Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Procura-se todo mundo

Amigos e amigas
A razão do título se baseia na incrível carência de profissionais, especialmente nas áreas mais nevrálgicas: saúde e educação.

Pensemos: as faculdades e universidades Brasil afora formam anual ou semestralmente milhares de profissionais em todas as áreas. São muitos novos médicos, engenheiros, professores,  psicólogos, administradores,...! Some-se a estes novos os outros milhares já existentes e teremos uma grande quantidade de profissionais em TODAS as áreas à disposição da sociedade.

Daí, vem a colocação do título. Vocês nunca se perguntaram "Cadê essa turma toda?!". Se sim, imagino que cada um chegou a uma resposta com uma invariável: "Estão perdidos por aí."

Na minha época, isso já ocorria.
E é isto que eu também imagino. O predicativo "perdidos" se encaixa com perfeição na resposta. Afinal, não há local de trabalho (já vi engenheiros vendendo cachorro-quente), nem investimento na evolução e melhoria de cada área, nem interesse em contratar e situar esses profissionais estrategicamente para potencializar localidades e, assim, fortalecer o todo.

Existe algum dia em que não assistamos, leiamos ou escutemos sobre  desassistência em hospitais e postinhos de saúde por falta de médicos e enfermeiros? Alunos sem aulas por falta de professores? Obras paralisadas, mal feitas ou que desabaram por falta de  projetos decentes de engenheiros e execução de construtores dignos?

Quantas vezes vocês ouviram sobre filas de espera? São pais que dormem em filas para encontrar vagas para seus filhos na escola pública; são pacientes que esperam semanas para conseguirem fazer uma tomografia ou outro exame específico; são doentes que têm consulta com qualquer especialista marcada para dali a três  ou quatro meses; são pessoas na fila dos transplantes que ficam anos padecendo e, não poucas vezes, morrem sem conseguir; são pais em pânico por não encontrarem vagas para seus filhos em creches.

Resultado de imagem para falta de médicos
Apesar da falta de concordância, concordo.
Tão importante quanto o "CADÊ TODO MUNDO?!?" é o "CADÊ TUDO?!?". O Brasil é o campeão em impostos (e impostura, é claro) no mundo, com uma voracidade ímpar! É "dinheiro a dar com pau", mas, no entanto, cadê hospitais, escolas, casas populares, creches, estradas, etc? E, relacionando ao título, cadê investimento nessa mão-de-obra especializada e sua distribuição pelo país para garantir o verdadeiro progresso?

Para tudo isso, o que é preciso? Interesse político! Os poderes executivo e legislativo não demonstram tal interesse. Eles vivem da ignorância e das necessidades do povo, além de serem dominados e vigiados diuturnamente por um poder parasítico cujos tentáculos são quase invisíveis. E o poder judiciário, que teria a obrigação de condenar tantas práticas lesivas ao público, além de ser parte visceral dessa podridão, encontra-se enredado em tantas milhares de ações e leis conflitantes ou com margem para interpretações e recursos, fatos que atrasam tudo. Além de, obviamente, outras práticas escusas perpetradas por esse "poder parasítico", cujo maior objetivo é manter esse status quo: o marasmo, a ignorância e a exasperação das massas.

Nesse ritmo, pode-se dizer que ESTAMOS F#¨%$@& ! Está cada vez mais difícil vislumbrar um bom futuro com tanta iniquidade imposta, somada à idiotia coletiva e seu comodismo. Essa falsa dependência de um governo central que os governantes apregoam é um câncer há muito metastizado na sociedade. Nós não precisamos deles! ELES PRECISAM DE NÓS! Sem esta consciência, nada prosperará. Com ela, a evolução e o progresso em todos os sentidos seriam a tônica da nossa vida.

Inegavelmente, é uma utopia! Mas, apesar de ser improvável que ocorra essa revolução devido a essa ação sórdida e silenciosa do "poder parasítico" impedindo isso, não é impossível. A crença de que tal guerra vale a pena é o oxigênio de que precisamos para nos manter vivos e esperançosos num bom futuro. Mas o presente precisa de atitudes prenhes de obstinação e contundência, as mesmas que os parasitas têm para se manter no comando.
FAB29