Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


terça-feira, 12 de maio de 2015

Mistérios!!...

Amigos e amigas.
Segue abaixo mais um dos milhares de fatos que são ocultados do gado humano. Os alienados poderão dizer: "Bela bobagem! Mera curiosidade!" À primeira vista, sim, mas seus desdobramentos levam-nos a cogitar várias coisas que nos levariam a grandes revelações. É parecido com a "pífia importância" que se dá ao fato de quase todas as crateras na Terra e na Lua serem circulares.
FAB29

Extraído de Thot3126.

Antarctica tem lagos com águas quentes em seu interior

Bunger Hills; huts at the empty Polish/Russian station Dobrowsky can just be seen
Na área de Bunger Hills!
A prova de que há ou uma Terra oca ou Bases subterrâneas na Antártida é o filme mostrado aqui do pouso do Comandante David Bunger USN do seu hidroavião PBM Mariner mostrando que, de repente no meio de toda estas temperaturas abaixo de zero,  apareceu terra livre de gelo com LAGOS aquecidos por água quente de algum tipo de ação geotérmica abaixo, na Antártica já em 1947. As aberturas recentes encontradas no gelo da Antártica estão na área de Bunger Hills nomeada após a visita deste pioneiro com o seu próprio nome.
Durante a Operação Highjump em 1946-47, o  Almirante Richard E. Byrd levou uma grande força de invasão militar dos EUA para localizar e destruir alemães  em bases construídas na Antártica (NEUSCHWABENLAND) pelos nazistas alemães sob a cobertura de inofensiva “exploração polar”, base construída  ainda antes da 2ª Guerra Mundial.
As colinas de Bunger Hills
As colinas de Bunger Hills estão localizadas com o seu centro que se estende desde 65° 58′ S e 66° 20′ S e de 100° a 100° 20′ E e 100° 28′ E.  A área de Bunger Hills são marcadas por numerosas lagoas com água doce de gelo derretido e cortada por uma linha no sentido leste-oeste pelo Lago de Algas (também conhecido como Lago Figurnoye).

Bunger Hills; huts at the empty Polish/Russian station Dobrowsky can just be seen
Acima da água estão as Bunger Hills (Colinas Bunger), um pouco abaixo, próximo ao centro e um pouco à esquerda é possivel se ver as cabanas da Estação Dobrowolsky, Polônia/Rússia.
A.B. Dobrowolski Station em Bunger Hills com os Lagos Bunger  e o Oasis Bunger  é uma faixa costeira na Costa Knox, na Terra de Wilkes, na Antártida, composto por um grupo de colinas costeiras moderadamente baixas, arredondadas, encimados por acúmulos de vegetação de moréias e, notavelmente, livre de gelo durante todo o ano, situada ao sul do Arquipélago Highjump.

A região e os lagos foram mapeados a partir de fotos aéreas tomadas pela Marinha dos Estados Unidos durante a Operação Highjump (em 1946-1947) e nomeado pelo Comitê Consultivo dos EUA para Nomes da Antártida (US-ACAN) para o tenente-comandante David E. Bunger, Marinha dos Estados Unidos, comandante de avião de uma das três aeronaves USN Hidroavião durante a Operação High Jump, que se empenhou em missões fotográficas ao longo de maior parte da área costeira entre 14° E e 164° E. 


Richard Evelyn Byrd
Richard Evelyn Byrd (25/10/1888 – 11/03/1957) - Vice Almirante da Marinha dos EUA foi um aviador, pioneiro e explorador polar, que sobrevoou o Pólo Norte em 9 de maio de 1926, e dirigiu numerosas expedições à Antártida, sobretudo um vôo sobre o Pólo Sul em 29 de novembro de 1929. Foram cinco suas expedições ao continente austral/Antártida, entre a primeira de 1929 e a última em 1956Entre 1946 e 1947, levou adiante a grande operação chamada High Jump, durante a qual descobriu e cartografou 1.390.000 km2 de território antártico. Em 1955 realizou a expedição “Deep Freeze”  também na Antártica, tendo voado pela última vez sobre o pólo austral em 1956.

Esquematização de Agartha, o Mundo Interior
http://www.instigatorium.com/misterio-mapa-piri-reis-de-1513-mostra-a-antartida-sem-gelo/
9EA
Mapa de Finaeus

20 comentários:

  1. O contexto desse Mapa de Finaeus é muito misterioso. Muita coisa ficaria bem diferente numa reavaliação histórica.

    Há mais coisas entre o céu e a terra do que sonha nossa vã concepção...

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por essa razão, "revisionar" é preciso.
      Abraço.

      Excluir
  2. Shambala não fica no interior da Terra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até comprovação definitiva, Shambala sequer existe. Logo, a despeito das tergiversações e desencontros, pode-se afirmar muitas coisas.

      Eu adoraria visitá-la.

      Excluir
  3. Respostas
    1. Para conhecê-la. Você não gostaria?

      Ou, quem sabe, até me mudar para lá.

      Excluir
  4. Respostas
    1. Se eu tivesse condições, giraria o mundo cem vezes, visitando todas as grandes cidades, culturas e civilizações possíveis.

      Visitar a História in loco é a melhor coisa que tem.

      Excluir
  5. Hum... Então seria por curiosidade...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre a primeira razão de qualquer coisa fortuita é a curiosidade. Depende da intensidade que ela suscita é que nos faz nos aprofundarmos mais.

      Penso que isto é o óbvio. Você teria outra razão?

      Excluir

  6. Como diz o ditado: "A curiosidade matou o gato". Em se tratando da cidade em questão, tal ditado é o cume da montanha filosófica.

    Talvez a cidade de que estamos falando seja o lugar mais restrito que existe. De bom grado, seus moradores só permitem que se entre lá como convidado. Mas para ser convidado...

    Uma outra forma excluiria o "bom grado" supra-citado, envolvendo uma invasão. Mas isso requer um conhecimento que não pretendem deixar acessível ao homem.

    Os dedos de uma mão são demais para enumerar as tentativas de invadi-la que já ocorreram. Eventos como o de Borsipa, ou o avanço para o leste no século passado que, especula-se, visava algo muito além de Moscou.

    O domínio da cidade é condição sem a qual jamais sairemos da caverna.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem,... Quem sabe algum dia, algum de nós possa ser abençoado com ao menos uma visita. Caso retorne, nos relatar sua sorte.

      Enquanto isso, prossigamos no aprimoramento da vida que temos.

      Excluir
    2. Se não dominá-la, lacrar o maior número de portas possíveis e assim as mantê-las.

      Excluir
    3. Penso que a vida seja controlável, nunca passível de dominação. Se isto for tentado, vira escravidão.

      Quanto a portas fechadas, cuidemos de nossa mente. Sobre a minha, veja o último desta lista:

      http://fab29-palavralivre.blogspot.com.br/2012/03/poemas-mais.html

      Excluir
  7. Caro FAB.

    O que se percebe é que extranhamente o assunto do post saiu do foco, veio a baila assunto absolutamente personalista, de cunho meramente pessoal, o tal achar e desejar!
    Para onde ir nas férias ou qual a cidade mais legal para visitar??

    Me causa espécie tal viez depois de um post deveras elucidativo!

    E como gosto de debater o tema em questão, vamos voltar ao tema e aos fatos.

    Pela mais elementar lei da termodinâmica, é IMPOSSÍVEL a terra ter o núcleo magmático.
    A energia calorífica, dada uma quantidade, aumenta diretamente proporcional à massa e inversamente proporcional ao volume, assim cabe mais calor conforme mais denso, e menos conforme mais amplo. Repito, dada uma quantidade específica de calor.
    É por essa razão que geladeiras funcionam!
    A Terra volumetricamente tem 99% dela com temperatura acima de 700 graus (sendo que metade tem uma temperatura de mais de 4 mil graus!) e 1% abaixo de duzentos graus e uma suave camada superficial abaixo de 100 graus celsius.
    Isso em termos volumétricos, no caso de massa a coisa é pior, 99,7% tem temperatura acima de 700 graus (e 70% acima de 4000 graus celsio), pois a densidade das rochas na superfície são baixas, são basicamente alumínios bauxitosos e sobretudo sílica, e boiam, ao passo que a parte mais densa (segundo os "doutos" o núcleo é estimado uma pressão de 3.5 milhões de atmosferas) é composta de metais mais pesados. Sobretudo ferro e níquel, o tal NIFE.
    Resumindo os "estudos" geodésicos:
    A Terra (para os doutos) é composta por crosta ( até 70 km), manto (até 2900 km) e núcleo (no externo de 2900 até 5150 km e no interno até 6371 km), entre a crosta e o manto temos a descontinuidade de mohorovic, entre o manto é o núcleo superior temos a descontinuidade de gutemberg e entre o núcleo exterior e interior existe a descontinuidade de lehmann, tres decontinuações com nomes curiosamente judeus, mera coincidência...
    Tem também uma tal de descontinuidade de lepetti aos 700 km de profundidade que separa o manto superior do inferior.
    Observo também que a cada dia que passa mais imbecis inventam descontinuidades para explicar o inexplicável, como sabemos para sustentar uma mentira são necessárias "n" mentiras!
    Tudo o que postei é dado da wikipedia, no "meu" "antigo conhecimento" enciclopédico, a crosta chegava até 150 km de profundidade.
    Tudo isso na proposta atual legitimada pela canalhada.
    Mas vamos para óbvio, o rádio, o ouro, o chumbo, a platina, o irídio, e um monte de outros personagens são muito mais pesados que ferro e niquel e ambos boiam nesses metais, inclusive sobre o mercúrio, metal líquido a temp. ambiente fresca, mas gasoso se aquecido, assim como o radônio, é um gás pesadíssimo.
    O urânio que decai em chumbo é um interessante exemplo junto ao radio, são radioativos e para que enriqueçam usa-se o método de centrifugar, com isso faz-se com que os tais gaseificados se depositem nas paredes das centrífugas antes por serem mais pesados e assim obtem-se o tal material físsil, e claro que na proposta terrestre dos lixos, o núcleo terrestre seria composto sobretudo de material físsil devido ao "centripetismo" decorrente da gravidade e o resultado seria kaboommm!
    Afinal com tamanha pressão o chumbo, o ouro, a platina, o irídio, etc, em vez de decair iriam "sobrecair" (tendendo a massa crítica), iriam se enriquecer até o limite do colapso!
    Se a proposta de configuração da terra fosse verdade, todo o ouro, o chumbo e platinas estariam apenas no centro e não na superfície, e não adianta argumento de que vieram de meteororos, pois já mostrei que alem de impacto lateralizado, haveria um afundamento decorrente do peso e isso não acontece.

    Continua

    ResponderExcluir
  8. Continuação

    Outro detalhe, observemos que todo material magmático que vaza da terra borbulha como qualquer material heterogênio, ou seja elementos de diferentes pontos de ebulição expandem borbulhando, e isso é percebido na lua onde TODAS as crateras são esféricas, logo são bolhas estouradas!
    Basta observar as bolhas em poços de lama quente, se estivessem no espaço elas congelariam instantaneamente no momento expansivo, ficariam congeladas como abóbadas (não confundir com abobada, essa é a humanidade! :-D), até que fossem rompidas por algo ou algum meteoroide.
    Os antas (não nasceram em antares, apesar do nome) alegam que as crateras lunares são devido a impactos de meteoróides.
    Isso implicaria em crateras elipticas em sua imensa maioria, mais de 99%.
    Observo que acreditar que todos os meteoróides acertaram a lua exatamente no meio, com impacto perfeitamente radiais, a única forma das crateras serem esféricas é absolutamente demente! Todas as crateras teriam que ser elipticas, visto que alem de acertarem de diversos angulos e posições, ainda tem a velocidade de giro da lua impedindo acerto radial e exato, sempre haveria o "escorrimento" do impacto em função do giro translacional!

    Assim fica claro que a terra embolhou até esfriar, aquela lei que diz que calor é diretamente proporcional a massa e inversamente proporcional ao volume, ou seja, expande e esfria quase instantaneamente.
    No meu entendimento ela expandiu até "congelar" (no espaço a temperatura é de menos de 100 graus celsius negativos) abruptamente devido a expansão rápida e ao giro, isso legitima inclusive que haja buraco nos polos visto que a força centrífuga do giro faria o material escorrer para a posição de maior velocidade angular, o equador.

    E finalizo com a mais óbvia das questões, a qual sugerirei uma experiência:
    Coloquemos em uma panela de barro (mais ou menos dois centímetros de espessura de parede e material igual o da crosta terrestre), com volume de 11 litros (um eptalhão do volume terrestre aproximadamente) chumbo derretido, o qual tem "apenas " 327 graus centígrados até no máximo 1500 que é a temp. de ebulição e consequente evaporação, ou seja temperatura muito inferior a dita da terra, e tente segurar a panela.
    Já digo desde já que não vão conseguir, é muito quente!
    E mais, a alegada espessura da crosta da Terra é menor do que uma porcelana chinesa e tais porcelanas se pusermos uma fonte de calor, uma bola de carvão viva dentro, vai brilhar no escuro, assim a terra seria uma bola não azul, mas sim rubra!
    E mais, lembremos que vácuo não é condutor térmico, assim como o ar que tem um gradiente térmico de 2 graus a cada 300 metros, é por isso que no céu a água congela em nuvens e contrails (não confundir com chemtrails) ar congela. Logo não há possibilidade do calor da superfície sair imediatamente para o espaço, ele não sai, é como uma garrafa térmica, o único calor que sai é por irradiação luminosa.
    Não há como sair o calor da Terra e nós estariamos volatizados há muito tempo.
    Podemos também colocar uma cua de chumbo derretido de um metro cúbico e uma camada de 10 cm de areia e andarmos em cima! Relaxem pois não há como afundar no chumbo, e verão que é impossível pisar até por um segundo! Observo que tais medidas que dei para a camada isolante é DEZ vezes maior do que a da Terra!
    A verdadeira questão é: o que existe dentro da Terra para que os salafros doutores se esmerassem em tão absurda e demente proposta de Terra com núcleo em lava?

    Parece que Edmond Halley estava certo, a terra é oca como o crânio dos doutores defensores dessa imbecilidade de etrra sólida e magmática!
    Dentro dela parece não só ter vida, mas parece que é mais fértil que as mentes toscas que acreditam em terra sólida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado amigo, grato por mais uma aula. Elas sempre acrescentam bons nutrientes para nossa combalida consciência.

      De toda ela, só fico em dúvida na formação das crateras pelas bolhas. Muitas dessas crateras têm dezenas de quilômetros de diâmetro. Além do quê, eu nunca presenciei esse fenômeno da solidificação quase instantânea.

      Será que suas bordas de dezenas de metros de altura se manteriam a despeito do calor? Não digo que é impossível, mas difícil de imaginar.

      Excluir
    2. Caro FAB,
      As bolhas que se solidificam instantaneamente não são na terra, são no espaço, o espaço não exerce pressão, é vácuo, assim as bolhas poderiam expandir infinitamente, mas não o farão, visto que como a temperatura reduz pela metade se dobramos o volume, elas congelam em uma determinada altura.
      Observe que no nível do mar a pressão atmosférica é de aproximadamente 1013 milibares, isso equivale a uma coluna de mercúrio de 760 mm, assim nos estamos sempre "oprimidos" por uma pressão de 1 kg por centímetro quadrado segundo Pascal.
      Por conta disso, as bolhas estouram!
      Mas se nbo vácuo, elas expandirão até que sua parede seja delgada demais.
      E naturalmente os gases internos reduzem de temperatura em razão direta e quadrática com o volume.
      Tanto é que as crateras lunares mais livres tanto da gravidade (que achata as bolhas) quanto da atmosfera, são enormemente maiores.

      Estou sempre disposto a destruir imbecilidades propagadas pelos canalhas encanudados! :-D
      Eu creio que a Terra é uma megabolha!
      Ela expandiu até congelar no espaço que é frio como o mais glaciar dos glaciais!
      E o giro ajudou deveras a configuração dela, atnto é que ela é achatada nos polos!
      E há realmente possibilidade de haver buraco lá, visto que a força centrífuga fez a massa escorrer para a posição de maior velocidade angular, o equador!

      Excluir
    3. Interessante teoria.
      Mas ainda me é mais crível uma guerra dos mundos, dos "deuses" pelo domínio desta "bolha", com bombas inimagináveis. Inclusive pela posse da lua.

      Penso até que essa guerra foi a causa da extinção dos dinossauros.

      Teorias são coisas muito legais!

      Excluir
  9. "O que se percebe é que extranhamente o assunto do post saiu do foco, veio a baila assunto absolutamente personalista, de cunho meramente pessoal, o tal achar e desejar!
    Para onde ir nas férias ou qual a cidade mais legal para visitar??"

    Não sei de onde o senhor tirou isso.

    ResponderExcluir