Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


domingo, 27 de dezembro de 2015

Fazendo a Esperança.

Amigos e amigas.
Desde que o decantado "Fim do Mundo Maia" não aconteceu em 21/12/2012, todo final de ano, eu faço minhas ponderações. Quero, desta vez, me adiantar e fazer um balancinho do ano que está pra se acabar, junto com a Esperança no que está chegando.

Ah, esses terroristas!...Pensam que enganam
os nobres soldados da paz e da verdade!...
2015 não diferiu muito dos anos deste milênio. Desde o famigerado "11 de setembro", o que mais se vê geopoliticamente são invasões do "Grande Império" a países islâmicos, com a desculpa de serem guerras contra o terrorismo (curiosamente, usando o terror como arma), mas não passam de dominações e subjugações, destituições de antigos regentes e, óbvio, destruições. Nessa hipocrisia grotesca, esses parasitas garantem que seus negócios (armas, drogas, possessões, petróleo,...) e dominância se desenvolvam estratosfericamente.

Economicamente, o mundo está chegando à beira de uma grande quebradeira (não tenho dúvidas de que se ela será pior que o 'crack' de 1929, patrocinada pelos "morgans", "rothschilds", "warburgs" e "rockfellers" da vida). É muito dolorido saber que o melhor que podemos fazer é ficarmos conscientes e preparados para o "tsunami" que se avizinha (e que a podre "Grande Mídia" se esforça em tergiversar) e que sobreviva quem puder. Sobreviver será sorte? Quem o conseguir, que relate para a História.

Socialmente, vê-se uma sensível e quase inexorável involução. A banalidade, o grotesco, a deturpação de valores e a degenerescência moral permearam ainda mais os sentimentos, expectativas e o dia a dia do gado humano. O insidioso esquema de entretenimento inócuo por um lado e pernicioso por outro vai de vento em popa, anestesiando as massas falidas (mental e financeiramente) e aprisionando a parte consciente da humanidade em nichos. A última cartada está sendo a criminosa imigração em massa à Europa, visando a total obliteração da cultura branca, agenda que a "impoluta" e obediente Angela Merkel abraçou, para desespero do povo alemão.

Então, já que estamos nessa corda bamba, o que esperar de 2016? De "esperar", vem a Esperança. Assim sendo, o fato dela precisar ser a última a morrer para desistirmos deve estar sempre em nossas mentes e corações. Porém, é necessário que saiamos do marasmo. Façamos tudo o que nos for possível para estancarmos o maior dos males: a corrupção.
Corrupção brasileira: tão brutal, a ponto do mensalão
ser um mero detalhe.

Mesmo o escândalo Petrobrás, com seus supostos
R$ 10 bilhões, ficaria longe em terceiro.
Sabemos que os grandes corruptores prosseguirão em suas atitudes imperialistas, massacrando tudo e todos que tentam expô-los e, principalmente, tirar-lhes um pouquinho que seja da influência e domínio que levaram séculos para obter. Por isto, é necessário que perseveremos, ajamos e reajamos, alertando o máximo de pessoas possível para que estas acordem de suas letargias e abandonem seus comodismos. Se muitos deixarem de ser zumbis, simulacros de seres humanos, será uma imensa vitória.

E enche cemitérios.
Pais ativos na educação = Laços familiares eternos
Podemos esperar que o "investimento" na alienação e no ensino subversivo seja até aumentado e "sofisticado" (exemplo, a intenção, por enquanto, abandonada, do governador paulista Alckmin de fechar dezenas de escolas), mas é imperativo procurarmos opções. Elas não faltam! Apenas são escamoteadas ou denegridas ao máximo, ao mesmo tempo que as porcarias destruidoras do bom senso (funk, libertinagem, desagregação familiar, desvirtuamento sexual,...) são maquiadas e massivamente oferecidas via mídia à juventude. A família precisa se esmerar em doutrinar seus dependentes, criando em seu seio espírito crítico e disciplina nos entes próximos e queridos para que aprendam a resistir à ignorância total cevada pelo "Grande Irmão".


Podemos esperar que o exército de agentes sórdidos e hipócritas desse "Poder das Sombras" prossiga em sua missão de desviar as atenções das massas, seja na base da graça, da piada ou da simples oferta de "algo mais legal" até a ofensa pessoal e gratuita, além de tentarem nos intimidar de qualquer maneira. O importante para eles é tirar a nossa atenção de seus donos e suas falcatruas. Esses "agentes" se utilizam da aproximação furtiva e silenciosa ou, modernamente, da virtualidade da internet, bancada por seus donos. Com ela, se prestam a fazer um monte de sordidezes (pra dizer o mínimo) anonimamente. Todos nós devemos aprender a opinar, questionar, duvidar, pesquisar, contestar, tudo conscientemente, sem nos preocuparmos com opiniões desabonadoras que porventura vierem a nos açoitar. Caso você cometa um erro, retrate-se humildemente. Como disse o Barão de Itararé:
Mas precisa me convencer.
Quero esperar tudo de bom, próspero e saudável a todos aqueles que trabalham no esforço de propagar o bem comum, o respeito ao próximo, a boa vontade e que zelam pela boa saúde em todos os sentidos, pelo progresso e evolução tanto de si mesmo quanto da Humanidade, enfim, a todos aqueles que fazem por merecer o TÍTULO de "Ser Humano".

Deus sempre nos ilumina, mas, a todo instante (Insisto!), façamos a nossa parte!
Antecipadamente, Feliz 2016! Que ele seja alvissareiro!
FAB29