Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


segunda-feira, 23 de março de 2015

Estupros inter-raciais

Amigos e amigas.
Volta e meia, assistimos por todas as mídias a respeito de violações dos direitos dos negros, do quanto eles são segregados, perseguidos, maltratados, assassinados, etc. E, óbvio, sempre pelos "brancos racistas", essa 'corja que merecia sua extinção', como alguns amaldiçoados apregoam. Quando é demonstrado o contrário, como neste exemplo, vem uma tropa de vagabundos, vendidos, imbecis, alienados, etc, caindo de pau, afirmando ser tudo deturpação, chamando-os de "defensores de racistas" ou bem pior.

Para total azar desses degenerados, a frieza e realismo das estatísticas os detona, restando a eles todo tipo de baixeza e histrionice. Vejam abaixo mais uma pá de cal nesses desinfelizes, que faz referência a estupros e agressões sexuais nos EUA.

Aos singelos representantes da tropa supracitada, condolências.
FAB29

A VERDADE SOBRE ESTUPROS INTER-RACIAIS
Resultado de imagem para estupros

A cada ano, o Bureau of Justice Statistics, uma divisão do Departamento de Justiça, envia uma pesquisa para um grande número de cidadãos americanos. Eles perguntam se a pessoa foi vítima de um crime. Isso é chamado de National Victimization Crime Survey [NVCS]. Considera-se as melhores estatísticas de crime nos Estados Unidos. Com base no tamanho da amostra, o FBI estima o número total de norte-americanos que foram vítimas de diferentes tipos de crimes.
Há vários equívocos sobre os dados. Alguns dos quais são muitas vezes repetidos neste website.
  1. As vítimas são do sexo masculino e feminino combinados;
  2. O número total é uma estimativa com base em extrapolação, não é um número literal das vítimas;
  3. 'Zero' não significa que foi literalmente 'zero vítimas' para esse ano; apenas é zero na amostra;
  4. O número não inclui as vítimas dos ataques multi-infratores (estupro coletivo);
Se não houve vítimas de um certo tipo de crime no tamanho da amostra, isso cria um "zero estatístico", o que não significa que não houve vítimas deste tipo de crime para esse ano. Para obter os resultados mais precisos, você deve ter uma média de vários anos.
Em alguns anos, você vai ter anomalias. Para exemplos: em 2006, o "outros" nos estupros de negros é listado como 5788. Este número não é de todo típico. Para 2005 e 2007, o número de "outros" no estupro de negros é um zero estatístico. Em 2006 e 2007, 0% de agressões sexuais multi-infratores é listado como "mestiços". Em 2005, 44% das agressões multi-infratores são listados como "raça mista." Isso é porque são muito poucas agressões sexuais multi-infractores para se obter resultados consistentes no tamanho da amostra.
O percentual de agressões sexuais multi-infratores, em que os autores são todos pretos, é normalmente muito alto. O número é 64% em 2006, 67% em 2007 e 52% em 2008.
Os números são estimativas de um único infrator no estupro / agressão sexual em que a vítima tem 12 anos ou mais.
Atualmente, o FBI parece ter publicado apenas os quadros estatísticos completos até o ano de 2008. Depois, o site do FBI só tem "boletins menores" que não incluem os dados completos.
A partir desses dados, descobrimos que preto comete agressão sexual contra quase tanto brancos como negrosNo entanto, estupro de branco em preto é uma extrema raridade.
Ano 2003 - Estupro / agressão sexual
Branco em preto: 0
Branco em branco: 75.866
Preto em branco: 20.309 
Preto em preto: 21.104

Ano 2004 - Estupro / agressão sexual
Branco em preto: 0
Branco em branco: 91.074
Preto em branco: 11.610 
Preto em preto: 35.330

Ano 2005  - Estupro / agressão sexual
Branco em preto: 0
Branco em branco: 49.613
Preto no branco: 37.460 
Preto no preto: 36.620

Ano 2006  - Estupro / agressão sexual
Branco em preto: 0
Branco em branco: 108.791
Preto em branco: 32,443 
Preto em preto: 7.705

Ano 2007 - Estupro / agressão sexual
Branco em preto: 0
Branco em branco: 139.999
Preto em branco: 14.092 
Preto em preto: 12.780

Ano 2008 - Estupro / agressão sexual
Branco em preto: 0
Branco em branco: 88.112
Preto em branco: 19.292 
Preto em preto: 34.841

Total sobre seis anos consecutivos:
Branco em preto: 0
Branco em branco: 553,455
Preto em branco: 135.206 
Preto em preto: 148.380

Média sobre seis anos consecutivos:
Branco em preto: 0
Branco em branco: 92,242
Preto em branco: 22.534
Preto em preto: 24.730

Fonte: http://conservative-headlines.com/2014/12/the-truth-about-interracial-rape/

Resumo da ópera: em seis anos, os brancos sofreram perto de 700 mil ataques enquanto os negros não chegaram a 150 mil, praticamente todos estes perpetrados por negros!

Quem são os racistas e as vítimas?

9 comentários:

  1. Artigo sempre importante este! Irei colocar ele no blog camarada!

    Mais uma semana de luta!

    Bastante força e disposição para nós!

    Saudações!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se a grande podre mídia está contra nós, as estatísticas, não.

      Excelente arma de defesa e ataque.
      Abraço.

      Excluir
    2. Oi Fab,

      Fab, Amigo querido,

      Enquanto o ser humano não souber o seu lugar no Universo e como disse Dostoievski eu digo o mesmo: - compara-se muitas vezes a crueldade do homem à das feras, mas isso é injuriar estas últimas. Porque a maldade, a crueldade, são inventos da razão humana, da sua capacidade para mentir e para destruir. Mas e como afirmou Séneca a maldade bebe a maior parte do veneno que produz.

      A minha única consolação para o que se está a passar neste mundo, é saber que onde há muita sombra, é porque a luz é muito forte e saber também, que a maldade engole a maior parte do seu veneno.

      Um beijo.

      Excluir
    3. Mas veja essa... que bem apanhada, hein?
      https://www.youtube.com/watch?v=L9Fkv80_Zaw

      Excluir
    4. Querida Fada Mestra.
      O homem inventa 'N' maravilhas e horrores. Tal dicotomia assusta até os mais destemidos, mas são tais provações que nos engrandecem.

      Suas palavras sobre luz e sombra me remetem a Caravaggio, com suas pinturas radiantes valorizadas pelo fundo negro. São intrínsecas.

      Beijo. Sempre um prazer tê-la aqui.

      Em tempo, na boa: No vídeo, a "etnia" provoca, mas qual "raça" aproveita e cria a briga? Corrobora com o post...

      Excluir
  2. Quando não há como desbancar os fatos e as estatísticas, eles logo começam a atacar a pessoa que os apontou... É típico!
    É a primeira vez que comento aqui. Estou feliz por ter encontrado esse excelente blog.
    Tudo de bom pra você! Abraço

    Gabriela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida, Gabriela. Típico e até obrigatório. Mas já que contra fatos, não há argumentos, resta aos parasitas et caterva o grotesco.

      Seja bem vinda. Navegue à vontade e que outros posts a agradem a ponto de comentá-los.
      Abraço.

      Excluir
  3. Boa tarde camarada!

    Ao reproduzir este artigo no meu blog, recebi "comerdários" de que o artigo é parcial, pois não mostram as estatísticas de brancos contra brancos. Pois bem coloquei as estatísticas, baseada nos números dos anuários referenciados (cálculos baseados nas tabelas 42 dos respectivos anuários) e acrescentei.

    Além disso coloquei, baseado e referenciado na última atualização da CIA, a proporção de negros e brancos nos EUA para fim de comparação das proporções.

    Vamos ver agora se o ESTÚPIDO que postou em anônimo vai evitar o centro e assunto do tópico ESTUPROS INTER-RACIAIS!!!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso porque o início do post dá uma explicação geral, senão...!

      Mas não espere racionalização, coerência ou um mínimo de raciocínio.

      Abraço e boa sorte.

      Excluir