Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Brincam conosco.

Amigos e amigas.
Cada vez mais me ojerizo com tanta hipocrisia. Isto porque considero a entrevista abaixo VERDADEIRA, fato que só pode revoltar pessoas minimamente sãs.
Leiam e reflitam sobre o que pode ser feito para a verdade aparecer.
FAB29

Trecho de uma entrevista do jornal Karachi Unmat com Bin Laden, datada de 28 de setembro de 2001:

“Você foi acusado de ter participação nos ataques a Nova York e Washington”, perguntou o correspondente da Unmat a Bin Laden. “O que você gostaria de dizer? Se você não participou, quem poderia ter sido?”

Resposta de Osama:
 “Eu já disse que eu não estou envolvido nos atentados de 11 de setembro nos Estados Unidos. Como muçulmano, eu tento fazer meu melhor para não mentir. Não sabia algo sobre os atentados, nem veria com bons olhos a morte de mulheres e crianças inocentes e outras pessoas. O Islã proíbe veementemente que façamos sofrer mulheres e crianças inocentes e outras pessoas. [...] Seja quem for que tenha feito os atentados de 11 de setembro não é um amigo do povo americano. Eu já falei que somos contra o sistema americano, não contra o povo americano, enquanto nestes atentados pessoas comuns foram mortas. [...] Os Estados unidos deveriam tentar encontrar os terroristas no próprio país; pessoas que fazem parte do sistema, mas atuam contra ele. Ou aquelas que trabalham para um outro sistema. Pessoas que querem tornar o século atual em um século do conflito entre o Islã e o Cristianismo, para que sua própria nação, país ou ideologia possa sobreviver.[...]Pode ter sido qualquer um, da Rússia até Israel, e da Índia até a Sérvia. No próprio EUA, existem dúzias de grupos bem organizados e equipados, os quais podem provocar uma grande destruição. Além disso, você não deve esquecer os judeus norte-americanos, os quais estavam cheios de Bush desde as eleições na Flórida [N.A.- a falcatrua que elegeu o Bushinho em 2000] e queriam se vingar dele. Fora disso, existem os serviços secretos nos EUA, os quais recebem anualmente bilhões de dólares do Congresso e do governo. Na época da União Soviética, não havia problema algum em angariar este dinheiro, mas posteriormente este orçamento corria sério perigo. Por isso, eles precisavam de um inimigo”.

PS.- A seguir, o relato sobre  o enterro de Bin Laden, publicado a 26 de dezembro de 2001 em um jornal egípcio. Aqui a tradução:


“al-Wafs, quarta-feira, 26 de dezembro de 2001, Vol 15 Nº 4633, notícia sobre a morte de Bin Laden e enterro há 10 dias. Islamabad-Paquistão. Um importante oficial do movimento afegão Talibã anunciou ontem a morte de Osama Bin Laden, o líder da organização Al-Qaeda. Ele disse, Bin Laden sofria graves complicações no pulmão e faleceu serenamente de morte natural. O oficial, que exigiu o anonimato, disse ao jornal ´The Observer of Pakistan`, que ele próprio estava presente ao enterro e ele tinha olhado sua face antes do enterro em Tora Borá, há 10 dias. Ele disse que 30 companheiros de sua Al-Qaeda estavam no enterro, assim como membros de sua família e alguns amigos do Talibã. Na cerimônia de encerramento para o descanso final, foi realizada uma salva de tiros. O oficial ainda disse que seria difícil achar o local exato da cova, pois de acordo com a tradição wahhabista nenhuma marcação indica o local. Ele salienta, seria improvável que os militares americanos encontrassem um dia apenas uma única pista de Bin Laden.
Artigo sobre a morte de Bin Laden 

6 comentários:

  1. Não adianta. É nóis!

    http://itrade.gov.il/brazil/?p=3104

    ResponderExcluir
  2. Mais uma ritalina da vida.... placebo

    ResponderExcluir
  3. Não eram árabes aqueles que assassinaram Jesus, Filho de Deus, eram judeus.
    Não eram árabes aqueles que promoveram e mais lucraram com a 1ªGM, eram judeus.
    Não eram árabes aqueles que saquearam e chacinaram o povo russo no golpe bolchevique, eram judeus.
    Não eram árabes aqueles que causaram a "Grande Depressão" de 1929, eram judeus.
    Não eram árabes aqueles que promoveram e mais lucraram com a 2ª GM, eram judeus.
    Não eram árabes aqueles que inventaram a bomba atômica, eram judeus.
    Não eram árabes aqueles que lançaram duas bombas atômicas sobre o Japão, eram judeus.
    Não eram árabes aqueles que assassinaram o presidente JFK, eram judeus.
    Não eram árabes aqueles que espionaram e traficaram a bomba atômia à URSS, eram judeus.
    Não eram árabes aqueles que traficaram a bomba atômica á China, eram judeus.
    Não eram árabes aqueles que atacaram o navio USS Liberty, eram judeus.
    Não eram árabes aqueles que praticaram o 9/11, eram judeus.

    Alguém quer continuar?

    http://www.germanvictims.com/2014/09/23/it-wasnt-arabs/

    " ... e que o mundo todo está sob o poder do Maligno."
    1ª João 5: 19b

    Realmente ... são vocês.

    Cobalto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Continua, vai...
      É nóis!

      Excluir
    2. Continua aqui:
      http://desatracado.blogspot.com.br/

      Excluir
    3. Tá debochando do deicídio?! Continue. Acha que consegue zombar de Deus?
      Só prova que não são sérios e nem conseguem evoluir.

      Cobalto

      Excluir