Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Ainda insondáveis

Amigos e amigas.
Tanto se fez (e sempre se fará, creio) para nos manter nas trevas da ignorância e subserviência, presos a conceitos nefastos e falsificados, reféns da História estupidificante e malsã, tendo milhares de segredos, informações e respostas restritas a iniciados e escolhidos, uma casta parasítica que deixa a maior parte da humanidade na dormência, bem domesticada para que não a expulse ou elimine.
Seguem abaixo algumas dessas informações quase nada divulgadas:
  • Um mapa desenhado na pele de uma gazela mostrando uma Antártida não congelada foi encontrado em 1929. O mapa foi desenhado em 1513 por Piri Reis, que tinha acesso privilegiado à Biblioteca Imperial de Constantinopla. Nas notas encontradas no mapa, Reis afirmava ter compilado e copiado a informação de um vasto número de mapas históricos, alguns dos quais datados do ano 4 a.C. ou anteriores. Os nossos livros de história nos dizem que a Antártida foi descoberta pelo Capitão James Cook enquanto atravessava o Círculo Polar Antártico em 17 de Janeiro de 1773 com os navios HMS Resolution e Adventure. A última vez que a Antártida não esteve congelada foi há pelo menos 6.000 anos.
  • Uma minúscula estatueta de argila cozida foi trazida de noventa metros de profundidade à superfície por entre os detritos produzidos em série por uma enorme broca durante a perfuração de um poço em Nampa, Idaho em 1889. O objeto é uma estatueta com uma polegada de comprimento com uma perna solta pelo joelho. Pela profundidade, pode-se dizer que data de milênios sua manufatura.
  • Em Illinois, uma broca de poço trouxe à superfície uma moeda de bronze com 200.000 anos de uma profundidade de 35 metros, próximo de Chillicothe, Illinois. Segundo o Levantamento Geológico do Estado do Illinois, os depósitos que continham a moeda têm entre 200.000 e 400.000 anos.
  • Mais de 350 artefatos foram encontrados no Equador num velho sistema de túneis. Um artefato em particular mostra a mesma pirâmide com o "olho que tudo vê" no topo. Sob uma luz negra, o olho toma uma tonalidade interessante enquanto na base deste artefato, podemos ver um mapa estelar do Cinturão de Orion juntamente com uma escrita que é mais antiga do que qualquer uma conhecida neste planeta. O Professor Kurt Schildmann conseguiu traduzir o escrito: “O filho do criador vem.” Segundo a investigação de Kalus Dona, foi encontrada a mesma escrita em toda a parte do mundo, provando que havia uma civilização GLOBAL pré-existente que é muito mais antiga do que quaisquer escritos sânscritos.
  • No Equador, foi encontrado um grande cálice de jade e doze cálices de jade menores. Cada um dos pequenos cálices é um pouco diferente no tamanho, mas se quiséssemos encher cada um deles e derramá-los no grande, o conteúdo encheria precisamente o cálice grande. Este tem uma constelação perfeita embutida, mostrando Orion e outras estrelas. Klaus Dona declarou: “O cálice por dentro é muito, muito magnético e fora do cálice quase nada. Geólogos profissionais dizem que isto é impossível porque se uma pedra tem partículas metálicas dentro dela, ela tem de ser magnética de ambos os lados.”
  • Mais de 200 esferas metálicas foram encontradas na África do Sul e estima-se terem 4,5 milhões de anos. Há dois tipos de esferas: “Um de metal sólido azulado com manchas brancas, e outro que é uma bola oca cheia com um centro esponjoso branco.(Jimison, 1982).
  • Fonte: http://facedaletra.blogspot.com.br/2014/01/indagar-inquirir-questionar.html
Só essas informações já nos fazem crer no quanto somos alijados da realidade e somos enfronhados num labirinto de fantasias e medos. Tenho certeza de que cada um conhece ou mesmo presenciou dezenas de fatos pra lá de inusitados e insondáveis e que formariam uma enciclopédia de estranhezas ou assombros.

A "simples" construção das centenas de pirâmides e outras obras (muitas monolíticas) espalhadas pelo mundo (algumas, em locais inacreditáveis) já suscitam mil questões. Para muitos (incluindo a mim), são provas cabais de que não estamos sós no universo. Mas novamente e sempre, os grandes corruptores sonegam toda e qualquer informação lúcida e coerente sobre esses assuntos. Incontáveis informações interessantes são sempre tripudiadas por eles (quando não são caladas à força).

Questione! Conteste! Mantenha sua mente aberta, seus filtros ligados e alerta para tudo o que aparecer. Não se deixe amedrontar pelo maldito status quoA vida é tão curta e rara para aceitarmos ser alijados das coisas boas e certas. Não aceite!

FAB29