Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Pequeno respiro

Amigos e amigas.
Nos próximos 4 dias (de 12 a 15/09), estarei em "recesso internético" para resolver pequenas "questãs". Quaisquer comentários serão lidos e possivelmente publicados na segunda, 16/09.

Antecipadamente grato a todos pelas visitas e participações, abraços a vocês e lhes desejo muita saúde e tudo de bom. Até breve.
FAB29
Resultado de imagem para férias
Contemplar é preciso.

14 comentários:

  1. Bom descanso FAB e saúde que é o principal! Abraço. nisof.

    ResponderExcluir
  2. https://www.youtube.com/watch?v=v5GVQKFfMAE

    https://www.youtube.com/watch?v=npitsVLrXO0

    https://www.youtube.com/watch?v=0upX93sRfTY

    https://www.youtube.com/watch?v=HHG9xIeJPio

    https://www.youtube.com/watch?v=tD9la_Wghk0

    https://www.youtube.com/watch?v=H8B7gAdDCZA

    https://www.youtube.com/watch?v=P4OYhj7Io0E

    https://www.youtube.com/watch?v=KnSvUJP0tr4

    https://www.youtube.com/watch?v=oOumq-kWf-Y

    https://www.youtube.com/watch?v=0leCavDFqQc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1) Berlín 1945. Anónima, una mujer en la guerra.
      https://www.youtube.com/watch?v=2LrK8vbY9zk

      2) "Terra de Minas" - Nessa incrível e dramática trama, acompanhamos o sargento Carl Rasmussen (Roland Moller) e seu verdadeiro asco por qualquer alemão que lhe passe na frente. Ele foi designado a comandar uma pequena equipe de soldados para limpar as praias da costa oeste da Dinamarca. O batalhão é bastante jovem, sendo grande o contingente de recém-ingressos nos pelotões nazistas. Isso, no entanto, não incomoda Carl, de início. Ele será duro, pois eles devem pagar pelos males da guerra em que participaram. Com o passar do tempo, no entanto, Carl começa a perceber que o que tem nas mãos são apenas garotos, muitos deles imaturos demais. O líder da equipe, Sebastian (Louis Hofmann), se mostra preocupado com o próximo, sempre tentando comunicar-se com o sargento da melhor forma possível. A maior vontade dos soldados é apenas voltar para casa. Mas, com o explosivo trabalho sendo realizado, é pouco provável que alguém retorne.
      https://www.youtube.com/watch?v=XrdbD7fF8m8

      3) “Ataque dos Mortos: Osovets”, o filme , baseado em materiais de arquivo, tenta examinar um dos capítulos da história da Primeira Guerra Mundial, a saber, os chamados “ataques de homens mortos” durante a defesa da Torre Osovets (a oeste de Bialystok, no território da Polônia moderna) pelas tropas russas em 1915, reconstrói a batalha, especifica o ataque, em vez de condições de contra-ataque, introduz novas fontes de arquivo para uso científico
      https://www.youtube.com/watch?v=U518G8fUk6o

      4) Enquanto escrevo a resenha deste filme, tremo e sinto meus olhos cheios de lágrimas. “Agnus Dei” (2016) é, absolutamente, um dos filmes mais excruciantes e, ao mesmo tempo, mais inspiradores dos últimos tempos. É um daqueles filmes raros que conseguem nos mudar à medida que assistimos ao desenrolar da história.

      “Agnus Dei” é ambientado em 1945 e se baseia no diário da Dra. Madeleine Pauliac (renomeada Mathilde no filme). A Dra. Pauliac, médica e tenente do exército francês, foi nomeada chefe de equipe em Varsóvia e responsável pela Cruz Vermelha francesa durante a fase final da Segunda Guerra Mundial, quando a União Soviética já tinha assumido o controle do país.
      (...)
      https://pt.aleteia.org/2018/04/20/filme-agnus-dei-o-dilacerante-calvario-das-freiras-estupradas-por-soldados/

      https://www.youtube.com/watch?v=h8jaHlTcpHw

      Cobalto

      Excluir
    2. 1) "Hans Staden" 1999

      Hans Staden é um imigrante alemão que naufragou no litoral de Santa Catarina. Dois anos depois, chegou a São Vicente, concentração da colônia portuguesa, onde trabalhou, visando juntar dinheiro para retornar à Europa. Neste tempo, Staden teve um escravo da tribo Carijó. Um dia, preocupado com seu sumiço repentino, Staden parte em sua procura e sete Tupinambás, inimigos dos portugueses,o encontram e o prendem, no intuito de matá-lo e devorá-lo.
      Data de lançamento: 1999 (mundial)
      Direção: Luiz Alberto Pereira
      https://www.youtube.com/watch?v=Ih-SKQ3qzas

      2) "Como Era Gostoso o meu Francês" 1971

      No Brasil quinhentista, os franceses invadem parte da costa do Rio de Janeiro. Em uma ilha, um pequeno grupo deles se rebela, e os integrantes são condenados à morte. Um dos franceses se atira ao mar e é tido como morto. Ele vai dar no continente e é novamente capturado pelos índios tupiniquins e pelos portugueses, que estavam munidos de canhões para combater os inimigos. Eles são atacados pelos índios tupinambás, amigo dos franceses, e os portugueses são mortos. Os nativos confundem o francês com o conquistador português e o levam prisioneiro até a tribo, juntamente com os canhões. Tapiruçu, o irmão do cacique, fora morto e os tupinambás querem vingança. As maracas profetizaram que eles capturariam um importante português. A tribo canibal decide matar o francês e comê-lo depois de oito luas. Eles lhe arranjam uma esposa e ele viverá com os índios durante este período. Um mercador francês aparece, de tempos em tempos, na tribo. Ele traz presentes em troca de pimenta e pau-brasil. Os índios pedem que ele reconheça a nacionalidade do prisioneiro. Atendendo a interesses próprios, o mercador diz se tratar de um português. Para o prisioneiro, diz que o levará para a França quando voltar à tribo desde que ele recolha bastante pau-brasil e pimenta. O francês ensina o manuseio do canhão aos tupinambás e aprende a usar o arco e a flecha. O francês descobre que existe uma grande quantidade de moedas de ouro enterradas na aldeia. Quando o mercador retorna, os tupinambás querem pólvora. Ele tenta ludibriar os índios, por considerar a pólvora algo extremamente perigoso. O prisioneiro convence-o a consegui-la, em troca das moedas de ouro. O ganancioso mercador quer todo dinheiro para si e, depois de uma briga com o cativo, é morto. Próximo a data do ritual, onde será canibalizado, o francês tenta fugir. Ele é flechado, não fatalmente, pela esposa e sua canoa está furada. Passadas as oito luas, ele é morto e comido pelos tupinambás.
      https://www.youtube.com/watch?v=9l1MUVtxVvg

      Excluir
    3. 3) "Caramuru - A invenção do Brasil" é um filme brasileiro de 2001, do gênero comédia, dirigido por Guel Arraes e escrito por ele e Jorge Furtado.

      O filme tem como ponto central a história de Diogo Álvares, artista português, pintor talentoso, responsável por uma das lendas que povoam a mitologia brasileira — a do Caramuru. Antes, porém, Diogo é responsável por uma confusão envolvendo os mapas que seriam usados nas viagens de Pedro Álvares Cabral. Contratado por Dom Jaime, o cartógrafo do rei, para ilustrar o precioso documento, ele acaba sendo joguete de uma francesa, Isabelle, que vive na corte em busca de ouro, poder e bons relacionamentos. Ela rouba-lhe o mapa e o artista é deportado. Na viagem, Diogo conhece Heitor, um degredado cult, quase precursor do que hoje em dia se conhece como mochileiro. Como muitas caravelas que se arriscavam, a de Vasco de Atahyde naufraga. Mas Diogo consegue chegar ao Brasil e o infortúnio acaba sendo um auxílio para dar início à história de amor entre ele e Paraguaçu, a índia que conhece ao chegar ao novo mundo, ao paraíso bíblico sonhado. Mais tarde, a história do náufrago iria se espalhar, assim como a lenda de que ele foi o primeiro rei do Brasil.

      O romance entre o descobridor e a nativa é, de fato, a história do triângulo amoroso entre Diogo, Paraguaçu e sua irmã Moema. Os três viviam em perfeita harmonia, sob os olhares do cacique Itaparica. Algum tempo depois, Diogo viaja para França para ser "condecorado" rei e se casar com a cortesã Isabelle. Apaixonadas, Paraguaçu e Moema mergulham no mar atrás da caravela, mas só Paraguaçu chega à embarcação. Ela e Diogo continuam sua história de amor, com todos os impactos da cultura europeia na vida de uma linda índia.
      https://www.youtube.com/watch?v=nOEuBAdzsKk

      4) O filme "Vermelho Brasil" é dirigido por Sylvain Archambault, e estrelado por Stellan Skarsgard, Joaquim de Almeida, Sagamore Stévenin, Theo Frilet, Juliette Lamboley, Olivier Chantreau, Miguelito Acosta, Giselle Motta e grande elenco.

      Sinopse: Baseado no livro do escritor francês Jean-Christophe Rufin, o filme Vermelho Brasil conta a história da expedição de Nicolas Durand Villegaignon ao Brasil por volta do ano 1550, e sua luta para criar uma colônia francesa em solo brasileiro. O meu personagem é de guerreiro nativo, braço direito do vilão João da Silva, interpretado pelo ator Joaquim de Almeida.

      Excluir

    4. O filme Vermelho Brasil é uma superprodução internacional entre França, Brasil, Portugal e Canadá, e a TV Globo o exibiu em seu canal aberto no dia 02/03/2015 em comemoração pelos 450 anos da fundação da cidade do Rio de Janeiro.
      https://www.youtube.com/watch?v=6IAcEAV7hAM

      5) "Cordão de Ouro" é um filme brasileiro de 1977 de aventura, dirigido por Antonio Carlos da Fontoura. O filme Cordão de Ouro representa um marco na história da capoeira no cinema, como o primeiro filme com um herói representado por um capoeirista. Realizado em plena ditadura militar, o longa surpreende ao contar a história de um escravo que se rebela contra o sistema.

      Enredo: Em Eldorado, onde as técnicas mais avançadas da engenharia contemporânea estão à serviço das formas mais primitivas de exploração do trabalho humano, Jorge (Mestre Nestor Capoeira), escravo de uma mina de selênio da Companhia Progresso de Eldorado, do poderoso empresário Pedro Cem (Jofre Soares), consegue escapar do jugo valendo-se de sua perícia no jogo de capoeira.

      Perseguido pelo helicóptero dos Capitães do Mato da Companhia, Jorge é salvo de seus perseguidores pelo Caboclo Cachoeira (Antonio Carnera), emissário do reino mágico de Aruanda, para onde o leva à chamado do orixá Ogum (Mestre Camisa), que conhece sua fama e quer jogar capoeira com ele.

      Recompensando sua coragem e habilidade demonstradas no jogo, Ogum presenteia Jorge com um cordão de ouro que o protegerá enquanto ele tiver coragem de olhar dentro dos olhos dos seus inimigos. De volta à Eldorado, com a missão de libertar seu povo, Jorge une-se aos guerreiros de Ulu Auacá, a Cidade Verde, iniciando seu líder (Antonio Pitanga) e seus soldados verdes na magia da capoeira. Porém Jorge termina sendo capturado pelos Capitães do Mato e, num leilão de escravos, é arrematado por Dandara (Zezé Mota), que leva-o para a propriedade onde vive com seu amante e senhor, Pedro Cem.

      Excluir

    5. Depois de conquistar o coração de Dandara, Jorge lidera os escravos da fazenda numa rebelião que derruba Pedro Cem e, com a missão cumprida, retorna ao mundo feliz de Aruanda, a Morada do Bem, para voltar a jogar capoeira com Seu Ogum, ao som do berimbau do lendário Mestre Leopoldina.
      https://www.youtube.com/watch?v=VTnIV-ECPIE

      Cobalto

      Excluir
  3. Bolsonaro asfixia Forças Armadas e põe em risco compra de caças e do submarino nuclear

    À frente de um governo que coloca o Brasil como colônia de Donald Trump, Jair Bolsonaro decidiu destruir até os projetos mais estratégicos das Forças Armadas: a compra dos caças e o submarino nuclear (programas criados pelo PT). Eles eram considerados cruciais para a proteção dos campos do pré-sal, mas os campos estão sendo entregues às petroleiras estrangeiras. Militares apoiaram liquidação da Previdência esperando receber recursos de se deram mal.
    https://www.brasil247.com/poder/bolsonaro-asfixia-forcas-armadas-e-poe-em-risco-compra-de-cacas-e-do-submarino-nuclear ... apoiaram a ferrar os aposentados, ou seja, esse apoio comprova a balela que é o slogan do Exército : "Braço Forte – Mão Amiga". Precisam de dinheiro? Corte da própria carne, nababescos.
    -----------------------------------------
    Há um verdadeiro "apagão" na Ciência brasileira por conta das políticas do governo Bolsonaro e especialmente pela destruição que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, tem realizado no ensino superior no Brasil. Especialistas indicam: está havendo uma fuga de cérebros do país
    https://www.brasil247.com/brasil/weintraub-destroi-universidades-e-provoca-fuga-de-cerebros-do-brasil ... pra que cérebros se é para sermos "Agro é Pop, Agrop é Roça."
    -----------------------------------------
    https://www.youtube.com/watch?v=egOpVNi6tHg

    Autoridades Sauditas tentaram amenizar o problema, mas a destruição é vista do espaço…
    https://beta.cp24.com/world/2019/9/14/1_4593224.html

    ResponderExcluir
  4. Sempre me perguntei por que a ONU e outros órgãos internacionais não incomodavam o Marrocos por conta da invasão e ocupação do Saara Ocidental. A explicação é que o país é grande produtor e fornecedor de haxixe, como o Afeganistão é de ópio. Como os muçulmanos estavam destruindo as plantações de papoula, EUA invadiram para garantir o suprimento. Já o Marrocos, o governo não impede o negócio, então, sem necessidade de invadí-lo ou acusar sobre crimes contra direitos humanos, impor sanções e outras atividades circenses costumeiras.

    E uma das cidades grande produtora da maconha é Chefchaouen, a cidade azul do Marrocos que tem essa cor por conta de uma tradição judaica. A explicação mais aceita é de que, durante a Inquisição Espanhola, logo após a fundação da cidade no século XV, vários judeus sefarditas migraram para lá, e como costume judaico, pintaram a área em que habitavam de azul, pois a cor remete ao céu, e consequentemente, ao divino. Se pararmos para pensar, azul é uma cor bem comum no judaísmo, vide a bandeira de Israel e a cidade de Safed.
    https://www.youtube.com/watch?v=ZYDFsApvRhQ

    Sasson manda lembranças.

    Cobalto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre os mesmos rasos interesses, 'copirráite' da CIA e dos sionistas.

      Excluir
  5. Sera que impressão minha ou depois que aquele Oswald não sei das quantas passou a comer grama pela raiz me parece que o Cobalto esta querendo ocupar o lugar dele?
    Uma sugestão: o blog Palavra Livre poderia mudar de nome para JC - Jornal do Cobalto. :-D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://thumbs.gfycat.com/NervousOddArmyant-max-1mb.gif

      Cobalto

      Excluir