Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


segunda-feira, 5 de setembro de 2016

E não é Golpe?!

Amigos e amigas.
Tudo começa a se acertar no Reino do Golpe! Vejam o texto abaixo:
Resultado de imagem para golpe impeachment
Opinião pública?! É para rir ou chorar?!
O governo não eleito de Michel Temer, representado por seu interino e presidente da Câmara Rodrigo Maia(DEM/RJ), sancionou e publicou no Diário Oficial da União desta sexta-feira (2) a Lei 13.332/2016, que flexibiliza as regras para abertura de créditos suplementares sem a necessidade de autorização do Congresso.

Grosso modo, a letra autoriza as pedaladas fiscais, justificativa do afastamento de Dilma Rousseff pelo Senado na última quarta-feira (31).
A Lei tem origem no Projeto do Congresso Nacional (PLN) 3/16 e foi aprovada no dia 23 de agosto. O texto autoriza o governo a reforçar, por decreto, até 20% do valor de uma despesa prevista no orçamento de 2016, mediante o cancelamento de 20% do valor de outra despesa. Até então, o remanejamento era restrito a 10% do valor da despesa cancelada.
"Fica autorizada a abertura de créditos suplementares, restritos aos valores constantes desta Lei, excluídas as alterações decorrentes de créditos adicionais abertos ou reabertos, deste que as alterações promovidas na programação orçamentária sejam compatíveis com a obtenção da meta de superávit primário estabelecida para o exercício de 2016", destaca o artigo 4º da Lei.
A mudança na lei orçamentária também possibilita que o governo cancele recursos incluídos por emendas coletivas do Congresso Nacional e direcione os recursos para outras áreas de seu interesse, com exceção das emendas de execução obrigatória previstas na Lei de Diretrizes Orçamentarias (LDO).
Segundo a Agência Senado, o governo não eleito alega que a mudança na lei torna a gestão orçamentária mais flexível, podendo haver, inclusive, o remanejamento de despesas para o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

De acordo com os argumentos legais utilizados para o impeachment, Dilma foi afastada de seu mandato como presidenta exatamente por ter usado os créditos suplementares sem a autorização do Congresso.

Extraído daqui.

Resumindo tudo o que já escrevi: o povinho (nunca, o POVO!) brasileiro merece!

8 comentários:

  1. Caro FAB, esse seu texto só mostra a lixeira imunda que é o poveco dessa fossa!
    E o quanto eles estão em consonância com os EXCREMENTOS GOLPISTAS!
    Limpar o brasil implica em matança generalizada como eu já frisei, eliminar os carcinomas que pululam nessas plagas é fácil, vamos listar alguns exemplos:
    O lixo que bebe e dirige, o lixo que acha que pode marcar fila com pedidos cínicos ou carrinhos de compras, o lixo estuprador (esse lote é amplo, todos os ginecologistas ou obstetras homens, todos os comedores de prostitutas, todos os sexologos e muito mais!), todo sodomita, todo viado, todo funcionário publico de primeiro e segundo escalões...
    A lista não acaba! O que não falta é lixo merecedor de extermínio!
    Qualquer outra medida que não a carnificina geral só garantirá mais e mais iniquidades, visto que o lixo não para com sua sanha degenerativa!
    O que não presta TEM que ser EXTERMINADO, ou de outra forma, o que não presta vai reproduzir inclusive com os que ainda não sabem o que é que não presta e assim garantirá o que acontece no mundo graças ao cristianismo que preconiza o perdão do lixo e o acolhimento do excremento.
    Nem preciso dizer que os cléricos são material, assim com os outros, para as termoelétricas.
    E nem em sonho esqueçamos de exterminar todo assistidor de novela e BBB, ou a lixeira vai voltar!
    Daí eu pergunto, agora que os excrementos retiraram todas as armas do povo, como é que acha que faremos a limpeza?
    Só para desanuviar, deixo o macabro óbvio: Quem está com as armas são exatamente os canalhas, os excrementos dos dois degraus mais altos da pirâmide!
    Conseguimos entender o que vai acontecer?
    vai haver o extermínio mas não será dos canalhas, será dos anti canalhas!
    E o pior, eles nem vão usar armas de fogo, vão usar o celular e vão discar a assinatura biométrica de cada um para matar via celular.
    A biometria foi o coup de grace nos gentios estúpidos!
    E o poveco deu seus dados eletromagnéticos como se tivessem tomando vacina, e o pior, o resultado é mais letal que o de vacina e quem for "discado" não viverá para saber!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Vapera.
      Se a cúpula podre for obliterada, 90% das coisas estarão resolvidas. Os 10% restantes serão ajeitados com disciplina rígida, reeducação e cobrança diária, sem esquecer punições proporcionais aos crimes cometidos.

      Exemplo: exterminar assistidor de novelas e BBBosta não é necessário se não houver quem produza essas nulidades. Ou caso se produza novelas, que sejam belos dramas, comédias, aventuras, etc, com alto teor de coisas boas. Em uma geração, os resultados já seriam sensacionais.

      Ainda penso que as cifras das Pedras da Geórgia são exageros.
      Abraço.

      Excluir
    2. Caro FAB, ouso dizer que acreditas em papai noel, vamos aos fatos:
      O degenerado tem afeição pela degeneração.
      Veja que desde que as leis naturais de reproduçao foram descartadas, só o que nasce é lixo, tanto é que existe viagra (se o infeliz não consegue ser homem, por que acreditariamos que ele anabolizado conseguiria ser?), dedada na próstata (preciso descrever o tipeco que acha pertinente mérdico enfiar dedo no rabo dele para checar como está a saúde?), gineco valete (qual o macho que acha normal um lixo de branco fuçar, cheirar, sentir a textura da vagina da própria mulher dele, o "macho"?), e toda a sorte de abjetice que NENHUM humano saudável permitiria!
      Qualquer ser que entrega sua integridade nas patas dos outros é degenerado!
      E os humanos entregaram suas saúdes para mérdicos e farmáfias, entregaram suas seguranças para sicários armados por mafiosos (se fosse para policiais "super gente boa" não mudaria nada, nossa segurança é obrigação NOSSA), entregaram suas crias para os outros criar, GERAR e PARIR!!
      Você realmente acha que borras desse quilate mesmo livres do mau caminho endireitariam seus caminhos?
      Se endireitassem NINGUÉM BEBERIA e DIRIGIRIA, NINGUEM precisaria de governo, se autogovernariam (exatamente o que clamo sempre, a RESPONSABILIDADE POR NÓS MESMOS), logo, acreditas em papai noel!
      O que falas foi verdade há mais de trinta anos atrás, quando a população da fossa ainda era predominantemente rural ou de pequenas cidades, hoje 90% vive (vive?) em cidade e 80% está concentrado em conurbações urbanas, as mesmas que serão as piras holocausticas!
      Hoje já nasce seres afetuosos com excremento, seres que emulam ato sexual em orificio fecal, hoje a solução é guerra total.
      Salve-se quem puder!
      E é por isso que vivo "pregando" "fiquem fortes, pois só fortes somos donos de nós mesmos e determinamos nossos destinos", mas sem eco!
      Quanto mais fortes ficamos menos píedosos somos, pois percebemos que os fracos são fracos porque são LIXOS egocêntricos, preguiçosos e hedonistas.

      O que não presta TEM que sumir e não ser remendado!
      Ele já teve a chance dele e falhou, que se dê a chance aos que virão.

      Excluir
    3. Creio que nossa diferença, meu caro, é que você busca uma perfeição ainda inalcançável pelo ser humano. Eu busco o bem de todos os que fizerem por merecer, fortes ou fracos, segregando, se necessário, em nichos, partes, sociedades, etc.

      Cada qual que se imiscuísse naquilo em que fosse capaz de se enquadrar, sendo cobrado sem meios termos. Se não se mostrasse merecedor, que "procurasse sua turma".

      Também sou partidário da purificação em qualquer sentido. Afinal, a Mãe Natureza prima por isso; nosso organismo, também. Com rigidez, mas sem fundamentalismo, exigir do cidadão correção em seus atos tanto quanto não tolerar abusos, excessos e desvios, sendo todos punidos sem mi-mi-mis.

      Somos bem semelhantes, Vapera. Apenas não perdi totalmente minha ternura. Ainda.
      Abraço.

      Excluir
    4. Caro FAB, o que chamas ternura não é ternura, é medo.
      Veja que não há ternura em legitimar um desgraçado vivo, e todos somos desgraçados, se não fossemos, não haveria as governanças que existem.
      O medo de entender nossa desgraça te oblitera o entendimento maldito de que o que não presta tem que sumir.
      Veja que deixar os "salvaveis" vivos é garantir os animais sob ataque, pois esses que crês salváveis (não são saudáveis) são os comedores da morte e desgraça alheia!
      Ou seja, não julgas com a lógica, julgas com a emotividade e parcialidade, e isso nao é terno, é cínico (desculpe a dureza já perdendo a ternura! :-D)
      Só é inalcançavel porque todos preferem achar que os seus são mais nobres e "sobreviviveis" que os outros, a velha síndrome de japonês brazuca é mais pró que os japonas dos outros!
      O que é fundamentalismo?
      Ser objetivo sem desvios não é fundamentalismo, e não ter desvios é fundamental.

      Me parece que defendes a máxima, para os nossos tudo, para os outros a dureza da lei!
      Pense que da mesma forma que você vê os seus nobres, os que entendes lixos entendem a eles e aos deles nobres também!
      E se for judeu, aí tem certeza, que é especial e os outros não são tão dignos assim como os seus.
      Percebeu que sua proposta é exatamente uma questão de preferência e não de pragmatismo?
      Ficar forte é ter disposição para julgar a todos de forma igual, sem leniências ou amenizações para lado nenhum.
      Até porque os dominantes só dominam porque existem fracos a serem dominados.
      Quem veio primeiro, o ovo ou a galinha?
      Como mostro, o negócio é varrer tudo, os que sobrarem que façam as vezes para não terem que ser dizimados de novo.
      E para sobrar, tem que ser muito, muito forte!
      Abraço

      Excluir
    5. Prezado amigo.
      De fato, tudo o que não presta tem de sumir. E eu entendo por "não prestar" tudo aquilo que não tem NENHUMA serventia. Quando o assunto é a vida alheia, ele toma formas pesadas.

      Um leão é rígido com sua prole, mas nunca deixa de demonstrar afeto e ternura por ela. Você dirá que os fracos são mortos por eles para que não sofram, etc. Certo, mas se é possível aos humanos permitirem a quem tenha deficiências uma vida, eu penso ser justo. Afinal, espaço no planeta não falta, já lhe provei isto. O que está errado é o politicamente correto obrigar a aceitação de tudo, numa salada dantesca.

      Se alguém que você ama (ou você mesmo) sofrer um acidente que o incapacite para muitas coisas, é condenável à obliteração pura e simples (como naquela cena do "Planeta dos Macacos")?

      Eu sou pragmatista em tudo. E sou partidário do "Viva e deixe viver! Ou morrer!" Inclusive os fracos que aceitam ser felizes hospedeiros de seus parasitas em troca de facilidades e migalhas. Problema deles! Nas sociedades fortes, tais parasitas e fracos não sobreviveriam.

      Em tempo: o ovo veio primeiro. Afinal, os dinossauros chegaram aqui antes dos galináceos.
      Abraço.

      Excluir
    6. Prezado FAB, o não prestar é sempre relativo, veja que a serventia só tem validez para os que se beneficiam dela, ou seja, para quem parasita o povo, é um "crime" tocar em seus serviçais, analogicamente é o dono do engenho defendendo seus escravos dos índios por exemplo.
      Dai, ficamos com a pergunta, o que vem a ser o que presta?
      O que presta é algo "simbioticavel" ou "comensalizavel" para a pessoa em si, para o grupo em si e para a nação em si, mas sempre só funciona partindo de um "self", de um eu, ou coletivo de "eus", nós.
      Assim, existe uma incompatibilidade entre espécies no planeta, e estou falando de forma ampla, não só dos alienigenas de deus contra os humanos terrestres (ou até extraterrestres também), estou falando da incompatibilidade entre os extintos leões asiáticos e os asiáticos que disputaram o espaço com ele, Alexandres da macedônia e Darios persas combateram separados com o mesmo ímpeto pelo bem comum, a extinção dos matadores de gente, leões!
      Naquele tempo não existiam armas de fogo, logo só a extinção garantiria a situação de segurança das pessoas.
      Na ìndia hoje em dia centenas de pessoas morrem por ataque de tigres, sobretudo, todo ano, mas pelo politicamente correto, os tigres continuam matando, mas se perguntar para qualquer cidadão que perdeu seu ente querido para o bucho do tigre vai te dizer que a extinção é a solução, se eu estivesse lá sem armas e sem recursos para impedir totalmente o ataque do tigre também pensaria da mesma forma.
      Uma leoa ou leão não são rígidos com suas proles, são pragmáticos, filhote lixo dança, não dura nem nas primeiras mamadas, vá ver se a gironda tira os bacorinhos gulosos e impetuosos das tetas em detrimento dos tímidos e fracos? Não tem papo, fraco é vala sempre, isso é pragmatismo.
      Afeto é um mecanismo de cumplicidade, unimo-nos para uma proteção e construção mais consistente e nada mais.
      Sem união é difícil construir coisas, por isso os mutirões.
      Pessoas que partilham de ideal semelhantes se irmanam e viram família.
      Não existe nenhum mérito válido nessa prática, não há forma de auferir quem é descartável ou nao, ou qual grupo está certo, o certo é SEMPRE QUEM ESTÁ GANHANDO!
      Assim, todas as "lamúrias" dos insatisfeitos não passa de mimimi!
      Fiquemos fortes, consigamos nossos espaços e tenhamos qualidade para protege-los e depois, só depois poderemos dizer quem é o errado e o certo. E o certo seremos nós, é claro!
      Os vermes que estão no poder não chegaram lá porque são poucos, mas por que são a IMENSA MAIORIA, vide o comportamento de pessoas que assistem e participam de bbb, e não adianta dizer que a globo só escolhe o que há de mais pulha, pois os que assistem só não estão lá porque não foram escolhidos, mas a qualidade é a MESMA IMUNDÍCIE.
      Quantos porcento da população assiste novela? E quem assiste novela é lixo e ponto final, só lixo se permite assistir fofocas verossímeis e fictícias, só o que assiste e faz fofoca natural, o lixo!

      Seu pragmatismo está com defeito! :-D
      Os fracos que sustentam parasitas são as fontes nutricionais de seus inimigos!
      Deixar viver o fraco é tornar seu inimigo forte, e nesse caso ou você está galopantemente forte e precisa de inimigos à sua altura, ou então seu erro vai custar muito caro, acredito que não haverá tempo para fazer nem roque maior!

      Com relação aos bípedes emplumados e os lagartos terríveis, deixo a pergunta: em quem você está confiando sua certeza, aos nobres catedráticos que em tudo mentem?
      O que sei é que a célula aplóide é o princípio da célula diplóide, e a galinha é celula diplóide que faz celula aplóide.
      Que as galinhas nunca mais sejam transmutadas em canja!

      Excluir
    7. De tudo isso posto, meu caro, só posso insistir na segregação. Que os "fortes" ocupem suas terras e se autodeterminem, enquanto os "fracos" continuem na sua submissão aos parasitas que os sugam. Os primeiros impediriam a infiltração de qualquer um dos segundos. A sociedade parasitada se esboroaria em poucas gerações.

      Insistirei sempre: O planeta é gigantesco! Colocando 1 pessoa por metro quadrado, a humanidade inteira cabe dentro da grande SP. Segregação é a melhor solução, um meio termo entre o extermínio sistemático que você prega e o "Viva e deixe viver! Ou morrer!" que eu prego. De um jeito ou de outro, os parasitas e seus hospedeiros infelizes e estúpidos iriam pro vinagre.

      Meu pragmatismo apenas não tem o seu (insisto!) fundamentalismo. Os parasitas não ficariam fortes tendo uma enorme quantidade de escravos. O Egito teve e nem por isso, prosperou ou se sustentou por muito tempo. Parasitas não criam, não têm força laboral, intelectual e todas as outras necessárias para evoluir.

      Quanto ao ovo, confio apenas no invólucro. Ambos (dos emplumados e répteis) têm essa designação genérica.
      Abraço.

      Excluir