Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


terça-feira, 18 de março de 2014

Relembrando as misses.

Amigos e amigas.
Relendo meus alfarrábios internéticos, deparei-me com esta pérola de 2012 que foi mais propagada do que os donos da carne podre gostariam. Se bem que, lá no fundinho, vale tudo para não deixar a peteca cair.
De fato, é tão histriônico que concordo com eles. Por isso, resolvi relembrar, incluindo alguns comentários. Eles merecem.
FAB29

Idosas disputam "Miss sobrevivente do holocausto" em Israel 

PARA CRÍTICOS, EVENTO TRANSFORMOU UM GENOCÍDIO EM ENTRETENIMENTO

Senhoras israelenses com idade entre 73 e 89 anos participaram nesta quinta-feira (28/06) de um concurso de beleza inusitado chamado "Miss Sobrevivente do Holocausto".

A proposta do concurso gerou polêmica uma vez que, para os mais conservadores, ele teria banalizado um tema trágico para o qual não cabem celebrações (E que não deixam também ninguém sequer relevar e muito menos contestar, não é verdade?).

O jornal Yedioth Aharonoth chegou a publicar a carta de um leitor enfurecido, também sobrevivente do genocídio, que alegou que o evento é uma “tentativa de explorar o mais cruel derramamento de sangue na História visando ao entretenimento” ("Se cobrir, vira circo; se cercar, vira hospício").

Uma das finalistas foi Esty Lieber, de 74 anos, que nasceu na Polônia em 1937 e perdeu seu pai quando tinha apenas cinco anos. A candidata subiu ao palco e contou sua história para o público e para as demais concorrentes. A vencedora, contudo, foi Hava Hershkowitz, de 78 anos, nascida na Romênia (Será que ela mentiu menos?).

O promotor do concurso de beleza, Shimon Sabag, rejeitou todas as críticas e argumentou que o evento é muito importante para manter viva a ”lembrança da história” e, ao mesmo tempo, “fazer com que os sobreviventes pensem no presente” (Mas que lucrem e vivam do passado). (FONTE: operamundi.uol)


Sinceramente, é de doer! O sacrossanto e tão decantado "Maior crime da História" ser reduzido cada vez mais a um arremedo histórico.

Eu fico pensando: como seria se um dia, o holocausto voltasse às manchetes, com muita gente questionando sua veracidade? Suas milhares de histórias e "istórias", seus números estapafúrdios, as tantas sem-vergonhices que um monte de "ixpertos" fez e faz para "lucrar um pouquinho" com os crédulos e comodistas? Suas impossíveis câmaras de gás, cremações a céu aberto com madeira verde,...?

Eu me pergunto o quanto você, que sempre "ajoelhou no milho", crendo em tudo que os 'sobreviventes', mídia e hollywood propalavam sem contestar, vai se revoltar. Se for um reles conivente, apenas precisa se manter nas sombras para se adequar à nova situação.

Os sionistas, através do seu 'representante-mor' Elie Wiesel, o mais notório 'sobrevivente' do holocausto, desejam há décadas que a 1ª Emenda da Constituição Norte Americana tenha uma exceção no item 'liberdade de expressão': criminalizar a negação do holocausto, como em boa parte da Europa. Ou seja, você não teria o direito nem de contestar esse "fato notório". Aceite-o e pronto! E continue pagando, lógico.

Eis o que reza a 1ª Emenda estadunidense, um exemplo de lisura que aplaudo. O Congresso não pode:
Aqui no Brasil, mal e porcamente, ainda temos direitos semelhantes, também. E que assim minimamente sempre seja! A 'liberdade vigiada' dos europeus não é bem vista por ninguém que seja saudável mental, moral e espiritualmente.

FAB29

AH! E vida longa à "Rainha dos Sobreviventes"!...