Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Assassinato de São Cosme

Amigos e amigas.
A ação farisaica na História da Humanidade é camuflada a qualquer custo. Cada vez que me deparo com uma atitude odiosa dessa tropa, preciso mostrá-la, denunciá-la. Conscientizarmo-nos ao máximo possível de tudo o que nos cerca é um fardo muito pesado e, até, assustador, mas viver na leveza da hipocrisia e da subserviência é a morte em vida. Prefira a primeira opção.

Vejam mais esta faceta da História quase nada conhecida da maioria de nós.
FAB29

São Cosme, o "Igual aos Apóstolos," foi proclamado oficialmente um santo pela Igreja Ortodoxa de Constantinopla em 20 de abril de 1961. Ele é comemorado em 24 de agosto, data do seu martírio.

Ele nasceu na aldeia grega Mega Dendron perto da cidade de Thermo na região de Aetolia. Ele estudou grego e teologia antes de se tornar um monge, depois de uma viagem ao Monte Athos, onde também frequentou a Academia Teológica local.

Após dois anos, ele deixou Athos. Estudou retórica em Constantinopla por um tempo. Em 1760, ele foi autorizado pelo Patriarca Serapheim II (que tinha marcadas tendências anti-otomanas) para iniciar viagens missionárias nas aldeias de Thrace - mais tarde estendidas ao que formariam as áreas tanto na Grécia ocidental e norte da Grécia. O Patriarca estava declaradamente preocupado com a crescente taxa de cristãos se convertendo ao Islã nessas áreas.

Durante dezesseis anos, São Cosme estabeleceu muitas escolas de igrejas em aldeias e cidades. Ele chamou os cristãos a criarem escolas e aprenderem grego bíblico Koiné, para que pudessem compreender as Escrituras melhor e, geralmente, educar-se.

Um efeito de sua pregação foi transferir a realização do bazar semanal (bem justo) de domingo para sábado, o que trouxe perdas econômicas para os judeus - barrados pela sua religião de se envolver em negócios no sábado.

Os judeus de Epirus difamaram São Cosme como beligerante e o relataram ao regime turco como um revolucionário. Ele foi chamado a Berat, na Albânia, para pedir desculpas e encantou tanto o governador que, em vez de ser condenado, a ele foi dado um pequeno trono de onde podia pregar a Palavra de Deus. Então, os judeus conceberam uma outra maneira de o condenar. Eles contrataram um cobrador de impostos muçulmano que disse ao governador que os impostos estavam diminuindo porque as pessoas estavam ouvindo os ensinamentos de São Cosme, em vez de trabalhar a terra. O governador ordenou-lhe a detê-lo, mas o coletor interpretou com maldade a ordem e agiu secretamente para levar São Cosme à morte.

Os turcos o prenderam na premissa de que o levariam a Kurt Pasha. Ao lado de um rio perto de Kolikondasi, eles revelaram que tinham ordens para matá-lo. O Santo aceitou a decisão e, ajoelhando, orou a Deus, agradecendo-Lhe por tê-lo escolhido para sacrificar sua vida em Seu nome. Os turcos enforcaram São Cosme em uma árvore em 24 de agosto de 1779, com a idade de sessenta e cinco anos. Em seguida, eles amarraram seu corpo em uma pesada pedra e atiraram-no ao rio.

Traduzido por mim DAQUI. E, para quem acha que o texto acima não passa de preconceito e antissemitismo gratuitos, vejam a confirmação abaixo:

Rabino Mordechai Frizis - ex-rabino de Thessaloniki -
simplesmente não se conteve e declarou:
"Aliás, esse senhor Cosme de Aetolia vem junto - esse chamado de São Cosme de Aetolia - e, é claro, ensinava um antissemitismo assassino terrivelmente fedorento. E dizemos graças a Deus que os judeus daquela época entenderam o perigo que Cosme de Aetolia constituía para eles e fizeram tudo que podiam para colocar essa pessoa fora de seu caminho.

E é claro que eu não acredito que haja qualquer vergonha na morte desse antissemita assassino.  E com a ajuda de Deus, nós esperamos que todos os antissemitas assassinos recebam o que merecem!"

Traduzido por mim DAQUI.

4 comentários:

  1. Da mesma forma que a gangue farisaica usou Roma para crucificar Jesus Cristo, esses bandidos tambem precisaram usar outro povo para executar Sao Cosme de Aetolia, e assim esconderem o seu lado perverso judaico. O que os judeus fizeram com Cristo, Cosme de Aetolia, foi o mesmo que eles fizeram com o Iraque, Libia e a Siria!

    Abracos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porém, tudo devidamente protegido por uma propaganda massiva, uma hipocrisia ímpar, um deboche constante e uma monstruosa estupidez cristã.

      Abraço.

      Excluir
  2. Mais uma boa contribuição contra a desinformação camarada!

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta é a nossa maior função, caro amigo. Você sabe muito melhor do que eu o quanto a História é vilipendiada com mentiras.
      Abraço.

      Excluir