Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Seria sabotagem?

Amigos e amigas
Essa seca atípica que assolou durante este ano e ainda assola quase exclusivamente o estado de São Paulo me parece definitivamente criminosa. Estão dizendo que é culpa do El Niño e coisa e tal. Eu já não tenho dúvidas de que tal situação é provocada pelos rastros químicos (os "Chemtrails") que constantemente vejo no céu.

Hoje mesmo, 14/11/2014, ao sair de casa às 7:50h, vi pela enésima vez, no mesmo trecho do céu (de leste para o sul, ou seja, passando sobre a cidade de São Paulo) outro desses rastros. Perto das 9:00h, o céu 'pretejou'; meia hora depois, estava quase limpinho Vejam nesse vídeo abaixo a explicação de um especialista. Muito do que ele relata, eu vejo e ouço por aí de várias pessoas. E várias coisas, sinto na própria pele.

Atualização (08/12/2014): Ontem à noite, o céu estava recoberto de densas nuvens, bem carregadas. Prenúncio de chuva certa. Hoje, às 7:00h, saio de casa e vejo aquelas amaldiçoadas névoas gosmentas que povoam o céu do estado desde o início do ano. E rasgando o céu, um rastro químico de milhares de quilômetros (certamente, o último de vários que seres malditos deixaram durante a madrugada).

2ª atualização (19/12/2014): às 19:00 h, o céu estava sendo tomado por densas e pesadas nuvens de chuva e na região, já estava chovendo bastante. Muitos trovões. Numa clareira no céu, vi passarem dois aviões a baixa altitude soltando seus rastros químicos. Fiquei meia hora observando e as nuvens se dissiparam. O que seria uma forte chuva virou garoa.
Hoje, 26/12/2014, às 8:00 h, mais um maldito rastro químico sobre minha cidade indo de NE a S. Fotografei-o, apesar do meu celular ter baixa definição. Mas valeu como registro. Resultado dessa sordidez: às 9:30 h, as poucas nuvens que tentavam se formar viravam aquela névoa gosmenta a que já me referi acima. Revoltante!

3ª atualização (15/03/2016): neste ano, até agora, só presenciei alguns rastros químicos e poucas névoas gosmentas pelo céu. Resultado: o volume de chuvas foi bastante significativo. Mas é claro que eles não dão ponto sem nó: o ataque químico deles se concentrou no sul de Minas Gerais, onde estão as nascentes do sistema Cantareira. Meu irmão mora por lá e me disse que o mês de fevereiro de 2016 foi uma secura só: 40 mm de chuva!
Afinal, se eles permitissem que as chuvas imensas que alagaram São Paulo várias vezes este ano chegassem por lá, eles ficariam com o * na mão para explicar como que, em apenas um período chuvoso, o sistema se recuperou completamente, sendo que a sua mídia havia decretado que poderia levar muitos anos para o Cantareira voltar ao normal. Os dados "ofalsiais" já dão o sistema com 62% de sua capacidade, apesar do ataque com rastros químicos às suas nascentes.
Chemtrail em 26/12/2014
Nosso calvário de seca em São Paulo promete durar por todo 2015.


Após esse vídeo, difícil não ficar enojado com a sordidez desses amaldiçoados!