Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


domingo, 1 de junho de 2014

Uma leiga ideia

Amigos e amigas.
Nesta breve análise de um simples curioso, quero tentar entender a origem da vida na Terra. Procurem não se confundir em tantos "bilhões" e "Eras" que brotarão pra lá e pra cá. Começarei pela sua formação há cerca de cinco bilhões de anos, quando ela era apenas uma bola de magma incandescente rodopiando no gelo absoluto do espaço sideral.

Assim ficou por centenas de milhões de anos quando começou a se formar a crosta terrestre, dando, assim, início à Era Arqueozoica (Pré-Cambriano), onde os tipos de relevo foram surgindo. Esta Era durou cerca de 1,5 bilhão de anos e, após, se iniciou a Era Proterozoica, que durou quase dois bilhões de anos. As intensas atividades vulcânicas depositaram na superfície resfriada todos os minerais hoje conhecidos e grande parte do oxigênio da atmosfera se formou, além dos oceanos. No fim dela, apareceram as primeiras formas de vida unicelulares mais avançadas (parentes de crustáceos e estrelas-do-mar, esponjas, moluscos, vermes, cordados e algas): a inefável Explosão Cambriana.

Entre cerca de 530 a 250 milhões de anos atrás, temos a Era Paleozoica, onde vários conjuntos de montanhas se formaram, com rochas sedimentares e metamórficas. Surgiram imensas florestas, houve glaciações e apareceram os primeiros insetos, peixes, anfíbios e répteis. A Era seguinte (chamada Mesozoica) durou cerca de 190 milhões de anos e caracterizou-se principalmente pela divisão do supercontinente Pangeia em dois: Gondwana e Lausásia. Nela, surgiram os grandes dinossauros, os primeiros mamíferos e o desenvolvimento de flores nas plantas.

A Era Cenozoica é dividida em dois períodos: o Terciário (iniciado há uns 60 milhões de anos) onde a crosta terrestre "dançava" tanto que se formaram as maiores cadeias de montanhas e surgiram as primeiras aves e uma grande diversidade de mamíferos, em especial, os primatas. E o Quaternário (iniciado há um milhão de anos e perdura até hoje), no qual houve grandes glaciações, a atual formação dos continentes, mares e oceanos e o surgimento do homem.

Agora, observem alguns animais abaixo:
O "cara de gente" Blobfish
O super resistente Tardígrado
A bizarra cigarra Bocydium globulare
O terrível devorador de línguas Ceratothoa italica
O antediluviano Aardvark (filhote)
O colossal Besouro-rinoceronte
O "anti câncer" Rato toupeira pelado
O dinossáurico Alepisaurus ferox
São pouquíssimos exemplos da incontável variedade de animais (nem sonho em incluir os vegetais!) que ainda existem no planeta. E a sua questão certamente é: 'Para quê tudo isso?' Bem, tudo isso é resumidamente oficial e, com ele, outra vez, questiono como é que em poucas centenas de milhões de anos pôde aparecer uma quantidade incalculável de criaturas e vegetais tão espetaculares, específicos e especializados, muitos deles já extintos? A diversidade é tal e tamanha que qualquer um com um mínimo de coerência, destemor e isenção não pode deixar de duvidar da Teoria da Evolução, que insiste em apregoar que toda a vida na Terra se deveu a "tentativas e erros naturais", tudo se iniciando num "sopão primordial".

Da ainda inexplicável "Explosão Cambriana" há pouco mais de meio bilhão de anos até os dias atuais, é impossível que tamanha evolução tenha ocorrido aleatoriamente. As religiões atribuem tudo isso ao 'Divino Criador' e alguns historiadores como Zecharia Sitchin aos "super seres" alienígenas e suas incontáveis experiências genéticas. Creio que a maior delas teria sido a criação do homem. Veja aqui:

Se confrontar a Evolução contra a Criação (seja a religiosa quanto a alienígena), analisando tudo o que se conhece, você fatalmente passará a crer que Darwin e seus defensores xiitas não tem nenhuma razão em afirmar peremptoriamente algo como: "A vida surgiu do acaso e, daí, atingiu os níveis de especialização e diversidade naturalmente". A natureza não teve tempo para tudo isso. A evolução (que prefiro chamar de adaptação) é absurdamente lenta e a maior prova está na imensa quantidade de animais (como os das ilustrações) que permanecem física e organicamente inalterados há milhões de anos: baratas, escorpiões, répteis, peixes, etc, sendo o caso mais fantástico para mim, as baleias, com seus tamanhos colossais, suas tantas variedades e especialidades primorosas, cujos fósseis datam do período Eoceno (há 50 milhões de anos).

Se começarmos a pensar nos híbridos mitológicos (centauros, harpias, etc) e nos gigantes de vários metros de altura (citados na Bíblia e outros livros), o assunto ferve. Tudo isso posto, por enquanto, entre Evolução e Criação, prefiro crer na segunda.
FAB29

18 comentários:

  1. https://www.youtube.com/watch?v=HBKXQzv0-vY

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei o que tem a ver com o post, mas ouvi dizer que é um belo filme/documentário.

      Assisti-lo-ei. Grato.

      Excluir
  2. Talvez haja um caminho no meio entre criação e evolução. Se é um tanto confuso acreditar na evolução de milhões de espécies em um período relativamente curto, muito mais fantasioso é crer em um mundo criado em sete dias.

    Os crocodilos são iguais desde a época dos dinossauros, então porquê outras criaturas evoluíram/mudaram tanto desde aquela época?

    Sabemos que o meio molda o indivíduo ou criatura, mas diante de tanta variedade animal e de flora, podemos perceber também que não existem tantas variantes climáticas/orográficas para sustentar tanta diversidade animal.

    Em suma, têm muito bicho para pouca condição, mas isso passa a fazer sentido se a raiz de muitas espécies são parecidas...derivativos de uns e outros.

    Evolução? É plausível....mas de onde veio tudo isso? A vida é uma singularidade só nossa? Só os mais tacanhos acreditam que somos os únicos de status inteligente no cosmos sideral - É claro que fomos, somos e seremos sempre visitados por cientistas de outras paragens, já bem mais adiantados do que somos hoje. A morada do Pai têm vários lugares vaticina os cristões, a vida existe em outras esferas, níveis e locais dos cosmos preconizam os espíritas....os milhares de vídeos de naves, de objetos não identificados atestam e mesma coisa.

    Ou seja, podemos ter DNA alienígena, podemos ser a criação de seres que seriam para nós, o Deus das escrituras. Tudo isso implica em considerações filosóficas que só podemos especular, pois se o Universo têm 16 bilhões de anos, quantos deuses podem ter surgido nesse tempo em vários outros lugares? Quem criou o Universo foi Deus ou o Universo criou ele? A possibilidade de criarmos uma teoria evolutiva e não crer em uma fábula religiosa é pura inspiração divina, a capacidade de criar, de pensar e de buscar respostas de perguntas insondáveis.

    Criação ou Evolução? Talvez tudo seja a mesma coisa...mas em quantuns diferentes.

    P.s: o filme Prometheus têm uma visão bem bacana sobre a gênese da inteligência; um ser alienígena que é sacrificado para misturar seu DNA supra no ambiente terreno, antes de começarmos a pintar as cavernas...fantasioso no modus operandi, mas não de todo errado na filosofia.

    MFF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso tudo é que é tão bom ser um leigo, porém questionador, curioso, mente aberta, "opinador", sem receios de, dessa maneira, aprender.

      "Os crocodilos são iguais desde a época dos dinossauros, então porquê outras criaturas evoluíram/mudaram tanto desde aquela época?" Não só o crocodilo, mas milhares de outros animais são iguais. E não vejo como essas "outras criaturas" puderam mudar tanto naturalmente. Afinal, por que só elas?

      Acredito que foi devido à interferência humana ou de outros. Talvez esses "outros" tenham causado a extinção dos dinossauros para abrir caminho para os mamíferos. Suposições não faltam.

      Quanto ao filme, vou procurá-lo.

      Excluir
    2. Caros,
      Como já diziam os místicos, o que há em baixo está em cima!
      Da mesma forma que os catedraticos ficam fazendo esperiências genéticas, outras criaturas o fizeram também!!
      Claro que não foi imbecilidade genética, visto que essa idiotia é apenas doutrina judia para esconder a verdade!
      A verdadeira manipulação identificatória (palavra mais adequada que genética, visto que tal imbecilidade é genérica para enganar gentio) se dá de forma vibracional!
      Para que entendam imaginem que todos os vossos átomos são afinados em "oitavas", a assinatura eletromagnética, coisa de espectômetros de massa!
      Logo para que algo aconteça em qualquer partícula de nós, basta que diapasões sejam acionados!!
      É sabido que radioatividade é mutagênico, só que os excrementos não dizem que a mutagenia se dá através da diferença de potencial, ou seja, quando estados energéticos conflitantes entram em contato entre si, vence o mais energizado, o mais forte vai induzir mudanças no mais fraco.
      Tudo é vibração, ressonância, energia, o resto é papo para goyin dormir!!!
      Seja lá quem ou o que, que "semeou" a Terra, se utilizou de diferentes diapasões, e cada diapasão disparou sua oitava no caldo original.
      A maior prova do que afirmo são os novos métodos de regeneração ossea dos dentes, campos eletromagnéticos geram energia suficiente para disparar os processos reconstrutores.
      Minha sugestão é que estudem sobre Georges Lakhovisky e Royal Lif, dois cientistas que lograarm elçiminar o cancer e foram eliminados.
      Inclusive quem fez a máquina de ressonância de Lakhovisky foi o Nikola Tesla!!
      Não acreditem em genética, essa imunbdície só serve para que o ser humano não detecte os hibridos de outras espécies, os judeus, e dessa forma continuamos estúpidamente achando que esses excrementos são gente, MAS NÂO SÃO!!!
      E isso eles mesmos afirmam de forma peremptória!!
      E deus também!!!

      A questão central é que graças a mutação vibracional que esses excrementos fizeram, nós estamos "hipnotizados" sem poder ver a "verdade" ao nosso redor!
      Minha sugestão é o vegetarianismo, a única forma 100% eficaz de destruir deus e a programação estúpida criada por ele e induzida pelos judeus!

      Ler Carlos acstaneda também ajuda, mas vale observar que entender Castaneda depende de energia e quem come cadaver NÃO TEM ESSA energia nem em quantidade e nem em qualidade.
      Só para que entendam, todo alimento é um ressonante e nos induz a vibnração particular dele.
      Como já dizia Confúcio, de forma alguma confusa, somos o que comemos, logo só podemos ir aonde nossa fonte alimentar nos manda.
      Não foi em vão que o excremento deus exigiu a ingestão cadavérica!!
      Foi para nos envenenar, assim como pecuaristas (cafetões de vacas) envenenam as vacas tornando-as loucas, por ingestão de cadaver de ovinos.
      Elas, as vacas, enlouqueceram em uma geração, imaginemos nós que estamos sarcofagisados há mais de 3000 anos??
      Mens sana en corpore sano, essa é a solução, uma solução vibracional, eletromagnética!

      Excluir
    3. Explanação direta e perturbadora, pra variar, caro Vapera.

      Lutar contra tantas e tamanhas doutrinações e outras excrescências mostra-se tarefa quixotesca, mas me estimulam sempre e cada vez mais.

      Viver é simples; evoluir é uma guerra diária.
      Abraços.

      Excluir
  3. Se os dinossauros não tivessem sido "providencialmente" tirados de campo, não estaríamos aqui e a Terra seria mais uma paragem exótica como devem ser outros mundos por ali fora. Não dá para descartar nada porquê nada sabemos...podemos imaginar o meteoro causando a destruição, mas...que sorte para nós hein?

    Mas essa "sorte" pode ter bafejado virtualmente milhares de outros mundos parecidos, podemos ser poeira da poeira, mas a faculdade dessa poeira pensar em escalas astronômicas é algo divino, sendo esse status existente ou apenas fruto da nossa civilização.

    A verdade? Ninguém sabe, mas a odisseia humana continua, e a raça vai continuar...povoando o cosmos, evoluindo para seres melhores ou...se transformando em entidades virtuais, sem invólucro físico, coisa que a gente já é nos mundos virtuais.

    Vamos virar espíritos sem morrer, cabe questionar se há evolução nisso também. O resto é questionar e questionar, imaginar e perguntar....é algo muito mais honroso do que contar em prosa e verso a escalação das seleções da próxima Copa.

    Existem milhares de cientistas fazendo as mesmas perguntas, vamos aguardar por eles também.

    MFF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E enquanto isso, faço a minha parte: questiono e opino sem nada temer.

      Excluir

  4. Triste página, na verdade uma enciclopédia já, da humanidade na promoção da extinção de vários animais e plantas, como o simpático Dodô
    https://www.youtube.com/watch?v=Bf3BPCWMDok

    Animais raros e seus habitats cada ano se reduzem mais e mais.
    https://www.youtube.com/watch?v=EpmmwWLyEL0

    etc

    Esta variedade de animais vivendo muitos nos mesmíssimos habitats são umas das provas que a teoria da evolução é apenas conto da carochinha.

    Ocorrem adaptaçãoes nos animais e plantas ao meio ambiente, mas evoluções como era peixe e passou a ter penas e voar ...

    Criação e adaptação. Evolução não.

    Cobalto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até experiências genéticas dos deuses me soa melhor que a evolução.
      Abraço.

      Excluir
    2. Correto ... rs Mas poderia ser um Deus ao invés no plural.

      Cobalto

      Excluir
  5. Caro FAB,
    Concordo em genero, número e grau com o que postastes!
    Entretanto faltou alguns detalhes, assim acrescento alguns detalhes à sua esplanação.
    A Terra como colocastes, a tal bola de magma nifélico (nife é entendido como o miolo magmático, onde o predomínio de níquel e ferro gerou a palavra nife formada pelas iniciais dos tais elementos) é impossível e para entender isso só precisamos da proposta termodinâmica em um simples postulado: A capacidade de absorver calor (energia calorífera) é diretamente proporcional à massa e inversamente proporcional a densidade.
    Ou seja, em uma dada massa com energia calorifera, ao dobrarmos o volume dela, sua temperatura cairá pela metade, da mesma forma que se comprimirmos até a metade, a temperatura dobrará!
    Ora, o volume magmático da terra é de (segundo os proprios excrementos afirmam!!) 99,7% do todo, isso é o mesmo que em uma cuba de metro cúbico (1mx1mx1m), uma camada de 3 milimetros em todas as faces ou de 1,2 cm só na superfície (lado virado para cima), pergunto quem seria o ser que aceitaria sentar na superfície de 1,2 cm de largura de material ultra-refratário (uma camada de tijolo refratário) em meio a 1m litro cúbico de chumbo derretido (327 graus celsio até 1700 graus, temperatura da ebulição do chumbo)?
    Mais, a terra na proposta vigente tem uma "pele" de 1% do diâmetro total em média e essa medida é inferior a espessura da casca de uma xícara de porcelana chinesa (tecnica casca de ovo), e uma xícara dessa em questão diante da luz é trasnlúcida, por que cargas a crosta terrestre seria opaca?? Teria que ser uma bola translúcida avermelhada no céu e não uma "bola azul"!!
    Lembre-mos sempre que todo calculo tem que ser feito com proporcionalidade, e a quantidade de energia luminosa emitida não teria como ser bloqueada por uma pele tão fina como a da Terra!
    Observo ainda que o vácuo é péssimo condutor térmico, logo o calor da terra não teria como sair, ela é como um líquido quente dentro de uma garrafa térmica, e mais, o gradiente térmioco do ar é de 2 graus a cada 300 metros (1000 pés), ou seja, ar NÃO CONDUZ CALOR.
    Dai chegamos ao fato maior:
    Se o calor da terra não teve para onde ir, sobretudo porque a luminosidade que a terra emite é de origem solar, ou seja refração e reflexão, onde é que ele está???
    Se colocamos chumbo derretido em uma casca de ovo, o resultado é menos energético do que a terra, visto que a Terra, segundo os excrementos tem um núcleo de mais de 6 mil graus, e se o fizermos, o ovo colapsa, não vai sobrar casca para contar a história!!
    A pergunta fundamental é: Por que os excrementos que dominam o catedraticismo com mentira tão estupidamente deslavada tentam ocultar a verdade fria da Terra??
    Segundo Edmond Halley (o descobridor do halley) a Terra é multicamadas e naturalmente sendo multicamadas existem multimundos...

    Não preciso dizer que tal ocultação da verdade só serve a um propósito, a tomada da terra pelos excrementos dominantes o catedracismo, os judeus e seus cristãos soldados!!

    Só para apimentar mais: Os ratos tem uma geração de mais ou menos 1 mês e meio, as drosófilas melanogaster de menos de uma semana. Por que razão esses camaradas ainda não atingiram o estado "rodente sapiens" ou "melanogaster sapiens"?
    Tempo houve!!
    E ainda tem quem pense que é topo de cadeia alimentar... tsc, tsc, tsc...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Há mais mistérios entre o céu e a terra do que sonha nossa vã filosofia".

      Parafraseando: "Há mais deletérios entre o topo e a base (da pirâmide) do que vê nossa vil atrofia (mental)".

      Muito grato pela ligeira aula.

      Excluir
    2. Caro FAB,
      Entendendo que és professor e ademais, é um abnegado da busca da excelência pessoal, sou obrigado a agregar outros detalhes desnudadores da verdade "gosmica"!

      Se observarmos uma poça de lava ou de lama quente, em ambas o que se ve é muita bolha, bolhas oriundas das diferentes características termodinâmicas dos elementos das composições da lama e da lava.
      Toda massa quente não homogênia produz bolha, bolhas são os elementos volateis que dilatados perdem peso e sobem em busca da expansão total.
      Sabemos que os meteoróides são corpos que "atacam" os corpos com gravidade suficiente para atrai-los e captura-los.
      Sabemos também que a entrada desses meteoróides precisa ser angulada (angulo suave) ou ele colapsa na entrada pelas vibrações ultrasonicas e eletromagnéticas (isso os excrementos doutos tentam negar, pois se aceitarem o eletromagnetismo, o modelo de mecânica celeste cai por terra).
      Ou seja, se depender do ângulo de entrada dos meteoróides, todas as crateras teriam que ser elipticas, pois o ataque se deu fora da perpendicularidade, o índice de ataques em angulo reto é irrisório e assim a quantidade de crateras circulares teria que ser mínimo! Qual a chance de TODOS os meteorítos acertarem o corpo celeste em angulo reto??
      Só se existisse um atirador de meteoros de mira suprasuprasumo, e com objetivos de acertar sempre na mosca!
      Mas observando que bolhas são "atávicas" a massas quentes heterogênias e sabendo que elas sempre expandem circularmente (a forma mais adequada a tendência entrópica) podemos perceber que as crateras são oriundas de bolhas que ao expandirem no espaço rapidamente congelam quase instantaneamente (lembrar sempre que o volume é inversamente proporcional a temperatura) e o "dome", a cúpula formada tem uma fina camada de sólidos e naturalmente vai colapsar com o tempo, deixando em seu lugar uma cratera perfeitamente redonda!!
      Ou seja, os corpos celestes magmáticos expandem até o congelamento, e essa expansão pode ser a lá suflair, como uma pedra pome, ou a lá balão como mega bolhas de lava.
      Em ambas as propostas o resultado da configuração final do corpo celeste será diferente.
      O poroso tenderá a se fragmentar, vai virar corpops menores, os que expandem de forma homogênea duram, pois quando a bolha é o todo, a camada da casca é suficientem,ente espessa para durar aos impactos de meteoróides!
      A lua tem crateras por isso e não por idiotias de meteoritos com mira telescópica!!
      Minha sugestão é que se for falar sobre isso com mais alguém, não o faça em público, afinal sabemos que assim como os excrementos políticos são excrementos, sabemos também que leis politicamente corretas também são excremenciais!!

      Um abraço

      Excluir
    3. Então, podemos dizer o mesmo, meu amigo, das tantas crateras que também existem na Terra. Veja:

      https://www.google.com.br/search?q=crateras+na+terra&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=ldCiU4GFNOLKsQTV_gE&ved=0CBsQsAQ&biw=1366&bih=643

      Quantas são elípticas? As várias (naturais) que vemos no link acima são redondas. Suas origens, portanto, não são meteóricas. Muito interessante.

      Mas não imagine que comento tantas coisas politicamente incorretas aos comodistas de plantão, cujo ato de raciocinar racionalizando é tão fácil quanto bater os braços e voar.

      Este é mais um dos muitos comentários de alguns poucos amigos que me visitam que guardo nos meus alfarrábios, juntamente com artigos engrandecedores e esclarecedores de blogs como o seu e vários outros.

      Abraço.

      Excluir
    4. Caro FAB,
      Vai mais uma prova de que a Terra é uma bola oca.
      Um forno de cerâmica trabalha na faixa dos 700 a 1300 graus aproximadamente.
      Os 700 graus é para derreter os pigmentos, os 900 para coser cerâmica, os 1000 e poucos para coser faiança e os 1300 para coser porcelana, isso no grosso modo.
      Ou seja, a temperatura de um forno é bem alta, e as paredes de tais fornos são de tijolo refratário ou de lã de vidro, ou ambas, claro que diferentes materias na feitura do forno garante diferentes metodologias construtivas também.
      Agora vem o xeque mate:
      Se derramarmos chumbo derretido em um forno cerâmico ele vai derreter apesar de resistir a 1300 graus e o chumbo derretido ter inicialmente 327 graus (vai até os 1700 quando o chumbo entra em ebulição). A razão é simples, é uma questão de massa, apesar do frono ser de material refratário, a capacidade de deter a temperatura depende diretamente da proporção das massas isolantes e quentes.
      A propria chapa de aço de um forno feito de lã de vidro colapsa (empena) com o chumbo derretido pois é fina e os 1500 graus de resistência do aço não são suficientes por conta das dimensões.
      O processo de sinterização É ISSO, quando transformamos em pó um material ele precisa de menos temperatura para incandecer e derreter.
      Pense nas fagulhas geradas no rebolo de um esmeril, são aço em brasa total (a cor determina a temp, o branco é o mais energético e o rubro é o "morno"), a fagulha de aço não tem menos de 1500 graus, mas só nos pinica pois a massa dela é pequena demais para aquecer meia duzia de células nossas!
      MASSA é TUDO quando falamos de temperatura! É ela quem armazena o calor!
      Coloque fogo em um prego e coloque fogo em um pó de prego (limalha de ferro), vais ver que o pó poderá até se fundir (um maçarico descente se faz necessário) de novo em um bloco só, mas a mesma temperatura em um prego inteiro sequer deixa o prego maleável.

      A pergunta que me corrói é: Qual a razão de se inventar uma mentira sobre a Terra tão elaborada, o que os excrementos querem esconder de nós, ao ponto de forjar uma proposta tão inverossímil???

      Os governantes são supinamente mais imundos que a mais imunda merda!! Não é em vão que são filhotes de deus!!

      Abraço

      Excluir
    5. Prezado Vapera.
      Outra tola paráfrase: "Há mais 'minérios' embaixo da terra do que sonha nossa malsã velhacaria".

      Tais raciocínios nos levam a crer que muitas coisas notórias (que não foram provadas) são embustes impostos para nos emburrecer. Você já viu esta (quase) minha teoria?

      http://fab29-palavralivre.blogspot.com.br/2013/07/copernico-errou-revisitado.html

      Daí, vemos outras teorias (evolução, relatividade, quântica, construção das pirâmides...), todas estas eu questionei, e continuo, no meu blog. Se digitar essas palavras chave no "Pesquisar este blog" acima à direita, poderá ler meus posts e dar seus pareceres. Serão muito apreciados.

      Abraço.

      Excluir