamos juntar todos os manifestantes. Nós imploramos o perdão do passado; agora, é o local onde foi criado sobre bases inabaláveis de ​​aliança imortal." Jornal arquivos israelitas , livro 25, 1861 (Fonte: http://www.lebreviairedespatriotes.fr/10/10/2013/histoire/le-decret-cremieux-la-france-et-le-statut-des-juifs-dalgerie/)
Quando a judéia declarou guerra à Alemanha em 1933, Samuel Untermeyer proferiu um virulento discurso de ranço e ódio na rádio WABC, do qual destaco este trecho onde exige que até não-judeus participem de sua "guerra santa":
Samuel Untermeyer

“É uma guerra que deve ser levada a cabo incansavelmente (...) Quando nosso navio entrou hoje na baía junto à nossa estátua da liberdade, eu orei em agradecimento que este país da liberdade tenha se livrado da maldição que aflige a Alemanha dos cavaleiros, que transformou uma nação cultural em um verdadeiro inferno de terríveis bestas selvagens (...)
Eu encontrei vários destes refugiados aterrorizados (...) e eu gostaria de lhes dizer que o que passou pela forte censura e propaganda de mentiras, (...) é apenas uma fração da história de torturas infernais, crueldade e perseguição, ou do terror vivido dia após dia por esses homens, mulheres e crianças, e que era pior que a morte (...)
Eles ignoraram a opinião mundial e permanecem ignorando-a e desafiando-a. Nós, judeus, somos os aristocratas do mundo (...) Nós sugerimos e organizamos a opinião mundial para se expressar da única maneira que a Alemanha entende (...) Da mesma maneira, Judeu ou não-judeu, que ainda não participam desta guerra santa e ainda não se decidiram, devem fazê-lo aqui e agora.”
E finalizo com este trecho do discurso de Chaim Weizmann, presidente da Agência Judaica, em 09/05/1942, na Conferência Sionista Extraordinária, em Nova York. Bem revelador:
Chaim Weizmann
"Nós não estamos negando e não temos medo de confessar que esta guerra é a nossa guerra e que é travada pela libertação dos judeus (...) Mais forte do que todas as frentes juntas é a nossa frente, a dos judeus. Nós estamos não apenas dando a esta guerra nosso apoio financeiro em que toda a produção de guerra se baseia; não estamos apenas fornecendo o nosso poder de propaganda completa, que é a energia moral que mantém essa guerra acontecendo. A garantia da vitória é predominantemente baseada em enfraquecer as forças inimigas, em destruí-las em seu próprio país, dentro da resistência. E nós somos os cavalos de Tróia na fortaleza do inimigo. Milhares de judeus que vivem na Europa constituem o principal fator para a destruição do nosso inimigo. Lá, nossa frente é um fato e é a ajuda mais valiosa para a vitória."
Fonte: http://www.adelaideinstitute.org/HomePage28April2009/splitterbombe_2011.htm

30 comentários:

  1. Provas são estas comunidades judaicas, verdadeiros guetos, verdadeiros feudos, instalados nos países que tão amigavelmente os aceitaram para viverem dentro de seus países e que, na primeira oportunidade, sabotam, criticam, desaforam a liberdade, o direito, a autodeterminação destes povos nativos e anfitriões exigindo benesses para Israel em detrimento de outros negócios muitas vezes mais vantajosos com outras nações e até ao povo e economia nativas, protestanto e exigindo explicações (vê se pode) sobre visita de líderes de países como aconteceu quando Mahmoud Ahmadinejad visitou o Brasil. Uma clara violação da soberania nacional e intromissão em assuntos políticos internos e de relaçãoes internacionais que não lhes cabia nem palpitar, quanto mais protestar. Imagine que você tenha visitas em sua casa, e quando recebe alguém, sua visita demonstra visível desgosto e lhe causa problemas. É caso de expulsar esta primeira visita. Que vão protestar contra alguém em Israel, aqui no Brasil ou em outra nação anfitriã, deverão se sujeitar às leis nativas.

    Estas comunidades judaicas, nada mais são que filiais, embaixadas informais de interesses escusos e intromissos que não interessam ás nações anfitriãs. Verdadeiras ditadurazinhas incrustradas vivendo de favores e abusivas. Os casos são muitos. Basta uma pequena pesquisa. Além de quererem empurar pra tudo que é nação seus museus e memoriais do holoconto. No Brasil temos 2 já e não demonstram interesse em parar nestes.

    Cobalto

    ResponderExcluir
  2. Explique, Cobalto....nao entendi... é caso de expulsar a primeira visita ? Ou seja, voce diz em expulsar os judeus, daqui do Brasil ? Seja mais claro...

    Andre T

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André T, como vc mesmo não contestou, os getos são os judeus que o fazem para si próprios. Para justamente não se misturarem com as "bestas-humanas", ou goyim (não vai contestar que os judeus falam isso dos brasileiros ? Muito estranho seu silêncio sobre isso). Os guetos são demonstrações de preconceito, de discriminação contra os povos anfitriões.

      No mais, releia a postagem que está bem auto-explicativa e deixa de ser trouxa (se é que consegue).

      Ou então façamos assim, me dê seu endereço e vou aí na sua casa aprontar todas, ok ? Entendeu ou precisa desenhar ?

      -------------------------------------------------

      Ao AFF, a KKK é cria judaica. A ideologia esquerdista do PT é judaica.

      "Tu pinçou apenas um exemplo de um judeu surtado ... ", um exemplo ?!?! Seja honesto, isso de "raça eleita" está na religião, na política, na literatura e na educação, ou seja, é História desta gente. Leia o Talmud, ingênuo.

      " ... libertação dos judeus, sob o jugo dos nazistas ..." era o que Hitler mais queria fazer, era dar a tal liberdade deles sumirem da Alemanha, mas Inglaterra, Polônia, França, Brasil, EUA e até Cuba fecharam-lhes as portas. Sabia não ?

      "Os judeus foram largados a própria sorte...", mas só os alemães que devem pagar o pato, né ? Ademais, os judeus estavam já naqueles tempos bem servidos pela mídia, bancos, maçons, cinema, governos fantoches etc etc. Seja honesto pelo menos uma vez.

      Cobalto

      Excluir
  3. Quantos fanáticos existiram da estirpe de Isaac Adolphe Crémieux? Quantos ainda existem travestidos de militantes islâmicos, de evangélicos, de adoradores da KKK (não é risadinha, jovem Cobalto), de neonazistas....de esquerdopatas que botam uma quadrilha como a do PT no cimo do governo?

    Para eles, é sumamente verdade que estão e devem tomar tranquilamente o timão de todas as coisas.. Tu pinçou apenas um exemplo de um judeu surtado que propagava a autoafirmação do seu povo ou do seu grupo, como tantos outros o fizeram e o farão!

    O segundo caso é de um fugitivo, que interessante hein? Do quê ele fugia? Será que do chanceler Hitler e sua pesada carga de difamação e perseguição aos judeus?

    "é apenas uma fração da história de torturas infernais, crueldade e perseguição, ou do terror vivido dia após dia por esses homens, mulheres e crianças, e que era pior que a morte "

    É preciso dizer mais ou ele deveria ter dado a outra face como o judeu mais conhecido e idolatrado do mundo? Jesus..só existiu um!

    O terceiro caso é explícita a palavra libertação dos judeus, sob o jugo dos nazistas, não existe eufemismo nenhum ali.

    MFF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Resumindo: já em 1933, Hitler era tudo isso que os sionistas afirmam.
      Então, por seis longos anos, as nações fecharam os olhos para tudo aquilo (também assim fizeram com Saddam, Gadhafi e outros).

      E Crémieux foi uma exceção?! Tá bom...

      Excluir
    2. Olha o exemplo da Síria hoje, do Iraque de antigamente, enquanto apenas as minorias são acossadas, que se dane....quando Hitler realmente se provou uma ameaça maior do que se pensava (invasão da Polônia), aí sim os países aliados resolveram declarar a Guerra.

      Lembre-se que a ONU não existia, só a Liga das Nações que era bem menos atuante naquele tempo. Os judeus foram largados a própria sorte...

      MFF

      Excluir
    3. Os 'heróis do bem' entraram no Afeganistão, no Iraque, na Líbia e na Síria (só para ficar nos mais recentes) e lá deixaram a liberdade, a paz e a concórdia. Seus povos estão bem melhor do que antes, muito mais felizes e agradecidos aos seus 'salvadores'.

      Você é uma chanchada ao crer nisso e em afirmar (de novo, bem adestrado) que Hitler foi o culpado pela 2ª guerra, quando o próprio Chaim Weizmann afirmou o contrário no post.

      Excluir
    4. Não vão chamar Chaim Weizmann de nazista ?

      Cobalto

      Excluir
    5. Hitler foi o culpado, a política de apaziguamento praticada por França e Inglaterra foi até o limite...

      Só que ele não acreditava que iam declarar a guerra no final das contas após a invasão da Polônia.

      MFF

      Excluir
    6. Ser comparado com Oscarito e Grande Otelo é uma honra.

      MFF

      Excluir
    7. Não tergiverse. Esses eram atores.

      Excluir
  4. Companheiros essa postagem sobre a EXORTAÇÃO ao SEGUIDOR da SEITA judaica me fez lembrar uma reportagem postada na veja de 16/06/2005 na página 84, feita pela pseuda jornalista Ruth Costas, cujo titulo era:-

    “ESTUDO DIZ QUE BRILHO INTELECTUAL DE TANTOS JUDEUS PODE SER PRODUTO DE SELEÇÃO NATURAL”.

    O DESCALABRO da matéria é que para EXORTAR o seguidor da SEITA judaica se levantou hipóteses das mais ABSURDAS imaginadas, mas imaginação essa gente que se diz “eleita” tem de sobra, haja vista os “TESTEMUNHOS” do HOLOCOCONTO, mas voltando ao assunto sobre essa INVENÇÃO de que o SEGUIDOR da SEITA judaica é mais inteligente que os SERES NORMAIS, procuraram se alicerçar em depoimentos de professores de estudos judaicos ou de pessoas ligadas ao judaísmo tais como Gregory Cochran, ou Robert Chazan ou também Bernardo Sorj, as explicações dessas “ASSUMIDADES” em judaísmo são as mais ESTAPAFÚRDIAS que se possa imaginar, chegando ao cúmulo de citar que isso vem de berço.

    De BERÇO?

    Sim, a “Espricassão” para que o individuo tenha um Q I mais elevado que a média segundo os tais entendidos em judaísmo vem dos estudos religiosos, “No passado era comum os asquenazes escolherem os genros com base não na riqueza, e sim no desempenho do rapaz nos estudos rabínicos”.

    Isso cabe uma pergunta:- Se esse “Jênio” estudante da FÁBULA nunca questionou seu educador sobre as “BARRIGADAS” contidas no LIVRÉCO?

    Como é que o cara se transforma em “jênio” acreditando que sua descendência acontecia por que um tal de Noé construiu uma canoa e nela ele SALVOU todos os animais do planeta e esse “jênio” não questionou em que tomada estava ligado os FREEZERS para armazenar toda a COMIDA para tratar dos animais carnívoros, será que esse “jênio” não questionou como foi feito o “CELEIRO” para armazenar toda “FORRAGEM” para tratar os animais HERBIVOROS, ora bolas esse “jênio” é muito INGENUO.

    Tal quais essas exortações desses FANÁTICOS postados, a tal Ruth Costas também todos “VIAJARAM NA MAIONESE” para poder fazer parecer que o SEGUIDOR da SEITA seja melhor que os SERES NORMAIS, isso é uma AFRONTA ao ENTENDIMENTO, uma tremenda de uma PROPAGANDA ENGANOSA.

    Mentiras, mentiras e mais MENTIRAS, afinal é só disso que vivem esses que se dizem “eleitos”.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Nao concordo com a reportagem da Veja, associando brilho intelectual a seleção natural .

    Mas nao se pode negar que os judeus sempre deram muita importancia a educação, estudo, ensino, cultura, e conhecimento. E isso ajudou a trazer Cientistas, inventores, academicos, escritores , e profissionais que se destacaram e se destacam em diversas areas. Sempre foi tudo propaganda ?

    Falando em XADREZ e JUDEUS : podemos citar, so como um exemplo 3 judeus : Judit Polgar , Gary Kasparov , e Levon Aronian. Ela umas das maiores jogadoras mulheres de todos os tempos . Kasparov um dos maiores jogadores de todos os tempos, sendo numero 1 do ranking por 20 anos. E Levon é o atual numero 2 do ranking.

    Pode ser que realmente nao tenha tido jogadores de nacionalidade Israelense se destacando. Mas o assunto do post e dos comentarios é o povo judeu.

    " Professor Arpad Elo, the inventor of the scientific rating system employed by the FIDE analysed some 476 major tournament players from the nineteenth century onward and of the fifty-one highest ranked players, approximately one-half were Jewish. One of the strongest ever players was the Jewish Garry Kasparov, who was world No. 1 from 1985 until his retirement in 2005. The strongest female chess player in history by far is the Jewish Judit Polgár. There is currently a strong Jewish presence among the world's best players. Currently, the world number two, Levon Aronian from Armenia, is half-Jewish. Beersheba in Israel is the city with the most chess grandmasters per capita in the world. Israel has also won one silver and one bronze medal at Chess Olympiads."

    Isso é tudo mentira e propaganda ?

    Abraço,

    Gerson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha colocação foi simples e específica. Já que israel é tão atinada à educação e ao desenvolvimento mental e cognitivo, investindo tanto nisso, era de se esperar que de lá saíssem bem mais do que UM representante desse esporte.

      Apelar aos russos, armênios, etc,...

      Excluir
  6. A KKK é cria judaica. É doido!

    http://exame.abril.com.br/economia/noticias/15-paises-que-mais-investem-em-pesquisa-e-o-brasil-em-36o

    Veja quem é o pais que mais investe em tecnologia no mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com dinheiro vindo de onde ou de quem?

      Excluir
    2. A KKK é cria judaica. É desinformado!

      Cobalto

      Excluir
    3. Você sabe? Conte!

      Excluir
    4. Essencialmente da Alemanha, EUA e da usura.

      Excluir
    5. Tente mostrar o contrário.

      Excluir
    6. Não inverta o ônus da prova.

      Excluir
    7. Diga isso do holocausto que seus donos não conseguem provar.

      Excluir
  7. Caro Fabiano, você teve como matéria curricular o XADREZ?

    Por certo que não, eu também não assim como 110% de outros BRASILEIROS em idade escolar não tiveram, hoje parece que está acontecendo um movimento nesse sentido e i xadrez passa a ser parte da grade escolar.

    Ao passo que nos países da CORTINA de FERRO isso era o passatempo de jovens adultos e idosos, naturalmente que alguns mestres do xadrez apareceriam.

    Se tivessemos tido a CULTURA de termos aprendido essa matéria em nossa idade escolar aposto que teriamos uns 50 pontos a mais em nosso Q I, mas quis o destino que nem EDUCAÇÃO FÍSICA se ensinassem nas escolas do Brasil, isso por ordem de alguns membros da EMINIÊNCIA PARDA que controla os CORDAMES dos FANTOCHES de plantão nas CADEIRAS GOVERNAMENTAIS.

    Com o povo ENCABRESTADO, o CONTROLE seria mais FÁCIL.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não esquecendo, Ragi, que lentamente eliminaram outras matérias vitais para o desenvolvimento analítico e opinativo, como OSPB e Moral e Cívica.

      Assim se destrói uma nação.
      Abraço.

      Excluir
    2. Faço coro do raciocínio do colega Ragi e digo mais. Qdo os alemães vieram para o Brasil, ensinavam música e línguas. Qdo Getúlio se corrompeu crendo no sionismo e nas intrigas da maçonaria fazendo guerra contra o Eixo, interrompeu o ensino de línguas e de música.

      E atualmente, o governo federal tenta reverter esta situação. Mas quantas gerações foram prejudicadas desde então? E qto o país perdeu ? Tanto em línguas (teríamos mais poetas, escritores, livros estrangeiros comentados e traduzidos), enxadrista mundiais, músicos e maestros, etc

      No Inacreditável, o último tópico é sobre os UFOS NAZI. Fico imaginando se tivéssemos feito maiores relações comerciais e educacionais com Hitler, o que tudo poderíamos ter conseguido com o altíssimo nível tecno-científico nazista ? A Alemanha compartilhou muita coisa com o Japão e Itália.


      Cobalto

      Excluir
    3. Grande Cobalto, acabei de lhe fazer uma defesa no VH onde um dos membros da imensa familia"f " insiste em querer que se prove isso, se prove aquilo, nesse seu caso o INFANTE g f pedia que se provasse ser a KKK de origem judia, pois bem mostrei-lhe que Albert Pike filho de Benjamin Pike e Sarah A. Pike (com esses nomes imagine como era usado o MEIO SUTIÃ), esse tal de Alberto chegou a ser grau 29º na maçonaria, e era muito ligado ao Giuseppe Mazzini fundador da M A F I A que na verdade era uma ABREVIATURA da ordem para fazer o "SELVICIO":-

      - (M)azzini (A)utoriza (F)urto (I)uncendio (A)vvelenamenti (ENVENENAR), sob as bençãos do poderoso Rothschild fazendo o serviço no transporte do ÓPIO da China para ENGRANDECER a riqueza do "BONDOSO" banqueiro fazedor de DINHEIRO e com o passaporte emitido pelo Primeiro Ministro Britânico o "Bondoso" Benjamin Disraeli olha que interessante o cara é simpatizante da SEITA.

      Esse tal de Albert Pike instituiu um ritual na maçonaria onde era ESPINAFRADA todas as demais RELIGIÕES do memo modo que pensam os tres "BONDOSOS" correligionários (não são cidadãos) mostrados no Post.

      Vão ESPERNEAR dizendo que os caras não eram SEGUIDORES da SEITA, mas sabe como é né:-

      FILHO FEIO não tem PAI...

      Abraços.

      Excluir
    4. Bem lembrado do OSPB e Moral e Cívica. Gostava e achava importantes estas aulas, FAB29.

      "FILHO FEIO não tem PAI", 2, caro Ragi, 2.

      Só um exemplinho que a KKK é judia e de como a usam pra denegrir o nazismo, entre outros e fazer o povão de trouxa : http://snippits-and-slappits.blogspot.com.br/2012/04/jews-and-kkk.html. Tem um trouxa anônimo aqui...rs. Vc tem muito que aprender, mas parece que vc não consegue.

      Cobalto

      Excluir