Quando a alma deseja

A PALAVRA SÓ É LIVRE QUANDO FLUI PARA DENTRO DA MENTE, DO CORAÇÃO E DA
ALMA SEM RANCORES, DISTORÇÕES E FALSIDADES.

"Não acredite em algo simplesmente porque ouviu.

Não acredite em algo simplesmente porque todos falam a respeito.

Não acredite em algo simplesmente porque está escrito em seus livros religiosos.

Não acredite em algo só porque seus professores e mestres dizem que é verdade.

Não acredite em tradições só porque foram passadas de geração em geração.

Mas, depois de muita análise e observação, se você vir que algo concorda com a razão

e conduz ao bem e ao beneficio de todos, aceite-o e viva-o."

Sidarta Gautama (Buda)


sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Show de ilusões

Amigos e amigas.
A notícia abaixo é um exemplo do que sempre peço aqui no Palavra Livre: provas forenses, cabais. Vejam só:

DNA de mulher é achado em bomba de Boston, diz jornal

"Investigadores americanos encontraram DNA feminino em pelo menos uma das bombas usadas nos ataques da Maratona de Boston, informou o jornal americano "The Wall Street Journal" nesta segunda-feira (29), citando fontes da investigação dos ataques que deixaram três mortos e mais de 200 feridos no dia 15 deste mês.

Segundo a reportagem, as fontes alertaram que podem haver várias explicações para que o DNA de outra pessoa que não os dois suspeitos do atentado - Tamerlan Tsarnaev e seu irmão mais novo, Dzhokhar - tenha sido encontrado nos dispositivos que explodiram. O material genético poderia ter vindo, por exemplo, de uma funcionária da loja que manejou os materiais utilizados nas bombas ou um fio de cabelo que acabou na bomba. Segundo a agência de notícias Reuters, o FBI não quis comentar o assunto."
Fonte: globo.com

Vejamos: após explosões capazes de matar 3 pessoas e ferir mais de 200 ao ar livre, onde incontáveis destroços delas se espalharam e o calor gerado, normalmente, destruiria as evidências, a polícia forense consegue detectar um detalhe microscópico. O alheamento do FBI é mero bônus na estranheza geral.

Já nos atentados de 11 de setembro (muito maiores que Boston), os destroços dos prédios foram obliterados em poucos dias e o "avião" que acertou o pentágono "se evaporou" (mas as "cinzas" das vítimas foram entregues aos parentes numa pungente cerimônia, com hino nacional e tudo!). E, até hoje, nada conclusivo, com mil dúvidas e desconfianças pairando, como as fotos ao lado, que mostram, frame a frame, o momento do impacto de um dos aviões no WTC. No mínimo, causa espécie um objeto gigantesco adentrar-se brutalmente em outro e acontecer o que se vê na 6ª foto: nenhum caquinho de janela se desprendeu. Se alguém tiver uma explicação oficial ou, ao menos, fisicamente lógica para essa aberração, adorarei saber.

Por enquanto, o única explicação é o supersecreto "PROJETO BLUE BEAM", capaz de criar espetaculares imagens holográficas em 3D.

Já no notório holocausto (muitíssimo maior que o 11 de setembro), foram "seis milhões de vítimas judias" (a maior parte, gaseada. Se bem que a testemunha-mor Elie Wiesel sempre preferiu as piras funerárias em fossos no chão) e nem meia prova forense de uma delas ou da 'maquinaria assassina', comprovando por A+B que ela existiu e funcionava como as "testemunhas" afirmam "de pés juntos". Em contrapartida, cada vez mais, dúvidas e desconfianças aparecem, o que obriga aos grandes parasitas manter acesa a chama do horror sobre o assunto, pegando o mínimo deslize e o superlativar em todas as suas grandes mídias para a boiada entrar em pânico e atropelar os contraventores e/ou recalcitrantes.

Daí, assistimos a séries como "CSI" e a tantos filmes nesse sentido, mostrando que a polícia forense é quase capaz de encontrar "xixi de micróbio" ou "impressão digital no ar" (Adoráveis exageros!). Por que esses pontos nevrálgicos da História sempre flutuam num mar turvo e turbulento, onde a certeza é o que menos existe, assim como a verdade? Se eles simplesmente ocorreram por ditos "ataques terroristas" ou impostos por ditadores covardes, as investigações forenses os denunciariam sem nenhum esforço. É por isso que toda essa patacoada que eles criam para tergiversar é digna de investigação, contestação e cobrança incessante.

Bem se sabe que grande parte da humanidade continua alienada, massacrada, perdida em carências perpetradas pelos grandes parasitas, que a conduz como gado e faz dela o que quer e precisa para garantir sua supremacia. Mas eu (assim como milhões de outros) não aceito mais essas desfaçatezes (pra ser bem educado) que esses tipos nefastos nos impõem ostensivamente. Exijo não ser enganado e me esforço o quanto posso para não sê-lo! Parafraseando um escritor: Quero ser feliz e ver feliz quem andar comigo.
FAB29