Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


terça-feira, 17 de outubro de 2017

Vegetariano

Resultado de imagem para vegetariano
Dieta ideal
Amigos e amigas.
Há uma década que venho me doutrinando a eliminar de vez a carne da minha dieta. Praticamente já fiz isso com o leite e o pão. Ainda não significa que não ocorram raríssimos momentos em que consuma um laivo de um ou o outro, mas o processo está se mostrando cada vez mais benéfico para minha saúde.

Há muito, parei de ter azias e alergias, coisas absolutamente comuns nos dias atuais devido à alimentação desregrada, industrial e poluída com toda a sorte de químicos. Além do principal (saúde), temos o bem querer aos animais, que passam por tudo o que é crueldade para alimentar seres essencialmente herbívoros (nossa dentição, unhas e estrutura da mandíbula mostram isto). Vejam alguns pontos dessa afirmação aqui.

Os métodos de abate são TODOS cruéis e assustadores. Alguns são covardes, como a obtenção do foie gras, um patê gorduroso provindo do fígado brutalmente dilatado de aves. Se quiserem conhecer, vejam o processo de preparação do animal aqui. É fato consumado que o ser humano não precisa consumir carne para viver bem. Há muitos substitutos para ela, principalmente o ovo. Neste post, poderão conhecer vários motivos para abandonar o consumo de carne.

Finalizo apresentando o 'método kosher' de abate, que é o ápice dessa crueldade. Paul McCartney disse há muito tempo: "Se as paredes dos matadouros fossem de vidro, a humanidade seria vegetariana".
FAB29

ritual judaico de abate (em hebraico: shechita) de animais (às vezes, também, de humanos não-judeus ou gentios), é uma forma cruel de abater animais segundo as leis do judaísmo, para produzir o alimento kosher ou kasher. Consiste na degola do animal sem antes deixa-lo inconsciente, fazendo-o sangrar até a morte, em um método doloroso de abate.
Abate
Para a realização da degola, o animal é encaminhado ao recinto que é utilizado para atordoamento do abate não destinado à produção de carne kasher, expõe uma das patas traseiras em um espaço de abertura, a qual é presa por uma corrente com roldana. O recinto é aberto, permitindo a saída do animal enquanto a corrente é suspensa por um guincho. O animal é baixado até seu dorso tocar o solo, mantendo seu posterior suspenso. Um gancho, na forma de “V” é colocado sobre a mandíbula e o pescoço é tensionado. O shochet (pessoa treinada para realizar o abate) apóia uma das mãos sobre o pescoço do animal, e através de um movimento realizado com a chalaf (faca usada no abate), corta entre o primeiro e o segundo anel da traquéia, a pele, veias jugulares, artérias carótidas, esôfago e traquéia, não podendo encostar o fio da faca nas vértebras cervicais.
Fonte: Metapedia

12 comentários:

  1. Fab,

    Acho que vitela é ainda mais "emocionante", primeiro roubam o bebe da mãe e prendem ele em em um quartinho de madeira para não lamber qualquer tipo de ferro, só bebendo ração para ficar rosinha com cheirinho de leite.

    Tambem tem um boi japonês que ao contrario, é tratado à pão de ló mas não é para qualquer um!

    http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,carne-bovina-mais-cara-do-brasil-custa-r-558-o-quilo,155561e

    Depois é só preparar aquele carvãozinho e abrir o apetite com o odor agradável do bicho queimando!

    Eu adorava picanha e um tal de bistecão que existe nos interior, hoje vejo que gostava era do sal e do sebo derretido.

    Tenho um conhecido que só come carne, vive entupido e quando chega perto de mim, hoje sinto um fedor indescritível.

    Venho há 30 anos me doutrinando à parar de fumar, porem eu gosto e pito muito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diz o deitado: "Cada um é cada qual. E vice-versa".

      Desde que passei a doutrinar minha alimentação com mais disciplina, sinto-me meio que um pária. O desregramento das pessoas nesse quesito é quase uma regra insana: se empanturram de carne junto com bebidas geladas, depois doces.

      Além da carne ser de difícil digestão e vir povoada de venenos (antibióticos, anabolizantes, carrapaticidas, etc), a bebida fria trava a digestão diluindo os ácidos dela.

      Melhor nem começar a falar dos big macs da vida.

      Excluir
    2. "sinto-me meio que um pária".

      Já esta na metade do caminho, falta só outra metade!(+10 anos?) :-)



      Excluir
  2. Acharia interessante voce falar sobre o abate HALAL (para os muçulmanos), já que falou do abate kosher

    O método do abate é quase idêntico (corta veia e artéria do pescoço do animal , com lamina afiada)

    A diferença é que no abate kosher, quem abate é um judeu certificado.

    E no Halal, quem abate é um muçulmano certificado - ele faz uma oração na hora do abate, e o abate tem que se feito voltado na direção de Meca (arabia saudita)

    No mundo, vivem 15 milhoes de judeus , e 1.6 bilhoes de muçulmanos (cem vezes mais)

    Falando no caso do Brasil, que é um exportador de carne bovina e de frango :
    O Brasil exporta por volta de 20 mil toneladas por ano, de carne bovina kosher. Não exporta frango kosher

    E o Brasil exporta anualmente para países muçulmanos, 400 mil toneladas de carne bovina Halal e 2 milhoes de toneladas de frango Halal .
    O consumo do mercado interno Halal e Kosher é desprezível, comparando aos volumes exportados (talvez mil toneladas de cada tipo).

    Ou seja...se a preocupação é crueldade com os animais, quem deveria ser motivo de maior preocupação são os muçulmanos (2 milhoes e quatrocentas mil toneladas, contra 20 mil toneladas)

    MARIANA - UIPA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O post apenas valoriza o vegetarianismo, Mariana. Nenhuma perseguição. Apenas não quis me alongar com tantos exemplos.

      Eu já vi o abate de um boi quando tinha sete anos; de um porco quando adolescente; e de coelhos quando adulto. Vi também um abate kosher ao vivo, tendo-o nítido em minha mente pela cena dantesca dos lentos estertores do animal.

      Lembro-me de um vídeo de um ritual muçulmano onde uma multidão cercava um camelo que teve sua jugular cortada e o bicho corria em pânico de um lado para o outro, sempre cercado pela multidão que gritava (ou orava, não sei). Medonho.

      A mesma repulsa tenho por um ritual asiático onde fazem crueldades com cachorros antes de abatê-los. Idem a outro ritual escandinavo onde milhares de cetáceos são abatidos em sequência, avermelhando toda a costa. E etc.

      Repetindo o post: TUDO CRUELDADE que repilo totalmente.

      Excluir
    2. Certo. Se é so pra valorizar o vegetarianismo, e sem nenhuma perseguição , entao esta entendido .

      É que eu senti um viés anti judaico no seu texto - fala em " ritual judaico de abate de animais (às vezes, também, de humanos não-judeus..) . Entao existe um ritual judaico de abate de humanos ?

      Vejo tambem que voce usou a Metapedia como fonte de um trecho do seu texto. A Metapedia é claramente uma wikipedia com visao e tendencia nacional socialista, negacionista de de supremacia branca , e tambem um vies a anti judaico.

      Alem disso, Fabiano, se ve um tom anti judaico em muitos posts e comentarios seus, aqui e em outros sites. Chega ate a tratar judeus como "narigudos".

      Mas talvez foi so impressao minha.

      Abraço , e parabens por seu texto em defesa do vegetarianismo, e contra a crueldade com os animais !

      Visite o nosso site : http://www.uipa.org.br/

      MARIANA - UIPA

      Excluir
    3. Cara Mariana, o "viés anti-judaico" que você sentiu neste texto deve ser mudado para "viés anti-degenerados". Este é o meu viés, que independe de qualquer coisa (raça, etnia, religião, nacionalidade, etc).

      Se algo ou alguém mostra uma degenerescência, torna-se meu alvo e eu não me preocupo (aliás, desprezo olimpicamente) com o politicamente correto. Este não passa de uma armadilha de coerção, dissimulação e dissuasão contra todos aqueles que não se submetem ao status quo amaldiçoado.

      E chamar judeu de "narigudo" nunca será ofensa. Não é uma regra, mas é uma constante na etnia. Vide Luciano Huck e centenas de outros do show business mundial.

      A Metapedia ter essas tendências citadas não a faz indigna de nada. Afinal, ela não incita ninguém à destruição ou qualquer outra nocividade. Apenas mostra opiniões fora do mainstream. Indignos são pedófilos, satanistas, traficantes, mafiosos, corruptores de todos os desníveis.

      Amanhã, visitarei seu endereço. Enquanto isso, veja este outro post meu sobre o fim à crueldade com os animais.

      http://fab29-palavralivre.blogspot.com.br/2016/04/testes-em-animais.html

      Abraço.

      Excluir
    4. Vê lá heim FAB, tenha medidas de seus comentários "semitas" outerá graves problemas com a chefe de sinagoga da uipa! :D

      Percebeu o ranço "desinteressado" da necrófaga?
      O negócio é queimar filme de árabe e não judeu, assim falou a lady sinagoga!

      Judeu não presta, se prestasse não produziam rede globo e sua corja judia de degeneração!

      Todo comedor de defunto é fecalista, pois deus é pai, e qualquer um que se ajoelhe diante de pai é qualira, e deus é que gosta do aspecto e cheiro de aspecto de carne queimada! Assim, se come defunto venera deus e se ajoelha diante do falo de deus, logo, é BAITOLA! :D

      Será que ela consegue defender deus e seus estupros? Ela pode até pedir ajuda aos universitários ou deus, de qualquer forma terá que encarar sua condição inferior diante de deus, afinal ela só tem vinte e cinco dias para retrucar, os outros dias do mês ela tem que ficar escondida até dentro do vaso sanitário, pois segundo deus, nesses dias ela está imunda e não é permitida no átrio da cena do debate!

      Judeu é cínico, mas a Mariana se supera!!!

      Excluir
    5. Enquanto os comentários não extrapolarem aquelas mínimas regras de respeito, caro Vapera, eu converso até com talmudistas.

      Quaisquer observações diretas ou tergiversadas serão encaradas e respondidas sem ranços ou similares.

      Excluir
  3. Este Vapera, não gosta de judeus, cristãos, muçulmanos,
    médicos, homossexuais, bem como de grande parte da humanidade, que considera de baixo quociente intelectual.
    Mas afinal, qual a sua profissão, Vapera ? O que você produz com toda a sua potência e inteligência ? Quais os resultados práticos de suas ações ?

    ResponderExcluir
  4. Soldado, está procurando um general para venerar?
    Quer saber da vida dos outros por que, sua vida e nada é a mesma coisa?

    Conseguiu entender que eu não gosto de boçal e mesmo assim se manifesta como um?
    Deixe-me repetir, já que para ti é tão difícil entender minha opinião, 90% da humanidade é MERDA, tanto é que esses 90% entendem que buraco de fezes é orgão sexual, vide as leis estabelecidas pelo mundo a fora, alguns tem até noção de que buraco de fezes não é orgão sexual, mas seguem deus e quem se ajoelha para valete NÃO É HOMEM, é OMEM! E omens que arrogam reproduzir DEVEM SER EXTERMINADOS POIS FILHO DE LIXO LIXO É!
    E gerar lixo é atentar contra a humanidade.

    Necrófago para mim merece a mesma morte de seu "alimento"!

    Será que agora vc conseguiu entender ou ainda vai continuar com papinho de asistidor de novela?
    Se nao estivessemos aqui em blog de um caro personagem, eu lhe sugeriria introduzir em seus aconchegos algo que preencha a sua vida, de forma que deixe de ter curiosidade sobre a vida alheia.
    O resultado prático de minhas ações é ter o mais profundo NOJO de pessoas de seu quilate, que latem!
    Eu também não gosto de você, está satisfeito?

    ResponderExcluir