Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Criptoguerras

Amigos e amigas.
O império ianque/sionista é o invasor-mor da era moderna e usa todos os métodos possíveis e imagináveis para alastrar seus domínios e consolidá-los. Hipocrisia, sordidez, impiedade, guerras e mais guerras de todos os tipos. N países já foram subjugados por sua política assoladora e vários outros a sofrem atualmente.

Um deles, a Venezuela, que "afunda na ditadura sanguinária de Maduro", resolveu dar uma estocada no ponto mais nevrálgico do império: a economia, mola propulsora e bomba atômica de qualquer país. Ao lançar o Petro, moeda virtual lastreada em petróleo e à margem da ciranda de Wall Street e da City londrina, Maduro comprou uma senhora briga com a especulação mundial que já briga há anos com o BRICS (na verdade, RICS, visto que a ZBM tupiniquim voltou a ser presidida por seu cafetão ianque).

Vejamos o que será do mundo a curto prazo com esse gesto. Extraído daqui.
FAB29

Resultado de imagem para petro venezuela
A luta continua !
Embora hoje em dia existam mais de duas mil criptomoedas, o Petro tem características inéditas. A Sputnik Mundo falou com o superintendente de criptomoedas do país, Carlos Vargas, responsável pela implementação da nova moeda digital.

735 milhões de dólares (R$ 2.4 bilhões) foi a cifra alcançada durante o primeiro dia de "pré-venda" da nova criptomoeda venezuelana, anunciou Nicolás Maduro em 20 de fevereiro. Carlos Vargas revelou à Sputnik as características que a distinguem de outras moedas digitais.

Lastreada em ativo físico
A moeda é lastreada em um ativo físico, o que garante a segurança ao comprador: o Petro possui como “lastro” 5,3 bilhões de barris de petróleo, seu valor está ligado ao preço de um bem físico transacionável (que atualmente é de cerca de 60 dólares, ou R$ 200, por barril) e não exclusivamente à oferta e demanda do mercado.

"Nossa maior força é ter uma reserva de cinco bilhões de barris, equivalente a 300 bilhões de dólares (R$ 975 bilhões). O Estado está pronto a cumprir suas obrigações em qualquer momento", explicou Vargas.
Preço estável
O valor do Petro não varia abruptamente. Para conseguir isso, o governo criou vários mecanismos para controlar sua estabilidade. Segundo o superintendente, as autoridades têm competências para "através da compra e recompra, garantir que não haverá flutuações importantes e distorcidas". Isso se soma ao fato de que a base física, estabelecida em um barril de petróleo por cada Petro, vincula seu preço ao indicador diário do petróleo venezuelano da Cesta Opep.
Petro terá rastreabilidade
Isso garante que seus investimentos não serão utilizados para a lavagem de dinheiro. Ao contrário das mais importantes criptomoedas, o denominado "Livro Branco do Petro" – documento fundamental que contém o protocolo da moeda – estabelece práticas de rastreabilidade dos dinheiros utilizados para sua aquisição.

"O problema da lavagem de dinheiro sempre existiu tanto no dinheiro fiduciário como também nas criptomoedas […] Creio que foi iniciada a tendência global de transparência e promoção de políticas KYC ['know your customer' ou 'conheça seu cliente' em português], o que é muito importante", disse ele.
Petro será taxado
Alguns países já estão começando a cobrar impostos sobre as operações com ativos digitais. Na Venezuela, isso ocorrerá depois de um período limitado, durante o qual se espera criar condições para o desenvolvimento do ecossistema cripto no país, explicou Vargas.
Em 20 de fevereiro de 2018, Caracas começou a pré-venda da nova criptomoeda, o Petro. O presidente venezuelano, Nicolás Maduro anunciou que seu governo se prepara para lançar um novo token de criptografia lastreado em ouro na próxima semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário