Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


terça-feira, 20 de maio de 2014

PromiscuidAIDS!

Amigos e amigas.
Vejam este artigo que traduzi sobre o aumento de casos de AIDS no Reino Unido. Triste constatar que mesmo com tanta informação, campanhas, avisos, etc, muita estupidez ainda grassa na pobreza mental e inconsequência de muita gente.
FAB29

"O número de pessoas que adquiriram o HIV/SIDA através de relações heterossexuais no Reino Unido aumentou dramaticamente e tende a continuar, os especialistas têm alertado.
Infecções no Reino Unido aumentaram de 1.950 em 2001 para mais de 4.000 em 2011; mais que o dobro. Então, em 2012, um preocupante 6390! Estima-se que em 2013 este número era próximo de 8000. Contudo, o número de novos diagnósticos entre pessoas nascidas na África caiu de 35 por cento do total dos diagnósticos, em 2011, para 29 por cento em 2012 e Pesquisa da Taylor Nelson Sofres Healthcare, a TNSH, mostra que 54% de todas as infecções por HIV no Reino Unido são por relação heterossexual.
Então, por que um súbito aumento na prevalência do HIV entre heterossexuais britânicos brancos? A grande maioria das mulheres heterossexuais diagnosticadas com HIV no Reino Unido foram infectadas no exterior e David Sykes, da HIVNow UK, acredita que é em grande parte devido ao turismo sexual feminino: "O número de mulheres ocidentais que viajam para os países menos desenvolvidos para ter relações sexuais com os homens locais tem aumentado dramaticamente nos últimos anos".
"Infelizmente, os destinos turísticos mais populares do sexo parecem ser as áreas com problemas de HIV/SIDA mais graves", continua ele. "Essas mulheres têm relações sexuais desprotegidas com homens na África, em seguida, voltar para casa e passam a seus maridos."
"Eu me deparei com um caso recentemente onde marido e mulher foram ambos infectados pelo HIV, juntamente com seus dois filhos pequenos. Após investigação, foi revelado que a mulher tinha tomado parte em uma viagem humanitária oito anos antes na África Subsariana, tendo sexo vaginal e anal sem proteção com homens locais - Infectando seu marido um ano depois e, posteriormente, infectando seus dois filhos através da amamentação."

Populares destinos de turismo sexual femininos incluem o Caribe, especialmente Barbados e Jamaica, e os países africanos, como a Gâmbia, Senegal e Quênia.

A escritora do The Guardian, Julie Bindel, especulou em um artigo que os números de infecção por HIV sugerem que o uso de preservativo pelos "meninos" na região do Caribe pode ser esporádico, mas turistas sexuais femininos não parecem em tudo preocupados com os riscos potenciais. Muitas mulheres pensam que o HIV é algo que só acontece com os homens gays e que , dada a atmosfera incomum e emoção de sexo com um homem exótico, os preservativos são raramente usados ​​ou discutidos antes da relação sexual - e, qualquer coisa, são desencorajados pelas mulheres ocidentais."


Fonte: http://www.dailystormer.com/white-women-flying-around-the-world-to-have-sex-with-blacks-are-bringing-hiv-aids-back-to-the-uk/