Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Show de ilusões

Amigos e amigas.
A notícia abaixo é um exemplo do que sempre peço aqui no Palavra Livre: provas forenses, cabais. Vejam só:

DNA de mulher é achado em bomba de Boston, diz jornal

"Investigadores americanos encontraram DNA feminino em pelo menos uma das bombas usadas nos ataques da Maratona de Boston, informou o jornal americano "The Wall Street Journal" nesta segunda-feira (29), citando fontes da investigação dos ataques que deixaram três mortos e mais de 200 feridos no dia 15 deste mês.

Segundo a reportagem, as fontes alertaram que podem haver várias explicações para que o DNA de outra pessoa que não os dois suspeitos do atentado - Tamerlan Tsarnaev e seu irmão mais novo, Dzhokhar - tenha sido encontrado nos dispositivos que explodiram. O material genético poderia ter vindo, por exemplo, de uma funcionária da loja que manejou os materiais utilizados nas bombas ou um fio de cabelo que acabou na bomba. Segundo a agência de notícias Reuters, o FBI não quis comentar o assunto."
Fonte: globo.com

Vejamos: após explosões capazes de matar 3 pessoas e ferir mais de 200 ao ar livre, onde incontáveis destroços delas se espalharam e o calor gerado, normalmente, destruiria as evidências, a polícia forense consegue detectar um detalhe microscópico. O alheamento do FBI é mero bônus na estranheza geral.

Já nos atentados de 11 de setembro (muito maiores que Boston), os destroços dos prédios foram obliterados em poucos dias e o "avião" que acertou o pentágono "se evaporou" (mas as "cinzas" das vítimas foram entregues aos parentes numa pungente cerimônia, com hino nacional e tudo!). E, até hoje, nada conclusivo, com mil dúvidas e desconfianças pairando, como as fotos ao lado, que mostram, frame a frame, o momento do impacto de um dos aviões no WTC. No mínimo, causa espécie um objeto gigantesco adentrar-se brutalmente em outro e acontecer o que se vê na 6ª foto: nenhum caquinho de janela se desprendeu. Se alguém tiver uma explicação oficial ou, ao menos, fisicamente lógica para essa aberração, adorarei saber.

Por enquanto, o única explicação é o supersecreto "PROJETO BLUE BEAM", capaz de criar espetaculares imagens holográficas em 3D.

Já no notório holocausto (muitíssimo maior que o 11 de setembro), foram "seis milhões de vítimas judias" (a maior parte, gaseada. Se bem que a testemunha-mor Elie Wiesel sempre preferiu as piras funerárias em fossos no chão) e nem meia prova forense de uma delas ou da 'maquinaria assassina', comprovando por A+B que ela existiu e funcionava como as "testemunhas" afirmam "de pés juntos". Em contrapartida, cada vez mais, dúvidas e desconfianças aparecem, o que obriga aos grandes parasitas manter acesa a chama do horror sobre o assunto, pegando o mínimo deslize e o superlativar em todas as suas grandes mídias para a boiada entrar em pânico e atropelar os contraventores e/ou recalcitrantes.

Daí, assistimos a séries como "CSI" e a tantos filmes nesse sentido, mostrando que a polícia forense é quase capaz de encontrar "xixi de micróbio" ou "impressão digital no ar" (Adoráveis exageros!). Por que esses pontos nevrálgicos da História sempre flutuam num mar turvo e turbulento, onde a certeza é o que menos existe, assim como a verdade? Se eles simplesmente ocorreram por ditos "ataques terroristas" ou impostos por ditadores covardes, as investigações forenses os denunciariam sem nenhum esforço. É por isso que toda essa patacoada que eles criam para tergiversar é digna de investigação, contestação e cobrança incessante.

Bem se sabe que grande parte da humanidade continua alienada, massacrada, perdida em carências perpetradas pelos grandes parasitas, que a conduz como gado e faz dela o que quer e precisa para garantir sua supremacia. Mas eu (assim como milhões de outros) não aceito mais essas desfaçatezes (pra ser bem educado) que esses tipos nefastos nos impõem ostensivamente. Exijo não ser enganado e me esforço o quanto posso para não sê-lo! Parafraseando um escritor: Quero ser feliz e ver feliz quem andar comigo.
FAB29

17 comentários:

  1. Um artigo como este colocado em salas de professores em colégios e universidades seria como quebrar uma casa de marimbondos!!! Mil opiniões e surtos histéricos ocorreriam, mas colocar na mesa o assunto e tratá-lo com rigor não fazem.

    O fosso do sentimentalismo com todos os córregos afluentes das mais variadas afetações é o alimento da massa atualmente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mexeu com o status quo nefasto, as reverberações e miasmas surgem. E ai dos incautos e recalcitrantes como nós.

      Excluir
    2. Caro Mykel, caro FAB. Já tratei do assunto 11 de setembro em sala de aula, no Ensino Médio, e o saldo foi deveras positivo. Outros professores demonstraram desconfiança também. Acredito que o mesma tema nas universidades também é possível. Só não a farsa do holocausto. O desgaste é desnecessário. Nesse caso, o melhor é apontar a questão judaica no presente, como o lobby israelita nós EUA, por exemplo, ou, de forma bem criteriosa, a influência judaica na rev. de 1917.

      Eng. Edain

      Excluir
    3. Temas tão interessantes e necessários quanto o do post. Bom seria se houvesse um mínimo de liberdade para debatê-los sem ameaças e piores.

      Excluir
  2. Hahahaha

    Alma mater da burrice.
    Adn numa explosao, ate nas balas, a policia e que e burra.

    ResponderExcluir
  3. Lançando críticas ao autor em vez de focar no argumento... Onde será que já vi tão fenômeno antes?! Ah, sim! Nas discussões infantis em que as crianças não suportam estarem erradas ou sentem-se incapazes de refutarem/contestarem o que lhes é dito.

    ResponderExcluir
  4. Coordenadora da Auditoria Cidadã da Dívida dá a receita da virada na economia brasileira. Coordenadora da Auditoria Cidadã da Dívida, Maria Lucia Fattorelli, fala da importância do conhecimento dos fatos para o fortalecimento da participação cidadã e mobilização social no fortalecimento da luta pelos direitos sociais:

    https://www.youtube.com/watch?v=BcTSWuQbqxY
    ---------------------------------------
    Coordenadora nacional da Auditoria Cidadã da Dívida, Maria Lucia Fattorelli, conversa com o economista Eduardo Moreira sobre os prejuízos das reformas e projetos em curso:

    https://www.youtube.com/watch?v=9KWIR_TczV0
    ---------------------------------------
    "Privatizações: a Distopia do Capital" (2014)

    O novo filme de Silvio Tendler ilumina e esclarece a lógica da política em tempos marcados pelo crescente desmonte do Estado brasileiro. A visão do Estado mínimo; a venda de ativos públicos ao setor privado; o ônus decorrente das políticas de desestatização traduzidos em fatos e imagens que emocionam e se constituem em uma verdadeira aula sobre a história recente do Brasil. Assim é Privatizações: a Distopia do Capital. Realização do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Rio de Janeiro (Senge-RJ) e da Federação Interestadual de Sindicatos de Engenheiros (Fisenge), com o apoio da CUT Nacional, o filme traz a assinatura da produtora Caliban e a força da filmografia de um dos mais respeitados nomes do cinema brasileiro.

    Em 56 minutos de projeção, intelectuais, políticos, técnicos e educadores traçam, desde a era Vargas, o percurso de sentimentos e momentos dramáticos da vida nacional. A perspectiva da produtora e dos realizadores é promover o debate em todas as regiões do país como forma de avançar “na construção da consciência política e denunciar as verdades que se escondem por trás dos discursos hegemônicos”, afirma Silvio Tendler.

    Vale registrar, ainda, o fato dos patrocinadores deste trabalho, fruto de ampla pesquisa, serem as entidades de classe dos engenheiros. Movido pelo permanente combate à perda da soberania em espaços estratégicos da economia, o movimento sindical tem a clareza de que “o processo de privatizações da década de 90 é a negação das premissas do projeto de desenvolvimento que sempre defendemos”.

    https://www.youtube.com/watch?v=A8As8mFaRGU

    Cobalto

    ResponderExcluir
  5. Judaísmo é porta para o Satanismo
    https://www.youtube.com/watch?v=3RCg3XN7Z-s
    -------------------------------------
    Apresentação em tema: "Judeus na Alemanha antes da guerra"

    Boicote a empresas judias:
    Porta-vozes nazistas alegaram que o boicote foi um ato de vingança contra judeus alemães e estrangeiros que haviam criticado o regime nazista.
    A Estrela de Davi foi pintada de amarelo e preto através de milhares de portas e janelas de empresas pertencentes a judeus.
    O boicote nacional não teve muito sucesso e durou apenas um dia.
    https://slideplayer.com/slide/6621884/ ... "um dia"?!?! rs ... realmente o choro é livre .. rs

    Cobalto

    ResponderExcluir
  6. Sou o Anônimo das 18:18, do dia 22.

    Decidi comentar a fim de dirimir possíveis dubiedades:

    O comentário acima destina-se ao anônimo das 15:34, do dia 21.

    Devido a uma distração adicionei um novo comentário ao invés de responder, em razão disso poderão interpretar que meu comentário está direcionado ao Fab (até o próprio Fab poderá pensar), o que não é verdade.

    Espero ter esclarecido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esclarecido. Grato.
      Mas eu havia percebido isso e, assim, não o respondi.

      Excluir
  7. https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/cidades/NOT,0,0,1489414,homem+de+57+anos+e+agredido+a+socos+e+chutes+por+ser+judeu.aspx...................eu sei de que família partiu as agreções

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conta, conta, conta!
      Não vai dizer que começa com adi e termina com bê!?

      kkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. Melhor é comunicar o que sabe (com provas) às autoridades para não virar cúmplice ou conivente, Arthur.

      Excluir
  8. Colando comentário de internauta:

    16 perguntas sobre o Coronavirus para os EUA:

    1. Apesar de muitos caucasianos estarem em Wuhan, por que o vírus parece atacar apenas chineses ou pessoas com sangue chinês?

    2. Por que o primeiro surto de coronavírus foi 14 dias depois que 300 militares dos EUA chegaram a Wuhan para os Jogos Mundiais Militares em 19 de outubro? O período de incubação foi de 14 dias.

    3. Por que Harvard colecionou DNA do povo chinês na China há um ano, sob um projeto de pesquisa?

    4. Por que uma remessa de vírus excepcionalmente virulentos dos laboratórios biológicos de NML do Canadá terminou na China em março de 2019?

    5. Por que os EUA retiraram ou evacuaram seus funcionários e funcionários da embaixada com sede em Wuhan imediatamente após o Jogo Militar no final de outubro?

    6. Por que a Fundação Bill e Melinda Gates previu até 65 milhões de mortes via coronavírus em setembro de 2019? Coincidência?

    7. O vírus se assemelha a um raro morcego sul-africano, uma cobra e outro tipo de criatura marinha. Como esse vírus termina em Wuhan - morcego sul-africano?

    8. Como os vírus saltaram as barreiras das espécies sobre três animais sem assistência humana?

    9. Por que os surtos ocorreram após o fracasso dos ataques patrocinados pelos EUA em Hong Kong e Xinjiang?

    10. Por que o surto acontece depois que alguns vírus atacaram a criação de porcos e galinhas na China?

    11. Quem espalhou e atacou os porcos na China? O relatório mencionou que um dróide foi usado para pulverizar vírus nos porcos.

    12. Por que os EUA espalharam imediatamente os boatos através da mídia de que a China roubou o vírus dos EUA e o vazou acidentalmente em Wuhan? Mas a instalação em Wuhan NÃO é uma instalação militar ou de desenvolvimento.

    13. Os EUA possuem a patente de 'Um coronavírus atenuado', que foi arquivada em 2015 e concedida em 2018?

    14. Por que um grande número de vítimas iniciais não estava relacionado ou nunca esteve no mercado úmido de Wuhan? Foi realmente o autor?

    15. O que e por que os EUA enterraram contêineres de risco biológico no consulado evacuado dos EUA em Wuhan?

    16. Por que os líderes, políticos e meios de comunicação dos EUA, as reações imediatas e a linha de perguntas sobre a China quando o surto foi anunciado eram tão alinhadas e semelhantes? Já havia um alinhamento antes do anúncio do surto?

    Cobalto

    ResponderExcluir